O apelido de Lewandowski

18.09.20

Não que houvesse qualquer indício de ilegalidade, mas a certa altura do depoimento sigiloso em que dois procuradores a serviço da PGR o indagaram sobre mensagens relativas a Dias Toffoli, Marcelo Odebrecht foi confrontado com um e-mail em que aparecia o apelido “Polaco”. O assunto era um processo de interesse da Odebrecht em tramitação no Supremo Tribunal Federal sobre o qual Lula teria trocado impressões com Emílio Odebrecht. Marcelo disse que “Polaco” era como os executivos da empreiteira se referiam a Ricardo Lewandowski e, em seguida, explicou genericamente o contexto da conversa. Depois, tomou a iniciativa de falar mais: a Odebrecht tentou – segundo ele, sem sucesso – se aproximar de Lewandowski por meio de um petista estrelado. “A gente sempre tentou ou especulou que o Lewandowski poderia ajudar a gente em vários temas, porque todo mundo sabe que se tem uma pessoa que é próxima do Lula, dos ministros (do STF), é o Lewandowski. Na nossa avaliação o Lewandowski era até mais próximo do Lula do que o próprio Dias Toffoli. Mas nunca…”, diz Marcelo. “Mas vocês tentaram alguma coisa?”, indaga um dos procuradores. “Não. Não com o Lewandowski. O que se dizia era que o padrinho do Lewandowski, a pessoa da relação dele, era o Luiz Marinho (ex-ministro, ex-prefeito de São Bernardo do Campo e amigo de Lula). Então nós tivemos ‘n’ contatos, eu não pessoalmente, mas o nosso pessoal teve ‘n’ contatos com o Luiz Marinho… Alexandrino (Alexandrino Alencar, ex-executivo da empreiteira) principalmente… para falar sobre essa questão do Lewandowski, para várias coisas. Mas eu nunca soube que nada andou. Eu nunca soube, assim, de nenhuma conversa de fato com o Lewandowski. Um investigador faz a ressalva: “E não foi identificado nada. Que fique bem claro”. Marcelo, então, volta a mencionar a tentativa de aproximação e diz acreditar que o objetivo não foi atingido. “A gente sempre especulava que o Lewandowski poderia ajudar, mas nunca acho que a gente conseguiu chegar nisso.” O mais impressionante dessa passagem do depoimento é a naturalidade com que o delator mais famoso da Lava Jato fala de uma tentativa da empresa que comandava de se aproximar de um juiz da Suprema Corte.

STFSTFLewandowski: Marcelo Odebrecht relata tentativa de aproximação via Marinho

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • A Coluna Exclusiva de Sergio Moro
  • Podcasts e Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. E quem disse que precisava de aproximação da empreiteira com o ministro pra ele proteger os interesses do PT? Façam-me o favor...

  2. Qual o apelido de Gilmar Mendes e de Toffoli? Mais algum "ministro" daquele tribunal foi também apelidado pelo Departamento de Propinas da Odebrecht e demais empreiteiras?

  3. Este indecente conseguiu dar um golpe junto com o Renan durante o processo de impedimento da " querida". Treemendo cara de paú. Pobre de nós!

    1. Exatamente! Foi nesse momento que o elemento, de codinome polaco, rasgou a Constituição na cara dos brasileiros!!! Canalha!!!

  4. Propostas não devem faltar p/mudanças na forma de escolha de ministro do stf. O q tem que mudar é o regimento da Câmara e do Senado, de forma que obrigue o presidente da Casa a dar seguimento às propostas apresentadas p/ parlamentares.

  5. Esse tem toda pinta de bandido esquerdista! Infelizmente o STF está povoado de pessoas em que os interesses pessoais estão acima dos interesses coletivos!

  6. Enquanto não se mudar o critério de Escolha dos Ministros de nossa SUPREMA CORTE, vamos ter padrinhos e afilhados. Um bom colégio eleitoral composto de membros dos Três Poderes, inclusive com a participação de instituições privadas, melhoraria sobremaneira o nível dos Ministros STF, alguns sofríveis.

  7. OS MINISTROS DO STF DEVERIAM SER JUIZES DE CARRERA PARA EVITAR DESCRÉTIDO A INSTITUIÇÃO. INFELIZMENTE TEMOS HOJE UMA CORTE DESACREDITADA E QUE SÓ TRAZ INSEGURANÇA JURÍDICA AO PAÍS.

    1. A escolha de ministro do STF por um presidente sempre terá algo de suspeito. Por mais que aquele tente ser imparcial seu voto estará ligado automaticamente ao padrinho a quem deve seu voto. E' preciso acabar com essa suspeição. Se isso for possível aqui no Brasil.

  8. Verdade, Levando Wisky só rasgou nossa Prostituição Nacional quando decidiu, por conta propria, deixar Dilma elegível para qualquer cargo publico...De resto, ele é muito respeitoso com as demais "otoridades" que necessitam de seu auxílio...rsrsrs...

  9. Lewan, o polaco, dessa escapou.... Mas uma pessoa não é aquilo que falam e sim, aquilo que se mostra em suas ações. E suas atitudes Lewan, no exercicio de seu prestigioso cargo, são muito alinhadas a outros personagens que longe de serem ministros, são na verdade, advogados de defesa de última instância... Só como exemplo, sua manobra jurídica vergonhosa no impeachment por si só, demonstrou a que casta de juízes você pertence.

  10. Puxa vida fiquei surpreso com mais esse apelido POLACO do rasgador da constituição federal, aquele indicado pela Marisia Leticia, frequentador do restaurante Frango com Polenta no ABC. Pensei que ele tinha somente o apelido de LEWAN - para os íntimos, citado pela bandidagem endêmica.

  11. O Polaco deveria pendurar a toga logo após o julgamento do impeachment da Fudilma Roskoff. Manter os direitos políticos dela foi um erro gravíssimo

    1. Mas ela pode continuar tendo direitos do que quiser: não ganha nem para síndica de prédio do “minha casa minha vida”.

    2. Erro? Pelo amor de Deus, aquilo foi um CRIME! A função desse POLACO safado é de “guardião da Constituição” mas, sem NENHUM PUDOR, ele a estuprou na cara de milhões de brasileiros estarrecidos (EU, inclusive). Há vários processes no Senado pedindo seu impeachment, mas TODOS os senadores, quando se tornam presidentes da Casa, sentam seus rabos sujos em cima dos pedido s de abertura dos processos contra ministros. Difícil dizer quem é mais ordinário

  12. Este esforço em dizer que não chegaram ao polaco me parece mais uma tentativa de blindagem de um companheiro que sempre pode voltar a ser útil. Esse Marcelo é muito “safo”.

    1. Esse baiano diz apenas o q quer e ñ o q sabe, 99% de toda falcatrua continua escondida e camuflada

  13. Na minha opinião,existem formas diferentes de ajuda.Mtas vezes,elas podem vir como decisões favoráveis em processos.O poder do voto de um ministro é mt gd.

    1. Pode ter lá o seu brio de hombridade, mas de não se colocar como suspeito em julgamentos relacionados ao Lula não podemos dizer o mesmo né? Muito menos de fazer parte do grupinho que vive usando a toga para proteger os malfeitos dos corruptos do colarinho branco.

  14. Nada disso. O apelido do corvo, na real, é "setrazendoviski-levandoviski", pois não?!!! Todo mundo sabe disso. 🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮

  15. Esse ministro enfiou a CF no rabo ao deixar a Dilmanta elegível, após o seu expurgo do governo, para ficar enchendo o saco do eleitor de MG. Não merece estar no uma corte suprema, que deveria agir dentro das normas constitucionais mas, ao contrário, inventa contra os interesses da nação. Essa nossa corte, não obstante, equivale a decisões desse calibre.

  16. Tô começando a achar que o Marcelão tá amarelando aí... O STF mais íntimo do Lula ladrão deve ter bala na agulha pra perseguir delatores que se metem a dizer a verdade. Aí tem.

  17. Se estivéssemos em uma democracia plena todos esses togados já teriam saído pela moral, ética e o bem do país entretanto como a reputação ilibada não faz parte dessa corte caberia ao senado Federal a responsabilidade dessa atribuição mas infelizmente a grande maioria dos senadores além de amigos desses fazem parte do mesmo esquema de poder, Venezuela e outras ditaduras se iniciaram da mesma maneira.

  18. Certamente é porque o Marcelo não ofereceu uma quantia boa. Não conheço um petista sequer que não seja corrupto, principalmente um que chega à "suprema corte" só pelo fato de ser filho da grande amiga da finada "primeira dama".

  19. Tentou com Lewandowsky e com o Todfoli, mas ninguém perguntou de outros ministros do Supremo. Lava Toga poderia responder esta lacuna da vida publica do judiciario em nome da transparência

    1. O mesmo q descaradamente manteve os direitos políticos da presidenta "impichada".

  20. Para que se aproximar do Polaco, se todos sabemos que ele foi e sempre será o capanga do Lula! Ele não fala com subordinados.Tem ligação direta com o chefe da quadrilha!

  21. Se tivessem insistido um pouco mais teriam conseguido. Tem puta que se faz de difícil mas no fim acaba dando com um acréscimo no valor do michê. A comparação é apropriada pois o STF já mostrou ser uma “casa de tolerância”.

  22. O Lew tem um problema insolúvel.... todo dia de manhã ele acorda e se olha no espelho.... aí se dá conta de que não passa de um Lew....

Mais notícias
Assine 7 dias grátis
TOPO