Vaga para o Centrão

15.05.20

O brigadeiro Mozart Farias está de saída da vice-presidência de Logística da Caixa. Indicado pelo Planalto, ele vai para a Caixa Cartões, uma das subsidiárias do banco, que está sendo preparada para um IPO. Internamente, a mudança é vista como um movimento para abrir espaço para o Centrão. A caneta que o brigadeiro está deixando comanda um orçamento de nada menos que 6 bilhões de reais. Assim como o PP, o PL de Valdemar Costa Neto está entre os partidos que reivindicam uma posição de destaque na Caixa. Tem até nome para a vaga, qualquer que seja ela: o do ex-deputado Milton Monti, funcionário de carreira do banco. Fontes da direção da Caixa sustentam, porém, que ainda não há martelo batido quanto a quem substituirá o brigadeiro. Dizem até que o plano é preencher a vaga por meio de um processo seletivo a ser tocado por uma empresa independente. Detalhe: ao ser nomeado, na cota pessoal do presidente da República, o brigadeiro Mozart foi apresentado como alguém que estava chegando para ajudar a combater e prevenir esquemas de corrupção no banco, protagonista de escândalos em governos passados.

ReproduçãoReproduçãoO brigadeiro Mozart: ele chegou à Caixa por indicação pessoal de Bolsonaro

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • A Coluna Exclusiva de Sergio Moro
  • Podcasts e Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. É muito decepcionante ver o País entregue ao centrão, um reconhecido covil de ladrões e de inimigos da Pátria. Pensamos que, votando em Bolsonaro, estaríamos combatendo a corrupção; mas fomos enganados, e o mesmo se repete: os corruptos fazendo a farra. Por que retirar o Brigadeiro Mozart da sua função, se ele foi colocado lá justamente para "combater e prevenir esquemas de corrupção no banco". Quem votou no Bolsonaro não quer saber de corrupção.

  2. Só os seguidores do "Mito" acreditam na incorruptibilidade de Bolsonaro. Votei nele no segundo turno por ser a única opção para apear o PT do poder.

  3. A história se repete. Foi nessa mesma CEF que Gedel esbaldou-se, levando para o closet de sua mãe a bagatela de R$ 52.000.000,00. Só Jesus!

  4. Eita ! Com Valdemar da Costa Neto - esta figura impoluta da cena político-partidária brasileira - escolhendo a dedos, um apaniguado seu para ocupar a vice-presidência de Logistica da Caixa Econômica Federal, as licitações, as aquisições, os arrendamentos, os alugueis, os contratos de vigilância e de transporte de valores vão estar em ótimas mãos ! Afinal, de Logística essa turma entende ! Em pouco tempo, saberemos !

  5. Bolsonaro está tão amedrontado que tenta comprar o Centrão e as FFA... O ‘porbrema’, diria o Carluxo, é saber qual a diferença entre uns e OS OUTROS (que podem estar apenas já ‘entrando em formação’ para compor o futuro governo Mourão).

  6. Ñ podemos ser tão estúpidos e desunidos. Somente a n determinação política, direta no q interessa ao POVO, a PRISÃO EM 2ª INSTÂNCIA E O FIM DO FORO PRIVILEGIADO, nos levará à reconquista da Pátria, aparelhada por bandidos de COLARINHO BRANCO, em conluio c corporações criminosas na OAB, STF, mídia, bancos, e até em açougues. Só as RUAS, sem ideologias e partidos políticos, na PRESTAÇÃO DE CONTAS definitiva c o Congresso, em quem confiamos n/voto e nos traem, haveremos de sair do caos.

    1. Gado bostejador de asneiras e totalmente alheio a realidade criada e alimentada pelo MINTO dele.

Mais notícias
Assine 7 dias grátis
TOPO