Fraude esquecida

25.09.20

Caducou nos escaninhos do Senado a apuração sobre a fraude no processo de votação que culminou com a eleição de Davi Alcolumbre para a presidência da casa, em fevereiro do ano passado. Como Crusoé revelou logo depois, uma investigação interna apontava o senador Mecias de Jesus, de Roraima, como o responsável por depositar duas cédulas de uma vez na urna, o que acabou melando o processo e forçando a realização de uma nova votação. A Polícia Federal chegou a ser contatada para ajudar na apuração da fraude, mas a história caiu no esquecimento. Prevaleceu a vontade da turma interessada em colocar panos quentes no escândalo – incluindo o próprio Alcolumbre. Agora, senadores do movimento Muda Senado se articulam para que a próxima eleição seja com voto aberto.

Marcos Oliveira/Agência SenadoMarcos Oliveira/Agência SenadoO voto de Mecias caiu na vala do esquecimento

Já é assinante?
Assine a Crusoé ou nosso combo e ganhe o novo eBook de Mario sabino

Assine a Crusoé

*válido até 30/06/2021

Assine a Crusoé ou nosso combo e ganhe o novo eBook de Mario sabino

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
    1. Realmente precisamos desse zerebas pra q ??? Votar sendo obrigado tbm pra q ??? Cada eleição a praga se ajusta mais no poder corrupto. Faz uma reportagem nos mostrando kal o bem para o zé-povinho a eleição e, inclua o voto facultativo como saída dessa nojeira ...

  1. Além lava jato e da lava toga, precisaria de uma lava legislativo! Que tal reduzir o número de senadores para 52 (o DF não é estado e não precisa: é o centro do poder). Os deputados também metade não fará falta!

    1. Silvio, redução eu concordo mas não somente no Senado tens também 04 anos, os tribunais de contas, Câmara Federal ,Municípios, Tribunais Federais, TRT, etc...

  2. Quem é contra o Muda Senado prova ser corrupto, tanto quanto quem é a favor o foro privilegiado, uma vergonha nacional perante os países civilizados.

  3. Tudo normal pois a mídia oficial que diz que a democracia somente é livre com uma imprensa livre e independente. Está ai o resultado quando temos uma mídia que não favorece o povo é é tendensiosa não divulga a informação apenas dá a notícia sobre o leite derramado. Agora se o presidente derruba o café a manchete fica semanas nas primeiras páginas. Crusoé somente mora alguns pois os amigos corruptos são enaltecidos.

  4. Que país é esse? O certo virou mau exemplo, o mau exemplo é algo a ser difundido. Que geração foi formada e qual será a próxima?

  5. Toda corrupção na política brasileira tem o mesmo tom: as "leis" são feitas para a "raposa cuidar do galinheiro..." Ou alguém acha que o Parobé botaria em votação a fraude de usa indicação para a presidência do senado ?

  6. Em 2022 SÉRGIO MORO “PRESIDENTE LAVA JATO PURO SANGUE” é nossa resposta ao ACORDÃO de BOLSONARO com o ESTABLISHMENT! Não seremos LUDIBRIADOS com o “velho plano de MELHORAS NA ECONOMIA!” Triunfaremos!

    1. Não esquece que o presidente não governa sem apoio do congresso. O sistema tá montado pro corrupto triunfar.

  7. Além.do.que não houve punição. Acabou. Pode-se fazer coisa pior. O.povo não irá mais pra rua pra defender ninguém. O.pais tá entregue.

  8. O senador Roberto Rocha não era o responsável pela apuração? Agora tá faceiro como presidente de comissão mista de reforma tributária, ou algo do tipo. Mas vejo o rosto dele e só consigo me lembrar da malandragem na “investigação”...

    1. Quem acreditou q/tal fraude seria apurada no Senado, estava tudo em casa entre amigos e zé/fine

Mais notícias
Assine 7 dias grátis
TOPO