Lucas Tavares/FolhapressSede do BNDES no Rio: dirigentes do banco podem ser punidos em breve

Luz na caixa-preta

De empréstimo bilionário sem pedido a garantias financeiras em PowerPoint: Crusoé teve acesso a uma investigação que ilumina ainda mais a farra secreta do BNDES na era petista
12.06.20

Empréstimos bilionários sem que tenha havido sequer um pedido do cliente. Financiamentos liberados a partir de apresentações de slides e conversas informais. Cifras vultosas despejadas em negócios que operavam no vermelho, a despeito de alertas. Repactuação de dívidas por prazos longos anos, até o dinheiro evaporar. Uma investigação realizada ao longo de dez anos escancarou mais um naco da chamada “caixa-preta” do BNDES, o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social, na era petista. A devassa expõe presentes bilionários entregues de mão beijada durante o governo Lula às chamadas “campeãs nacionais”, empresas escolhidas a dedo pelo Palácio do Planalto a pretexto de se tornarem gigantes e competirem no mercado global. Algumas delas, tempos depois, apareceram enroladas com investigações que envolveram polpudas propinas ao próprio PT.

A apuração, cujo resultado foi obtido com exclusividade por Crusoé, foi feita pelo Ministério Público junto ao Tribunal de Contas da União e abrange três casos escandalosos que, juntos, em valores atualizados e seguindo um cálculo conservador, apontam para um prejuízo de 16 bilhões de reais. O rol inclui empréstimos que fomentaram históricas empreitadas da era Lula, como o fracassado impulsionamento do etanol como combustível no Brasil, e a trajetória de construção e derrocada da Oi. A política das “campeãs nacionais” envolveu aportes de mais de 1 trilhão de reais do BNDES. Atualmente, para recuperar o dinheiro perdido, o banco vem se desfazendo das ações que passou a ter nessas empresas.

Se já existia antes, a curiosidade em torno da “caixa-preta” do BNDES se multiplicou em 2008, quando o Supremo Tribunal Federal impôs restrições ao acesso, pelo TCU, a detalhes das operações financeiras do banco. Somente em 2015 esse entendimento foi derrubado pela corte, em um caso que envolvia transações com a JBS e a Friboi. Nesse período, o procurador Marinus Marsico, que já investigava os financiamentos concedidos pelo banco, também enfrentava resistências ao requisitar informações. As negativas eram, muitas vezes, endossadas por pareceres da Advocacia-Geral da União. Em um dos casos, o BNDES recusou ao procurador, por exemplo, dados sobre os aportes que permitiram à Odebrecht construir o famoso porto cubano de Mariel. Hoje, a empreiteira delata Lula pela participação na negociata.

O quadro começou a mudar em 2016, quando foi liberado a Marsico um HD com documentos sobre as operações. O amplo acesso veio após a saída de Luciano Coutinho, que permaneceu nove anos à frente do BNDES, e foi um dos pontas de lança da política dos “campeões nacionais”. A investigação que poderia ser preventiva – e que talvez pudesse até ter interrompido a farra enquanto ela ainda estava em andamento – virou uma “autópsia”, nas palavras do procurador.

Divulgação/OdebrechtDivulgação/OdebrechtA Odebrecht Ambiental tomou dinheiro para construir usinas: prejuízo bilionário
Um dos “cadáveres” sob análise é a política de produção do etanol. Em 2008, o então presidente Lula profetizou que o Brasil se transformaria em uma “Arábia Saudita Verde”, em comparação com o país que é um dos maiores produtores de petróleo do mundo. O Brasil acabou engolido pelos Estados Unidos, que avançaram rapidamente na política de biocombustíveis. O etanol também perdeu força quando foram descobertos os campos do pré-sal da Petrobras. Mas não foi só isso que fez o BNDES perder bilhões ao fomentar as usinas de etanol, quase todas em recuperação judicial hoje em dia. Se tivesse prestado atenção a seus próprios pareceres internos, o banco poderia ter evitado boa parte do prejuízo.

Um dos mais significativos aportes da instituição envolveu a Companhia Brasileira de Energia Renovável, a Brenco, que tinha participação da Odebrecht. Foram 7 bilhões de reais emprestados e, até hoje, nunca recuperados. Segundo Marsico, logo de cara, no primeiro aporte solicitado pela Brenco, o BNDES topou emprestar 1,23 bilhão de reais, quando técnicos do próprio banco já alertavam para o “alto risco” da operação. Até 2013, em diversas oportunidades o BNDES foi informado de que o cronograma de obras estava atrasado. Mesmo assim, as liberações de dinheiro prosseguiram. A investigação aponta possíveis desvios de 1 bilhão de reais, já que a estimativa do investimento – que serve de base para o contrato de financiamento – era muito superior aos valores que efetivamente seriam gastos para construir as usinas.

A Brenco acabou fundida com a ETH, da Odebrecht, e virou a Odebrecht Agroindustrial, o que até deu novo fôlego à operação. Mesmo assim, o dinheiro se perdeu. A empresa, que hoje se chama Atvos, pediu recuperação judicial em meados de 2019, com uma dívida de 12 bilhões de reais.“O BNDES ajudou, decisivamente, a criar não somente uma empresa inviável, mas ainda uma verdadeira monstruosidade no mundo dos negócios, cujo apetite pantagruélico vem consumindo bilhões de reais do dinheiro do contribuinte”, escreve Marsicus em seu relatório sobre a operação.

Em delação premiada, a Odebrecht admite ter feito pagamentos de 7 milhões de reais a emedebistas em troca da aprovação de uma medida provisória que beneficiaria a empreiteira no setor do etanol. Isso, claro, além dos milhões e milhões despejados nas campanhas petistas em troca de benefícios no governo. A colaboração premiada, porém, não cita especificamente ingerência da empreiteira junto ao BNDES. Marinus indaga sobre “quem realmente tem a palavra final” dentro do banco, diante de tamanha benesse à Odebrecht Agroindustrial.

Divulgação/OiDivulgação/OiAntigos orelhões da Oi: dívida de 7 bi com o BNDES
A telefônica Oi foi outra grande aposta dos governos petistas que ficou devendo 7 bilhões de reais ao BNDES após um pedido de recuperação judicial de 64 bilhões à Justiça, em 2016. A operadora era tida como a “campeã” do governo Lula para rivalizar com empresas espanholas que dominam o mercado. Uma parte dos bastidores da predileção do ex-presidente pela Oi foi desvendada pela Operação Lava Jato, que revelou pagamentos de 132 milhões de reais às empresas de Fábio Luís Lula da Silva, o Lulinha, após o anúncio dos aportes iniciais do BNDES para a operadora adquirir a Brasil Telecom.

As investigações do Ministério Público junto ao TCU indicam que justamente o aporte investigado pela Lava Jato foi o “erro fatal” do BNDES. O banco, conclui o procurador, fez o negócio “afastado de princípios que guiam a responsabilidade financeira e, com o amparo e as bênçãos do poder executivo federal, patrocinou a aquisição da Brasil Telecom pela Oi”. Marsico já fazia esse alerta em 2017, quando a investigação foi aberta. Bem antes de a operação chegar a Lulinha, portanto. Ele sustenta que, além de apostar em um negócio arriscado, o BNDES teve, por diversas vezes, a oportunidade de se tornar sócio majoritário da Oi, e, com isso, corrigir seus rumos e prejuízos. No entanto, abriu mão deliberadamente dessa e de outras garantias e poderes de decisão dentro da operadora para aportar bilhões e bilhões nas empresas que a controlavam, entre elas a Andrade Gutierrez, uma das empreiteiras envolvidas nas tramoias descobertas pela Lava Jato.

“Ao mesmo tempo que aporta bilhões de reais em empréstimos diretos, o banco aplica valores iguais ou maiores no capital da empresa, passando à condição de credor de si mesmo. No caso presente, ele foi além. Entregou todo o controle do negócio a dois dos sócios privados, os quais, por critérios que, só Deus sabe, foram escolhidos entre os demais para receber recursos públicos”, anotou o procurador.

Rival da JBS, que ficou marcada por distribuir dinheiro a políticos e partidos em Brasília e em outros cantos do país, o frigorífico Marfrig também arrancou seu naco do BNDES. Com direito a detalhes que tornam a operação bastante incomum no universo bancário. “O caso da Marfrig não teve pedido de empréstimo. Não existe isso no processo”, relata Marsico, referindo-se à fragilidade da documentação que embasou um aporte de 2,5 bilhões de reais. O valor seria usado para a empresa brasileira adquirir a gigante americana Keystone Foods, que tinha entre seus clientes a rede de lanchonetes McDonalds.

A liberação se deu pela subscrição de debêntures, conversíveis em ações. Ou seja, em troca do empréstimo, o BNDES teria como garantia títulos da empresa que poderiam ser convertidos em ações a serem vendidas no mercado alguns anos depois. O problema é que o contrato previa também que o valor das ações conferidas ao banco seria fixado em 24 reais e elas só poderiam ser vendidas anos depois, implodindo a liquidez do negócio. O valor de mercado dos títulos da Marfrig, logo depois, chegou a parcos 5 reais.

MPT-RSMPT-RSLinha de produção da Marfrig: slides justificaram financiamento
De partida, o procurador aponta que a “pressa em fechar logo o negócio levou o BNDES a abrir mão de documentos essenciais, como a carta-consulta e o relatório de enquadramento”, documentos que costumam ser apresentados pelos interessados ao pedir o aporte. Ao justificar a ausência da tal carta, o BNDES enviou ao gabinete de Marsico cinco documentos. Entre eles, uma reles apresentação de PowerPoint com 23 slides, explicando, em resumo, a história da empresa e o cronograma dos pagamentos. “Isso não poderia servir de base. Emprestar 2,5 bilhões de reais através de conversa de botequim, não pode, né? São falhas graves que ocorrem”, diz o procurador.

Em 2018, a Marfrig vendeu a Keystone por 2,5 bilhões de dólares. No ano seguinte, o BNDES vendeu sua parte na Marfrig e recebeu 2 bilhões de reais – para Marinus, o mesmo valor do prejuízo que restou ao banco se for levado em consideração que, além de inferior ao aporte, em qualquer fundo de renda fixa a instituição teria conseguido bem mais.

Marsico afirma que as operações açodadas e a sucessão de alertas ignorados transformaram a excepcionalidade dos procedimentos internos em regra. O comportamento, segundo ele, demonstra, “quase sem dúvidas, que havia influência seríssima para que as operações fossem aprovadas”. “E entendo que quem se postasse contra não cresceria no banco.” E acrescenta: “Criou-se uma estrutura que serviu justamente para fazer o objetivo que era contrário ao que propõe o BNDES. Criou-se um processo de destruição de riquezas.”

O objetivo da investigação é buscar a punição dos dirigentes do banco público que participaram da aprovação dessas operações. A pedido do procurador, os três casos viraram processos no TCU que estão já em fase avançada. Marsico admite que é impossível recuperar os 16 bilhões de reais de prejuízo. Mas a ideia é que, após a fase de identificação dos responsáveis, ao menos uma parte do valor seja resgatada por meio de pesadas multas que podem ser impostas aos envolvidos, caso eles sejam condenados pelo tribunal. O material obtido pelo procurador ao longo da apuração também foi remetido para a Polícia Federal, para que, em paralelo, sejam investigados os possíveis crimes envolvidos nas operações.

A Crusoé, a Marfrig afirmou que não foi “atribuída qualquer irregularidade à companhia”. Disse a empresa, por meio de nota: “Tal operação gerou ao banco de fomento lucro, originado do pagamento de juros e da venda da participação na Marfrig”. Também procurada, a Oi respondeu que não comenta “investigações em curso ou operações societárias do passado”. E prossegue: “A companhia informa que, com a aprovação de seu plano de recuperação judicial, em dezembro de 2017, a empresa passou a ter uma nova governança, uma nova composição societária, sem acionistas controladores, e uma nova administração.” A nota da telefônica diz ainda que “a dívida junto ao BNDES foi mantida integralmente, sem descontos, e é garantida por recebíveis da companhia”. A Odebrecht Agroindustrial e o BNDES não se manifestaram.

Já é assinante?
Assine a Crusoé ou nosso combo e ganhe o novo eBook de Mario sabino

Assine a Crusoé

*válido até 30/06/2021

Assine a Crusoé ou nosso combo e ganhe o novo eBook de Mario sabino

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Esquerda nunca mais. Que esses horrores façam os brasileiros aprenderem a lição e nunca mais votarem em PT, PSDB, seus puxadinhos, os comunas e os conlunhados. Continuo aguardando que apresentem corrupção praticada por Bolsonaro. Não estou dizendo q não tenha, ou q näo deixaria de apoiá-lo. Digo apenas q estou esperando. Será, mesmo, q ele está manipulando a mídia ou alguma instituição do Estado? O que se vê é um Congresso atrapalhando e um STF interferindo.

  2. A sociedade tem q agradecer a operação Lava Jato por ter tornado público a roubalheira da era petista e agradecerao STF pelo maior retrocesso por ter revogado a prisão em 2a. Instância, 2 anos após ter aprovado, simplesmente p soltar os corruptos amigos. A sociedade tem todos os motivos p criticar e desprezar essa corte mínima !!!

  3. Assim não dá ! Reformar a Constituição já ! Mandato de 5 anos, sem re-eleição, voto distrital, fim de foros e todos privilégios, fim de vitaliciedade de mandatos de juízes, reforma tributária, administrativa, regime previdenciário único, etc., etc., etc., Apresentar á Nação e fazer plebiscito para que o seja povo o verdadeiro senhor da Constituição. para ficar clara sua prevalência sobre os poderes constituídos. Pronto, passou o sonho ! Acordei ! Estou no Brasil novamente !

  4. Tá claro pq a Lava Jato foi "zerada" e pq querem acabar com o governo honesto do JB ? Saudades do PT, saudades do Lula, saudades do roubo do dinheiro de nossos suados impostos...

    1. Só tem uma falha essa sua argumentação. Quem tá juntinho do PT no desejo de acabar com a lava-jato, neste momento, é o Bozo.

  5. A maioria dos atuais ministros do STF foi cúmplice desse roubo descomunal. Excelente reportagem, sobre um assunto que a imprensa quer esquecer ou enterrar.

  6. Jose, com certeza você é funcionário da Crusoé porque o campo "comente aqui" está bloqueado. Os seus comentários, assim como os da Revista são, sempre tentando jogar a culpa no Bolsonaro. Se informe melhor, porque a campanha de Jair Messias Bolsonaro foi feita com valores irrisórios com vídeos caseiros pelo celular. Este Governo é exemplo na gestão de recursos públicos com zero casos de corrupção e com transparência nas contas do BNDES.

  7. Volto a repetir. O dinheiro do BNDES foi para o agronegócio que, por sua fez, pagou a campanha do Bozo para continuar mamando nas tetas do dinheiro público. O mecanismo continua igual. As fontes dos subsídios é que ficaram mais diversas. Olhem os números. Olhem as ações!

    1. Rogério — Pelo seu linguajar e falta de argumento, você é um bozista ridículo, daqueles que bate continência para o palhaço, dorme abraçado com uma suástica e tem como livro de cabeceira o Mein Kampf. Você não consegue nem enganar a si próprio, quanto mais conseguirá enganar os outros. Volte para o seu pasto!

    2. olha, não sou bolsonarista e muito menos lulista, mas deixei de ler os comentários pra não ter o desprazer de ver esse ou essa tal de Jose ou José sempre aí falando as mesmas imbecilidades. Sai fora infeliz, mentecapto ou mentecapta. até o nome é dúbio.

    3. Barral — Você uma Poliana bozista. Valores irrisório declarados na campanha, mas valores enormes gastos pelos neo-nazistas para pagar por debaixo dos panos os robots que fizeram a campanha do maluco. Há vários projetos de lei de iniciativa do governo aumentando significativamente os subsídios para grileiros de terra e outros bandidos. Qual a razão? Simples. Pagar a conta da campanha passada e acumular dinheiro para a próxima campanha. Isso, entretanto, é só a pontinha do iceberg.

    4. Jose, os seus comentários, assim como os da Revista são, sempre tentando jogar a culpa no Bolsonaro. Se informe melhor, porque a campanha de Jair Messias Bolsonaro foi feita com valores irrisórios com vídeos caseiros pelo celular. Este Governo é exemplo na gestão de recursos públicos com zero casos de corrupção e com transparência nas contas do BNDES.

  8. Verdadeiros absurdos, bilhões jogados no lixo , STF proibindo abertura de informações , Lularápio sempre na frente dessas falcatruas, e ainda tem babacas que defendem e votam nesse criminoso

  9. E nunca mais vamos ver o dinheiro. Ninguém vai ser realmente punido. É por isso que o Brasil tem que ser passado a limpo. Zerar tudo, rescrever a Constituição, ,mudar as regras do jogo. E aí punir todos os culpados. É isso.

  10. Tudo isso é todos soltos! Estão preocupados com as fake news que acham que Bolsonaro fez! STF com muitos processos engavetados, e o foco é tirar o Presidente!

  11. A própria ideia de banco estatal até fazia algum sentido há 50, 60 anos atrás. Hoje este tipo de instituição é extremamente vulnerável à ingerência política e corrupção, com óbvios e bilionários prejuízos para nós contribuintes.

  12. Nunca cinco letras foram tão mal tratadas como na na era petista. Banco, deixou de ser ao se usado como dinheiro sem dono, Nacional, que empresta ou dou dinheiro para outras nações comunistas, Desenvolvimento, de conglomerados e grupos de amigos,, Econômico, nada econômico doando recursos para projetos políticos sem nenhum retorno, Social (acrescido pós criação para expandir seu escopo), nada de social, muito mais para grupos de amigos. Triste ver uma instalação que foi criada com bons propósito

  13. Os culpados são os políticos, o filho ladrão e pai ladrão juntamente com as empreiteiras. Será que é difícil encontrar os culpados? Mas mesmo que os condenassem o lixo STF soltaria, ficando tudo como a bandidagem gosta .

  14. O Economista LUCIANO COUTINHO é uma das pessoas que mais fizeram mal ao país, além do desastre do 1 trilhão de reais emprestados pelo BNDES sob sua tenebrosa gestão, as pessoas se esquecem que foi ele no governo Sarney o autor da infeliz idéia da reserva de mercado na informática, sob a desculpa (bem tipica de esquerdistas) de proteger o mercado nacional. Fechou o país a importação e concorrência, que nos atrasou décadas em informática. Os economistas da UNICAMP detroem o país a décadas.

    1. Concordo também, e creio que se ele abrir o bico muita gente graúda será pega.

    2. Concordo plenamente. É incompreensível como Luciano Coutinho não sofreu nenhuma condenação sendo o mentor e operador desse grande esquema. Espero ainda vê-lo atrás das grandes.

  15. Ainda sonho com uma guerra civil em meu país para que possamos viver ao menos mais uns 200 anos sem a sombra do comunismo caviar Espero que dessa vez eles não tenham tempo de fugir.

  16. Esta reportagem mais a entrevista com o presidente da Petrobras, nesta mesma edição, mostra como era a farra da era petista. Fiscalização zero, mesmo porque este pessoal não sabe fiscalizar, e assim cada um fazia o que melhor lhe convinha porque tinham certeza da impunidade. Isso vale também para os fundos de pensões das estatais. Armindo

  17. Não queremos meninos prodígios enchendo a boca com obviedades. Não precisam investigar ou mastigar nada para nós, só publiquem tudo que o Banco fez nos últimos 20 anos. Pelo que consegui achar em 2015 e baixar, essa matéria e a descrição de roubo de pirulito na saída do prézinho, por favor senhores?!?!?

  18. Em 2015/16 quando qualquer estúpido semiletrado já sabia dessa matéria requentada fui no site deles e achei planilhas onde verifiquei que nos 5 anos de governo Dilma o Tesouro Nacional fez aportes anuais que montavam a 1 trilhão dew Reais. Baixei planilhas que justificariam tai aportes. Analisei linha por linha, coluna por coluna milhares e milhares de dados. Estas estavam cheio de dados repetidos, com as devidas correções faltaram 500 bilhões para fechar essas somas.

    1. Assim como os últimos 4 presidentes, também incluído o jovem bem formado Montezano, a exemplo dessa revista e o resto de toda grande mídia nenhuma escancara ou cobra de fato onde foi parar ao menos 500 bilhões de Reais sumidos nas diferenças planilharias oferecidas pelo próprio Banco?!?! Requentam espetaculares investigações que darão em nada com caminho garantido para o esquecimento. Queremos apenas a publicidade factual de todas operações dos últimos 20 anos é nossa exigência e direito!!!

    2. Bolsonaro, como a maioria dos brasileiros medianamente esclarecidos, berrávamos a abertura da caixa preta desse Banco de Fomento Nacional. O Governo petista como os demais envolvidos e proteção do SFT, alegavam operações com contratos de sigilo bancário segundo reza leis, a questão é que o dinheiro em posse do Banco é publico e tal qual deve ser de pleno conhecimento deste qualquer operação de empréstimo.

  19. Não entendi o que significa fase de identificação dos responsáveis. Os cabeças, conhecidos de toda a população brasileira, estão na rua. Fala sério!

  20. José, estranhamente a parte "entre na conversa" do seu comentário está bloqueada. Tenho notado essa situação em alguns quadros que defendem a opinião desta revista. Sérgio Moro é uma farsa que protege políticos do PSDB e que vive beijando a mão da Rede Globo.

    1. Verdade. Eu também tentei responder ao José e o texto não é publicado, assim como em outras figuras que defendem esta revista manipuladora. Moro é um traidor, sim. Deixou o Governo e apresentou prova duvidosa de um video, cuja única intenção seria tumultuar o Governo pelas acusações feitas pelo Ministro da Educação ao STF. O BNDES e a Caixa hoje, são exemplos de excelência em gestão que é padrão do Governo Bolsonaro. A imprensa podre sempre vai falar mal, mas o nosso Presidente é o cara!

  21. Outra conta para o STF. Não deixa ninguém fiscalizar nada de errado no Brasil. Quebraram os fundos de pensão, roubaram os bancos públicos, investiram em ditaduras por todos os lados. Somente os amigos do “rei” conseguiram dinheiro.

    1. já estamos no mesmo caminho com o atual presidente. O centrão já está com o bndes.

    2. Esse é o PT, cujas cabeças coroadas todos os dias dão lição de moral e governança a JAIR BOLSONARO.

  22. para acabarmos com esta corrupção,tem que acabar com o centrão,pois estao em todas ,tanto no governo do pt como agora no do bolsonaro ,portanto na proxima so temos uma opção moro para presidente o verdadeiro perseguidor e aniquilador de corruptos

    1. Concordo em gênero, número e grau com o José. #MORO_2022.

    2. Sérgio Moro é uma farsa que protegia políticos do PSDB e que vive beijando a mão da Rede Globo. Enganou muita gente!

  23. Temos um sistema montado para eternizar a corrupção. Já repararam que na maioria das eleições, apenas escolhemos qual quadrilha vai tomar o poder? Se você for uma pessoa honesta e competente não pode lançar uma candidatura independente, precisa da bênção de algum cacique político. Digamos que você tenha conseguido passar esta barreira e tenha sido eleito o Senador proporcionalmente com mais votos e almeje a Presidência do Senado com o objetivo de encaminhar as pautas de interesse do Povo...segue

    1. Fizeram leis contra o povo e a favor dos corruptos. Como o dever de todo cidadão é obedecer às leis de seu país, temos que ficar de braços cruzados porque dependemos de deputados e senadores honestos e competentes para derrubar estas leis que tanto nos escravizam. Mas, como conseguir uma maioria honesta e competente, se é necessária a bênção de donos de partidos e caciques políticos para que as candidaturas sejam aceitas?

    2. Esqueça! Você não será escolhido entre os seus colegas senadores. Imagine que alguns Ministros do STF, que foram alçados ao cargo por indicação politica, cometam crimes e você peça o seu impeachment no Senado. Esqueça, a maior parte de seus colegas provavelmente irá protegê-los. Mas, se a maioria for de pessoas honestas também? Aí, vai depender do Presidente do Senado aceitar o pedido...Colocaram mordaças na Constituição que impedem que seja feita a vontade do Povo. Acordem!

  24. Era para pegar todos os envolvidos direta ou indiretamente nestes roubos aos cofres públicos, é enfircá-los em praça pública, para servir de exemplo

    1. Concordo, só matando esses fdp em praça pública para dar medo nessa cambada de ladrão!

    1. Pagou 50 mi para uma auditoria produzir um relatório meia-boca que levanta mais suspeitas ainda sobre a real intenção de se apurar a verdade. Rolou e ainda rola muita coisa suspeita nos bastidores desse governo e de seus antecedentes.

    2. A da auditoria dou de presente um par de galochas para quem explicar. O Presidente na campanha já denunciava a roubalheira , a imprensa toda notíciava até alguns detalhes. Um governo como temos hoje que não tem sequer escândalo de corrupção poderia ir mais longe. Polícia e cadeia.

    3. O presidente do banco na coletiva destacou que foi criado um conjunto de normas, leis e interpretações para legalizar os crimes. É o que vem acontecendo em várias instituições, inclusive com a ajuda do STF ao revogar a prisão em segunda instância.

    4. Então, depois de ler a reportagem me questiono aqui, porque a auditoria externa chegou à conclusão, de que não houve falcatruas no BNDES na era petista, frustrando milhares de brasileiros???

  25. O BNDES que se transformou em um grande chiqueiro teve sua caixa preta aberta parcialmente no meu entender. O que importa hoje é saber quais diretores ou conselheiros da época petista que endossaram essa roubalheira gigantesca e que nunca teremos de volta e colocar todos em uma prisão perpétua. Pelo que sinto a cada minuto vai cair no esquecimento do judiciário uma vez que nem os cabeças desta monstruosidade estão em cana...

  26. Duro é saber que eles querem voltar!!! O que tem de gente sem teta para mamar no Governo Bolsonaro não é brincadeira. É fácil de entender toda aversão ao seu governo, principalmente pelos grupos de TV´s e Jornais. A Farra acabou. Falta agora desarticular o sistema que inclui o judiciário.

    1. O que o bolso.minto.petista fez para abrir a caixa preta do BNDES?? NADA !!! Ou melhor soltou o chefão da quadrilha LULADRĂO !!!!

    2. André, infelizmente podemos botar a barba de molho, Bolsonaro hoje está se unindo com q há de pior na política, lamentavelmente.

  27. Parte da imprensa falida ainda quer a volta do PT corrupto, para ter acesso fácil ao dinheiro do povo. Razão pela qual utiliza todas as formas necessárias para o boicote e, se possível, a "derrubada" do Governo. Desafio a Rede Globo fazer uma reportagem e esclarecer ao povo brasileiro que ocorreu no BNDES nos governos petistas.

  28. O pior de tudo é a "crise de abstinência" da imprensa, que prefere promover a volta ao poder de todos os bandidos responsáveis por essa e muitas outras roubalheiras. Sem falar do apoio do STF à roubalheira, o que é essencial para manter os culpados fora da prisão, usufruindo o dinheiro roubado de nós. Crusoé, como a mídia "main stream" já capitulou e se entregou a esse grupo para fugir da censura do Moraes. Cuidado Luis Vassalo, seu emprego pode estar em risco.

  29. O que mais causa descrédito é saber que todo o prejuízo causado ao BNDS e ao BRASIL , Não tem "Culpados" e os Culpados soltos pela "Justiça" não pagarão por seus crimes à altura dos danos causados ...outros passam esquecidos artificialmente pela mídia (inclusive pela Crusoé e Antagonista) ou pior ainda passam protegidos.......Este chiqueiro não será limpo jamais... enquanto os porcos estiverem dentro e no comando da "faxina"

    1. Quem está tocando neste assunto agora senão Crusoé/Antagonistas ??? A promessa de abrir a caixa preta do BNDES do bolso.minto ficou lá atrás no papinho de campanha !!!!

  30. Essa matéria do BNDS não seria falsa? Parece que foi realizada uma auditoria e nada foi comprovado. Desculpe, é uma dúvida minha mesmo, não estou afirmando nem defendendo ninguém, apenas procuro a verdade dos fatos. Agradeço a quem puder me esclarecer.

    1. ESSA AUDITORIA FOI CONTRATADA PELO TEMER, POR ISSO JÁ SABÍAMOS QUE NÃO IRIA DAR EM NADA. E O BOLSONARO NÃO PODIA CANCELÁ-LA. AMARRARAM TUDO.

    2. Pareceres de auditoria são comparáveis... a gosto do cliente...

    3. Eu não acho que a notícia seja falsa, mas questionei a mesma coisa. A auditoria externa não concluiu que não houve falcatruas no BNDES na era petista, deixando milhares de brasileiros sentindo-se uns verdadeiros palhaços???

    4. Na época o presidente do BNDS explicou que um aparato de regras, leis e interpretações foram criados de modo a legalizar o crime. É o que vem acontecendo em várias instituições.

  31. desde que o STF impediu a prisão em segunda instância, foi decretada a impunidade geral. Nunca mais veremos um grande corrupto preso. O STF cumpriu sua missão....blindou os criminosos amigos

  32. Por essas e outras, teríamos que morrer todos, de corona vírus. Somos uma sub-raça, governada por vermes que deveriam ser fuzilados um a um. Só matando cada um desses pulhas, paridos de úteros malditos, seremos um dia respeitados. Cada político que morre, e um presente ao povo. Urubus, carniceiros a roubar uma nação, e pisar no seu povo. Sem sangue, seremos sempre esse país de merda.

    1. Oh! André, caramba! Estou puto com você, cara. Li todos os comentários e estava com o meu já na ponta do cérebro 🧠 e você me escreve isto aí? CARAMBA! Tirou todas as palavras, vírgulas,etc da minha cabeça. EU FICO PUTO QUANDO ALGUÉM ME COPIA. Assino em baixo.

    2. É tanta informação. Gostaria de saber o total da roubalheira dos petistas. Impressionante. Quanto foi...

  33. O Brasil está sangrando com tantos desmandos e roubalheira, qual a origem desse sistema perverso, onde uma maldita constituição dita cidadã empobreceu a vida de milhares de brasileiros pagadores de impostos, onde a mentira virou verdade essa reportagem é uma das pontas do iceberg, a corrupção não tem fim com governantes ineptos preocupados em se manterem no poder. Está na hora de fazer uma nova constituição, pois essa pode jogar no lixo, criou um estado socialista com aparência de capitalista.

  34. Ué, mas a auditoria externa que começou no governo Temer e terminou meses atrás nos custou uma fábula e não encontrou irregularidades. Pq pagamos por essa auditoria fraudulenta? Essa auditoria é mais um desvio de recursos públicos. Isso não termina nunca.

  35. Ótima reportagem...mas é aí?? Como ficamos?? Cadê a governança corporativa no BNDES?? Pra conseguirmos um mísero empréstimo, há dezenas de exigências, checagem, etc....

  36. Depois que a tropa de juízes (6) sem credibilidade da população votaram contra a prisão na segunda instância, esquecem ninguém vai pagar nada e muito menos preso. Além desses juízes temos um desgoverno do Bolsonaro que enganou todos nós. Podem roubar a vontade que nós pagaremos e continuaremos a ser um país de terceiro mundo. Com a saída do Moro do governo as porteiras se abriram para a corrupção. quando as porteiras se abrem para o gado ai sim temos que ter orgulho, por que é ai nosso sustento

  37. O que ficou patente é que, apesar de todo estardalhaço feito há algum tempo, a malfadada CAIXA PRETA do BNDES continua bem lacrada. Quanto a Luciano Coutinho continua livre, leve e solto dando as cartas na UNICAMP. Cadê a justiça deste país???

    1. Desculpe minha ignorância, mas essa notícia não seria falsa? Parece que ouve uma auditoria no BNDS e não ficou comprovado nada de irregular. Me esclareçam, por favor. Compartilhei a matéria em um grupo e o questionamento foi esse.

  38. Nada como a imprensa livre com jornalismo de qualidade. Vários meios de comunicação tradicionais esconderam esse colossal escândalo. Obrigado!

  39. em 2008 a empresa onde trabalho fez um cronograma físico financeiro para um investimento para aumentar a produção e ampliação do parque industrial, nos deram uma banana, mandaram procurar os bancos particulares com juros de 2,5% ao mês quando no BNDES era de 4,5% aa. porque o projeto era de 14.000k, com garantia do próprio projeto, e o dito banco só absorvia projetos acima de 20.000k. palhaçada total.

    1. Se houvesse o conluio com o Alibaba, tudo seria possível. Certo? O pleito poderia ser de 50 kk sem carta-consulta ou projeto, plano de negócio. Nada disso. Só uma chamada para o servil Luciano...

  40. 16 bilhões de prejuízo causado pelo BNDES, $ saqueado pelos governos (quadrilhas) petistas, com a omissão do Judiciário, sempre ele. Ainda hoje temos que conviver com as conversas de botequim dessa esquerda repulsiva onde se aboletam ex-presidentes, parlamentares, governadores, empresas, ONGs, artistas, parte da mídia. Pior, ainda se acham no direito de acusar, de tentar desmoralizar ações como a Lava Jato, de vomitar saídas para a situação de penúria em que deixaram o povo brasileiro.

  41. Esse é o partido que por MAIS de 20 anos, antes de 2003, pregava que o PT era o ÚNICO PARTIDO ÉTICO E HONESTO, que existia nestepaiz. Ao chegarem ao poder, assaltaram os bens públicos. Triste Brasil, triste povo sofrido, sem educação, sem segurança, sem saúde, nada tem de seu.....!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    1. Nelson, desse partido eu guardei como raridade um broche com o nome LULA, que eu usei é claro; hoje nada me causa mais repugnância do que ouvir a fala de lula, requião, gleisi, dilma , etc - partido mais mentiroso que qualquer outro!

  42. Luciano Coutinho, que tinha excelente biografia e a fez virar pó, a estas alturas deveria ser procurado pela Interpol - sumiu do mapa - para pagar pelos prejuízos gerados pela sua direção criminosa do BNDES. É mais ou menos o que fazem os militares no (des)governo do presidente aloprado e que, mais à frente, poderá ser desvendado. No caso da Oi, que teve origem na Telerj, núcleo corrupto do Eduardo Cunha, deveria ser o contrário, ou seja a Brasil Telecom, melhor administrada, comprando a Oi.

  43. Autópsia é uma palavra perfeita para a situação. E triste. Autópsia numa carcaça malcheirosa. Como tem coisa a investigar. Nessa edição 111 acho que cutucar a onça viva nas fake news é mais forte que retomar as autópsias milhões desperdiçados. Temos sinais de vida da Lavajato na Crusoé. Isso é bom e também triste.

  44. Como é difícil ser honesto neste país. Partidos políticos, Supremo leniente com o crime de corrupção, Polícia, Ministério Público, todos aparelhados e contrários à devida apuração quando existem grandes somas de dinheiro (de preferência público), em análise. A reportagem nos mostra a dificuldade em obtenção de dados e total falta de sintonia nos mecanismos de controle para preservação do patrimonio público nacional. O Brasil não é para amadores.

  45. No Brasil, em qualquer governo, as grandes empresas não pagam as multas a elas aplicadas. A corrupção é endêmica e inerente aos nossos políticos de qualquer matiz. Tenho 72 anos, e é o que tenho visto.

  46. Não há fiscalização que dê jeito. É questão de índole, educação. Brasileiros são o que há de pior. O Brasil nunca correu o menor risco de dar certo

    1. Cade a mídia blenorragica purulenta e comunista, cade os filhos de catiranas de cabaré de quinta categoria de beira de estrada? cade os ordinários??

  47. Olhem o padrão. Quais setores estavam envolvidos nas corrupções barradas: um caso em telecomunicação e dois casos no agronegócio. Quais os setores que estão drenando rapidamente dinheiro público no atual governo? Agronegócio e telecomunicações. Qual a conclusão que vocês chegam? Respondo. Nada mudou. Tudo continua igual ou pior do que era antes. Temos que nos livrar do Bozolulismo ou o Bozolulismo acaba com o Brasil!

    1. Quatro jumentos zurrraram, zurraram e não fizeram um comentário de qualidade. Bozistas, por que vocês são tão medíocres? Será que é genético? Ou é falta de estudo mesmo!

    2. Este comentário é muito infeliz. O Estado deve fomentar negócios. O que é importante é a forma de fazê-lo. Se tu não sabe está simples diferença não devia fazer este tipo de comentário. Estado estimula determinados segmentos. Mas ele não pode estimular monopólios ou oligopólios e nem beneficiar somente determinadas empresas de um setor. Com isto tu destrói a economia, o consumo e o setor produtivo ao invés de incentivá-lo.

    3. A Jose continua analista técnica de carrinhos de pipoca...

    4. Ô xará, isto aqui já acabou desde q Tancredo sumiu. Para resguardar p menos a integridade da CARTA de 88, comunista e Frankenstein, a prestação de contas com o LEGISLATIVO brasileiro é imperiosa e iminente: PRISÃO em SEGUNDA instância e fim do foro privilegiado. Os congressistas, em quem votamos, nos traem e dividem o POVO BR. Só existe bozolulismo p conveniência sua e do Amoedo, leia-se Itaú. PARTIDO político é sinônimo de orcrim n BR.Todos sem exceção. Itamar e o Capita sabem disto. E Eu aqui!

  48. Diante dos fatos investigados, que auditoria milhonaria que foi feita no BNDES e segundo tudo está dentro da normalidade! De que serviu? O presidente pediu e pagou e não achou isso?

    1. Perfeito, Damiao! É cabível uma auditoria desta auditoria.

    1. Gastaram milhões por uma auditoria, pra dizer que não encontraram nada. o Brasil só vai sair dessa armadilha de corruptos, políticos urubus pela força . Ou vcs acham que esse congresso vai mudar alguma coisa ? pobre Brasil

Mais notícias
Assine 7 dias grátis
TOPO