Carlos Fernandodos santos lima

A falta que um líder faz

17.04.20

“Só tenho para oferecer sangue, sofrimento, lágrimas e suor. Temos perante nós uma dura provação. Temos perante nós muitos e longos meses de luta e sofrimento”. Assim Winston Churchill dirigiu-se aos britânicos em 1940 ao assumir o governo inglês de coalizão após a Alemanha nazista invadir a Bélgica e França. E foi graças a sua liderança que a Inglaterra resistiu ao avanço alemão, permitindo que de sua costa fosse iniciada a liberação da França, com o desembarque das tropas aliadas na costa da Normandia, quatro anos depois.

Sorte de países como a Grã-Bretanha, que em momentos de grave dificuldade podem contar com um líder como Winston Churchill, uma pessoa que lhes trouxe esperança apesar das dificuldades, que foi um guia por um período sombrio, incentivando os enfraquecidos, trazendo de volta os que se desviaram e, principalmente, dando o exemplo do certo e alertando contra o errado. Assim fez Churchill ao manter a moral dos britânicos durante os períodos mais difíceis da guerra, como a retirada de Dunquerque ou a batalha aérea da Inglaterra, em que Londres foi duramente bombardeada pela Luftwaffe, a força aérea da Alemanha nazista,

Infelizmente, justamente no momento difícil após a redemocratização, o Brasil encontra-se à deriva, sem qualquer liderança. E não é só pela falta de responsabilidade do presidente Jair Bolsonaro nesta crise do coronavirus. Ele é apenas um sintoma de um mal maior. Não temos nenhum líder que nos traga esperança de dias melhores, alguém a liderar pela retidão de propósitos e clareza de convicções. A verdade é que nós brasileiros somos passageiros de um navio em plena tempestade em que a tripulação age como grupos de amotinados uns contra os outros. E o pior, descobrimos no pior momento que o capitão do navio não tem sequer condições de navegar sozinho um simples bote, mesmo que em lagoa de águas plácidas, sem ficar dando voltas a esmo com suas remadas desencontradas.

A verdade é que estamos pagando o preço dos desacertos de nosso sistema político. O sistema político construído pela Nova República foi extremamente permissivo, autorizando que partidos proliferassem sem controle e que fossem adonados por homens de pequena envergadura moral. Isso pode ter ocorrido como uma resposta extremada à ausência de liberdade política durante a ditadura militar. Hoje temos que conviver com um sistema em que a classe política é irresponsável e populista, quando não também corrupta, e políticos que apenas se apegam ao cargo e se preocupam somente com a próxima eleição.

Lembro bem de ter ido ao primeiro comício pelas eleições diretas no país, que se realizou em Curitiba, em 1984. Tínhamos então esperança do fim dos anos de chumbo. Olhávamos lideranças como Ulysses Guimarães, Franco Montoro, Tancredo Neves, Teotônio Vilela, Leonel Brizola e Miguel Arraes, dentre tantos outros de diversas correntes ideológicas, como homens capazes de restaurar a democracia brasileira. Víamos líderes que estavam colocando o jogo político partidário de lado em favor dos brasileiros.

Pergunto ao eleitor se ele tem pode indicar cinco nomes que considere, hoje, técnica e moralmente capacitados para liderar o país. Creio que, salvo se tratarmos a política como futebol, vamos perceber que hoje a política é um deserto de pessoas capazes e realmente preocupadas com o interesse público. Somos liderados por um insubordinado ex-capitão do exército, por presidentes do Senado e Câmara dos Deputados que, apesar de virem de famílias com condições financeiras, nem sequer terminaram o curso superior, e por um presidente do Supremo que não passou em concursos públicos para juiz. Há algo de errado em tudo isso. E não se trata de elitismo, mas da constatação de que os mecanismos de seleção de lideranças, que nas grandes democracias ocidentais se baseiam em partidos fortes, disciplina e filtros internos, estão em crise.

Mas o que aconteceu para que aquela geração emblemática fosse substituída por pigmeus morais? A resposta é simples: o abuso do poder financeiro em nossas eleições. Nossa classe política é viciada em dinheiro público. Nossas eleições foram ficando cada vez mais caras durante a Nova República, deixando de ser um período de disputa de ideias para se transformar em um confronto de marqueteiros, de propaganda eleitoral sofisticada e de propostas populistas mentirosas.

Nosso sistema partidário, da mesma forma, fragmentou-se. Partidos políticos foram criados apenas para dar espaço para caciques partidários interessados em vender espaço em rádio e televisão e receber o seu quinhão de dinheiro do fundo partidário. Assim, aquela geração da redemocratização foi deixando os partidos serem gerenciados por políticos capazes de fazer dinheiro, mesmo ou especialmente, ilícito. E são justamente essas gerações subsequentes que governam o país há mais de 20 anos.

A crise do coronavírus pode ser o momento para despertarmos desse jogo político sórdido e perverso. Quem sabe seja o momento para não retornarmos simplesmente ao que era antes. Precisamos dar um basta nessa política que, nas palavras de Leonel Brizola, nos obriga sempre a escolher entre o diabo e o coisa-ruim, fazendo que o inferno vença sempre. Precisamos diminuir o número de partidos, reforçar a sua transparência no uso do dinheiro, fortalecer os mecanismos de democracia interna, diminuir ao mínimo os gastos necessários para campanhas eleitorais, aproximar os eleitos dos seus eleitores, impedir o uso de fake news como instrumento de política eleitoral, dentre outros problemas.

Quando perguntado qual era o objetivo de seu governo naquele momento de guerra contra os nazistas, Churchill dizia: “Posso responder com uma só palavra: vitória – vitória a todo o custo, vitória a despeito de todo o terror, vitória por mais longo e difícil que possa ser o caminho que a ela nos conduz; porque sem a vitória não sobreviveremos”. Churchill não foi um herói, mas um político que liderou um país para defender seus valores democráticos contra o autoritarismo. Triste é o país que precisa de heróis, mas ainda mais triste é um país sem lideranças e sem projetos, pois este é um país sem futuro. A vitória que devemos buscar, portanto, não é contra a pandemia, pois esta vai passar, mas contra o estado de coisas em nossa política. De outra forma, estaremos novamente desamparados nas crises que certamente virão.

Carlos Fernando dos Santos Lima é advogado e foi um dos procuradores da República da força-tarefa da Lava Jato em Curitiba.
Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

Só R$ 1,90* no primeiro mês

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

*depois, 11 x R$ 14,90

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • A Coluna Exclusiva de Sergio Moro
  • Podcasts e Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Como é bom ler , correspondentes que falam abertamente o lixo que virou nossas lideranças e a destruição que fizeram no próprio judiciário com seus indicados para o andar de cima onde se tornam ditadores sem lei que possa para-los , é triste ver nosso país que tinha começado um passo no combate a corrupção , ver nossas esperanças sepultadas pelo próprio judiciário e pelos políticos mais corruptos do país .e um povo sem esperança , sendo sempre o país do futuro que nunca chega.

  2. Meu amigo, não sei se já escreveu livros e caso não devia começar. Seriam todos best- sellers. O melhor redator da Crusoé

  3. Obrigada, deu artigo lavou minha alma machucada, ofendida por esses canalhas( outros espero no próximo artigo) que como ratos famintos destroem qualquer esperança de que o Brasil dê certo.

  4. Esse texto é muito bom. Traduziu exatamente o meu pensamento. Essa coisa de escolher entre o diabo e o coisa-ruim é o que sempre falo e é o que há mais de 20 anos temos sido obrigados a fazer.

  5. Análise perfeita, solução muito difícil. Conheço um homem que praticamente já se retirou da política mas que poderia capitaneada esse barco; o ex-senador Pedro Simon. Só que os atuais poderosos jamais lhe permitiriam ascender ao poder.

  6. Artigo perfeito ! Estamos à deriva mas para alcançarmos a mudança política precisamos não só de um herói mas tb de uma limpeza nesta corja que só pensa em se eleger . Como ????

  7. bom dia, excelente texto! Objetivo e fluir muito bem as ideias. Parabéns, sou novo leitor da revista entrei semana passa e já estou satisfeito com o produto entregado no diária e na edição semanal.

  8. Caro Carlos Fernando - se pudesse , assinaria com um "de acordo" seu texto. Desde a Proclamação da Republica , que nunca foi proclamada , todos os Presidentes (exceto os do período militar) foram vassalos do Parlamento e STF. O sistema prevê guilhotina moral ao primeiro que ousar chegar perto de ser um verdadeiro líder.

  9. Advogado fraco, não entende de política. Tem que se fazer a vontade do povo, e é o que se vem fazendo. Se sua vontade é tirar o presidente, tu és um traidor da pátria.

    1. Advogado fraco, exibido, nao sabe de nada das ruas. Insensivel.

  10. Excelente texto. Direto ao ponto. O povo brasileiro tem que entender essa premissa dita, pra tentar mudar o jogo político para o bem comum.

  11. FRANCO MONTORO, LEONEL BRAIZOLA E MIGUEL ARRAES ? POR FAVOR , DR. CARLOS FERNANDO , TENHO 84 E UMA BOA MEMÓRIA PORISSO MINHA TOTAL DISCORDÂNCIA . MAS O ADMIRO MUITO PELO SEU TRABALHO NA LAVAJATO . SAUDAÇÕES !

  12. perdão Carlos Fernando Santos Lima CFSL, Foi a emoção de ler tão exuberante matéria na monótona Crusoé X Família Bolsonaro.

  13. parabéns Luiz Fernando ensinando esses jornalista s q como líderes políticos também estamos escassos, pois não estudam apenas replicam matérias uns dos outros. votei no Bolsonaro e aceito sua opinião inteligente e analítica sobre nossa crise política, parabéns LFSL Excepcional texto.

  14. Esse articulista é uma decepção e parece viver no mundo da lua. Tudo bem, é oriundo do Ministério Público, instituição que se especializou em opor dificuldades a tudo de bom que se faz no país. Mas elevar Brizola à condição de grande homem público, essa não dá para engolir. E Bolsonaro faz o que pode, atado pelas correntes do maia e do alcolumbre. Só acertou quanto ao STF, com aquele reles rábula colocado ali pelo Zé Dirceu, e que transformou aquele antigo augusto tribunal em uma rinha de galos.

    1. Este advogado, como juiz Moro viveram na bolha institucional, sem um minimo de feeling de sentimentos humanos de quem vive com os pes na terra. Exibicionismo dos cabelos ao calcanhar, nao consegue acrescentar 1 cm para o bem do Brasil. So mesmo uma revista em decadencia para convida lo a mostrar enorme estante de livros até com escadinha para pegar os livros que nuncadarao um minimo de sensibilidade humana e feeling politico para enxergar os anseios do povo. LIXO de autor.

  15. Pelo amor do Deus, dizer que Brizola foi um líder/homem capaz de restaurar a Democracia. Comparar essa criatura que de deu início a toda a desgraçeira do Rio de Janeiro com Churchil.

    1. Ele disse que essa era a percepção que se tinha de gente como Brizola. De fato, Brizola foi muito admirado, embora como Governador do Rio tenha sido pródigo em descaminhos. Anyway, Brizola representava a geração política de Getúlio, o qual fez toda a diferença.

  16. Parabéns ao nobre ex-procurador da republica pela lúcida e insofismável anáise do triste momento por que passa o povo brasileiro.

  17. Que linda essa ladainha que todos já sabem. Isso só mudará com o líder verdadeiramente honesto que aí está só, combatendo os noias viciados em dinheiro, como diz Roberto Jeferson. Solução: intervenção de Bolsonaro no congresso e art. 142 no STF.

  18. Além de muito prolixo seu artigo tem citações saudosas a políticos enganadores que foram os criadores do caos que se encontra nossa democracia.

  19. Boa radiografia da situação política do Brasil. Mas incompleta no que respeito à crise ética (melhor seria dizer moral) da política, do judiciário, do Governo Federal (administração central) e das lideranças da economia. Ou seja, está tudo "bichado", carcomido pela corrupção. E infelizmente, o articulista ainda demonstra ingenuidade ao considerar as lideranças políticas que "forçaram" a Abertura como sendo capazes, e talvez honestos. Aquela gente? Só rindo! O Brizola, capaz e honesto?

  20. Líderes corruptos, o presidente do congresso nacional atende pelo codinome Botafogo e do senado federal atende pelo codinome Batoré, o único objetivos são interesses próprios e nunca Brasil

  21. Excelente seu artigo. Não há no momento nenhum político absolutamente confiável ou normalmente equilibrado , com apenas bom senso para resolver os problemas da nação. Histeria de um lado, tentativa de manter o status de outro. Desanimador.

  22. Excelente reflexão. Não sei como dar um basta na politicagem corrupta. Urnas? Muitos brasileiros ainda preferem o toma lá, dá cá.

  23. Parabéns! Você tem sido a voz da razão que sobrou na Crusoe/OAntagonista. Eu faria dois reparos: muitos daqueles que citastes foram "cabeças" na construção deste frankenstein que é a nossa Constituição, feita sob medida para se manterem ad eternum no controle da nação. (Só um exemplo, a prerrogativa dos presidentes das casas legislativas e cortes superiores de pautarem o que bem lhes apetece). O segundo, como vamos mudar este establishment se são eles que fazem as leis e as julgam?

  24. Muito bem escrito. O calcanhar de Aquiles do sistema é a indicação política de Ministros do STF e de tribunais de conta. São bandidos indicando os juízes que vão julgá-los, foi assim que chegamos ao ponto lamentável em que o sistema político se encontra. É preciso extirpar este mal do sistema e que haja uma verdadeira independência entre poderes e um sistema de corregedoria do Judiciário.

  25. Excelente texto.Mas neste momento de pandemia estão todos apenas preocupados com seu próprio destino e usando a politica para se manterem como ela é.Lamento o desrespeito com a população que vem sofrendo e morrendo, pois dessa ninguém fala,nem mesmo a imprensa.

  26. Ótimo artigo. O Brasil, sob o comando de um seleto grupo de autoridades, sofre com as prioridades daqueles que buscam desesperadamente fugir da cadeia, assegurar verbas e se garantir em 2022, não necessariamente nesta ordem.

  27. Excelente comentário, só faltou falar que pra que essas mudanças possam acontecer é preciso boa educação e boa imprensa e aí meu amigo entra uma tal de globo. simples assim.

  28. Daqui a pouco já nao estarei mais na Crusoé, pois há um tempo solicitei para não renovar. Vou repetir: precisa algum influenciador digital começar AGORA, para que a eleiçao dos vereadores já seja um teste, uma campanha intensiva de informação do eleitor sobre o voto proporcional, voto que sempre elegerá alguém do Partido.

  29. Brizola, tenho dúvidas se foi o diabo ou a coisa ruim. Ele foi sem dúvida quem iniciou a desgraça do Rio de Janeiro. Miguel Arraes era um comunista. Bolsonaro é sim um rebelde. Mas dá para não ser, com os rumos dados a este país, por estes seus heróis?

  30. Parabéns pelo artigo! Discordo quanto a Lionel Brizola, mas está absolutamente certo sobre nossa falta de liderança. A diplomacia desapareceu nesta crise e a falta de visão tanto do presidente da Câmara, do Senado quanto do nosso Presidente de que vencendo esta crise juntos, vencem todos, cria essa insegurança nacional e a vontade de que as eleições cheguem logo para tirarmos todos do poder.

  31. Sr. Carlos Fernando, antes de mais nada, Dr é pra quem defendeu tese de doutorado. Assim sendo, trato-o por Bacharel. É preferível ler o que vc escreveu do que ser cego. Brizola e Miguel Arraes, capazes de restaurar a democracia? Haha! Não dá pra citar 5 nomes porque não tem ninguém. E se não tem ninguém, não há como substituir o que aí está. Só depois que o ninho de ratos e a pocilga forem desinfetados é que o caminho estará aberto pra gente nova. Até que isso seja feito, nada mudará.

    1. Alberto, não sei quanto aninhos você tem. Mas no início da primeira metade dos anos 80, estes nomes que o Carlos Fernando citou eram os políticos da esperança. Foi este contexto que o CF quis passar, pois hoje não temos um grupo de políticos que são a esperança de dias melhores. Obviamente, que não precisa mencionar o que estes "políticos da esperança" se tornaram depois de alguns, ou vários, anos.

    1. Arraes? Em que país o sr. viveu na época daquela raposa? Com certeza não foi aqui em Pernambuco.

  32. Análise perfeita em quase todo o texto, com excessão do Leonel Brizola, um fanfarrão, que viveu da política até sua morte, além de levar o Rio de Janeiro à derrocada política, administrativa e econômica. Precisamos urgentemente de uma reforma política neste país, com o consequente expurgo de toda essa classe dominante, antes que aconteça outro golpe. Um país que já teve José Bonifácio, D. Pedro II, Joaquim Nabuco, Rui Barbosa, entre outros, não merece esses políticos que tem hoje.

  33. Muito bom o artigo do Dr. Carlos Fernando...a degeneração da política brasileira é evidente, e, da mesma forma a escassez completa de boas lideranças...Temos uma classe política totalmente descomprometida com o Brasil e com seu povo. É duro aguentar a desfaçatez do Sr. Maia e do Sr. Alcolumbre, posando de importantes 'protagonistas' da cena nacional, conforme diz a grande imprensa. Do contrário, Bolsonaro, que recebeu meu voto, não seria presidente deste país.....

  34. Muito bom comentário. Parabéns! precisamos limitar urgentemente o domínio dos agentes políticos(STF, tribunais superiores, executivo e legislativo) com expurgo daqueles que já ocuparam determinado cargo político por mais de 8 anos. Caça a raposas velhas, principalmente no judiciário.

  35. Sim precisamos de um líder para salvar o Brasil, de incompetentes e corruptos que possa diminuir a distância entre ricos e pobres e resgatar a democracia!

  36. Carlos Fernando, ainda está difícil encontrar alguém para ocupar o cargo de dirigente máximo no Brasil, pois ainda somos muito imperfeitos, egoistas e orgulhosos. Vamos procurar pelo menos pior nas próximas eleições, que é o que ainda nos resta.

  37. Infelizmente o Presidente não entendeu nada do momento, o que explica o fracasso retumbante do seu governo. Lamentavelmente temos um parvo nos liderando.

    1. TODAS as propostas do presidente apontavam para uma recuperação social e econômica sem precedentes na história do país. TODAS as propostas foram corrompidas ou obstruídas por um presidente da câmara, corrupto e ganancioso e outro, do senado, tão mal intencionado quanto. Imagino que você gostava mais dos presidentes anteriores.

  38. "São as grandes crises que fazem os grandes líderes." "As crises fazem líderes ou destroem líderes". (Teresa de Sousa-Público.pt)

  39. Parabéns pelo texto, só faço aqui algumas ressalvas. Leonel de Moura Brizola, votei nele! grande frustração, um homem que parecia grande, tinha o dom da palavra. mais era um grande populista, demagogo e mentiroso. A política é feita de seres humanos, como podemos ter grandes homens públicos se não temos grandes homens? Ouvi certa vez de um político, “me acusam de ladrão, se estivessem em meu lugar, seria muito pior”. Não se iludam, quer conhecer um ser humano, dê poder a ele.

  40. muito bem colocado uma análise lúcida do que é o momento político atual e da piora progressiva da política brasileira nos últimos anos.

  41. Perfeito comentário,análise brilhante,direto na ferida,o ponto crucial de nossa época,não só aqui,(aqui nem se fala) ,mas mundialmente.Sem líderes fortes,éticos,de coragem e ação correta.Parabéns pelo artigo!!!

  42. Em que pese a grandeza de sua atuação nas ações da Lavajato, discordo frontalmente das avaliações feitas ao presidente. Foi e continua sendo exatamente aquilo que mostrou ser em campanha, para o bem ou para o mal, não nos enganou. E surpreende-me que o articulista tenha, em algum momento, considerado Miguel Arraes e Brizola como interessados na democracia mais do que nos cargos que a oportunidade oferecia. Triste constatação.

    1. Pois é, neste momento estamos cheios de teóricos divagando sobre a política atual, poucos refletem de como chegamos a este ponto, o ex-procurador é mais um malicioso e equivoca-se em definir DEMOCRACIA, nunca a tivemos no Brasil, o povo brasileiro nunca teve retorno de seus eleitos, na verdade custeamos seus projetos e delírios de poder, e posso afirmar que seus textos fazem parte de seu projeto pessoal de poder. Estamos em um mesmo barco e precisamos de homens de verdade PARA MUDAR ESSE CÁOS.

  43. Gostaria de saber o que Bolsonaro,Maia, Alcolumbre,Toffoli e todos os outros velhacos teriam a dizer depois de lerem esse artigo?

    1. Também gostaria de saber o que todos os "velhacos", citados no artigo, têm a dizer . sobre aquilo que foi declarado sobre eles.

  44. Você para encher linguiça até que tem alguma utilidade. Mas para liderar nosso país, nunca estivemos em boas mãos quanto agora. Ou tu és estrangeiro? Brasil acima de tudo.

  45. Me parece que o Senhor esqueci que foram esses ditos "líderes" Leonel, Arraes e outros, que causaram esse caos político no País. O maior exemplo foi a constituição de 88, que todos a chamam de cidadã, eu a chamo de prostituta, só criou direitos, deveres neca. Quanto a eleição de Bolsonaro, foi um mal necessário, pois se não fosse ele não teríamos tirado o governo corrupto do PT. Sucesso na sua carreira privada.

  46. Discordo do titulo. Ao contrario, pela primeira vez temos un lider de verdade Nao mede palavras e nem faz o jogo da entrega do bem publico. Coisa rara, como nunca antes visto. A liderança presupoe o exemplo

    1. Faltou chamar ele de gênio... Desgraçadamente para o Brasil, meu caro, este cara tem mostrado que o cargo de Presidente extrapola, e Muito, sua capacidade. Não basta só ser honesto...

  47. Muita lucidez! Nem uma palavra que eu possa discordar. Resposta à pergunta do artigo: não vejo um líder que possa retomar o barco à deriva. Triste!

  48. Cancelarei minha assinatura. Já assinei a Revista Oeste. Trocaram a Ana Paula por alguém que sente falta dessas lideranças... A tecnocracia não resolve o problema. Gilmar tem um currículo invejável! É inteligentíssimo! Por isso, mais perigoso que o Totó. Gostem ou não, Bolsonaro é um líder, e ganhou fora do sistema narrado. Foi vetado pelos Partidos dominantes, apesar do favoritismo, venceu sem dinheiro, com apoi popular. Se isso não é liderança, mas quem tentou tomar o poder pela guerrilha é...

  49. Apesar das desqualificadoras em relação a Bolsonaro não se vênfase no cenário nenhuma luz de esperança que não ele. Ao redor somente escuridão e trevas. Como a mudança será desencadeada e engatilhada? Pela massa do povo, como se daria? É preciso alguém. Trabalha-se com o que se tem de melhor, ou de menos pior, conforme o ponto de vista. Enterrar o rosto no chão lamentando e chorando não resolve, é preciso reagir e agir. Candidatando-se, nas ruas em clamor por mudanças e apoiando iniciativas.

  50. Naveguei pelos comentários e fiquei assustado com a quantidade de pessoas reagindo com ódio ao artigo. A falta de educação, o consequente império da ignorância está ameaçando nossas possibilidades, nossa dignidade e o nosso futuro.

    1. Aí, Geraldo: Neste mar encrespado exemplos pululam e todo debate rico, vira político ideológico. O Sapiens evoluirá neste país?

    2. Eu já acho Geraldo, que esta quantidade que você mencionou é a minoria de todos comentários. Sempre têm os do contra, os que destilam ódio, os farsantes, os que não conseguem entender o contexto que o Carlos F. tentou passar e tem até gente que defende o socialismo e comunismo aqui... com o típico mimimi esquerdista de tirar/roubar dinheiro daqueles que ganham mais para dar aqueles que gostam de assistencialismo com o dinheiro dos outros. A meritocracia tem que ser ensinada desde o primário.

    3. Geraldo, este mesmo sentimento de frustração e de impotência (que é pior) também é o meu. Só dá para registrar e lamentar que me parece que uma parcela , muito grande, da população não quer incorporar a educação (e a Saúde!) como um bem da humanidade.

  51. Excelente texto, explanação perfeita de como estamos numa encruzilhada. Infelizmente não vejo um caminho claro. Tenho sempre esperança,mas os políticos conseguem nos decepcionar, todas as semanas.

  52. O melhor artigo, entre tantos que li, nos últimos tempos. É imperativo que tenhamos grandes mudanças, a incerteza é como ela será deflagada com força tal que supere as resistências dos parasitas.

  53. A mediocridade é generalizada. Isso é fruto de uma ação básica: educação. Tanto formal (ensino) como moral (que vem de casa). Mesmo Churchill, no pós guerra, cometeu erros ao liberar as usinas de carvão, matando muitos londrinos no primeiro grande SMOG de Londres... nem tudo foram flores para Mr. Churchill, que deixou o governo como um político fora de seu tempo... mais valorizado pelo seu passado do que pelo seu presente....

    1. Sou professor e, ao ler o artigo, também encontrei na educação, ou na falta dela, nosso pecado original. Ou tratamos a educação como nosso maior bem, ou o futuro será um retrato piorado do presente. Concordo plenamente com vc.

  54. Churchill vem sido lembrado por alguns colunistas nesta crise atual. Infelizmente, os articulistas se esquecem que ele era visto com desconfiança pelo próprio partido e só foi indicado PM porque era o único que a oposição, parecida com a nossa, aceitaria. Seu discurso no parlamento, mencionado no texto, não causou nenhum impacto. De seu bunker em Londres levou deliberadamente batalhões à morte para tentar o resgate de Dunkirk. Na primeira eleição pós guerra, perdeu feio e deixou de ser PM.

  55. Parabéns pelo excelente artigo, Dr. Carlos Fernando os Santos Lima. Vivemos, na área política, tristes tempos. Houve um grande alento c/ a Lava Jato mas parece que Toffoli, Gilmar Mendes e Lewandowski, c/ ajuda de + alguns do STF, estão destruindo as conquistas da Lava Jato. Eu gostaria q a prisão em 2ª instância voltasse a vigorar, voltando Lula e seus cúmplices p/ a cadeia. Realmente falta liderança. Precisamos de líderes q conquistem o povo p/ sua erudição, inteligência e retidão moral.

  56. Parece mentira o autor do texto ser um Procurador da Força tarefa..trata-se de um texto VERGONHOSO com uma raiz ideológica que Brasil já conhece bem e que foi DESTRUÍDO por ele. O Sr deveria se retirar do nosso País já que ele é como o Sr mesmo disse “sem comando”e ir para Venezuela Cuba ou até mesmo para o País do Covid! Será menos um câncer para o nosso País. O Brasil agradece.

  57. Parabéns pelo artigo!!! Precisamos e devemos querer sempre mais de nossos governantes. Muitas arestas a aparar,mas a diminuição de partidos seria um bom começo.

  58. Brilhante, embora eu tenha restrições quanto aos nomes de políticos citados como líderes. Até podiam sê-lo, mas set um líder não necessariamente é bom para o país. Vejam os exemplos de Hitler, Stalin, Putin e Fidel, para citar alguns. Brizola iniciou a derrocada do Rio de Janeiro, ao inibir o combate ao tráfico de drogas.

    1. Concordo. Tirando as "figuras ilustres" citadas, ou pelo menos a maioria delas, é um ótimo artigo.

  59. Concord com a maioria da sua analise.C/ 500 crctrs ñ da para profundizar conceitos mas da para expressar.O sr deve imaginar a estima que temos para os componentes da L.Jato .Vcs foram ¨Homo Faber¨e merecem ser escutados.Ñ entendo portanto a sua incompreensão a respeito da ¨Consecutio Rerum¨ e Consecutio Temporum.mundo sera salvo pela Cultura a Arte e as Sciencias com Consciencia. Bolsnaro e´o Homo Faber que transitara´este Pais para o que os honestos almejam.Ñ entendo pq Vc nega o Nihil Obstat!

  60. Ter um lider temos. Agora nao se pode ter liderança com todos os poderes constituintes conspirando contra o Presidente. Lembre q seu heroi igles errou muito na 1 guerra e depois teve apoio maximo do povo ingles

  61. Vc citar o Brizola, Tancredo Neves e Arraes como exemplos de pessoas, é pegar pesado kkkkk. Já temos muita gente fazendo acontecer, o exemplo é o partido Novo 30.

  62. Carlos, no início de sua matéria, eu já estava com raiva de você,me parecia mais um petista enrustido,mas que bom que fui ao final da leitura de sua matéria! excelente ! e o que temos de melhor no comando do País, ainda é o Bolsonaro,se não fosse ele, imagina essa situação de pandemia, nas mãos do poste, comandado, pelo o larápio, estávamos todos fudido, temos sim que procurar outros caminhos, para fazer este País andar e o povo está acordando! ótima matéria!

  63. infelizmente, nenhum presidente, daqui para frente terá êxito. A fome de poder, não permitirá que apareçam novos líderes enquanto houverem políticos gananciosos. para que eu possa a vir ser presidente, o atual terá que fazer tudo errado. Mas quando eu for o presidente, farão o mesmo. então, enquanto não mudar o sistema, qualquer mandatário terá oposição. Não existe mais ideologia, apenas fome de poder.

  64. A matéria é quase boa... não fosse pelo fato do autor vangloriar figuras como Ulysses Guimarães, Franco Montoro, Tancredo Neves, Teotônio Vilela, Leonel Brizola e Miguel Arraes e dizer que eles se importavam com o povo. Esses não passavam de políticos profissionais com bons discursos e sede de poder.

  65. Apenas lembrando o autor, que durante a segunda guerra, tanto quanto hoje, antagonistas ingleses se uniram em prol do país. Churchil foi um líder, mas devidamente escudado pelo parlamento britânico. Aqui, em oposição, aproveita-se de uma pandemia, para tentar destruir o presidente, em prol de interesses comezinhos próprios de um parlamento fisiologista que teima em não acabar.

  66. JB traidor da LAVA JATO, O MENTECAPTO com seu olhar perdido quando tenta falar sério com sua linguinha presa, Para ele é normal 2 BI DE FUNDO ELEITORAL,// JUIZ DE GARANTIAS//ARAS//ANDRE MENDONÇA// FILHO RETARDADO SER EMBAIXADOR//ESVAZIAR SERGIO MORO//TRAIR BEBIANO//NEGAR SEUS COMPROMISSOS DE CAMPANHA ETC..ETC, E ET CETERA... enfim é O resultado de sexo anal entre ZÉ CARIOCA x CHAPOLIN COLORADOx RECRUTA ZERO.O Tonho da lua fala em "formação militar",nao MASCA CHICLETE E ANDA EM LINHA RETA, Ohh

    1. A BELLE ZEBU (ou será o?), continua mugindo. Nada de anormal, mugir é uma das características de quadrúpedes como ela (ele). Vá estudar Português, muar! De preferência concordância gramatical e pontuação. Aprobeite para reduzir sua porção de feno ou capim.

    2. Aqui temos um exemplar de bolsominon que não tomou as vacinas corretamente e acabou ficando com seu cérebro atrofiado.

  67. Esta revista virou um antro de esquerdistas! Não existe diálogo possível com esquerdopatas que veneram um bandido condenado. Já cancelei a renovação automática de minha assinatura.

    1. Este é, também, um enorme problema no Brasil. os ignorantes políticos. Não conseguem nem diferenciar, esquerda e direita. Mãezinha...

    1. kkkk Rogério! O filósofo inglês Karl Popper explica : “a ignorância não é a ausência de conhecimento, mas a recusa em adquiri-lo “.

    2. Aqui o problema é ainda mais sério queno do rapaz ali em cima, aqui é ignorância geral mesmo. Oh senhor...

  68. Eu também acho viu Marcos. Só pode estar de zoeira quem aí escreve, a não ser que se estivesse em outro lugar como a Maria citou, em blogs de notícias socialistas. Acho difícil a CrusoÉ ter assinante que apoia o comunismo, o socialismo, o tal americano socialista e que defende distribuição do dinheiro das pessoas que tanto trabalham, mesmo que elas ganhem honestamente uma fortuna de dinheiro e tenha sobrando. Sou classe média, mas não concordo com divisão de dinheiro dos mais ricos. Deixa eles.

    1. Os ricos são minoria. Deixa eles quietos! Preocupem com a maioria necessitada de tudo: escola, hospital, segursnça, perspectiva....

  69. As lideranças referidas pelo comunista, desculpe, colunista, foram as que escreveram a constituição de 1988 que trava as ações do Presidente e possibilita o incentivo à desobediência civil através das cortes e do parlamento, quando estes tem os seus interesses contrariados, isto é, quando são obstados de locupletarem-se.

    1. Sorte nossa temos esta constituição, que trava as ações do presidente, senão estaríamos realmente f...

  70. Diagnóstico perfeito e na mosca. Pior que o remédio pra esse mal está muito longe de ser descoberto. Sociedade com valores péssimos, jornalismo e comunicadores com viés político e verbas, políticos que são um lixo e líderes , esses nem existem. E o sistema político que temos foi muito exposto relatado no artigo, ou seja, sem chances de melhora . Tamos fu fu !!!!

  71. Carlos F. Lima merece um lugar de destaque junto com Moro e tantos outros que ajudaram na LJ. Um patriota de verdade. E seus artigos nesta revista estão excepcionais, parabéns.

  72. Muito bom o comentário. Muitos sabem disso e o q precisa ser feito. O grande problema é o COMO FAZER. Esses q atualmente esta o no poder cortam todos os caminhos em conluio entre si. A sociedade esperneia, fala e fala e nada adianta. Pena desse país tão grande e bonito q poderia e pode, por milagre de Deus ser um grande país.

  73. ... claro como um dia ensolarado. A vitória final, conforme sugerido no texto virá das mudanças necessárias na política e nos políticos mas, isto só ocorrerá se os brasileiros evoluírem como nação, através de um desenvolvimento educacional e conseguirmos definir nossos princípios, valores e propósitos. Este processo deverá ser conduzido por brasileiros interessados no bem do Brasil. Onde estão eles?

  74. excelente! é sempre um alento saber que tem gente pensando como a gente. Como falar ao Povo? Só as eleições nos salvam desta podridão

  75. A verdade é que o sistema político brasileiro como construído pela constituição de 88, deixou na mão de políticos execráveis que compõem o congresso, todo o poder. Um político mesquinho como Maia consegue bloquear as mudanças que o país precisa. Não vejo perspectiva, nem com uma liderança forte, de mudanças nesse sistema democrático.

  76. Dr Carlos Fernando, artigo irreprochável, parabéns! Uma verdadeira aula da história recente do Brasil e do mundo. Pena que a nossa classe política está se lixando para o que é certo e moralmente aceito. E nós, eleitores, também ainda não entendemos que esse filtro moral e de qualidade dos nossos representantes começa pelo VOTO CONSCIENTE. Deus ilumine a mente de nós, brasileiros.

  77. Por tudo isso uma intervenção que faça limpeza no congresso espúrio e no judiciário viciado melhoraria o país, qualquer indivíduo que queira liderar hoje a mudança no país vai ser confrontado com essa estrutura podre onde gente como botafogo, batoré, beiçola, toffoli exercem grande poder. O Bolsonaro pode até ser tosco mas é brasileiro e realmente quer o bem do país mas a corja é freio de mão.

  78. Não ajudou em nada. Nosso presidente foi atacado e muito, desde antes das eleições. Todas as forças do velho esquema se juntaram, inclusive os petistas do STF, como agora as do DEM com Maia, Caiado e Mandeta e vc vem dizer que nao há liderança. Se tivesse recebido um STF isento, seu governo está a 1000 por hora. Você eh mais um bate panelas. Vou para a www.revistaoeste.com

    1. e alguém acredita que esse nefasto congresso e a maioria dos nefastos políticos vão fazer algum tipo de reforma q mude radicalmente o status quo? que a maioria dos ministros de toga vermelha vão permitir a limpeza? a democracia ja esta agonizando, pra ser otimista, então a reação do lider e do povo, tem q ser forte pra romper esse mecanismo, Bolsonaro está tentando mas acho q pela via “democratica” será difícil. ele não é culpado dessa deterioração política , mas o povo q vota nesses canalhas

  79. Muito bom artigo, parabéns. Sem novos líderes que sejam exemplos vai ser muito difícil mudar o Brasil. Acredito que uma boa referência para os novos políticos seja Bernie Sanders que é um socialista democrata. No Brasil temos social democratas como Ciro e o Lula. Mas o Lula cometeu erros, se envolveu em corrupção e tudo mais. Mas não tem como negar que o Lula acabou a miséria, acabou com a favelas e as transformaram em comunidade, pobres fizeram faculdade e viajaram de avião.

    1. Este americano o Eduardo admira é o cara que se encontrou com o Luladrão e que são amigos de ideologia socialista comunista??? Faz me rir, impossível levar a sério um comentário deste, um cara ou mulher que pensa desta forma e que defende socialismo que é uma arma tão mortal para as pessoas que gostam que gostam de lutar para conquistar condições melhores de vida. Se ficar de braço cruzado o capitalismo é mortal mesmo. O Estado jamais pode ser assistencialista. Cada um que corra atrás do seu.

    2. Uma vez entrei num restaurante que eu já não frequentava há algum tempo e o velho garçom português que costumava me servir perguntou: "o senhor é o senhor mesmo, ou é aquele outro?". Respondi: "sou eu mesmo" e ele, "ah!, ainda bem". Agora cabe a pergunta: esse Eduardo é o verdadeiro, ou é aquele fake?

    3. E mais uma observação Eduardo, esta sua ideia de carne, pecuária e de candidato socialista norte americano é surreal e de extrema provocação. Ainda cita Lula e Ciro, aaaafff

    4. Rapaz aprenda sobre meritocracia. Eu sei que este termo, além da palavra trabalho, assusta qualquer cara que defende comunismo e socialismo. Mas a meritocracia deve ser ensinada até para os filhos, que na vida nada é fácil, o mundo é uma selva, e tem que correr atrás para ter um ligar de destaque. Odeio bancos, os canalhas ganham milhões sem produzir nenhum produto físico, sem fábrica, sem desenvolver tecnologia e remédios. Taxar só os banqueiros seria legal, mas concordo que depois generaliza.

    5. Nunca da certo quando começa com este papo de "dividir fortuna", de "taxar os mais ricos ou os que ganham mais". É tipo a regularização de imprensa que os partidos de esquerda defendem. Começa regularizando aqui e ali, depois abre a porteira para censurar tudo. O raciocínio é o mesmo para os casos de querer taxar quem ganha mais. No começa pega os banqueiros, por exemplo, e depois de 2 anos amplia para as classes média. Em uma década, o país só terá os ricos (socialistas do Poder) e os pobres.

    6. Infelizmente foi só os mal feitos que atrapalharam o lula ter feito deste país a nação mais próspera da galáxia....Hahahhahahahha deve ser uma piada isso.

    7. Me desculpe, mas por que você não vai frequentar os comentários da Carta Capital, Midia Ninja, revista Fórum, Brasil247 e demais noticiários de cunho socialista? Aqui dificilmente os assinantes vão concordar com suas idéias de viés cubano, venezuelano e de americano comunista. Quando começa a falar de "distribuição de riqueza" já perdeu o respeito aqui.

    8. Por exemplo, me contaram que na Dinamarca e em países nórdicos existe o puro socialismo democrático. Mais até do que na Alemanha e França, que também seguem esta linha que oferece educação e saúde igual para todos. Nos EUA os capitalistas opressores atacaram muito o social democrata Bernie Sanders, pois este sim tinha a capacidade de transformar os EUA numa potência igualitária, sem desigualdade social, sem armas e sem pecuária. As pessoas têm que parar de comer carne, a pecuária é nociva.

  80. Leonel Brizola... não foi nada além de uma casca. O que ele fez no RJ ainda é sentido até hoje, com a criação de zonas sem atuação da polícia

  81. A menção sobre a boa situação financeira das famílias dos presidentes do senado e da câmara tem pouca importância, o pecado principal foi omitido. Um pertence a tradicional família de grileiros e o outro é frequentador assíduo nas planilhas da Odebrecht.

  82. Um dos melhores artigos que vi na imprensa brasileira desde há muito tempo! Lúcido,agudo,certeiro no diagnóstico e na proposição de caminhos,coisa que o jornalismo parece ter perdido a capacidade ou interesse de fazer.

  83. ...Divergentemente só localizo Franco Montoro como formador de líderes que influenciaram o país no caminho da soberania nacional, assim mesmo com controvérsias. Os demais são herdeiros do getulismo fisiológico. que ainda comanda o malvado raposismo polilitico. Cito a mídia oportunista como instrumento perverso nesta crise de valores.

  84. Ao citar Churchill, pratica-se um gesto grandioso de Justiça e resgata-se, sem dúvidas, o maior líder humanitário do século XX. A Grã Bretanha e o seu povo, quase solitariamente, no início, assegurou sob sua liderança perseverante, segura, irretocável e responsável a sustentação da Democracia mundial. Correto o lamento sobre a falência de líderanças nacionais na política brasileira.

  85. Ainda não foi desta vez que colocamos um estadista na Presidência da República. Um novo Jânio Quadros surgiu, mas agora sem a vassoura.

  86. O Brasil necessita urgente de boas faculdades para políticos e concursos específicos como qq outro trabalhador. Necessitamos tb que os mesmos sejam fiscalizados , e que os mesmos sejam impossibilitados de estar criando leis e projetos em seu benefício próprio. Chega de pagarmos essa conta!

  87. Excelente reflexão ,mas como mudar todas essas malezas com esse STF , CONGRESSO NACIONAL,ELITE EMPRESARIAL (POPULISTA), SINDICATO PARTIDÁRIOS pelo voto vamos demorar +- 100 anos ou mais, porque essa gente não vão querer perder suas boquinhas? sou parlamentarista ,mas sem a mudança dessa gente não vais adiantar sistema de governo, gostaria para o povo brasileiro (mesmo sem gostar da monarquia -brasileira foi horrível - mas os sistemas que passamos não aguentamos mais) o sistema Dinamarquês

  88. Perfeitas suas colocações. Entretanto, o Brasil tem presa e isto só irá ocorrer fechando a praça dos três poderes para balanço! Como isto não irá ocorrer nossa única chance são eleições a cada dois anos. O Brasil entrou num looping, e nada parece nos abalar. Esperar que a classe política esteja comprometida com o Brasil, só sentando, porque há 30 anos os parasitas não fizeram nada para mudar esta situação. Como sobreviver nesta crise se 50% da população não tem água potável e saneamento?

    1. Faço minhas suas palavras. Texto brilhante. Preciso, objetivo, verdadeiro e de profundo sentido. Para reflexão permanente, de agora para os próximos dez, vinte anos.

  89. Muito bem posto. Mas novas lideranças surgem, SERGIO Moro, que o senhor bem conhece, e a bancada de deputados do Partido Novo.

  90. Excelente reflexão, infelizmente sem luz no fim do tunel. Quem seriam os homens e as mulheres do bem, com raciocínio, formados e capacitados, que querem-se sentar naquela lama de populistas de ideologias fracassadas e ultrapassadas? Seres de cabeças fracas que querem ter, sem ser e sem fazer, vêm sua unica chance na vida na politica. E claro, longe de fazer politica, basta ser bom pra enganar e roubar. Então quem seria a pessoa do bem que vai aguentar a vida no meio destes corjas?

    1. Vai precisar de um exército de homens e mulhers altamente instruidos, formados, estrelados e treinados de lutar sob quaisquer condições em qualquer lama para colocar ordem na bagunça, pacificar o país da polarização, que só destrói e ensinar novamemte valores humanos, democráticos e eticos. E se não acha na terra, tem que ser ETs, rsrsrs

  91. Cada vez que BolsoNERO abre a boca me dá uma vergonha alheia e uma tristeza profunda da forma como somos motivo de chacota no mundo. Eu poucas vezes na minha vida vi uma pessoa tão despreparada e tão obtusa como BolsoNERO. Ele é incapaz de formular uma frase lógica.

    1. Tão despreparada e tão obtusa... Você esqueceu da Dilma, Collor, Lula, Sarney.... Uns mais despreparados, outros mais obtusos, outros muito corruptos... Não é a toa que este país está como está.

  92. Que grande texto! Que grande suma do triste momento brasileiro. Mas indago: como mudar democraticamente, se a capacidade legislativa se encontra na mão desses crápulas e o povo, escravizado, só é chamado a pagar mais e mais impostos e a ratificar nas urnas a cada 2 anos esses mesmos pulhas e ladrões?

  93. Imagino em uma guerra um certo Capitão comandando um batalhão. A chance de não sobrar um vivo ia ser grande. Vamos lá! as armas deles é espingardinha de pressão, não machuca nada. A sorte do exercito é que não deu certo, virou político, como um metalúrgico que também não deu certo e virou político. Azar o nosso.

  94. Contradizente. Churchil foi herói, mas perdeu a 1ª eleição pós Guerra. Nossas eleições são caras , entretanto a do Bolsonaro desmente este argumento. Citam Líderes, Ulysses Guimarães, Tancredo Neves etc. Ulysses sempre mal votado e Tancredo Neves, politicagem de bastidores. O que entendi desse artigo, foi uma brecha para falar mal do Bolsonaro.

    1. . Cada um vê a realidade do jeito que quer. Pra falar mal do Tosco não precisa de brecha.

    2. Concordo, Kleber! O importante para os Antas é falar mal do Bolsonaro! Será que também querem as benesses suprimidas no governo atual?

  95. A mim , só me resta aplaudir as idias expostas no artigo acima. Não há uma só linha da qual eu me atreva a discordar. Dispensa comentários. Parabéns ao autor.

  96. O atual presidente é rude, direto, sem “papas-na-língua”. Além disso ele é “sanguíneo”, tem personalidade forte e confrontativa. É o sujeito ideal para esse momento no Brasil, já que ninguém combate meliantes com bombons, flores e lenços brancos na mão. Tudo isso é verdade sobre o presidente, mas ele não prevarica e tenho absoluta certeza que ele tem amor à pátria; não há nenhum caso de corrupção desde que ele assumiu e todas as suas ações apontam para o caminho da decêncIa e integridade.

    1. Sempre tenho calma e idoneidade. E vergonha na cara também.

  97. Como é possível falar em “abuso do poder financeiro” sem citar a nefasta influência do poder econômico no sistema político e na atuação do Estado? Grandes empresários e suas entidades, como FIESP, CNI, CNA, FEBRABAN e tantas outras, interferem o tempo todo na atuação dos poderes, sabotando qualquer iniciativa de interesse geral que interfira em seus interesses particulares. Quantos não estão, nesse exato momento, pressionando pelo fim do isolamento, mesmo que isso acarrete milhares de mortes?

    1. Sou de classe média e odeio Bancos. Não fabricam nenhum produto físico como uma indústria, não produzem remédios e nada de útil para a humanidade. E ainda ganham muito dinheiro em cima dos que produzem. Por outro lado, sou totalmente contra arrancar dinheiro deles como forma de distribuição, que é o desejo dos socialistas. Não deve tomar dinheiro nem de banqueiros e nem de qualquer empresário. Não tenho inveja da pessoa que tem uma Ferrari, só porque nunca poderei ter uma. Socialista é bandido.

    2. Pensamento fraco de socialismo, eu hein. Vai dividir sua grana com os mais pobres então.

    3. Enio, a reforma agrária também é necessária. Não pode alguém ter muitas terras e outras pessoas não terem nenhuma. O Brasil é grande. Mas isto é difícil, pois milhões de pessoas continuam comendo carne, ainda não evoluíram para uma alimentação mais sustentável, barata e saudável. O grupo pecuarista exerce forte poder para impedir a reforma agrária, pois a pecuária precisa de muitas terras. Culpa deste capitalismo opressor, aonde têm pessoas com muito dinheiro e outras que não têm comida na mesa.

    4. Enio, o capitalismo opressor presentes em muitos países, completamente dominado por grandes empresas, pecuaristas e bancos, impede uma melhor distribuição da riqueza. Com isto vem mais desigualdade, mais pobres sem oportunidades. O social democrata Bernie Sanders é um grande exemplo de líder que pensa nesta linha, de educação e saúde igual para todos. Não é comunismo. É apenas um socialismo democrático que tira parte do dinheiro daqueles quem tem muito e da aos pobres.

    5. Enio, uma coisa é a capacidade de sobrevivência das grandes empresas, outra é sua baixíssima tolerância ao prejuízo. Se você ignora o poder dessas empresas junto ao governo e aos políticos, sinto muito, você está no mundo da lua. O cidadão de baixa renda e as pequenas e médias empresas precisam de ajuda do governo, mas, como eu disse, o governo trabalha para os grandes, por isso não há nenhuma pressa para ajudar os mais fracos. Para piorar, eles querem o caos para legitimar sua narrativa.

    6. Está redondamente enganado, esses grandes tem caixa, influencia, crédito e podem ficar muito tempo fechados. O problema é para os pequenos e médios que não tem nada disso A quebradeira vai ser muito pior do que o resto. Pensa no Sudadao que tem um pequeno negócio, vivia disso, despesas continua e faturamento zero. Justificava uma parada curta para dar tempo para hospital se preparar , mas não esse tempo todo fechado

  98. A polarização em épocas de crise é sumamente nociva, tanto como dar ouvidos à patrulha da quarentena, que se agarra a verdades pseudocientíficas com fervor ideológico – conduta não apenas ilógica, mas também estúpida e suicida. Somente a união e o entendimento é que traz a força necessária para vencer tal crise, em grande parte legada pela era da criminosa corrupção sistêmica e homicida combatida pela Lava Jato.

  99. Winston Churchill não teve o parlamento contra ele. Não teve os subrepticeos políticos inconfirmados com a nova postura de não lotear cargos e ministérios tentando minar o governo todos os dias. Eram tempos de pessoas (e lá na Inglaterra, políticos) com princípios.

    1. Ele também não teve e não priorizou 3 filhos incompetentes. Não existem santos na política brasileira...

  100. Excelente análise! Qual o maior crime: comprar ou vender voto? Que significa gastar numa eleição mais do que o total recebido pelo mandato? E a Justiça Eleitoral aprovar? Se os traficantes de escravos sustentaram a Côrte e agora outros tipos de traficantes sustentam muitas “autoridades” na vida real, é possível ter esperança? As atuais castas ainda poderão aprender as lições da História? Muitos brasileiros poderiam mudar a realidade do país, mas como competir com esses líderes sem escrúpulos?

  101. Sr. Carlos, Bolsonaro não está roubando nem deixando roubar, foi sábio ao escolher uma equipe de ministros corretos, trabalhadores e competentes. Perfeito não é, mas devemos sim, dar apoio pois Bolsonaro não negociou com os políticos canalha. Quanto ao momento covid-19, nenhum país está maravilha. Temos que ter compromisso com o Brasil. A velha política quer voltar.

    1. Já dei meu apoio ao Bolsonaro,votando nele uma vez. Ele já cumpriu seu papel : impedir que a ORCRIM voltasse ao poder e destruísse de vez o país. Agora basta. Precisamos algo melhor.

    2. Edmar, o Sr. tem razão e é com apreensão que vejo (creio que todos os brasileiros) esse bando de chacais - Maia, Alcalumbre, Caiado, ACM Neto e outros menos votados, tentando arruinar o país para se beneficiarem politicamente. Aonde chegaremos. Quanto ao artigo do Carlos, está perfeito, lamentavelmente. Quando sabemos que a nossa população letrada é constituída de 70% de analfabetos funcionais e eleitores de cabresto, não vejo perspectiva de um futuro melhor. Vamos aguardar o asteroide de 2175👀

  102. É isso aí!!! Resumido o caótico país sem perspectiva de futuro. os políticos lutam para chegar ao poder pelo poder. Depois que chegam lá, sofrem ataques dos que lá não chegaram e esse ciclo se repete. Se esquecem do principal propósito a que se propuseram: governar!!! E os perdedores tb se esquecem de, como cidadãos, ajudar o governo eleito a melhorar o país mas, ao contrário, voltam ao ciclo de ir contra para quem sabe, na próxima vez, chegarem a ser os perseguidos da vez no poder!! Lamentável!

  103. Discordo! O que falta ao Bolsonaro é uma boa equipe de ghost writers. Fora um pecadilho aqui outro ali, ele está intrinsecamente certo. A equipe que contratou é de primeira. Algumas escorregadas como o Weintraub: o que esse moço tem na cabeça - por favor, o livre pensar é só pensar (MF) e outras maluquices, mas o 'core' é de primeira. Bolsonaro até que fala bem para platéias amigas, mas quando se trata de platéias hostis, teria que melhorar muito para chegar ao mediano.

  104. BEM LEMBRADO,NOS FALTA UM ESTADISTA DO PORTE DE WINSTON CHURCHILL,MAS O NOSSO ESTADISTA,ACREDITO,NAO ENTROU NEM NO ESTADO DE GESTACAO.

  105. De fato falou bem sobre quase todos os sujeitos responsáveis pelos disparates atuais, porém se esqueceu de nominar as barbaridades que vem dos togados de instâncias superiores e extraordinárias !!!

  106. como é fácil romantizar a história depois de anos de ocorrido os fatos. É...., talvez não tenhamos um churcill, mas temos um presidente DEMOCARTICAMENTE ELEITO PELA MAIORIA dos eleitores, pode não ser, e, até não ter, neste momento, a estatura política de churcill, mas quem sabe no futuro, em um arroubo de romantismo, ou quiçá de realismo, também não descreva o atual mandatário de forma muito melhor do que os que o precederam desde a "redemocratização" do Brasil.

    1. Collor, FHC, Lula e Dilma também foram democraticamente eleitos. Dois caíram e outros dois deveriam ter caído. O capitão é só mais um canalha que venceu as eleições e tenho esperanças de que vá desempatar o jogo a favor dos caídos.

  107. Dr.Carlos ao terminar de ler sua narrativa senti uma tristeza, alguma coisa como: não temos pátria, não somos Nação, não temos governo e o pior, expectativas de melhoras. A pergunta que eu lhe faço é a seguinte: mesmo depois da pandemia, como poderemos sair melhores e maiores se não somos ouvidos, só enganados?

    1. Alvaro, v. deseja a tradução do meu texto em língua inglesa ou num português que v. tenha condições de entender? Não tenho mania de erudito. Acumulo cursos de nível superior no Brasil e fora dele. Ensinei em universidade brasileira e norte-americana. Acima de tudo, não convidei você a entrar nesta conversa. Cresça e apareça. Estude e deixe de agir como se fosse um sabido. Só o Lula nasceu onisciente. Traduzindo, só o Lula parece convencido de que ao nascer tudo sabia.

    2. Putz Gegê, essa sua "panca" de erudito e intelectualizado fez do seu comentário um verdadeiro "saco de gatos" com todos miando aos berros, sem que nenhum entendesse nada da sua própria desdita. Meu chapa, eu duvido que,agora, vosmicê consiga traduzir o que escreveu. Ganhará uma assinatura gratuita de revista Caras, da falida Abril. Quaquaqua.. AlvaroCosta, além dos outros alvaros que aqui comentam. Não confundam, please.

    3. Alexandre, que verborreia é essa? V. faz lembrar a Agnese Ascalone, do filme Sedotta e abbandonata, fingindo-se frustrada e aborrecida após ser seduzida pelo namorado de sua irmã, durante uma longa siesta siciliana. Pietro Germi, o diretor do filme, provavelmente incorporaria seu texto lacrimoso à sua obra prima. Democracia implica luta contínua, dispensando os crying babies e escribas de frases tão malajambradas quanto suas ideias subjacentes. Enganados por quem? Por algum sedutor de ocasião?

  108. Diagnóstico amplo e abrangente. Receita apropriada e oportuna. Obrigado, Dr Carlos Lima, pelo brilhante recado aos predadores de nosso país.

  109. Parabéns! Carlos Fernando pela leitura perfeita do Brasil real . Ninguém espere mudanças pelas mãos dos políticos que aí estão.Só o povo unido,consciente e nas ruas pode mudar o triste estado a que chegamos.Depois,as escolas que nos últimos tempos só têm formado fanáticos inconsequentes.

    1. Povo unido como o MBL, e Kim Kataguiri??? Um aproveitador, e como se aproveitou do povo brasileiro, que é incauto, que não sabe votar, que vota pelo moço bonito, pela moça bonita??? Nos meus 70 e poucos anos de vida, jamais consegui encontrar um político que merecesse meu voto, basta ver o Mandetta, que fala bonito, tem boa aparência, é simpático, mas um sujeito que tem por baixo de seu jeitão charmoso processos por roubo, -vulgo "desvio"- de dinheiro público...

    2. Cara Maria, perfeita sua leitura! Mas as ruas estão tomadas por partidários anencéfalos, incapazes de apontar para os defeitos mais escancarados dos seus líderes. Brasil dividido entre cegos e os que não querem enxergar.

  110. Prezado Dr. Carlos Fernando dos Santos.....Parabéns pelo artigo...E infelizmente a melhor saída para o País.....É o embarque para um Voo Internacional....

  111. Parabéns Calos Fernando; excelente artigo que bem retrata nosso País tão rico por Sua Natureza e ao mesmo tempo tão pobre de valores humanos.

  112. Interessante o articulista, no presente artigo, ao elogiar, e com muita razão, a liderança do Primeiro Lord do Almirantado, Sir Winston Churchill, esquecer-se da difícil decisão que o Primeiro Ministro teve de tomar para salvar o exército inglês sitiado em Dunquerque. Sacrificou alguns poucos milhares de soldados britânicos, mas salvou 330.000.

  113. Excelente texto. Expõe com mta clareza a trajetória de nosso país a partir decada de 80. Apreciei cada parágrafo pq tb vivenciei esse " triste" percurso. E torço pela reforma política. Menos partidos patifes e mais eleitores atentos!

  114. Ao Sr Carlos Fernando Lima, que expõe seu pensamento, mesmo tendencioso, lembro que o Sr Churchill não era acreditado pelo parlamento da Grã Bretanha. Era considerado: um bêbado, bonachão, assassino, motivo de piadas, entre outros. Somente ao final da guerra sua imagem mudou. Vamos aguardar ?

  115. O texto é brilhante. Precisa continuar propondo possíveis soluções que sejam alternativas ao fechamento do congresso e do STF, para eleger uma Assembleia Constituinte com mandato de 2 anos sem direito à reeleição dos componentes por um período subsequente. Isto permitiria acabar com privilégios, redefinir competências, forma e regime de governo, número de deputados e senadores, processo legislativo,normas tributárias etc,etc,

  116. O Brasil desses trinta anos de 'redemocratização' tornou-se uma universidade de bandidos. Eles estão lotados em todos os lugares da máquina estatal, em todas as esferas da República. Muitos estão também no meio empresarial brasileiro.

  117. Desculpe egrégio Procurador. Muitos milhões tem líder sim. Conta também com serviços de muita gente competente. O desafio dele é bem maior do que foi a lava jato. A história aguarda ansiosamente para ser contada.

  118. De pleno acordo Carlos! Diria, porém, que ao fim da guerra, Churchill constatou que "matamos o porco errado". E o porco certo, o comunismo, na época liderado por de Stalin, nos aflige até hoje. E está só festejando tudo o que você trouxe à tona com muita propriedade!

  119. O melhor discurso que já li apoiando a ideia do partido NOVO. Exatamente como vejo. Uma mulambada na política que não conseguiria se filiar no NOVO. Comecem a ler o estatuto a mudança está a caminho

  120. Churchill, na ocasião em que o Brasil entraria na segunda guerra mundial, tentou impedir à participação nossa, dizendo ao Presidente Roosevelt dos EUA: - Sou contra, pq o Brasil é um país rural, e os brasileiros “são um bando porcos preguiçosos!”

  121. Muito bem colocado. O buraco é mais embaixo e lideranças sábias são realmente necessárias para indicar o caminho a ser trilhado. Estão em falta .

    1. Totalmente de acordo, Almerindo. Texto idiota e inconclusivo. O que pretende ele afinal, já que não diz claramente qual a solução do problema? E chega dessa paranoia de culpar a classe política de tudo o que acontece de ruim no País. Quais são os bons exemplos que nos dão o Judiciário e o Ministério Público? O do corporativismo imoral e predador? As benesses e penduricalhos infindáveis? A farra de vencimentos acima do teto constitucional? Que tal uma autocrítica no próximo artigo?

    2. A visão de líder e ou salvador da pátria só tem nos legado destinos nefastos que vão de Lula a Bolsonaro. Acredito que sem uma verdadeira reforma política para mudar completamente as estruturas de poder no Brasil, nada mudará. Também acredito que essa reforma política não pode ser capitaneada nem pelo nosso atual Governo Federal e muito menos pelo nosso atual Congresso. Qual a solução? O caos do pós pandemia e economia quebrada vai ser o caldo a ser entornado e motriz de uma revolução...

    3. Concordo contigo, Almerindo. A bem da verdade, me permita acrescentar, não confio em gente que precisa de "lider". São um bando de cagão procurando um homem pra se esconder atrás dele.

    4. Só porque realista? Quer narrativas tipo "Lula é o político mais honesto do Brasil"?

  122. O número de partidos políticos no Brasil é um absurdo. Mas como resolver? Como é possível que nenhum partido tenha sido cassado depois do que foi provado na lava-jato? Quanto a líderes, como superar a tara dos brasileiros por ladrões, analfabetos e incompetentes?

  123. Eu tinha o senhor Carlos Fernando, enquanto integrante do MPF, como pessoa sensata. Como o Senhor quer, num passe de mágica, agora que conseguimos derrubar o PT, num país com a corrupção impregnada em todos os partidos e no judiciário, reclamar a falta de liderança de um poder executivo que desde o dia em que assumiu só está sendo cerceado pelo poder legislativo, judiciário e a imprensa. Não sabia de sua tamanha ingenuidade, Senhor Fernando. A Inglaterra é um país com tradição de guerra.

    1. Que continuem chorando minha filha, o que não podemos é legar o nosso futuro ao sabor dos interesse pessoais de uma família tão corrompida quanto a escumalha vermelha. Existem os eleitores conscientes e atentos a todas as escolhas de seus eleitos e existem os gadinhos lobotomizados iguais a você. Boa sorte com a sua alfafa diária.

    2. Os petistas sempre vão chorar a perda da grana que vinha fácil.

    3. Veronica, esqueceu do filho rachadinha e suas consequências nefastas para esse mandato atual do JB? Esqueceu do acordão com Toffoli? Da fritura do Moro? e da escolha nefasta de um PGR claramente petista e amigo próximo de Toffoli, Dirceu e Rui Falcão? Carlos Fernando está certo e você só pode ter sofrido lavagem cerebral.

  124. Considero que o Ministro Sergio Moro tem perfil, competência, compromisso com o pais e reconhecimento nacional e internacional para ocupar este papel.

    1. Aparentemente sim, Paula. Resta saber se ele vai encarnar tal compromisso com a nação e se ele realmente deseja isso. Vamos torcer para melhorar o quadro político no congresso em 2022 e termos representantes do calibre de um Sergio Moro pleiteando o cargo máximo da nação. Nosso Brasil, após essa crise humanitária, precisará de um verdadeiro UP político no Brasil.

  125. Vamos colocar Churchill hoje na cadeira de Bolsonaro. Como reagiriam as velhas raposas que aí estão há muito roubando o País. Vcs acham sinceramente que eles iriam se importar com a liderança do Churcill? Iam fazer exatamente o que fazem contra Bolsonaro ou qualquer outro que estivesse tentando interferir no esquema da Câmara, do Senado, do Judiciário, dos Governos Estaduais, e etc. Aqui nem Churchill conserta.

    1. Churchill não ouviria astrólogos picaretas para saber o que fazer.

    2. Acredita mesmo que o Bolsonaro é a oposição a corja corrupta q comanda as pautas do congresso? 2019 foi muito claro no sentido contrário. Um verdadeiro Churchill colocaria a nação em primeiro lugar e os filhos não teriam a prioridade que tiveram.

  126. Perfeito Carlos Fernando! Sou da sua geração e sinto exatamente a mesma coisa. Nos falta propósito, causa, utopia. Como dizia Eduardo Galeano “não acalcamos a utopia. Mas para que ela serve? Serve para isto: para caminhar”. E eu modestamente completaria: para caminha na direção certo, do bem comum.

  127. Sim Carlos. Sem uma reforma política o país não decola. Na minha cabeça só há uma solução, que infelizmente tem que ser radical, mas deve ser provisória e de tempo determinado. É o fechamento do congresso e do STF. Zerar o sistema político, fazer todas as reformas nescessarias mudando a cosntituição e dar o prazo certo para eleições gerais em 2 anos. Após dois anos, uma vez eleitos os políticos perderiam todas as regalias, viagems, ganhos adicionais, etc. e só concorreriam fichas limpas.

  128. Na boa, com esse atual estado de direito, com esses poderes medíocres, devassos, independentes, harmônicos e mancomunados na corrupção, que passam de pai para filhos, só mudará à força, na botina, no coturno.

  129. Parabéns pela brilhante análise histórico-conjuntural. Absolutamente assertiva. Apenas uma única ressalva: o atual PR - a quem não teço loas - salvou-nos de uma outra pandemia: a corrupção do(s) partido(s) governante(s) da ocasião (embora não totalmente). Talvez deva ser esse o seu único mérito !!!???

    1. Desculpa, não foi ele que nos salvou, mas sim o enorme grupo de eleitores pró-lavajismo e anti-petismo. Calhou dele ser o único a levantar a bandeira de defesa desses grupos com potencial de ser eleito. Infelizmente não continuou a levantar essas mesmas bandeiras após sua diplomação. Mas 2022 está logo aí, vamos torcer para aparecer quadros melhores para não acontecer o fla flu irracional do 2º turno de 2018.

  130. Mais uma. Ver pessoas, cidadãos, cidadãos apoiar uma babaquice dessas é de doer. Ver pessoas, cidadãos de uma república aplaudur um servidor público, com o poder que tem o MP reclamar um líder é de desacorsoar. Tá loco. O gente frouxa, fraca, tem vão é andar no cabresto pra toda a vida. Gente frouxa. Lider? Era só o que me faltava.

  131. Sem essa de líder né? Bah. Eu não sou desse tipo de pessoa que precisa de luderança. Pra mim um sujeito que foi procurador república, que parece ser o caso, reclamar liderança é muita falta de bala na agulha. Nós precisamos é de instituições que tenham verdadeira vocação para servir ao interesse público. Nós precisamos é que a sociedade saiba que é ela é que manda no Estado e não o contrário. Vir lembrar de Ulisses Guimarães, Brizola... É pra dessa cambada que temos de cobrar o festival de corru

    1. Pablo, se tu és do time dos que aprecidam um líder tudo certo. Se tu acreditas em Estadista, seja feliz. O assunto entre nós não vai render, nós não jogamos no mesmo time e tu tens muito pouco a cintribuir, meu caro.

    2. Maxu, qual foi a parte do texto que vc não entendeu? Ou vc acha mesmo que Bolssanaro é um ESTADISTA??

  132. Melhor análise que li em muito tempo! Quando vejo a imprensa, toda ela, tratando Rodrigo Maia como se fosse um estadista, não consigo ter esperança nenhuma no futuro.

  133. Concordo em gênero, número e grau com suas ideias. Elas se apresentam com uma inteligência e lucidez admiráveis. Sem dúvida, o melhor texto da Crusoé desta semana! Parabéns, Carlos Fernando Lima!

  134. Não vislumbro inteligência ou honestidade na reportagem que comento.Ora, sequer deixam o presidente governar para saber se ele é líder ou não. A velha política juntamente com impressa desleal e sem nenhum patriotismo não dão trégua ao governo. Daí fica difícil governar ante tal canalhice.

    1. Laercio me desculpe mas líder se avalia pela cria. Os frutos mostram a qualidade da árvore. Nosso presidente infelizmente é muito despreparado mas com ótimas intenções. Servirá como transição ao NOVO

    2. Não é questão dele Governar. Ele é incapaz, burro, ególatra, despreparado, não tem capacidade nem de administrar botequim (com perdão a eles pela comparação), pois o gestor de um botequim tem competência e visão de suas necessidades, virtudes que este Presidente nem de longe, tem ou conseguirá ter pelo seu Caráter.

  135. Precisamos reconhecer a força moral não é o forte do brasileiro. A classe política é o retrato do povo brasileiro. Não há esperança!!!

  136. Quanta sensatez! Quantas Verdades juntas! Quantas evidência e obviedades que não enxergamos ou não queremos enxergar! Parabéns, ótimo artigo.

  137. Só faltou mencionar que Churchill, depois de liderar o Reino Unido na guerra, perdeu as seguintes eleições. A vitória era mais importante que as eleições. Coisas de estadistas. Não só sentimos a falta de líderes mas também de estadistas.

  138. fazer críticas ao atual Governo se tornou muito fácil e virou moda. Esse comentário deveria ser endereçado maioria do povo brasileiro que não sabe votar. Pais em que seus eleitores votaram em Lula (por duas vezes)e na incompetente Dilma (idem) não merece outra coisa que não seja o atual govermo. Merecemos o que somos atrasados e ignorantes.

  139. Queria ver o Churchill aqui no Brasil com o Maio, Alcolumbre e centrão. Para essa turma, só "sangue, suor e lagrimas" é muito pouco, tem que vir junto o "cascalho"

    1. Acorda Paulo, o colunista está certo, nosso atual presidente não é muito diferente dos que você citou acima.

    1. mimimi... Bolsonaro montou um time razoável de bons ministros, teve a maior renovação legislativa desde a redemocratização para lhe ajudar nas reformas e mudanças necessárias, mas trabalhou contra si mesmo em 2019 e continua nessa toada em 2020. Trabalha para prejudicar o trabalho dos ministros, dinamitou sua base aliada no governo para poder proteger o filho rachadinha e dar vazão irracional ao grupo olavista do filho carluxo e guru gagá. Não existem santos nessa história triste...

  140. Numa monarquia isso não teria acontecido, pois teríamos um líder nato. A república, em todos os países que a adotaram, foi o caminho da corrupção, incluindo os EUA. A república é cara!

    1. Pelo amor de Serapião, xará. Tudo é permitido nessa gandaia tupiniquim, mas.. voltar à monarquia em pleno sec XXI, e ver uma meia dúzia de desocupados, da famigerada famíglia Orleans e Bragança, nadarem em suas piscinas à base de champagne francêz, enquanto o resto se contentarem c/ pão e mortadela é mesmo o FIM DA PICADA. Alvaro Costa (sem assento hem)

    2. Nosso JB, assim como seus antecessores, não estão longe do perfil de um Calígula ou Nero.

    3. Uma monarquia com JB como imperador e hoje estaríamos muito pior. Estou com o colunista, não existem santos em nosso momento atual, só oportunistas se preocupando com dinheiro ou poder, ou os dois.

  141. Não apenas o Brasil, mas o mundo carece de líderes com a estatura moral de Churchill. No entanto, discordo em parte do texto no que diz respeito a falta de projeto. A grande tarefa é a da reconstrução de um país que foi destroçado pela corrupção de escala planetária e que vinha sendo executada razoavelmente, apesar dos percalços que são inerentes às democracias. A crise do novo coronavírus parou o mundo. Mas acredito que teremos condições para retomar o caminho que vínhamos trilhando.

    1. Perfeito Fernando, esse pessoal é muito bitolado para não conseguir enxergar o óbvio. Infelizmente JB se mostrou apenas mais do mesmo e incapaz de liderar o país diante de uma crise humanitária. Vemos agora claramente o quão nefasta é para o país essa regra de reeleição. E olha que ele disse ser contra isso em campanha.

    2. Caminho que vinha trilhando com acordão que livrou Lula da cadeia e Aras na PGR?

  142. Carlos Fernando, admiro seu brilhantismo c/Procurador da Lava Jato. Criticar o Capitão é fácil p/você e p/outros. Só não analisam que a crítica pode ser feita, o difícil é vocês apontarem alguma solução viável/construtiva.O imaginável remador do barco fica à deriva justamente p/não contar com conselhos construtivos de pessoas que passam p/salvadores da Pátria como você/outros advogados.Cuidado p/não se comparar ao atual Pres. da OAB, coisa impensável, no seu Curriculum.

    1. Confesso que tenho admirado esse partido. Embora em algumas pautas que defendam eu acredite que falte mais aprofundamento e amadurecimento do que se propõe reformular em nossa atual política brasileira. Nos próximos pleitos prestarei uma atenção maior neles e inclusive já venho fazendo isso com seus representantes eleitos em 2018.

    2. O artigo é brilhante. Falta convidar os leitores para lerem o estatuto do NOVO que nasce de um grupo de pagadores de impostos com esta mesma visão e criam um partido que eu nunca vi em toda a história da democracia ocidental. Se o NOVO for o norte de nossa política todos deverão se enquadrar nós mesmos princípios para sobreviverem

    3. O cara jogou no time dos bandidos em 2019 para defender o filho senador e vc vem com essa agora? O pior cego é aquele q faz questão de não enxergar...

  143. Exatamente isso, comentários de uma pessoa que participou de um dos maiores momentos atuais de nosso País que foi à lava jato, e sabe exatamente o quê está por trás de todo essa podridão de nossa política

  144. A limpeza é necessária, varrer da vida pública os sanguessugas que sugam os sonhos dos brasileiros com a politicagem de favores, mas como fazer com uma constituição cidadã do clientelismo de favores, a começar dos poderes da República. Concordo com a sua posição, estamos em sinuca de bico, vamos começar do zero com a revolução sem armas, chegou a hora de praticar a desobediência civil, acordar Brasil.

  145. otimo comentario sobre o senario atual do pais,mais e melhor ainda quando se colocar na linha de frente da politica nacional (se candidatanto a algun cargo eletivo)ai eu quero ver como se comporta em meio a tubaroes.

    1. Parabéns pelo artigo e pelo teu trabalho incansável contra os corruptos ! A justiça brasileira precisa de mais homens como tu. Érico

    2. Também achei. Extremamente feliz na comparação. Esses pigmeus, muito piores que o Covid 19, estão corroendo a nação. Antonio Fernandes Kopf

Mais notícias
Assine 7 dias grátis
TOPO