Divulgação/Governo do Estado de São Paulo

Um dia após reeleição de Covas, Doria amplia restrições em São Paulo

30.11.20 12:18

O governo João Doria deve anunciar nesta segunda-feira, 30, que o estado vai regredir para a fase amarela do Plano São Paulo, ampliando, assim, as restrições em meio à pandemia do novo coronavírus.

Os detalhes da quarentena serão informados em coletiva de imprensa. A divulgação da implementação das mudanças ocorre um dia após a reeleição de Bruno Covas, correligionário de Doria, à Prefeitura de São Paulo.

O isolamento social deve ser enrijecido para comércios, bares, restaurantes e eventos culturais. A previsão, no entanto, é de que não ocorram mudanças para as escolas particulares e públicas, que estão abertas desde setembro no estado e desde outubro, na capital.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

Só R$ 1,90* no primeiro mês

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

*depois, 11 x R$ 14,90

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • A Coluna Exclusiva de Sergio Moro
  • Podcasts e Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Ruy Goiaba, Felipe Moura Brasil, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Esse governador de m.... não passa de um tremendo mau caráter. Traidor nojento, mentiroso, sem palavra. Já viralizou na mídia o vídeo em que há apenas duas semanas atrás esse canalha vagabundo dizia que não iria impor quaisquer medidas restritivas. O Presidente teve total razão quando disse que esse pulha era um bosta! Põe bosta nisso.

  2. Nooossa! Que atitude inesperada do vagabundo, canalha, sem moral que desgoverna São Paulo, né mesmo? Pegou a quem de surpresa? E pensar que ainda há um monte de energúmenos que o apoiam.

  3. perdeu a noção, tá mais perdido que cego em tiroteio nunca ouvi tanta declaração de bobagem como a desse cara, é muito burro ou fala qualquer m* para aparecer.

  4. Também concordo com as restrições. Principalmente agora que a campanha política acabou. Cientificamente, foi comprovado que o vírus não infecta durante aglomerações de campanhas políticas. Agora, que esse antídoto acabou, faz-se necessário conter aglomerações. Tá difícil encontrar políticos que não sejam hipocritas. Restringir e prejudicar o funcionamento de negócios é fácil. Adiar as eleições, o negócio dos políticos, era impossível.

    1. Também concordo com as restrições!!! Vamos fazer campanha política nos ônibus de toda São Paulo. Já que somos imunes ao vírus político. Esse Dória é uma sumidade, o cientistas perfeito, o infectologista incansável, enfim um ótimo fdps ( fudedir de patetas paulistas)

  5. Esse cara não presta mesmo estava no palanque em um momento ele diz TEMOS QUE TOMAR “A VACINA” depois descobriu o ato falho corrigiu “ AS VACINAS” canalha..

    1. Isso mesmo, Carlos. Como um jumento pastor que você é, recolha-se ao curral como determinado. Coma sómente o feno ou a alfafa que te mandarem e se for zurrar faça-o em apoio ao Doria e ao Covas. Pra terminar, um alerta: não deixe que nenhum dos seus congêneres se aproxime do curral. Obedeça e seja feliz.

Mais notícias
Assine 7 dias grátis
TOPO