Reprodução - Redes SociaisA favela de Rio das Pedras, na zona oeste do Rio: o lugar onde tudo começou

Milícia S/A

O ‘Escritório do Crime’, braço armada da máfia carioca que apareceu nas investigações sobre Fabrício Queiroz, vai muito além da pistolagem. É uma máquina de lavagem de dinheiro
03.07.20

Uma década atrás, as milícias do Rio de Janeiro eram bandos violentos de policiais com alguns chefes que se elegiam para cargos públicos, normalmente deputados ou vereadores, mas logo iam presos porque deixavam rastros de seus crimes. As investigações mais recentes do Ministério Público mostram que as milícias se sofisticaram ao longo dos anos.

Além de fuzis e metralhadoras, os milicianos contam agora com agentes infiltrados nas instituições, para dominar territórios e estabelecer, nas palavras dos promotores de Justiça, um “poder paralelo ao estado”. Em vez de se lançarem candidatos como faziam antes, os chefes das milícias transformaram seus territórios em currais eleitorais para patrocinar políticos que rezam na sua cartilha e, como esse patrocínio também exige poder financeiro, estruturaram uma verdadeira “empresa do crime”, na definição dos investigadores.

A milícia de Rio das Pedras – uma das mais antigas do Rio, que atua em uma extensa região da zona oeste da cidade – chegou ao ponto de estabelecer laços com gente ligada à cúpula do poder nacional. Chefe do grupo até ser morto em fevereiro passado, Adriano Nóbrega era próximo de Fabrício Queiroz, o ex-assessor do senador Flávio Bolsonaro, filho do presidente da República. O Ministério Público Estadual afirma que Adriano, Queiroz e o filho do presidente Jair Bolsonaro participaram de um esquema de lavagem de dinheiro na Assembleia Legislativa, quando Flávio era deputado estadual.

Hermes de Paula / Agência O GloboHermes de Paula / Agência O GloboO sucessor de Adriano da Nóbrega no comando do “Escritório” foi preso na terça-feira
A morte de Adriano em uma operação no interior da Bahia, onde ele se escondia, não freou a milícia de Rio das Pedras. Nesta semana, a polícia prendeu o sucessor dele no Escritório do Crime, como é chamado o braço da quadrilha que mata por encomenda. O bando formado por ex-policiais vigiava suas vítimas por meses, às vezes usando até drones, agia com roupas camufladas e armas de guerra e chegava a cobrar 1,5 milhão de reais por homicídio. Um ex-integrante delatou o grupo e há novas operações no horizonte. Os crimes de sangue representam uma frente de negócios. Os milicianos também exploram moradores da região, cobrando por gás de cozinha, internet, TV a cabo, transporte alternativo e taxas de segurança.

Documentos de diferentes investigações obtidos por Crusoé ajudam a compreender o gigantismo das atividades da milícia. Os chefões não moram na favela, mas em condomínios luxuosos. Eles operam uma gama de negócios: compra e venda de imóveis, limpeza e manutenção de prédios, estacionamento de veículos, segurança privada, empréstimos de dinheiro, transações com carros de luxo, lojas de materiais de construção e diversos restaurantes e estabelecimentos comerciais, que servem para a lavagem de dinheiro por meio de uma rede de laranjas.

A milícia contaria ainda com um núcleo infiltrado na Polícia Civil do Rio para se precaver de investigações, principalmente sobre o jogo do bicho e o mercado de máquinas caça-níqueis. A sofisticação dos negócios inclui outras transações sórdidas que ainda surpreendem investigadores. Uma quebra de sigilo telefônico autorizada pela Justiça mostra um dos chefões do bando providenciando um aborto. Em troca, o pai da criança arranjaria, em órgãos públicos, a licença que faltava para uma obra em um terreno da quadrilha.

Reprodução/Redes SociaisReprodução/Redes SociaisQueiroz na cadeia: transações financeiras com o núcleo da milícia
A polícia ainda investiga o tamanho do patrimônio do ex-capitão Adriano da Nóbrega, que criava cavalos e procurava fazendas para comprar na Bahia quando foi morto a tiros pela polícia. Os investigadores sabem que  Adriano e sua mãe tinham restaurantes. Um deles funcionava no mesmo local de outro aberto em nome de milicianos. A pedido de Fabrício Queiroz, o então deputado Flavio Bolsonaro empregou a ex-mulher e a mãe de Adriano no seu gabinete. O Ministério Público diz que Adriano repassou 400 mil reais a Fabrício Queiroz no esquema de rachid em que funcionários de Flávio na Assembleia Legislativa devolviam parte dos salários.

Queiroz também recebeu 69 mil reais de restaurantes ligados a Adriano. Procurada por Crusoé, uma sócia do estabelecimento não soube explicar o motivo do pagamento feito pelo que ela chamou de “departamento financeiro”, com o qual diz não ter contato. Surgem, assim, indícios de que Adriano repassou dinheiro da milícia para Queiroz e – num esquema de lavagem – recebeu dinheiro da Assembleia por meio da ex-mulher e da mãe, empregadas no gabinete de Flávio.

Até aqui, Adriano é o personagem mais conhecido da quadrilha de milicianos, mas os documentos da investigação apresentam outros chefes de alto cacife. Capitão aposentado da PM, Epaminondas de Queiroz foi preso no começo deste ano num desdobramento da investigação contra Adriano. Segundo o MP, ele é um dos pioneiros da quadrilha na época em que os chefões ainda disputavam eleições.

Atualmente filiado ao Democratas, Capitão Queiroz (não há, ao menos aparentemente, relação de parentesco entre ele e Fabrício Queiroz, o ex-assessor de Flávio Bolsonaro) se candidatou a deputado estadual pelo PDT em 2006. Declarou bens de 16 mil reais. Não se elegeu porque lhe faltaram votos para superar um integrante de outra milícia, conhecido pelo sugestivo apelido de “Mata Rindo”. Pouco depois, em 2009, a investigações levaram o Capitão Queiroz à cadeia pela primeira vez, mas ele acabou absolvido e, segundo os papéis do MP, tornou-se um empresário da milícia que age nos bastidores, com empresas abertas em nome de laranjas.

Reprodução/Redes SociaisReprodução/Redes SociaisAté pouco antes de ser morto, Adriano da Nóbrega mantinha contato com Queiroz
Em uma conversa por telefone, captada pelo MP, um segurança do Capitão Queiroz diz que o patrão “ostenta viagens para Nova York, lancha e uma casa em Miami, mas deixa de depositar o FGTS dos funcionários de sua empresa”. O guarda-costas se referia, possivelmente, a uma empresa que atua no ramo de limpeza de prédios e estava em nome da secretária do capitão. A firma tem dívida de 30 milhões de reais com União.

Após o rombo, o esquema transferiu a empresa para o município baiano de Luís Eduardo Magalhães. A secretária continuou operando. Uma escuta telefônica mostra que ela pediu ao gerente do banco aumento no seu limite de crédito, pois precisava movimentar 100 mil reais por dia em transferências para diversas contas. Segundo o Ministério Público, o grupo também atua no ramo de segurança privada. Presta serviços a shoppings, condomínios e hotéis.

Com dinheiro na mão, os chefes da milícia fazem empréstimos a juros abusivos para comerciantes. Na operação contra o ex-capitão Adriano, o MP apreendeu uma planilha com uma lista de empréstimos que totalizavam 1,62 milhão de reais entre janeiro e julho de 2019. O credor dessa soma expressiva é um ex-PM que também integra o comando da quadrilha e criou uma empresa para lotear imóveis.

O esquema conta ainda com empresários do ramo imobiliário interessados em lucro fácil, que compram lojas e terrenos clandestinos na favela e em outras comunidades da região. Em contrapartida, pagam “taxas de segurança” aos milicianos que passam de 200 mil reais. Como revelou uma reportagem de Crusoé, um desses empreendedores, que também é do ramo de locação de veículos, alugava carros para o gabinete do prefeito do Rio, Marcelo Crivella, do Republicanos. Ele foi preso.

CrusoéCrusoéRestaurante ligado à milícia repassou dinheiro ao ex-assessor
Os empresários tratam com os chefes da milícia por meio de intermediários que geralmente vivem na favela. Um deles, conhecido pelo apelido de Vagner Love, representa bem a classe de milicianos que ostenta poder pelas ruas da comunidade. Em depoimento ao MP, a ex-mulher de Love contou que, após entrar para milícia, o ex-marido passou a frequentar bons restaurantes, usar roupas caras e ampliou uma loja de materiais de construção. Love também andava em carros de luxo que ele dizia vender em Pernambuco, para onde eram transportados dentro de caminhões que, ao menos oficialmente, deveriam estar carregados com gesso. A lista de veículos incluía exemplares de marcas como Mercedes Bens, BMW, Camaro, Audi e Land Rover. Os carros não tinham documentação. Quando eram parados em alguma blitz, a milícia subornava os policiais.

Quem tem ligações com os chefes da quadrilha leva vantagem sempre. O acesso facilitado é motivo de status. O outro Queiroz – não o capitão que usa a secretária como laranja, mas o ex-assessor de Flávio Bolsonaro – podia se orgulhar disso antes de ser preso. Em dezembro de 2019, um rapaz mandou uma mensagem de voz para a mulher dele. Queria ajuda em uma desavença com um comerciante. Pedia que Queiroz intercedesse em seu favor junto a milicianos porque se sentia ameaçado pelos “meninos” que dominam a área. O ex-assessor e amigo do presidente da República prometeu socorrê-lo, mas só quando estivesse de volta ao Rio – àquela altura ele estava em Atibaia, na casa do advogado Frederick Wassef.

Outros dois negócios rentáveis da milícia são o jogo do bicho e as máquinas caça-níqueis. A disputa pelo controle dessas atividades costuma resultar em homicídios. Segundo um documento do MP, o ex-sargento da PM Ronnie Lessa, preso pelo assassinato da vereadora Marielle Franco, operava o jogo ilegal, fazia parte do Escritório do Crime e ainda contava com a proteção da polícia. Em julho de 2018, quatro meses após o assassinato de Marielle, a PM apreendeu 80 máquinas caça-níqueis em um bingo clandestino na Barra da Tijuca que seriam de Lessa. O caso foi parar em uma delegacia onde, segundo o MP, a milícia tinha o chefe de investigação na lista de pagamento de propinas. Procurada, a Polícia Civil informou, sem dar detalhes, que o inquérito sobre o caso foi encaminhado à Justiça.

O avanço do poder paralelo dos milicianos, à base de dinheiro e das armas, tem despertado preocupação nas autoridades encarregadas de tocar as eleições deste ano. O temor é que, nas áreas de domínio da quadrilha, o direito de votar e ser votado seja suprimido pela força dos chefes, que sempre têm os seus candidatos preferidos e exigem fidelidade da população local. “A Justiça Eleitoral não tem uma ferramenta para enfrentar a milícia”, diz a procuradora regional eleitoral do Rio, Silvana Batini.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • A Coluna Exclusiva de Sergio Moro
  • Podcasts e Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Fora Bolsonaro! Fora Traidor do Brasil! Fora Traidor do Povo Brasileiro! O Brasil é o ÚNICO PAÍS do MUNDO sem Ministro da Saúde graças à irresponsabilidade e à perversidade de Jair Bolsonaro. #ImpeachmentJá

    1. E pensar que esse presidente é amigo do peito desses milicianos. Até a Dilma havia preconizado isso em um vôo, onde achacaram-na. Ninguém quis acreditar. Certo fez Sérgio Moro, de sair de perto dessa gangue.

  2. Fora Bolsonaro! Fora Traidor do Brasil! Fora Traidor do Povo Brasileiro! Bolsonaro é o maior responsável pela morte de 69.184 Brasileiros pela COVID-19. O Brasil tem hoje, 10 de Julho, 1.755.779 casos confirmados da COVID-19. O Brasil é o ÚNICO PAÍS do MUNDO sem Ministro da Saúde graças à irresponsabilidade e à perversidade de Jair Bolsonaro. #ImpeachmentJá

  3. Bolsonaro manda chefe de gabinete de Valeixo para a África do Sul e número 2 da Lava Jato para Paris. 👉 Eles logo voltarão e podem voltar na hora em que quiserem. Já pra onde o POVO BRASILEIRO e a PF o mandarão é outra conversa e lá o samba toca diferente, muiiito diferente.

    1. Ah, e com nossos aplausos, 🙏🙏🙏 continuem competentemente passando o rodo!!!!

    2. Boa tarde, PF!!! Tenham uma feliz e inspirada tarde!!!

  4. Esse negocio é grande e poderoso, seu combate, é tarefa para outras gerações. Assim, como tem sido, para Mafia Siciliana na Itália, será para Milicia do RJ. O escudo protetor á formado por policiais, políticos, justiça e imprensa. Agora entendo o verdadeiro motivo da demissão de Moro.

  5. Segue como colaboração.... tudo o que é óbvio, basilar, elementar, ululante e minimamente necessário para se escolher um MINISTRO DA EDUCAÇÃO, está muito bem DESENHADINHO nesse endereço, VIU???!!! 🤨🤨🤨 🙄🙄🙄https://www.google.com/amp/s/epoca.globo.com/coluna-como-escolher-proximo-ministro-da-educacao-24060765%3fversao=amp

  6. Com certeza pegou a ""GRIPINHA"" covid19 pela trigésima vez e, como sempre, saiu sem remorso algum, empesteando a população país afora.... é um caso para estudos em laboratório multidisciplinar, a começar pelo de psiquiatria.

  7. Agora deu pra entender melhor a visitinha do Flávio a Las Vegas, imagina a lavagem de dinheiro que essas milícias e políticos vão promover através de cassinos .

  8. Fora Bolsonaro! Fora Traidor do Brasil! #ImpeachmentJá Fora Militares! Fora Milicianos! Fora Forças Armadas! Fora USURPADORES do Poder! Fora Canalhas! Fora Corruptos! Fora Centrão! Fora Assaltantes dos Cofres Públicos! Fora Foras da Lei! Fora Traidores da Constituição Brasileira! Fora Traidores do Povo Brasileiro!

    1. 👍👍👍👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏

  9. Estado dominado pela milícia ! É o fim da picada. E pior, ninguém faz nada para acabar com isso. O JB, ao invés de ficar preocupado com a familia e os amigos, deveria investigar para acabar com isso.

    1. Investigar? Ele próprio está envolvido! Não vai investigar nunca!

  10. Fora Bolsonaro! Fora Traidor do Brasil! Fora Militares! Fora Milicianos! Fora Forças Armadas! Fora USURPADORES do Poder! Fora Canalhas! Fora Corruptos! Fora Centrão! Fora Assaltantes dos Cofres Públicos! Fora Foras da Lei! Fora Traidores da Constituição Brasileira! Fora Traidores do Povo Brasileiro!

    1. 👍👍👍👍👍👍👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏🤭👏

  11. Bolsonaro foi eleito para combater o crime organizado, mas seu filho senador o coloca ao lado deles. E, pior, o Presidente se curva ao banditismo! Uma muito triste decepção para uma grande massa de seus eleitores

    1. Fora Bolsonaro! Fora Traidor do Brasil! Fora Militares! Fora Milicianos! Fora Forças Armadas! Fora USURPADORES do Poder! Fora Canalhas! Fora Corruptos! Fora Centrão! Fora Assaltantes dos Cofres Públicos! Fora Foras da Lei! Fora Traidores da Constituição Brasileira! Fora Traidores do Povo Brasileiro!

  12. Foi para combater coisas como essas, que foram prometidas em toda a campanha, que o Moro aceitou ser Ministro da Justiça e Segurança Pública, e quando lá chegou viu em que barco havia embarcado e que tinha sido enganado, como todo os eleitores, pediu para sair. Uma família que consegue se eleger com facilidade ha décadas, no mínimo, deveria ser investigada se essas milícias não estão por trás. Contamos com “Moro 2022”, para realmente dar um basta nessa farra, e fazer o que lhe foi prometido.

  13. O problema do RJ é o próprio RJ. É quase impossível sair algo bom dali. O carioca aprende desde cedo que a fazer valer a lei de gerson. É uma característica cultural deles e o motivo de tamanha corrupção em todas as esferas de trabalho naquele estado, além de gerar a enorne desigualdade e miséria. O mais engraçado é q o carioca ainda se orgulha disso.

  14. A pouco tempo, ainda com Moro de ministro, o governo tentou tornar crime as milícias. O PSOL com Freixo e Glauber votou contra e justificou que a pena teria uma ano a menos, caso fosse criminalizado. "Esqueceu" que era só apresentar uma emenda ao projeto aumentando a pena. Não tenho a menor dúvida que o PSol, representado a esquerda, desejou ajudar as milícias que critica, mas que na "vida real" fazem parte do seu dia a dia, basta ver seu pelotão de segurança pessoal.

  15. Essa possível influência das milícias sobre os colégios eleitorais que atuam, ajuda a explicar porque certos políticos que durante seus mandatos nunca fizeram um projeto, nunca relataram se quer um e, mesmo assim, conseguem reeleições seguidas. Triste o nosso presidente e o filho dele serem amigos de chefes dessas milícias

    1. Em política muito se mistura, em especial as aparências. Um fato deveria ser verificado, pela própria Crusoé. O governo federal apresentou um projeto de Lei para tornar CRIME as MILÍCIAS, o que seria, em minha opinião, correto. Durante a votação fiquei muito surpreso, porque os deputados da ESQUERDA Freixo e Glauber, entre outros, votaram CONTRA os milicianos se tornarem CRIMINOSOS, afinal, NÃO CRIMINALIZAR as milícias é legalizar sua EXISTÊNCIA. Alguém explique a razão desse voto da esquerda.

  16. Estamos vivendo no Rio o que os Estados Unidos viveram na década de trinta em Chicagos!!! Ou se corta o mau pela raiz ou ele vai se disseminar por todo o País!! Passa-se ao império do crime!!

  17. Sempre me perguntei o motivo da dificuldade de combater a milícia no Rio! Fica claro agora, que a milícia não é só formada por ex policiais, mas sim por autoridades e políticos nos bastidores. Não vejo luz no fim do túnel.

  18. Enquanto isso, o traidor do "família acima de tudo", continua apoiando o combate à corrupção seletiva. Pros amigos tudo, pros inimigos porrada! Moro fez mais do que certo em sair atirando. Alguém tem parar essa familia de aloprados!

    1. Giuseppe, acho tocante sua confiança no Sr. Moro !!!

    2. Moro é com certeza um dos poucos que não está a venda!

  19. Essa turma sempre está filiado a um partido, já notaram quais? PDT, PSOL, DEMOCRATAS, alguém acha que eles vão mudarem leis? O Rio e estado dentro do estado. E só ver witzel, achávamos, não que ele ia mudar totalmente, mas ia dar uma esperança aos cariocas. O tiro saiu pela culatra.

  20. Esse filme já foi contado recentemente, retratando a Nova York dos anos cinquenta (O Gangster). Naquela oportunidade a investigação quase dizimou a força policial da cidade, tomada pela bandidagem. Será que teremos cacife pra alcançar esse nível de limpeza na "Cidade Maravilhosa"? Não esquecer, também, o nosso Tropa de Elite; difícil separar realidade e ficção.

  21. Ah!!!!!Meu Deus!!! Não contem mais nada, por favor; é muito difícil ver tanto sofrimento e constatar que não há chance em 500 anos de mudar essa realidade. Não suporto mais ler tudo isso....😓

  22. A justiça eleitoral é ridícula! Tão ridícula quanto a justiça trabalhista. Em geral a nossa justiça é ridícula, com raras e honrosas exceções.

  23. Não há dúvidas que o envolvimento do bizarro clã dos Bolsonaros com a milícia é fato. O desespero desde o inicio para não deixar investigar o primogênito mostra tudo ! Aparelhou a PGR à dedo, interfere na PF , uniu-se ao Centrão , Juiz de garantias, boicote a LavaJato.. ...

  24. A maioria dos contribuintes brasileiros esclarecidos e decentes que sustentam este país elegeram um candidato que prometeu o BR ACIMA DE TUDO e A VERDADE COMO ATITUDE DE SALVAÇÃO, mas o que está por traz dessa hipocrisia é outra OCRIM, nascida nos órgãos de segurança e protegida pelos políticos coligados. Desta vez, além de roubar o Estado e lavar o dinheiro sujo, é capaz de matar como serviço especializado. Sufocar a Lavajato e fincar o pé na PF são objetivos que faltavam. Estão em pauta.

    1. ..." Ele, a sua família e seus amigos milicianos acima de tudo!" .... E o povo brasileiro tão burro que nem leu o currículo desse cara. Colocou bem 3 filhos na mamata do dinheiro público facil... E ainda roubando dos seus dependentes. Precisamos caçar fora logo essa bosta de presidente falsario e criminal.

  25. Fora Bolsonaro! Fora Traidor do Brasil! Fora Militares! Fora Milicianos! Fora Forças Armadas! Fora USURPADORES do Poder! Fora Canalhas! Fora Corruptos! Fora Centrão! Fora Assaltantes dos Cofres Públicos! Fora Foras da Lei! Fora Traidores da Constituição Brasileira! Fora Traidores do Povo Brasileiro!

    1. Não adianta os gados encubrirem Bostonaro com as fotos de Lula e sua quadrilha. A verdade que as duas quadrilhas que se alteranaram no Planalto são péssima para o Brasil. De ladrões, corruptos, milicianos e criminais da pior espécie.

    2. Bom e o lula ze Dirceu Palocci Dilma dinheiro na cueca si for escrever todos demora no mínimo 5 dias bacana Brasilllllllll

  26. Como pode alguém acreditar que é sério quem, obviamente, tem ligações, sejam elas quais forem com os personagens desta reportagem? A mitificação vazia de Lula passou pano no escândalo do Mensalão, nos legando o Petrolão. A sociedade brasileira não pode aceitar nada menos do que a completa elucidação do caráter das ligações dos Bolsonaro com os milicianos, sob pena do Barsil ter que acatar um legado tenebroso.

  27. Não se esqueçam que a combativa juíza Patrícia Acioli foi morta na porta de sua casa por assassinos a mando de gente do meio militar e quando instado a comentar sobre a morte da valorosa juíza, o famigerado Flávio Bolsonaro afirmou que a juíza humilhava os militares nas audiências, como que dando uma justificativa para o assassinato da corajosa juíza por gente do meio militar. A PM da Bahia fez um grande desserviço ao país em não capturar o ex-capitão Adriano vivo, pois ele sabia de muita coisa.

  28. Dá medo o descontrole que o governo tem sobre esse crescente poder paralelo. Pesadelo, começamos a ter grandes semelhanças com o México.

    1. já estamos com milicianos na cúpula desse governo. É não adianta negar.

  29. Esse é o reflexo de um lugar onde tudo é permitido: começa com uma construção irregular, daí vem outra, e mais outra, em paralelo começam os gatos de luz e água, daí criam-se os pequenos comércios. Nesse momento o local já começa a ficar bem populoso. Por fim é o que encontramos em grande parte da zona oeste do RJ e o que está sendo retratado nessa reportagem. Solução??? Difícil de ter alguma.

  30. Sabe qdo vc assiste um filme de terror e quase fecha os olhos como se isso fosse amenizar o terror do filme? Foi assim que li essa reportagem: c os olhos semi-abertos, com pavor,com sentimento de TOTAL desesperança, incrédula e querendo que fosse apenas um filme. Uma fake news, como diZem hoje. Tristeza sem fim. Isto não é uma nação. É um território de impunidade e bandidos. E NINGUÉM FAZ NADA. Salve Força Tarefa.

  31. O que me deixa estarrecido é os militares participarem de um governo sujo o igual a esse. Milicada vocês não são a nata da sociedade? kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    1. Com certeza o poder dele é legal e legitimado por nós sem que sequer saibamos do que se trata. Eu nunca mais votarei.

  32. Lembro que as leis elaboradas por políticos corruptos também irão favorecer os milicianos. Ou moralizamos esse país com leis severas para os crimes ou vamos ver a locupletação generalizada

  33. Um miliciano paga em dinheiro as despesas com escola e plano de saúde das netas do presidente da república. Já dá pra imaginar como foi pago o leite tipo A dos zeros à esquerda do equino. Família desgraçada

  34. As investigações nunca terminam porque querem, de qualquer forma, envolver o presidente. Como não existe envolvimento de Bolsonaro, mantém a investigação em aberto para poder manter uma narrativa contra o presidente.

    1. em tempo: o nome da vagaba que fez milhões vendendo Avon e estrela vermelha no jardim do palácio é outro.

    2. Típico de petista/psolista/pessedebista: destrói a reputação do outro sem prova alguma. Mas divulga como verdafe absoluta e quer firmar a narrativa de inocentar o ex-presidiário ladrão safado.

    3. Isto mesmo Paulo, só o que interessa para a mídia é achar pelo em ovo e tentar de qualquer forma envolver o presidente que não compactua com a bandidagem . Dá nojo deste pessoal

    4. O próprio jumento já confessou um depósito na conta da vagaba amasiada com ele

    1. Ridículo e destrutivo esta acabado e tão cedo voltará a se oque já foi.

    1. QyaayQua.. ei.. dá pra expkicsr o que é " entrelação"? Seria algo entre um laço grande?

    2. O abuso de poder religioso não foi citado no texto, mas, sem sombra de dúvida, ao menos no Rio de Janeiro, se entrelação ao que é reportado nele.

  35. Pois é!!! Elegemos um miliciano e sua famigerada caterva para fazer do Palácio do Planalto um "puxadinho" da central de crimes de Rio das Pedras FORA BOLSONARO!!!

  36. Não tenho interesse em renovar minha assinatura, realmente vcs vivem isolados na ilha dos seus próprios interesses, vocês são nojentos e comunistoides, pensam só no umbigo de vocês

    1. Essas investigações nada tem a ver com a Policia Federal. Estão afetas à Policia Civil e ao Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro, que não são subordinados ao Ministério de Justiça e Segurança Pública, atualmente titulado pelo “terrivelmente evangélico” Dr André Mendonça. Portanto, a sua especulação é totalmente inoportuna e descabida

    1. Auaquaquaqua..aí meu deus.. como tem gente retardada nessa parada.. nao vai demorar vao associar as milicias ao comunismo..quaquaqua

  37. A maldita constituição dita cidadã criou esse sistema do faz de contas, onde impera a corrupção e impunidade, chegou a hora de um plebiscito a população para aprovação de uma nova constituinte, chega de emendas oportunistas a constituição benefício de poucos, dessa forma, teremos um Brasil mais participativo e democrata.

  38. Novamente, perplexa, q se pode dizer? Meu Deus dos céus! Não vejo jeito. Não tem jeito. Simplória. O q falar mais? Como melhorar esse inferno?

    1. Quando a esquerda estava no poder, o Mainardi cansou de falar do Foro de SP. Nunca é demais relembrar o tema mais isso em nada diminui a gravidade das ações milicianas. O passado corrupto da oposição não é álibi para nada!

    1. Eles estão em uma fase negra!!! Tic tac tic tac Aras neles! Pior que eu ainda sou assinante disto 🤷‍♂️🤷‍♂️🤷‍♂️

    1. Nao, muita gente já sabe. Mas, a quem se pode confiar atualmente. Brasil, cleptocracia e crimes por todos os lados. Estado? Do Crime? Tristeza absoluta, sendo simples e impotente.

  39. Onde o Estado é ausente, o crime assume o controle. Políticos mal intencionados e alguns ingênuos, q fazem vista grossa para as ligações clandestinas no abastecimento de água, energia e outros serviços, garantem o negócio dos criminosos, sempre a pretexto de "defender os pobres". A retórica sobre combate à pobreza usada por demagogos converte-se na principal aliada do crime e garante grandes negócios à margem da lei, prejudicando todos os cidadãos alheios a ou vítimas dessa realidade.

  40. Meu Deus!!! VOTEI EM BOLSONARO , MAS NÃO TINHA A MÍNIMA IDÉIA DESSE TAL " ESCRITÓRIO DO CRIME " . Que sujeira e ilegalidade .

    1. MEU ÚLTIMO MÊS DE ASSINATURA DESSA REVISTINHA TENDENCIOSA .O RIO DE JANEIRO NAO GOVERNADOR A 20 ANOS TODOS VAO PARAR NA CADEIA NA LEI MARCIAL.

  41. Porque o legislativo não toma uma decisão dura contra as milícias, aprovando uma lei duríssima contra militantes e ex , que fazem parte de milícias,com penas altas, tipo trinta anos de cadeia sem direito diminuição da pena.

    1. Porque não interessa para a maioria dos nobres deputados agir contra corrupção .

  42. Existem vários estudos, podem ser obtidos em pesquisas na rede. Esses estudos indicam que essas milícias se instalaram devido a ausência do Estado nessas regiões. Quando resgataram esses brasileiros? Quando o Estado voltará a ser responsável por essa população? Quando nossa Constituição será aplicada nas favelas?

  43. No Rio ou a politica é associada às milícias, ou tem medo das milicias. E faz tempo! Quem tenta peitar acaba com a boca cheia de formigas. Marielle que o diga, lá do além.

  44. É por isso que o Rio de Janeiro está assim...sem rumo...a grande corrupção domina o cenário político do Estado e da Cidade,outrora Maravilhosa...Atualmente, abandonada... Que triste fim...!!!

    1. Maravilhosa, porém sempre dominada pelos malandros, corruptos, oportunistas e safados, na política. Há muito tempo, desde que ou até porque foi Capital Federal. Mudaram pra Brasília, que é o caldo maior hoje de más práticas, mas deixaram a cultura da maracutaia como herança.

  45. Por ora, ainda sou assinante. Se separarmos os fatos da narrativa. Qualquer um que teve acesso a uma boa educação pode fazer isso. Abstraindo a precária ilação de autoria. O crime organizado é um problema extremamente grave no Rio de Janeiro.

  46. Precisamos,urgentemente, de votarmos em candidatos honestos e corajosos. Como combater milícias quando se tem um boca aberta como o senhor Crivella e um bufão como o Witzel no comando? O RJ tem que fazer a sua parte, votando com responsabilidade e lutando por uma sociedade melhor.

    1. Os candidatos são horríveis mesmo. A opção no RJ é sempre entre o ruim e o péssimo.

    2. Você já reparou que os candidatos do RJ são sempre as piores figuras do meio político?!?!

    1. Meu Deus! Tende piedade do povo brasileiro! do povo digno e honesto.

Mais notícias
Assine 7 dias grátis
TOPO