LeandroNarloch

O método Bolsonaro para a felicidade

01.05.20

Romeu: – Em tua boca me limpo dos pecados.
Julieta: – Que passaram, assim, para meus lábios.
Romeu: – E daí? Lamento. Quer que eu faça o quê?

*

A imprensa criticou, os parlamentares reclamaram, as redes sociais se encheram de comentários sobre a frase presidencial polêmica da semana. Eu não. Estou até agora impressionado com o potencial filosófico, a sagacidade, os princípios éticos que se pode tirar de “E daí? Lamento. Quer que eu faça o quê?”.

Já falo sobre o método para alcançar a plenitude e a felicidade individual contido na frase do presidente. Antes preciso contar que passei os últimos dias importunando as pessoas com tentativas de encaixar o trecho nos diálogos clássicos da literatura e do cinema:

CÉSAR – Até tu, Brutus?
BRUTUS: – E daí? Lamento. Quer que eu faça o quê?

Imaginando como a frase daria uma ajuda mais que necessária à literatura brasileira:

Já na meninice Macunaíma fez coisas de sarapantar. De primeiro passou mais de seis anos não falando. Se o incitavam a falar exclamava: “E daí? Lamento. Quer que eu faça o quê?”

Como a frase alteraria a história de Getúlio Vargas:

Deixo à sanha dos meus inimigos o legado da minha morte. Não logrei fazer, por este bom e generoso povo brasileiro e principalmente pelos mais necessitados, todo o bem que pretendia, mas e daí? Lamento. Quer que eu faça o quê?

Ou a Bíblia:

E disseram a Jesus: “Mestre, esta mulher foi surpreendida em ato de adultério. Na Lei, Moisés nos ordena apedrejar tais mulheres. E o senhor, que diz?”. Respondeu Jesus: “E daí? Lamento. Quer que eu faça o quê?”.

Pois bem, chega de importunar o leitor com minha nova obsessão; vamos ao método para a felicidade. Já advertiam os filósofos estoicos que um dos segredos da vida é aceitar o que não controlamos para se concentrar no que controlamos. É a “dicotomia estoica do controle”.

Quem passar a vida tentando mudar coisas que dependem dos outros “se afligirá, se inquietará e censurará tanto os deuses quanto os homens”, diz o “Manual de Epíteto”, texto grego do século 2. Por outro lado, se você deixar de desejar e perseguir o incontrolável, “ninguém o causará dano e não terá inimigos”.

A frase do presidente Bolsonaro talvez não tenha tanta elegância, ou alguma elegância, mas vai na mesma linha. Por mais que os políticos acreditem ter o controle da situação ou se esforcem para nos convencer disso, o fato é que estão todos perdidos, “Às cegas”, como disse o ministro da Saúde.

Vale a pena usar a máxima do presidente para outras instâncias da vida. Ligação de telemarketing, opiniões estúpidas na internet, peças de Lego espalhadas pela casa, elevador travado justamente em momentos de atraso – eis quatro exemplos de coisas incontroláveis com as quais não vale a pena se afligir.

Diante de adversidades com essas, é melhor agir com calma. Respirar fundo. E repetir mentalmente: “E daí? Lamento. Quer que eu faça o quê?”.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

Só R$ 1,90* no primeiro mês

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

*depois, 11 x R$ 14,90

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • A Coluna Exclusiva de Sergio Moro
  • Podcasts e Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Como alguém que pretende se mostrar um conhecedor de clássicos escreve "aceitar o que não controlamos para SE concentrar no que controlamos"? Será que não há revisores? Nívio tá caíno...

    1. Eu não tinha se atentado pra esse erro... se passou-se despercebido-se na minha leitura... Rs

  2. O conteúdo filosófico e a ética BOÇALnariana do "E daí ? Lamento. Quer que eu faça o quê ? " completou-se com o estoico e lapidar " É a vida. "

  3. Até mesmo os doidos nos ensinam alguma coisa se estivermos preparados para aprender!!! Parabéns Leandro Narloch, adorei seu artigo!!!

  4. Cara que texto agridoce (do jeito que gosto), mas deixe me dar uma ideia mais futurista desta tendência 'filosófica" do JB. Em um futuro não tão distante,quando todos estiverem a par do verdadeiro Messias e alguém perguntar pelo fim de Bolsonaro e dos aliados dele, talvez alguém responda: " ah, tá sofrendo eternamente dores horríveis e lancinantes que os mortais daquele tempo não imaginavam. Mas, e daí, lamento, quer que o faça o quê? Tudo já tinha sido feito. E eles não ligaram".

  5. Muito bom! Inteligente e com fina ironia. Melhor que seus colegas alucinados de redação. Se eles não leram o que você escreveu, indique-lhes os princípios éticos do Gen. Heleno: "Foda-se".

  6. Eu gostaria de fazer comentários era nas publicações diárias, onde o tendencioso Jornalista IGOR GADELHA , o Maior MANDETTISTA da Crusoe, faz a festa. Mas, infelizmente é censurado.

  7. Bem coerente o seu raciocínio. Estóico. Insere uma narrativa em outra. Descontroe os fatos e cria uma "nova" realidade. Neste caso a forma se sobrepõe ao conteúdo para convencer. Como o Estoicismo. Elegantemente decadente. Parabéns pelo Lego.

  8. O maior problema das pessoas está na natureza hipocrisia.Ñ estão acostumadas em ouvir verdades nuas e cruas. A pergunta do repórter foi maliciosa. As pessoas estão morrendo, pq a esq por 30 anos optou em desviar recursos públicos, fazer estádios superfaturados ao invés de investir na saúde. Optam em gastar recursos com presídios ao invés de escolas. Inclinou-se ao Carnaval quando o Covid 19 já circulava no Brasil. Agora culpam JB pelas mortes e pelo desemprego tb. Canalhas!

  9. Só me resta aplaudir o autor da matéria. Faltou juntar aí o Justo Veríssimo, do saudoso Chico Anísio, sempre que confrontado com as agruras dos mais necessitados: vc quer que eu faça o quê? Pobre tem mais é que se...

    1. Maria, releia o texto ou cale-se. Caso contrário, "o que quer que eu fala?"

  10. Quer que eu faça o que? Antes do carnaval era só uma gripesinha, vamos nos divertir, muita gente vai ganhar dinheiro e depois vamos nos lascar porque o vírus endoidou, pegou geral. Quer que eu faça o que com essas perguntas idiotas.

  11. Imagino D Pedro I às margens do Ipiranga, com a celebre frase: - E dai? Lamento. Quer que eu faça o que? Acho que sua obsessão passou pra todos na minha casa. Adorei suas analogias.

  12. Acho igualmente impressionante q hoje,com tanta rapidez na informação devido a tecnologia,as pessoas estão mais burras,ou estão tendo tanta informação,q mão coseguem digerir e entender um único texto. Tem q escrever e colocar "contém isso, contém aquilo". E daí? lamento....

  13. O texto teria total sentido, se a atitude tivesse sido radicalmente diferente, de uma "gripezinha" ou "resfriadinho" desde o início.... Desdenhou, ridicularizou e ainda posou de atleta... Agora, como um covarde que é, foge como se tivesse tomado todas as providências e lutado com um capitão que diz ser.... Esse aí, nem tropa de colégio tem competência para liderar...

  14. Não teve jeito, meu comentário sumiu. Era curto, então vou fazê-lo-o-o [imitando "seu" Armando Volta] de novo: " Lamentável ter que parafrasear a fala infeliz do presidente utilizando-se de falas de G. Vargas, Shakespeare, Mário de Andrade, etc. Podia ter sido mais criativo e respeitoso. Enfim, não somos nós, assinantes, que escolhemos os cronistas desta e de outras mídias. Lamento, fazer o quê, e daí?

  15. E daí?! E daí?! É que estamos no meio de 2 exércitos da ignorância. Direita e Esquerda tentando enganar o povo mais uma vez! Fanáticos cegos que não aceitam os fatos que a realidade diária escancaram.

    1. De fato as extremas se portam como a arrogância da ignorância , Lula e Bolsonaro são patentes exemplos

  16. Gente, o Sr. Bolsonaro não tem ninguém pra dar conselho a ele não? Não fala uma coisa que preste, uai! Cadê os amigos, família, ministros, correligionários para mostrar a ele os absurdos? Uma única palavra mal dita revela apenas grande ironia, desprezo, ignorância, falta de desconfiômetro! Todo santo dia é isso, af! O peixe vai morrer pela boca mesmo! "Por que não te calas?", como disse Juan a Hugo. Será por quê? Brasil: terra do meme pronto! Não tem graça, não!

    1. Pra deixar de falar besteira deveria ter aulas de oratória com a Prof. Dilmanta, Empacotadora de Ar. Kkkkkkkkkkkkk

    2. Pois é. Michele mesmo poderia dar uns tapas nele. Ou ameaçar de demitir do cargo de esposa...

  17. É bom lembrar que por 14 anos tivemos tivemos primeiro um mentiroso e falastrão que mentia, roubava e promovia o roubo em todas as ocasiões, distribuía milhões a toda mídia, depois uma doente com dificuldades de compreensão mas que mantinha os roubos. Agora temos um honesto que é simples e direto mas não deixa nem políticos roubarem nem paga a mídia. Não sei se é ingenuidade de vocês ou estão tentando colocar antolhos novamente nos nossos olhos.

    1. Falar de conceito de honestidade para um negacionista , é algo cretinizante

    2. A respeito de Presidentes que falam o que o povo quer ouvir só posso dizer: Tem que má ter isso viu.

  18. Em resumo: não tem a menor condição de presidir um país, como tantos outros que passaram por lá, a única coisa em comum é que que governam em proveito próprio, uma vergonha!

  19. O presidente fala das mortes com frieza e como se não tivesse nada haver com isso. Só o que interessa a ele é reforçar seu discurso anti-isolamento. Presidente, grande parte destas mortes tem a marca do seu péssimo exemplo. Parabéns por ser estar entre as piores lideranças do mundo no combate à pandemia!

  20. Que dizer de repórteres que chegam com a provocação e pior; saem dali com o troféu para ilustrar a primeira página do noticiário.

    1. Provocação , o declarações de um desarticulado mental, potencial criminoso e mentiroso irresponsável?

    2. O Leandro não é repórter. É colunista. O texto não é uma reportagem. Aff...

  21. pois é um dia deste chamei a família do PR de quadrilha em uma midia social, qual não foi meu espanto logo em seguida uma tal de Cleusa comenta o que postei dizendo que quadrilha é a minha família e que eu devia falar a boca...fica aqui minha resposta a ela e daí? lamento....mas que eles são quadrilhas são mesmo! kkkk

  22. Imagino que o Leandro gostaria de falar mais, mas deve ter sido bloqueado do Diego Mainard e Mário Sabino. Que decepção com estes dois!

    1. Hildegundes, o Sabino continua ótimo, mas o Maynard acho que pirou com seu isolamento em Venesa. Quando ele escrevia na " finada " Veja sua coluna era a 1a. que lia, objetiva e lucida, mas agora é alienada ou incompreensível. Triste.

  23. Votei nele. Era a opção que se oferecia para muita gente. Para mim foi mais que isso, eu acreditei em novos tempos e nova política. Ajudei-o com meus minguados caraminguás, quase perdi amizades...Ainda há esperanças, essa pandemia viral e política há de passar e um novo caminho há de ser trilhado, já em 2022, com pessoas éticas e honradas como demonstraram ser o General Santos Cruz e o Dr. Sergio Moro.

  24. Os hedonistas foram mais bem sucedidos em termos de filosofia, tanto que hoje em dia são o que estão em maior número e mais bem disseminados entre as hostes humanas.

  25. Com sempre, Leandro Narloch ótimo na sua epopeia do politicamente incorreto; precisamos acabar com a hipocrisia fomentada, principalmente, pela grande mídia.

  26. Bostanaro o Moro mostrou todas as provas da sua tentativa de controlar as investigações da PF sobre seus filhos e apoiadores. "E daí? Lamento mas quer que eu faça o q? " Renuncie! Bostanaro seus exames pra coronavirus deu positivo como havia dito seu filho a Fox, e mesmo assim ele comprimentou e abraçou muita gente. "E daí? Lamento, mas quer q eu faça o q? Renuncie!!!

  27. Santo Inácio, e agora? Copa do Mundo, Olimpíadas... E agora nós precisamos de hospitais. "E daí? Lamento! Quer que eu diga o que?"

  28. Stalin, milhões de ucranianos estão morrendo de fome pois foram expulsos de suas fazendas. "E daí? Lamento. Quer que eu faça oquê?"

  29. Como tem gente pedante e mesquinha aqui, neste espaço. 'Assinei a revista, arrependi'; vou cancelar'; 'e o PT?'. Povinho rastaquera, que se acha só no WhatsApp e no Facebook. Vazem, ninguém dará a menor bola! Vocês não acrescentam nada a esta excelente revista. Tcau!

    1. Maria, poderia levar outros como ela. Se é que ela é uma pessoa, ou pode ser um robot, ou então é daquele grupinho que só ouve o gabinete do ódio e faz ouvidos moucos para a voz da sensatez. Pena, pobre povo brasileiro, enganado mais uma vez.....

  30. Bolsovid tem uma recaída da cura do SARS-COV-2 e ao sentir a febre (de novo), apesar de seu Porte Atlético, da poderosa caneta e de ser ele a própria Constituição, usou seu clássico linguajar puro e castiço e disse pro vírus: “Porra gripezinha, minha Chapa!? E o nosso trato duma mão sujar a outra???!!!”... O vírus, ajeita a coroa, dá uma risada sobre o pleonasmo do mamão e diz: “E daí? Lamento. Quer que eu faça o Q?”

  31. E daí, lamento que a Crusoé tenha contratado um idiota. Ao contrário do inepto que ele idolatra, farei o que está a meu alcance. Não leio mais nada escrito por Leandro Narloch, sua audiência cairá e ele será demitido. Já o asqueroso Coronaro não faz uma série de coisas que são sua obrigação. A primeira delas é respeitar quem paga seu salários e os toda a sua família. Outra é não ser responsável direto pela morte de inúmeros brasileiros ao incentivar o relaxamento do isolamento social.

  32. Pois e’, lamento... gastei meu dinheiro assinando minha revista, e eles não me deixam cancelar, fazer o que? Ler poetas de araque uma vez de semana, que fazem figuras poéticas sem pe’ nem cabeça para ocupar o espaço de material obrigatório por contrato. “O Mundo de Narloch” vai ser a próxima obra em que o governador de são paulo aparece na capa.

  33. "E daí?" Ser um líder, não um populista. Com histórico militar, onde é consenso que usam da estratégia, para em tempos de guerra, evitar a derrota, mortes inclusive, mas não, ele sem pudor se furta dessa responsabilidade. Envia seus soldados para o abismo de forma consciente. "Lamento, quer que eu faça o quê?" Nos liderar, para a sobrevivência, não a morte. Mas isso é muito pra ele, um despreparado.

    1. E daí? Lenora! Se te manca capire. Lamento, quer que eu faça o quê? Niente posso fare. Leggere i libri. Salute!

    2. Triste porque não tenho cultura nem inteligência pra escrever como Narloch. Amooooo!

  34. Muitos cidadãos acreditam que política é como no futebol: você tem que torcer pelo seu time mesmo quando o time joga mal e faz um monte de besteiras. Se o seu time perder, você vai para casa e espera pelo próximo jogo. Mas as consequências na política podem ser nefastas. Não dá para aliviar quando o político é irresponsável. É a minha opinião. E daí? Lamento. Quer que eu faça o que?

    1. Verdade mesmo, falta apego ao bom senso, não porque tenha votado nas sim por cobrar ações íntegras e coerentes , mas as extremas são burras , absolutamente negativistas à realidade . O momento atual é as opiniões de muitos retratam os tempos do lulo-petismo, ora substituído pelo bolsonarismo, a essência da vulgaridade é a mesma

  35. quero que ele renuncie, ou seja impichado, quero Mourão no lugar dele, assim não ouviremos mais essa voz insuportável, e suas falcatruas ordenadas pelos filhos intrometidos; parabéns pelo texto, foi Genial.

  36. Deixando de lado a falta de sensibilidade da frase e dos oportunismos políticos a parte também. Vejamos o que podemos fazer: simplesmente não fazer; ou simplesmente fazer algo. Adiantará lamentarmos e nos entregarmos perante à pandemia? Ou será melhor lutar contra ela? Infelizmente muitos irão adorar receber R$600 mensais para não trabalhar nunca mais na vida. Outros por sua vez sentir-se-ão envergonhados por precisar de ajuda. A pandemia é a nossa guerra, se não nos unirmos, o que será de nós?

  37. Não sei se a conclusão foi irônica ou não mas o presidente tem sim controle da situação e está fazendo o possível para piorá-la.

    1. VAI PIORAR ???? E daí ? Lamento ! Quer que eu faça o que ??

  38. Prezado Jornalista Leandro Narloch.....Parabéns pela matéria, e bem sacado o gancho, da frase do infeliz presidente, de plantão.....

  39. Excelente. O resumo histórico do período poderá ser sucinto: Ministro da Saúde: estamos às cegas Ministro da Economia: o governo está quebrado Bolsonaro: E daí? Lamento. Quer que eu faça o quê? Próximo.

  40. PARA AQUELES QUE "MORREM" DE AMOR POR CARLOS, FLÁVIO E EDUARDO. E daí ? Lamento ! Quer que eu faça o quê? DETALHE Eu não sou Coveiro

  41. E PARA AQUELES QUE QUEREM ACHAR QUE O PRESIDENTE E SUA FAMÍLIA SEMPRE E EM QUALQUER ASSUNTO TERÃO RAZÃO. E Daí ? Lamento ! Quer que eu faça o quê?

  42. Despreparado, arrogante e prepotente. Sem carisma e sem misericórdia com os desfavorecidos. Infelizmente são características que se aplicam ao senhor PResidente.

  43. Parabéns pela sutileza e originalidade da sua crítica. Tanto por mostrar o quanto a fala choca em qualquer contexto historicamente relevante, como este agora é, como por contrastar sua utilidade como autoajuda para as nossas vidas prosaicas em relação ao que seria de esperar de um líder da nação.

  44. Poucas vezes li tanta bobagem!... "e daí? Fazer o quê?" Simples: fazer melhor. "Ah.... mas dá taaaanto trabalho...". Então também não ne darei ao trabalho de renovar a assinatura!

    1. Excelente, comentário, Evandro! 👏🏻👏🏻👏🏻

    2. Ótimo, cancela logo a assinatura e para de encher o saco.

  45. resista Nardock não se entregue ao establismen como fizeram seus amigos de revista. Não tenha dúvidas, ele escolheram o lado errado e vão pagar por isso.

  46. Ótimo!!! Na boca de Bolsonaro essa frase é de uma grosseria imensa mas imagino Romeu saltando fora de sua parcela de responsabilidade dizendo à Julieta.. E daí, minha cara? Quer que eu faça o que????

  47. O, Burrão... você queria que ele fizesse o quê? Que se descabelassem caisse ao chão e, aos prantos, gritasse: Oh, Deus!!! Por que o Brasil???? Que hasteasse a bandeira do Brasil a meio pau???? Ele lamenta! Todos nós lamentamos! Você acha que ele ou alguém pode ressuscitar os mortos, além de Jesus? O FDP do Carniça e sua Cadáver Insepulto mataram muito mais gente que o Corona Vírus. Você e a corja de vagabundos da extrema imprensa não fizeram sequer 10% do escândalo que fazem agora.

    1. Parabéns Leandro Narloche, é por ai mesmo. O Presidente mandou dinheiros para Governadores e Prefeitos, o Presidente demitiu o Mandeta que estava fazendo politicagem em cima desta Pondemia e nomeu um Médico Sério que não brinca com coisas sérias que não promete milagres, mas esta no caminho certo Que mais presidente pode fazer, rezar!! É daí, que mais ele pode fazer!!!, éle foi lacônico como eram os Espartanos na Grécia ( vim, vi e vinci)

    2. Esses evangélicos, quando não estão no culto Fazem isso

Mais notícias
Assine 7 dias grátis
TOPO