MarioSabino

A porta do bem e a porta do mal

03.04.20

Há duas portas nesta crise sem saída aparente. A porta do bem e a porta do mal.

A porta do bem, que todos querem evitar, é a dos hospitais. Ela dá acesso ao trabalho exaustivo de quem seguiu a mais nobre das profissões, a da cura. Ao redor do mundo, enfermeiros e médicos dobram turnos em Unidades de Terapia Intensiva, sem levar em conta a condição social de quem está ali, arfante, infectado pelo vírus maldito. Nas sacadas e janelas, pessoas confinadas os aplaudem, mas eles estão ocupados demais para ouvir as palmas neste momento — e também preocupados em não morrer no momento errado, igualmente contagiados, expostos que estão ao perigo invisível, muitos sem proteção adequada, como máscaras e roupas protetivas, artigos em falta tanto em países ricos como em pobres.

A mais nobre das profissões é também uma das mais ridicularizadas na história da literatura. É como se fosse composta integralmente por charlatães gananciosos. “Eles curam as doenças que inventam.” É uma frase da peça O Rinoceronte, de Ionesco, que resume a visão literária da medicina. O falso médico de Molière, o personagem Sganarelle, tinha por base o Dottore da commedia dell’arte italiana, mas também doutores de verdade da corte francesa. Faz rir até hoje. O próprio Molière era o seu melhor intérprete. Ainda há, obviamente, Sganarelles ridículos em sua incompetência, cupidez e vaidade (entre os vaidosos, muitos têm assessores de imprensa para plantar notinhas laudatórias em jornais). Mas essa parte ruim não pode ser tomada pelo todo.

Sou filho de médico e irmão de médico. Há uma profusão de médicos na minha família, de ambos os lados. Entre os distantes — não no parentesco –, está a doutora Ester Sabino, minha prima, que comanda a equipe que sequenciou o genoma do coronavírus que aportou no Brasil. É filha de médicos e irmã de médico. Ainda era Esterzinha quando a encontrei pela última vez, há meio século. Eu a revi por fotografia, há algumas semanas, quando ela foi notícia nos jornais e na televisão. Bravo, Esterzinha.

Com quase 60 anos, nos momentos mais difíceis, ainda sinto a mão do meu pai tomando o pulso deste menino-pai-do-homem então assustado com sintomas. O gesto, por si só, acalmava-me. Um pai que era mais pai quando era médico. O meu irmão, por sua vez, ajudou milhares de bebês a vir a este mundo, mas ele próprio não tem filhos. Não quis transmitir a nenhuma criatura o legado da nossa miséria. Sou irmão de Brás Cubas. Convocado para servir no front contra a Covid-19, acabou na retaguarda por ser hipertenso. É um privilégio ter familiares médicos, mas é igualmente afortunado quem pode contar com um médico de família neste trágico segmento histórico. Ainda assim, em que pese a proletarização da classe promovida pelos planos de saúde, a maioria esmagadora dos médicos faz do juramento de Hipócrates um exercício cotidiano de abnegação, como se vê em meio à pandemia.

A porta do mal, que ninguém consegue evitar, está sendo aberta um pouco a cada dia. A primeira visão que a sua abertura proporcionou foi a de gente depenando supermercados e farmácias para fazer estoques de alimentos e remédios que começaram a faltar por causa da correria explicável apenas pelo egoísmo. Mas esse não é o aspecto mais feio do clima de salve-se quem puder. O aspecto mais feio até o momento está no roubo de máscaras perpetrados por países.

Na semana passada, um avião de carga proveniente da China, com 650 mil máscaras destinadas à Itália flagelada pela Covid-19, fez uma escala em Praga, capital da República Tcheca — e as máscaras foram confiscadas por autoridades e distribuídas em cidades do país. Foram roubadas por uma nação da União Europeia de outra nação da mesma União Europeia. A Desunião Europeia. Não é fato isolado. A mesma China que escondeu inicialmente a gravidade do contágio na província de Hubei, onde fica a cidade de Wuhan, berço da pandemia, agora faz leilão com o comércio de máscaras. Governadores de regiões francesas, que encomendaram milhões delas, acusam os chineses de vendê-las a americanos na hora de serem embarcadas nos aviões. Na pista do aeroporto, os americanos pagam um preço três vezes maior e em dinheiro vivo. Sim, na pista do aeroporto.

O Brasil também está sendo afetado neste clima de salve-se quem puder mundial. O ministro Luiz Henrique Mandetta disse que compras de máscaras feitas pelos Estados Unidos na China cancelaram entregas já contratadas pelo Ministério da Saúde brasileiro. “Hoje (nesta terça-feira), os Estados Unidos mandaram 23 aviões cargueiros dos maiores para a China, para levar o material que eles adquiriram. As nossas compras, que tínhamos expectativa de concretizar para poder fazer o abastecimento, muitas caíram”, afirmou o ministro. Quem paga mais — e é mais rápido — leva antes. Da China, só o vírus veio de graça.

Muitas das máscaras que saem pela porta do mal entram pela porta do bem, para proteger médicos e enfermeiros dos países que simplesmente as roubam ou as interceptam com mais dinheiro. O vírus criou um corredor entre essas portas. E, enquanto nações desenvolvidas descobrem-se incapazes de fabricar a tempo máscaras e respiradores em massa, depois de terem entregue à China as indústrias de quase tudo, fica nas mãos de médicos e enfermeiros a decisão de quem vai viver e quem vai morrer, na falta de acessórios e equipamentos hospitalares básicos. Os anjos da vida são também os da morte. Mas a sua porta sempre será a do bem.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

Só R$ 1,90* no primeiro mês

Edição nova toda Sexta-Feira. Leia com Exclusividade!

Assine a Crusoé

*depois, 11 x R$ 14,90

Deixar para mais tarde

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Mui prezadíssimo MARIO SABINO.Seu escrito me comoveu muito. Como com poucas palavras e simples "universais" você sabe retratar a situaçao da saude atual. Tambem sou médico, graduado pela Faculdade de Medicina da Universidade de Recife-Pernambuco d e s d e 1961. Pela graça do nosso Bom Deus e boa vontade dos homens me sinto orgulhoso de pertencer a uma casta de humanos que você tao bem soube nomear. Minha família conta com 6 medicos e atualmente estão se graduando mais 03 netos.

  2. Estes mesmos ANJOS que vocês tanto exaltam, a bem pouco tempo deixavam corredores de hospitais repletos de moribundos a própria sorte, mulheres ganhando bebes na recepção sem ajuda nem de enfermeiras, minha própria mãe morreu no Hospital das Clínicas de SP por insuficiência respiratória e não a colocarão no aparelho de oxigênio! Mas ela era pobre e só davam atenção para os ricos! Eu vi ninguém me contou!

  3. Máscaras é apenas um detalhe, mas antes tem o procedimentos de distanciamento e higiene que os brasileiros não são habituados a fazer e resiste pela nossa cultura de acomodados relutantes em não se informar. Informação acima de tudo!

  4. Grande Mario. Sempre impecável. Mantendo seu senso crítico puro, honesto, apesar do canto de tantas sereias que clamam por imprecações políticas. Parabéns. Aproveitando um já “lugar comum”, a Crusoé, para mim, passou a ser Mario. Que bom. Sigo aqui, confiante, na expectativa que essa onda de desvario passe e, já na bonança, ressurja a Crusoé que me fez assinante.

  5. Sim. A pior das pandemias é mesmo a ideológica dos últimos 120 anos, disseminada na "luta de classes", na "causa justifica os meios", ou no "o caos é a causa". Não sei se a porta do bem se escancara tanto assim entre os seguidores de Hipócrates, haja vista os altos quinhões que se partilham entre as cooperativas da vida, altamente lucrativas!! Só não é bom para os novatos que sentam no corredor.

  6. Lindo e real texto do Mario Sabino. Mas nós cidadãos comuns, muitos presos em casa, podemos fabricar mascaras de tecido ou descartáveis em papel toalha ou guardanapo. Estou procurando folha A4 de acetato para fazer parta a turma da cura. Eles usam a descartável e essa de acetato. Montei um mutirão na minha comunidade, estou gerindo os recursos e vendo falhas para preservar as costureiras de outras tarefas. Funciono como um investidor anjo que compra todos os insumos.

    1. Penso q sim.Tem um video de um jovem de Toritama-PE, falando das maquinas ociosas da região (Toritama, Caruaru, Santa Cruz do Capibaribe) e com capacidade de suprir a demanda do Brasil e vizinhos imediatamente.

  7. Darwin, de quem Marx disse ter comprovado biologicamente sua tese da luta de classes, afetou a mente de dois terços da humanidade pela contágio com os portadores do vírus ideológico, todos acadêmicos mercenários. O ateísmo e o darwinismo social são gemeos xipófagos.

  8. Se o egoísmo e a ganância não diminuírem bastante outras lições serão dadas até que o cinismo dos poderosos que decidem os destinos das nações se compenetrem que essa civilização precisa dar um salto muito grande para estar cultivando o bem e merecendo o bem.

  9. China: Morte aos Ditadores (Capitalistas!? ) O que têm pra falar os petistas sobre essas ditaduras que do proletariado nada têm!!!???? A China dissemina o vírus e agora lucra! Morcegões !!!!

  10. Sabino, super legal a sua matéria. Penso que essa pandemia pouco servirá de lição sobre a humanidade frente aos interesses capitalistas.

    1. Sabe qual a diferença entre o capitalismo e comunismo? No primeiro, o homem explora o homem, já no segundo é o inverso.

    2. Isso nada tem a ver com capitalismo. Mas com caráter. Comunistas fariam diferente?

    1. Pôxa, desculpe a intromissão pq a pergunta é para o Sabino, mas nomear o Dr Dráuzio Varella de bandido é desconhecer por completo o seu trabalho nos presídios. Imagino que você é um ser imaculado no processo civilizatório.

    1. Tb me emocionei , e como médica agradeço seu texto, separando o joio do trigo. A maioria de nós está na porta do bem .

  11. Parabéns aos profissionais da saúde, anjos do bem, agora o dilema da ideologia comunista e do capitalismo não importa onde estejam, eles salvam vidas.

  12. O amigo americano também se apropriou de uma carga chinesa com seiscentos respiradores comprados pelos governos da Bahia (400) e do Ceará (200). O avião fez escala em Miami e a carga foi desembarcada lá mesmo. O vírus chinês tornou-se o melhor negócio da China.

  13. Mario Sabino, mais uma vez, Parabéns! Os médicos da sua família, e de todas as outras famílias, devem estar aplaudindo com muito orgulho o escritor que você é. Seus textos são um bálsamo nestes tempos de cólera e corona.

  14. Que leitura, que interpretacao dos fatos. Refriso: Nações que transferiram à China suas fábricas, agora pagam pago pelas máscaras e respiradores que esta produz. Da China, só o vírus veio de graca". Parabéns, Mário Sabino.

  15. Pelo menos uma coisa boa esta pandemia ensinou aos países ocidentais, que este negocio de vender fabricas e comprar produtos da China, não teve um final feliz, Estados Unidos e Europa descobriram que mandar navios de dólares e euros para China recebendo de volta bugigangas, teve como consequência uma desindustrialização que será muito difícil, senão impossível de reverter e os capitalistas gordos dos EUA felizes com os lucros de suas fábricas instadas na China, descobriram que estão na China.

  16. Também sou de família de médicos, neta, sobrinha, irmã, prima e mãe de médico. É um alento os médicos na família, mas também estou apavorada deles serem contaminados , tem comorbidades. Que Deus nos abençoe a todos!

  17. Não sai mais um navio com minério de ferro e soja para a China. Aí mesmo que nos ferramos. Me lembro de uma política econômica de uns anos atrás: Substituição das importações.

  18. Também amei seu texto. Mas essa dos EUA não me surpreende. Já não dizia o tal da Casa Branca, "America first"? Então, é o que vemos. O resto que fique com as sobras, se sobrarem.

    1. O que não surpreende é a postura da China. Quebra contratos fazendo leilão numa miséria que ela mesmo causou.

  19. Muito bom o texto. Encontrar o lado bom dos seres humanos em meio a tanta confusão, sem negar a escuridão de alma de todos nós é ser adulto. Como uma vez disse o grande E.Verissimo, cabem aos escritores acender nem que seja uma vela na escuridão para iluminar um pouco a vida das pessoas. Vc assim o fez, Mário. Como sempre.

  20. Enquanto isso uma nação sucumbe a um vírus e quatro VERMES......onde boa parte,sadica/masoquista,eh cúmplice deste destino. Tristes Trópicos.

  21. Sabino, belo e verdadeiro texto, pena que os demais articulistas não se esmeram nos assuntos. Pedi o cancelamento da minha assinatura e ainda tenho 2 meses de cobrança , enquanto isso vou aproveitando para elogiar (muito pouco) e para espinafrar os Gadelha da vida , Ruy Goyaba (sem graça e inoportuno) . Já assinei a Revista Oeste que me parece mais séria. Adio!

  22. São os momentos sem precedentes que revelam a natureza das pessoas! O quem dá mais pelas máscaras, pode ser julgado como um ato egoísta? Ou criminal? Há justificativas para os 2 procedimentos? Há! Mas ao fornecedor há justificativa além da ganância descabida? É aí que a natureza sórdida se revela! Aumentos de preços injustificados em alimentação e produtos de limpeza em épocas normais não emplacam, mas em épocas de pandemias inesperadas, não se espera esse procedimento! Mas, ele está aí!

  23. A China causou, com ou sem intenção, a segunda pandemia global. O PCC elabora vídeos sobre a competência chinesa em fazer obras faraônicas e criar tecnologias, e ao mesmo tempo mantém hábitos culturais de alimentação responsáveis por novos e danosos vírus que devastam as economias dos países do ocidente. Eu não acredito em coincidência. O que vejo é uma expansão da China no mundo capitalista. Eles entenderam as regras do capitalismo e criaram armas que os ajudam a ser exitosos nessa guerra.

  24. É... o império do bem contra o império do mal. Com sinais trocados, é claro! Podemos ter a certeza de que seremos sempre preteridos na partilha do pirão. Aliás, nem o veremos. Os mais ricos e gananciosos se aliam na hora do butim final. E o povo pobre que se lixe. Coitadinha da minha cidadezinha de 5000 habitantes! E a nossa prefeitura ensinando a fazer máscaras em lives diárias. E motinhas velhas passando todo dia a dizer: FIQUEM EM CASA! Misericórdia, Anjos do Bem!

    1. China de boba não tem nada, primeiro cria a doença depois vende a prevenção e se puder a cura

  25. Triste mais muito bom !!! É muito difícil um exemplo vir de cima, tomara que cada um reflita e mude a si mesmo, só assim sairemos desta melhores!

  26. A porta do bem, neste caso,não seriam os hospitais. Seria a prevenção! Seria a proteção! Seria a lendária Educação Sanita’ria- A Mãe de Todas Saúdes. Seria principalmente, a mídia informativa que, contaminada pela usura da economia (a porta do mal) abafou e fechou a porta do bem. Debochando dela; “gripizinha”. Deixando o circo dos contra e favor solto. Contra e a favor do que? De “mitos” fabricados pela mídia mundial. Por robôs!

    1. Presidente Lula, ora, ora, o Lula não deixou de ser presidente ainda. Isso para um um leitor da Crusoé, imagina a cabeça do resto desse país que só assiste novela e BBB? Estamos na roça, mesmo. O presidente Lula tá na Dinamarca com a dilmanta e o rettardad, gastando o dinheiro do Emílio e planejando o novo ataque. Saiba, querido que a dilmanta, o Luladrăo, o Mantega encheram a China de dinheiro naquele banco dos brics. Sucatearam a economia e mais, a dilmanta mandando, em áudios, o casal " mo

    2. Lembro aqui uma frase do Presidente Lula "a saúde pública no Brasil beira a perfeição ". Sempre afirmei que o Lula vendia a idéia de que estávamos no Paraíso, pois todos os brasileiros podiam ter tv e telefone de ultima geração, viajar ir para faculdade, só esquecia de um detalhe , Não fique doente, vc poderá morrer na fila. Todo o sistema hospitalar brasileiro já estava na UTI.

  27. Não é a humanidade, esta até se mostrou solidária, são os que detém o poder, os governantes que fazem parecer que somos o mal.

  28. Les Bienveillantes. O final do teu artigo me inspirou mais um sentido para essa palavra cheia de ambiguidade. Até pensei que um botton adequado para identificar “les bienveillantes” teria a imagem do coronavírus.

  29. Corruptos e corruptores sempre a postos nas portas do mal. São o mal em si mesmos. São a própria imagem do demônio. O inferno é aqui.

  30. Que bom que abandonou o eruditismo arrogante e voltou a se expressar de forma que todos entendem. Sobre a China, nenhuma novidade. Pariram e espalharam o coronavírus pelo mundo e agora estão recebendo os dividendos. A única coisa de que não podem ser acusados é de serem burros.

    1. Alberto, a decisão de lucrar com a mão-de-obra semi-escravizada da China foi uma decisão de negócios do mais desenvolvido capitalismo corporativo. LIBERALISMO na sua versão mais pura. O que você prega é a nefasta intervenção estatal tão cara à esquerda. Virou comunista?

    2. Helio, moro nos EUA há mais de 20 anos. No dia em que o americano entender que é imperativo voltar ao made in U.S.A, e para isso será necessário abdicar de alguns privilégios adquiridos. Hoje, sites como eBay e Amazon vendem produtos feitos na China e que custaram, por exemplo, $10 e os vendem por $20 ou mais. O nome disso é ganância. Na hora que se concientizarem disso, o chinês vai voltar a comer só arroz ( além de cobras, morcegos , cães e gatos).

    3. Hélio, não acredite em uma palavra que Trump diz nem na cobertura da imprensa nacional. Em quase quatro anos de governo, Trump não trouxe uma indústria sequer de volta aos EUA. O cara é um golpista.

  31. Muito bem colocado! Pagamos agora o preço do nosso desleixo com a política industrial. Seguindo cegamente os países ricos, desativamos nossa indústria para comprar "barato" da China em vez de empregar em massa a nossa população para competir com a mesma.

    1. Mas gosta de pagar baratinho, né? O preço é pagar mais caro, comprar menos, mas os arautos do nacionalismo industrial querem comer o bolo e continuar com o bolo.

  32. Mais um artigo de jornalista narcisista, que busca citações obscuras para parecer culto e intelectual. No final, pode espremer que não sai nada dali. Vazio, chato, pedante. A midia alternativa tem toda a boa informação e análises inteligentes. Vocês foram ultrapassados, são irrelevantes.

    1. Nem adianta mais você mudar o disco, é um robozinho balançando os braços e repetindo a mesma coisa

    2. Marcos é só um babaca repetitivo. Em todas as matérias ele expõe o mesmo comentário. Limitadíssimo, nem consegue usar palavras diferentes.

    3. Marcos é só mais um infeliz, sim reafirmo: um TRASTE INFELIZ, que passa o dia no Antagonista+ do primeiro ao último post babando seu fel e mentiras, distorcendo fatos, ofendendo a lógica e, claro, a imprensa a serviço do gabinete do ódio custeado com dinheiro público que poderia ajudar a aliviar a fome de muitos brasileiros neste momento tão difícil.

    4. E porque voce continua lendo todos os artigos, se sao tao ridiculos assim??? Para se instruir?

  33. Esse estado de coisas comprovam a necessidade, negligenciada, de reação rápida e eficiente por parte dos governos frente à pandemia. Por conta do capitão “gripezinha” ficamos por último. Agora só resta chorar.

    1. Esquerda? Que mania de perseguição! Vírus não tem esquerda nem direita. A medicina não tem direita nem esquerda. A questão são vidas humanas! Egoísmo! Será que nem diante de uma tragédia desse porte essa gente idiota (ou será mal intencionada?) consegue deixar de lado essa disputa burra.

  34. Globalistas de plantão terão que rever muitos de seus conceitos e a China não poderá mais ser considerada como base global de fornecimento de manufaturados devido as quebras de contrato!

    1. Assim como imperialista Donald Trump tb deve responder por sua conduta imunda.

    1. Sabino Não li tanto no Antagonista nem na Crusoé nada com referência ao confisco das máscaras da 3M(li nota da empresa) autorizada pelo Sr. Gov. Doria(arrependo-me ,amargamente de haver votado nele). Gostaria que voces comentassem sobre o assunto. ja que tudo o que e preparado pela equipe do governo federal e motivo para discordar. Nunca voces distrataram os Governos da UE e dos USA como fazem com o Brasil. Reflitam como , normalmente pedem ao Governo da República ha espaço para seus ataque

Mais notícias
Assine
TOPO