MarioSabino

Tirem a choldra das nossas vidas

19.06.20

Eu havia planejado escrever sobre o artigo 78, de Alexander Hamilton, que consta de O Federalista e trata do papel do Judiciário no sistema republicano. Minha intenção era comentar a fala de Ricardo Lewandowski no julgamento do STF que constitucionalizou o inquérito sigiloso aberto por Dias Toffoli e conduzido por Alexandre de Moraes, para apurar ataques ao tribunal — o mesmo que censurou a Crusoé e O Antagonista. Ao proferir o seu voto favorável à legalidade do inquérito, Lewandowski citou James Madison, outro fundador da democracia americana, igualmente autor de O Federalista.

O ministro afirmou que James Madison admite uma “mistura parcial de poderes” nas funções de órgãos do Executivo, Judiciário e Legislativo.

“É por isso e com base no pensamento de um dos federalistas, que existem no nosso ordenamento jurídico institutos e mecanismos que não se amoldam a uma rigorosa separação das atribuições que integram o sistema processual penal, mitigando a rigidez da separação de funções inerentes ao sistema acusatório”, disse Lewandowski, para argumentar que o direito de investigação do STF seria semelhante ao da polícia legislativa do Congresso ou ao de comissões parlamentares de inquérito instaladas na Câmara e no Senado.

Já que devo ter lido O Federalista tão detidamente quanto Lewandowski, achei que tinha o direito de abrir investigação própria a partir do artigo 78, de Alexander Hamilton. O autor escreveu que, como o Judiciário era o mais fraco dos poderes, ao contrário do Executivo, que tem a espada, e o Legislativo, que tem o cofre, era preciso habilitá-lo a defender-se dos outros dois, mas por meio de juízes de bom comportamento que não pudessem ser destituídos — e acrescentou que o Judiciário só se tornava perigoso quando se unia a Executivo ou Legislativo. Nada de “mistura parcial”, portanto. Eu ia discorrer sobre como o Brasil estaria correndo risco com a mistureba do STF, quando fui brutalmente interrompido.

A choldra, a súcia, a malta, a escumalha, a patuleia de Jair Bolsonaro, muito bem representada por Fabrício Queiroz, adentrou o meu escritório. A prisão do meliante da rachadinha envolvido com milicianos que estava escondido numa casa em Atibaia pertencente ao caviloso Frederick Wassef, advogado do presidente da República, fez com que Alexander Hamilton voltasse a repousar em paz no século XVIII (vi agora que ele apareceu na coluna de estreia de Sergio Moro, lugar infinitamente mais apropriado). A única coisa que interessa agora para mim é saber se teremos de conviver até 2022 com o sujeito que ocupa o Palácio do Planalto e continua a chefiar a choldra, a súcia, a malta, a escumalha, a patuleia, o rebotalho.

Como já disse neste espaço, tentei entender os motivos que levaram tantos brasileiros a votar em Jair Bolsonaro. Era preciso, antes de tudo, evitar que o condenado Lula voltasse a dar as cartas, uma ameaça e tanto à democracia. Defendi a legitimidade do ex-capitão como candidato, ousei dar-lhe conselhos em artigos e até aventei que, uma vez no poder, ele teria como aglutinar forças políticas capazes de dar um bom rumo ao país. Afinal de contas, existem os que crescem em cargos importantes e haveria a moderação de militares conscenciosos. Fui convidado por um diplomata estrangeiro a transmitir as minhas impressões sobre o então presidente recém-eleito a um ministro do seu país em visita ao Brasil. Repisei o que havia escrito, mas fiz a ponderação: “Bolsonaro é um imbecil, a esperança é que o controlem”. O ministro expressou algum ceticismo em relação ao meu diagnóstico. Pois aí está.

O presidente é um descontrolado com largos sintomas de narcisismo sociopático, como se vê pela sua reação frente à pandemia, e completa imoralidade administrativa, caso da lambança no Ministério da Justiça. As suas ligações são mais perigosas do que se imaginava, como fica evidente pelo esquema que começou a ser desenrolado depois que os assessores de Flávio Bolsonaro foram alcançados. O Brasil trocou sindicalistas corruptos, que ao chegar ao poder engordaram os seus nós de gravata e passaram a embebedar-se de Château Margaux, por milicianos que continuaram a fazer churrascão e tomar cerveja nos seus muquifos. O paninho caiu com a prisão de Fabrício Queiroz. O país vem descobrindo que não há nada de esquerda ou direita nisso tudo; não há nada de progressismo ou conservadorismo: há somente cretinice fundamental, ignorância, indecência e crimes de diferentes tipos. Atibaia e Atibaia.

Jair Bolsonaro não tem partido ou ideologia. Revelou-se um oportunista instintivo que preencheu o vácuo deixado por PT, PSDB, PMDB, DEM e outros bandos que assaltaram o Brasil. É um extremista de si mesmo. Depois de um ano e meio, a esperança de boa parte dos 57 milhões de resignados que votaram nele, apesar do seu currículo ordinário, derreteu. Tudo o que está sendo feito de certo no governo é apesar dele, não por causa dele. A sua imagem fundiu-se completamente às de 01, 02, 03 e respectivas associações, militares instalados no Planalto que perderam a noção de realidade, brutamontes digitais e o rebotalho que vai às ruas para pedir um autogolpe — todos agora em marcha unida para tentar colar a historieta de que Jair Bolsonaro não sabia que o seu próprio advogado escondia Fabrício Queiroz.

Até o início desta semana, o rebotalho assombrava o país. Ele tem o seu melhor espelho na tal Sara Winter, que foi engaiolada. Escrevi em O Antagonista:

Sara Winter é uma figura ridícula, mas perigosa. Sim, perigosa. Não que o grupo de 30 patetas, com seu acampamento cretino, suas coreografias mambembes e demais molecagens na Praça dos Três Poderes, como invadir áreas restritas do Congresso ou disparar fogos de artifício contra a sede do STF, fossem em si próprios ameaças às instituições. Sara Winter é perigosa como símbolo.

Ela simboliza o lado mais obscuro de Jair Bolsonaro. Eis, portanto, porque o presidente da República não a condenou — e, se o fizer, será porque se sentiu compelido pelas circunstâncias, jamais por convicção. Sara Winter concretiza, ao seu modo fuleiro, os desejos nem tão inconscientes assim de Bolsonaro. Ela executa de forma farsesca, teatral, o que ele gostaria de fazer na realidade: invadir o Congresso, fechar o STF, submeter o sistema democrático representativo ao que julga ser a verdadeira democracia — os apetites do rebotalho social.

Lula também sonhava fazer algo semelhante quanto ao sistema democrático representativo, só que de maneira mais cínica: por meio do seu partido, embora também recorresse ao rebotalho que lhe é fiel para executar determinados serviços sujos. Historicamente, é dessa maneira que a esquerda funciona: coloca o rebotalho a serviço de um partido que enxerga a democracia como valor estratégico, não universal. No caso de certa direita, é o próprio rebotalho que se faz partido, como a história mostra igualmente. Aliás, não deixa de ser ilustrativo que Bolsonaro, ao ascender à Presidência, permaneça sem partido e tenha dificuldade em montar uma agremiação dentro dos limites impostos pelo ordenamento eleitoral.

O perigo de Sara Winter está no seu potencial de símbolo, enfatize-se. As forças inconscientes mais deletérias começam operando no campo simbólico, mas podem extravasar para a realidade se encontrarem condições para tanto. É preciso interditá-las com a arma de que a civilização dispõe: a letra da lei. Senão, será a barbárie. A munição de verdade poderia substituir a de artifício. A pólvora é a mesma, não esqueçamos.

Sara Winter é a Valquíria de Bolsonaro.

A Valquíria saiu de cena. No seu lugar, entrou o nibelungo Fabrício Queiroz, que sempre esteve nas coxias da ópera vagabunda.

Não vai ter golpe, deveria ter impeachment. Tirem a choldra, a súcia, a malta, a escumalha, a patuleia, o rebotalho de Jair Bolsonaro das nossas vidas.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

Só R$ 1,90* no primeiro mês

Edição nova toda Sexta-Feira. Leia com Exclusividade!

Assine a Crusoé

*depois, 11 x R$ 14,90

Deixar para mais tarde

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Em ocasião anterior já manifestei-me positivamente sobre os seus artigos e sua competência como jornalista. Porém, como leitor, recomendo que pondere sobre a crítica associada ao aspecto impulsivo, por que? Porque me deixa a seguinte dúvida: até que ponto os argumentos estão ou estariam sob o equilíbrio da crítica? Onde está a isenção de ânimos no jornalismo independente? Trata-se de tarefa difícil, mas possível e necessária em se tratando de profissionais competentes.

  2. Só xingou o Bolsonaro, quanto ódio, por que será? Apresente corrupção. Que miliciano, que rachadinha? O Presidente está na alma dos filhos? Engano, os milhões continuam apoiando, se a perseguição tá ferrenha é porque ele está atingindo interesses.

  3. Segundo o grande articulista recém contratado, em entrevista na jovem pan, não existe comunismo no Brasil. Isto é a escumalha. Sabino, vai pra Paris e leva seu filho mais novo pra lá. Escreve de lá, como o italiano de Veneza, e assim a revista fica cheia colunistas internacionais, longe do povo - a escumalha que apoia o governo eleito, sem sofisticação.

  4. Muito bom artigo. Parabéns sábio Sabino. Pena que muitos não consigam entender o que está escrito e nem a real situação do Presidente Pinóquio.

    1. Olha um bolsominion. Klkklkkk. Você quer um dicionário para ler essa coluna?

  5. Quanta bobagem , Sabino! você começa bem o seu texto citando Alexander Hamilton, tentando dar um certo verniz intelectual etc e tal . Mas não conseguiu sustentá-lo. Você enveredou para xingamentos de adolescente ao presidente da república... misturando alhos com bugalhos...o samba do crioulo doido .... ora, xingar é bom mas que tal nos apresentar os crimes que o Jair cometeu ? quais foram eles? onde , quando , contra quem? Você o xinga como o garoto birrento que perdeu o docinho da mãe....

    1. Mario Sabino, outrora tão imparcial se tornou um defensor dos togados ,Mais e Allcolumbre.Liguei hoje pra central de assinantes cancelando minha assinatura automática que vai até dia 20/07.Antagonistas, e eu que os seguia desde o primeiro dia ! Que decepção!

  6. Hoje eu vi que a Folha Política está, qual Fênix, renascendo das cinzas; ela vai voltar ainda mais forte. Mário, a você que é um grande conhecedor da cultura francesa, eu recomendo ver um filme antigo, chama-se " Les visiteurs du soir" de Marcel Carmé, filmado em 1943, em plena ocupação nazista. É uma metáfora para demonstrar que a liberdade nunca morre, por mais que a injustiça tenta se impor.

  7. Bolsonaro faria um bom governo se não fosse Bolsonaro. Alguns de seus bons ministros conseguiram fazer alguma coisa apesar do presidente.

  8. Que legal! Direita e Esquerda. Atibaia e Atibaia. Bravo👏🏼👏🏼👏🏼👏🏼👏🏼👏🏼👏🏼👏🏼👏🏼👏🏼👏🏼👏🏼👏🏼👏🏼

  9. CRUSOÉ - "uma ilha no jornalismo". Isto é propaganda enganosa! Esta revista, só Deus sabe com que interesse, alinhou-se à imprensa partidária, fofoqueira, mesquinha que infecta o país. A sensatez, o equilíbrio, a reflexão honesta foram substituídas por verborragia esdrúxula e agressiva, por campanhas politiqueiras e muitas vezes caluniosas.

    1. Você cancelou, mas está aqui. Assuma sua cara, Bolsomerda.

    2. Concordo com você , Leila .Lamento muito mas cancelei minha assinatura.O trio maravilhoso do início do site O Antagonista está irreconhecível!

  10. Protesto, Mário. Deixa por um momento essa súcia de lado e Escreve sobre Hamilton, assunto mais nobre. Você não acredita que o Lewandouski tenha lido O Federalista, isso é coisa de assessor. "mistura parcial" é idiotice. Esses caras pegam o sistema da Common Law para tentar mostrar erudição e escrevem sandices.

  11. No artigo, Mário justifica com muitos exemplos por que apoiaria um possível impeachment do Presidente Bolsonaro. Assim sendo, a revista Crusoé trabalha e continuará trabalhando pelo impeachmento do Presidente da República. Quem não gostar de ler artigos, reportagens, entrevistas nessa linha, então que procure outro veículo de imprensa. Aqui fica clara a linha da Crusoé. Obrigado, Mário por explicar de forma clara o seu, e também da revista, posicionamento.

    1. Leia a matéria de novo Irenice. E pense na possibilidade de se comparar diferentes, parecendo ser iguais, que agem em estratégias diferentes que resultam na mesma coisa.

    2. Tudo bem,mas ele não pode é nunca traçar uma comparação com o nefasto governo de Lula era caterva! Devia sim dizer em que Bolsonaro é corrupto e ladrão

  12. Caro Mário, sua cultura e inteligência de fato o credenciavam a ser um Sêneca dando bons conselhos ao nosso candidato a imperador. Mas, ao contrário do cordobense (também contemporâneo do Messias, aliás), você já tinha visto Nero tocando desvairadamente sua harpa quando estava no legislativo. Portanto foi imprudência achar que alguém seguraria o ímpeto de tentar botar fogo em Roma.

    1. Mário Sabino que alegria ver retratado este governo,que infelizmente ajudei chegar ao poder. Retrato perfeito com todos os refletores mostrando um ser incapaz de dirigir um velocípede.

  13. Trocar sindicalistas por milicianos é o trágico retrato desta cultura demente. Psicopatologia coletiva e transgeracional na veia!...

  14. Ademais, integra o rol de intenções do atual governo, além da aprovação da reforma previdenciaria, a implementação das reformas tributária bem como administrativa cujos efeitos potencialização um país competitivo e eficiente.

  15. Além disso, no campo da infraestrutura, é farta a documentação veiculando a intenção do atual governo de conceder à iniciativa privada trechos de ferrovia, de rodovias bem como de aeroportos, em busca da melhoria da eficiência dos serviços prestados bem como da competividade no escoamento das comodities.

    1. Mas isso a imprensa marronzista não informa ! Se não temos a imprensa do lado das informações das realizações do governo em parte é culpa dos Antagonistas que quando em campanha, o aconselharam a não veicular e não dar dinheiro para a imprensa...me lembro bem.

  16. Nossa, Marião! Que celeuma de conceitos jurídicos promovida, em seu texto, entre separação de poderes, abordado por Alexander Hamilton e James Madison, com sistema acusatório, ao revés de sistema condenatório cujos princípios vedam ao magistrado acumular as funções investigativas, acusatórias com a atribuição condenatória para evitar a atuação judicial parcial. Alerto, nesse cenário, os colegas leitores sobre o risco à democracia, caso concretize o impeachment do nosso mandatário, sem provas

    1. Totalmente de acordo. Penso se não deve estar ganhando para ajudar a forjar material e fortalecer uma narrativa mentirosa que tenta justificar o plano de derrubada do mandatário do executivo que foi democráticamente eleito, apesar das urnas eletrônicas não auditáveis. Renovação de assinatura cancelada com prazer. Procurem terça livre se querem informação. A matéria pareceu que começava bem mas é claro que mudou totalmente. Impossível terminar de ler.

  17. Sensacional! Me deleito com os artigos do Sabino, suas figuras, sua cultura. Choldra, sucia, malta, escumalha, rebotalho configuram exatamente essa figura. Mas nibelungo, vou procurar no dicionário e provavelmente utilizarei muitas vezes!!!!!

    1. A rigor, "O Anel do Nibelungo", já que o anão nibelungo que rouba o anel fica sendo seu dono sozinho, os outros nibelungos só se ferram, verdadeiro retrato de uma ditadura ...

    1. Ridículo !! Você assiste ao louco do Villa? Espuma de ódio e qualquer dia desses infarta .Idiotas afotando e adorando os termos et caterva, mandrião.Mas não se lembram dos termos" chefe da maior Orcrim" Criminoso de São Bernardo' kkkk Faz me rir muito alto

  18. Obrigada, Sabino, texto excelente. Bolsonaro veio num crescente de decepção e a cada nova mancada foi acendendo a luz amarela de que havíamos embarcado em uma canoa furada. Não tínhamos opção válida para tirar o PT do caminho e disso resultou o voto em Bolsonaro. Agora tudo o que queremos é nos livrar dele, porque saímos de um radicalismo podre para outro, mudou o tipo de obscurantismo, mas continuamos no obscurantismo. É quase insuportável imaginar essa situação até 2022.

  19. Tirem ele e coloquem quem? Rodrigo Maia, Davi Alcolumbre, Lula< Haddad, Gleizi Hofmann, Tiririca, Cabral, Pezão, Dória, Witzel, Quaquá? Renan Calheiros, Collor, Jucá, Quem??????????

    1. Acordem minha gente! Estão buscando anular a chapa. Não fica nem Bolsonaro nem Mourão!!! Com isto ficamos com duas opções. Acreditam que qualquer uma das duas é melhor? Vocês estão apoiando a volta do mesmo partido que dominava o Brasil há mais de uma década

    2. Mourão. Como dizia o sábio Tiririca, pior do que está não fica.

  20. Ótimo texto. Mário! Creio que a desocupação seja antes de 2022. O povo está atento aos comportamentos do Presidente, mesmo que por hora pareça quieto.

  21. Cadê a Crusoé dos tempos do “amigo do amigo de meu pai”? Onde está aquela ex-ilha do jornalismo independente? Oportunistas, se borraram pro STF!!!

    1. Assino embaixo.Você foi cirúrgico, Francisco! Por isso cancelei minha assinatura.Mario ia tão bem, mas foi infectado pelo Mainardi e oxalá o Dantas também não seja

    2. Também me pergunto, começou diferente, mas agora vejo que é mais um dos mesmos que já conhecíamos. Tem que ser forte para enfrentar esse sistema que se instalou em nosso país através de governos anteriores.

    3. Vai lá convencer teus senadores a pedir impeachment dos ministros ou mudar a constituição. Fora disso é choro de guri mimado

  22. Sabino você não é só minoritário na sociedade , é minoritário também no numero de comentários.... kkkkkkk. Você é fraco !

    1. A Crusoé não mudou, você é que se nega a enxergar.

  23. Qualquer culto de personalidade dá nisso. Lulista, Bolsonaristas, Trumpistas, Chavistas... "E ao adentramos nas veredas das paixões, Aí sim, a cegueira é que nos conduz."

    1. E isso mesmo Hélio. O Mário? Ótimo. Mas, precisamos saber esperar a próxima eleição.

  24. Pra mim acho que o ponto mais interessante é como essa coluna explícita o modo de pensar e agir de alguém cuja função principal é escrever. Ao mesmo tempo que queria escrever sobre o artigo 78 do federalista, admite que defendeu a legitimidade da candidatura (e fez propaganda descarada aqui e no Antagonista) pra alguém cuja única função notável foi ser polemista e agitador no Super Pop. O Federalista pode ser lindo pra intelectual, mas é fóssil de uma sociedade que não existe mais.

    1. Excelente comentário, até salvei aqui. É a ruína da 'liberal democracy', one man one vote, a olhos vistos. Só cegos não vêem.

    2. Perfeita observação. Eis a decadência de nosso modelo de democracia liberal, one man one vote, a olhos vistos.

    3. Completando, o Federalista servia a um país no começo do século XIX, cujo destino era decidido por uma pequena oligarquia embevecida em iluminismo. Só que no século XXI, é loucura pretender que isso tenha qualquer relevância para sociedade de hoje onde presidentes sucessivos são eleitos com bravatas e bordões de menos de 10 palavras, e que são o teor dessas bravatas que condenam milhões à ruína econômica, ou a uma vida sob a mira de fuzis, ou dezenas de milhares de mortes evitáveis. Pense nisso

    4. Completando, o Federalista servia a um país no começo do século XIX, cujo destino era decidido por uma pequena oligarquia embevecida em iluminismo. Só que no século XXI, é loucura pretender que isso tenha qualquer relevância para sociedade de hoje onde presidentes sucessivos são eleitos com bravatas e bordões de menos de 10 palavras, e que são o teor dessas bravatas que condenam milhões à ruína econômica, ou a uma vida sob a mira de fuzis, ou dezenas de milhares de mortes evitáveis. Pense nisso

  25. Entendo a sua revolta...é a minha também e a de milhões de brasileiros,que não concordam com o governo Bolsonaro e com o "projeto totalitário"dele...Não seria o momento de começarmos a falar sobre isso??

  26. Mário, gostaria de escrever aqui sobre este artigo p dizer q VC está errado. Infelizmente tenho q concordar c tudo. Análise perfeita a tua. Eu fui um dos q o elegi, bem como ao 01, pelo q me arrependo redondamente.

  27. Mário, está pegando muito mal a falta de divulgação para uma única palavra de repúdio ao infame "empastelamento" do Folha Política. Isso se configura num violento atentado á liberdade de expressão perpetrado pelo mesmo ministro que censurou vocês. Acho que isso não pode passar batido, pois amanhã pode ser vocês novamente, pois estamos vivendo um regime de exceção comandado pelo STF.

    1. ARROGANTES, COVARDES !!!! , apesar de sócios minoritários !. Precisamos falar direto com Impiricus !

  28. Prezado Sabino, um pitaco meu. O verbete correto é consciencioso (aquele que tem consciência), e não conscencioso. Abraço

    1. ANALFA ! ... SÓ ISTO...ALIADO A SUA COVARDIA --- VIVA FOLHA POLÍTICA !

  29. Sensacional!!!! Uma análise inteligente se sensata do país em que vivemos hoje. Fico triste por pensar que que saímos de um buraco (PT e demais) e caímos em outro. Sua síntese mostra exatamente o que aconteceu comigo. Votei em Bolsonaro pensando que seria a única saída anti PT, mas que alguem controlaria a imbecilidade dele...infelizmente a cada dia ele mostra com mais orgulho o quanto é imbecil e nós como nação, continuamos bananeiros.

  30. Fico impressionado com a quantidade de assinantes arrependidos que continuam assinantes. E, não sei o porquê, continuam lendo e comentando. Deve ser masoquismo. Da minha parte, quero deixar claro que estou muito contente com a minha assinatura. À propósito, achei o artigo excelente e traduz fielmente a situação que os cidadãos de bem (e que não têm político de estimação) se encontram. Lula, Dilma, Bolsonaro. Espero que possamos aprender com tantos erros.

    1. Fernando, tem centenas aqui que ainda só são assinantes porque a assinatura não venceu, mas já cancelaram as mesmas . Capicci?!

    2. Eles recebem a assinatura para ficar repetindo a mesma ladainha, e ainda devemos estar pagando está "choldra,escumalha" com nossos impostos.

  31. Propaguei e votei no "rebotalho" e o sentimento de culpa me corroía. Lendo o texto do Mário Sabino me redimi. Sinto-me agora revigorado. Ótimo Sabino.

  32. "Tirem a choldra, a súcia, a malta, a escumalha,a patuleia, o rebutalho de Jair Bolsonaro das nossas vidas" . Instalaram um "gabinete do ódio" na Crusoé? Mario Sabino vc já foi uma pessoa melhor. Arrependido de ter sido um dos primeiros assinantes da revista.

    1. Por quem sois, Marcia, fofa? Por acaso, és paga para ser animadora do salão? Dá palpite em todo comentário e prá todo lado! Eu, hein! ?

  33. Guilherme você deve ser a vaca que vai com o cincerro guiando os demais integrantes da tropa de bois desse psicopata que está infelizmente de posse do bastão de comando da república, não sei como militares altamente graduados creem em um sujeito que planejou estourar a adutora do Guandu, a estourar explosivos em dois quartéis podendo matar seus pares, vos apelo, abandonem esse barco para não desmerecerem meus irmãos de farda

  34. Bom..Você prezado Sócio Minoritário, desse vaso sanitário, chamado Crusoé. Ai se abrigam Covardes (vide fechamento da revista pelo STF) e traíras curitibenses. Que cuspiu no prato que comeu durante 18 meses..(demorou tanto assim pra perceber?), ou a boquinha do STF tinha despencado ? Sei lá ...Deus faz e junta...a Covardia de Crusoé a Trairagem de DR. BORO !

  35. O ponto central dessa excelente análise, no meu entender, é que o populismo, tanto de direita quanto de esquerda, só tem discurso de valorização da democracia pelo viés estratégico de chegada ao poder.

  36. Os nibelungos (mitologia nórdica) eram possuidores de anel que lhes dava poderes mágicos, capazes de resolver problemas variados. Provavelmente esses anéis transformaram-se hoje em cartões corporativos da presidência. Os outros adjetivos qualificam muito bem a choldra, como diria o E.Gaspari. Parabéns Sabino. Faça um acordo com o Mainardi. Você continua escrevendo e ele falando. Rsrsrs

  37. Aplausos e mais aplausos para a idoneidade e reflexão dos fatos desta realidade e história politica atual que à anos nada temos para comemorar, exemplificado pela liderança e agentes já encarcerados ou em vias de. É a mesma e sempre oportunista Orcrim se infiltrando e se apoderando do poder,instituições do dinheiro público em benefício nada democrático.

  38. Parabens pelo texto. Reflete o sentimento de frustração do brasileiro que detesta o radicalismo xulo , " o sem ideologia" e o "com ideologia" que ocupa o poder ha tantos anos. Fora baixaria !

  39. Acho gozado. Depois da prisão do Fabrício Queiroz a horda de militantes virtuais que enviava mensagens ofensivas aos jornalistas da Crusoé parece ter sentido o golpe. Graças a Deus estão ausentes. Parabéns, Mario Sabino, pelos ótimos textos que escreve e parabéns também aos demais jornalistas que integram o quadro da Crusoé pela resistência democrática à essa bandidagem inconsequente.

  40. Texto maravilhoso. Sabino expressa, c perfeição, todo o sentimento daqueles q não tinham alternativa p ver a esquerdalha longe do poder central senão a de votar nessa figura q aí está... Parabéns por nos presentear c mais uma leitura de qualidade que, aliás, é a marca da Crusoé!

  41. Sabino;eu sou um entre os milhares de brasileiros que votaram em Bolsonaro "apesar dele e não por causa dele". Obrigado por eu me sentir parte de seu pensamento absolutamente correto e pertinente.

  42. mais um excelente artigo! atibaia e atibaia que ciclo cansativo. sarney, collor, fhc, lula, dilma, temer, bolsonaro... democracia, infelizmente é o melhor que temos. ao menos podemos trocá-los... pior seria se fôssem eternos!

  43. Mário, é impressionante como temos convergência de ideias. A diferença é que não sou capaz de exprimir de forma tão precisa e rica. Embora eu esteja sentindo muita falta da Ana Paula, sua coluna sozinha já vale a assinatura.

    1. Parabéns pelo texto. Mário vc é um gênio. Com relação ao próximo presidente, gostei, por ser um novo colunista. kkk

    2. Bom, agora temos também o próximo Presidente da República como colunista, então a concorrência vai ser dura. Cuide -se!

  44. TRISTE ASSINAR CRUSOÉ, QUE OFERECIA UMA PROPOSTA DE REVOLUCIONAR O PERFIL EDITORIAL BRASILEIRO E PERCEBER QUE OS EDITORES OPTARAM POR ADOTAR O MESMO PADRÃO DA ESQUERDA QUE FEZ E FAZ TANTO MAL AO NOSSO BRASIL, E TEIMAM EM NÃO RECONHECER OS I M E N S O S PROGRESSOS OBTIDOS PELO ATUAL GOVERNO, EM COMPARAÇÃO COM OS ANTERIORES, PSDB E PT, L A M E N T Á V E L...

  45. Enfim, algo digno de ser lido, relido e de alcance "ruminativo". Até que enfim, repetindo, a choldra que rumina e escarra nos tradicionais comentários semanais da revista, emudeceu, categoricamente. É óbvia a necessidade do contraditório e haja a "liberdade de expressào", hoje ressuscitada, mas nem sempre bem utilizada por puro desentendimento conceitual. Firme aí careca Sabino. Vc é top. Alvaro Costa/Df

  46. É com expressões fortes que Bolsonaro chegou à presidência. Votei nele para não dar PT. Distanciei-me com o que aconteceu com Sérgio Moro. Para os cegos seguidores do Presidente essa sua linguagem é um contraponto.

    1. Concordo com vc, a saída de Sérgio Moro foi a pá de cal que faltava para fechar o caixão do Bolsonaro.

  47. Sabino, tenha orgulho tanto dos escritos ótimos da sua lavra, como do mais novo colaborador colunista da Crusoé. O Moro granjeou 1181 comentários nesse momento, vc teve 81. Acompanho o Antagonista desde os 1os meses de Dilmoca II, e vcs são fora de série, inclusive generosos com quem labuta no "bom combate". O Antagonista foi e é estelar, a Crusoé ídem e trazer o dr Moro algo da mesma magnitude. Longa vida a todos, fale pro Diogo falar menos em morte e mais em/ durante Reunião de Pauta.

    1. Sabino...você é um exagerado!!! Exagero de matéria. Parabéns!!!

  48. Concordo contigo, Mario. Tirem essa escumalha das nossas vidas. Do nosso cotidiano. O Brasil precisa se livrar desse lixo pra voltar a respirar.

    1. E quando a escumalha sair quem vocês acham que pode conduzir o país? Como estaríamos caso o Haddad estivesse no poder? Será que a economia teria sobrevivido ao PT? Outros também praticaram o mesmo crime e os processos estão por aí... Só o do filho de Bolsonaro anda? Que todos sejam punidos ao mesmo tempo Ainda vou ver vocês sentirem falta da escumalha. Se a esquerda assumir em 22 talvez vocês voltem a sentir a mão da censura. Mas. desta vez não haverá mais à quem recorrer. Só à Deus.

  49. Explícita e maravilhosa sua capacidade de síntese e de esclarecimento aos mais céticos e mal-informados, do mundo real dos hoje poderosos de Brasília, que fede muito... Parabéns, Mário Sabino!

  50. Perfeito Mário ! A pequena diferença entre eles é que ela no fundo é um tiquinho mais ‘macho’ que ele, não só ameaça, como mergulha de cabeça na loucura. Mas, note que os 2 estão sempre ‘maquiados’, para convencer seu rebanho. Parabéns pela aquisição do nosso Moro, espero que os leitores e admiradores saibam ‘consumi-lo’ com equilíbrio e moderação. Sem fantasias !!🙏

  51. Que texto perfeito! A cada edição nova da revista já procuro a sua mensagem, não apenas pelo conteúdo, mas a perfeição com que põe as palavras no papel. Incrível como me identifico com sua linha de raciocínio. Parabéns!!

  52. Uau !!!! Excelente , como sempre , mas neste artigo se superou !!! Gente inteligente e com visão dos fatos , é ,como diria o velho chavão , "outra coisa" .

  53. Texto síntese do sentimento geral hoje. Ele podia Jair dando o fora pra causar menos estragos. Chega de Queiroz, cloroquina, bandeira americana, Ernesto, Salles, Weintraub, blogueiros aloprados, olavismo, trumpismo, terraplanismo, 02, 03, 04, laranjas do PSL, enfim, toda esse bando amorfo, histérico, cheio de ódio e negativo. Deu.

    1. Isto mesmo!!! E vamos voltar ao Mensalão,roubo dos fundos de pensão,etc e tal. E não pensem que haverá alguém para nos defender. Afinal vimos este tipo de “democracia “ acontecer e ninguém ousou falar nada!!! E pior. Até lá teremos um grande número de leis que vão punir quem reclamar do que não é politicamente aceito. Vejam o que está acontecendo na Argentina e pensem bem.

  54. Ai Mario, como é bom ler seus textos. As palavras são como brinquedos em suas mãos. Quanto à revista Crusoé, parabéns pelo novo colunista. Raramente eu comento algo por aqui ou lá em O Antagonista, mas fiquei muito feliz com o mais novo integrante. Parabéns!

  55. É no mínimo curioso o senhor não ter conhecimento que Queiroz não estava foragido nem escondido no tal sítio de Atibaia (sempre ela!). Segundo o MP do RJ o mandado só foi expedido na madrugada do dia da prisão. Portanto o sujeito era um homem livre para se deslocar para onde e quando quisesse. Investigue o fato.

  56. Além da Globo, Folha, UOL, Veja, Estadão (outrora jornal de direita) e agora vocês, promovem agressivamente uma campanha obsessiva contra o governo Bolsonaro. Triste!

    1. Triste é ser bolsopetista como você. Acorde, cidadão. Está tudo aí à sua frente, não tenha medo de enxergar. A verdade liberta!

  57. Excelente artigo! Como sempre, Mario, vc é o porta voz da nossa desesperança neste governo. Tirem a choldra! É o que há a fazer.

  58. Você teria razão quanto ao que disse na sua coluna do momento, não fosse o tom, a raiva, o ódio explícitos! Assemelha-se ao estilo do maior grupo de comunicação do país, este porém, menos arrogante que o veículo de vocês. Vide a agressividade do Diogo Mainard! Eu me tornei assinante de vocês por aquilo que parecia ser algo diferente, imparcial, elegante em relação aos demais veículos. Finalizo dizendo que não morro de amores pelo Bolsonaro, muito pelo contrário, mas com vcs agora, não concordo

  59. Parabéns Mário Sabino. Nos fez ver a tosca democracia que vivemos, pautadas em milicias, churrascos, advogados ridiculos e uma parte da imprensa amestrada. No entanto, para o bem do Brasil o MInto deveria pegar o boné e ir embora. Enquanto isso, o Centrão vai se aproveitando da situação para usufruir os últimos dias de calmaria. Vem coisa pesada por aí.

  60. Mário, vc já considerou politizar menos a revista, evitar excesso de adjetivação (deixa isso para o Mainardi) e buscar mais equilíbrio e imparcialidade em seus textos, como sempre foi o seu estilo? A Crusoé costumava divulgar fatos - e o fazia muito bem! - mas, ao confundi-lo com seus desejos pessoais, perde-se a imparcialidade - e, com ela, a credibilidade. Por favor, não deixe a revista se “globalizar”.

    1. Bozomerda, aqui é um artigo. É opinião. Acorda pra vida, tonto

    2. Discordo Daniel. Mario faz aqui uma crônica (excelente por sinal)onde ele coloca todo o seu sentimento como deve ser. Reportagens são as que tem no início da revista.

    3. Se o Mario não pode imprimir sua vontade pessoal em sua própria coluna, pra que ter a coluna, afinal?

  61. Sensacional Mário, em todos sentidos, sua coluna. Sou um privilegiado de assassinar a revista e o Antagonista, a verdadeira imprensa.

  62. Mario Sabino, se querer fazer trocadilhos infames (mas já fazendo...) o senhor me parece o mais sabichão da trupe dos antagonistas... se tu fosses um personagem literário certamente seria o grande Visconde de Sabugosa... pena que tem uma Emília da vida para tirar umas ondas com tu... mas o que seria do grande sítio do pica pau amarelo sem a Emília... enfim, concordo com tudo, apesar de que escreveria tudo diferente... até outro comentário meu.

    1. outra coisa, a hora do comentário está 1 hora adiantada, ou seja, está errada pois não estamos em hora de verão, então acertem o relógio de vocês pelos meus comentários pois meu relógio é o certo, estou no nordeste e vcs no sudeste, mas como nosso horário oficial é o de Brasília, então acertem o relógio amigos antagonistas

  63. Quer dizer que Mário "o Onírico" preferiu deixar pra lá a crítica a truculência do STF para deitar falação contra Bolsonaro que até onde sei nunca censurou nem invadiu a redação dessa joça que se transformou esse pasquim com o rótulo de isentos. Só faltou justificar que o STF está coberto de razão e que essa cruzada contra a súcia bolsonarista é justificável. Cuidado, o mal pode voltar contra o feiticeiro.

  64. 2014: Aécio ou Dilma? 2018: Bolsonaro ou Haddad? 2022: ? ou ? Até quando vamos nos condenar à mediocridade? A nos limitarmos a péssimas alternativas? O que podemos fazer agora para evitar que estejamos patinando no mesmo pântano fétido daqui a pouco?

  65. O nosso sistema eleitoral é ridículo. São os partidos que apresentam seus candidatos e distribuem as verbas do fundão. Ao povo, só resta escolher o menos pior. Sempre escrevi nesses espaços a importância de dar representatividade aos votos brancos e nulos. Eles representam a indignação do povo com os candidatos apresentados. Sempre que a soma desses votos fossem igual ou maior do que o candidatão mais votado, as eleições deveriam ser anuladas e os candidatos se tornariam inelegíveis no pleito.

  66. Perfeito seu artigo de hoje, o que não surpreende. Crusoé e O Antagonista são o que há de melhor no jornalismo brasileiro hoje.

    1. Texto simplesmente na melhor das palavras, impecável, soberbo de uma sobriedade nas palavras que só você, Mário, consegue nos brindar. É uma superação semanal. A Crusoé existe para o deleito dos brasileiros de bem!

  67. Este Sabino é um raivoso, paranoico, mal intencionado, enxergando cabelo em ovo e guampa em cavalo. Por que ele não destilou este ódio quando o cachaceiro ladrão era presidente? Porque recebia polpudas verbas publicitárias. Vendido. Imoral. Ele que é um verdadeiro rebotalho.

  68. Mario Sabino, obrigada pela clareza!! O artigo sobre Sara Winter, a louca, não poderia ser melhor. Eu já o havia lido em O Antagonista.Casou muito bem aqui

  69. Mário Sabino e sua costumeira forma de escrever me encanta. O uso das palavras, a colocação bem feita e a quantidade delas faz com que a leitura de seus textos caia como um raio no ponto certo! Parabéns mais uma vez Crusoé e Mário e obrigada pelo prazer de ler!

    1. Tinha que aproveitar seu comentário perfeito, Hermantina, para elogiar o texto perfeito de Mário Sabino! Descrevem exatamente meus pensamentos e sentimentos. Adoro bons textos! Parabéns! E vamos continuar tentando melhorar o Brasil!

  70. Bom dia Mário Sabino. Por favor, cuide muito de sua caneta, pois ela é a arma com que poderemos enfrentar esse inimigo que vc tão bem descreveu. Fique meu protetor!

  71. Esse artigo ficara na historia. Será, daqui pra frente, a consulta de todos historiadores que se dispuserem a escrever algo decente sobre a nefasta vida desses governantes atuais. Meus parabéns a Sabino e a Crusoé. 👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏

  72. Nosso passado histórico como sociedade, deve ter sido muito complicado para estarmos enfrentando tudo isso. E muito ainda está por vir. Sua leitura histórica foi ótima, Mario.

  73. Ótimo texto, Sabino. Vocês serão a melhor assessoria possível para ajudar e fortalecer Sergio Moro e convencê-lo a entrar na política se candidatando em 2022, construindo uma frente de apoio multipartidária e um chamamento aos cidadãos de bem para eleger maioria no congresso, a fim de que possa implantar uma reforma política séria que propicie o fim das amarras que mantém o país no atraso.

  74. Mario Sabino preciso! A sua descrição de Bolsonaro hoje é muito mais exata! E, a noção de que não se trata de uma briga de ideias profundas sobre governança é essencial! A imprensa precisa é aquela da informação exata. Jornalista que ñ estuda é que continua denominando Bolsonaro de conservador de extrema direita. Se considerarmos conceitualmente, Bolsonaro e Lula nem políticos são. E isso diz muito sobre o Brasil!

  75. A sua indignacao, Mario Sabino, também é a minha. Eu assino embaixo, se isto for um manifesto. Percebo que a mãe das virtudes, a Paciência, chegou ao limite do suportável. Bolsonaro não pode continuar !

  76. Encantada com a síntese perfeita e elegante do momento atual. Quantas gerações serão necessárias para o Brasil se tornar um país decente ?

  77. Sabino , o sábio. Aguardo ansiosa a chegada da sexta-feira para ter o privilégio de ler seus textos. Hoje disse tudo que gostaria de dizer. Estou mais leve. Obrigada

  78. Esse texto, vou imprimir e colocar na parede. Com muito orgulho do que um jornalista brasileiro escreveu em junho de 2020. Obrigado. muito OBRIGADO

  79. Com tudo isso, a cruel realidade mundial, malas de dinheiro ente países, malas de dinheiro entre políticos, esquerda e direita corruptos, empresas e instituições levando prejuizos a seus clientes e acionistas, funcionários públicos e não públicos corruptos e, no meio de tudo uma pandemia dando margem à mais corrupção. Não é o inquérito do fim do mundo. É O FIM DO MUNDO. QUEM VAI ASSUMIR ESTAS CAGADAS TODAS? QUEM PODE SALVAR O BRASIL? Se Crente, diria Deus mas nem isso resolve. Socorro FFAA.

  80. Mário não tínhamos escolha, na época das eleições ficamos entre o abismo e o buraco. escolhemos o buraco que se revelou tão profundo e imundo quanto o abismo.

    1. Bozo "trabalha" para essa situação se repetir em 22. Só que o país não resiste até lá

    1. Obrigada Mário Sabino! Seu texto é um bálsamo! Parabéns pela nova aquisição,dr.Sergio Moro vai abrilhantar ainda mais essa revista!

Mais notícias
Assine
TOPO