Reprodução Facebook

Por dinheiro não declarado no exterior, BC multa mulher de Baldy

21.11.20 16:02

O Banco Central aplicou uma multa de 25 mil reais a Luana Baldy, mulher de Alexandre Baldy, ex-ministro das Cidades do governo Michel Temer e atual secretário de Transportes Metropolitanos de João Doria no governo de São Paulo.

A multa, segundo o BC, foi aplicada porque Luana Baldy deixou de declarar, no prazo, bens e valores que a mulher de Baldy mantinha no exterior em 31 de dezembro de 2014. O valor da autuação é o maior que o BC pode aplicar nesses casos. O montante de dinheiro fora do país é mantido em sigilo.

Luana Baldy é filha de Marcelo Limírio Gonçalves, empresário fundador da NeoQuímica, vendida em 2009 para a Hypera Pharma, antiga Hypermarcas. Limírio ganhou o noticiário em 2012 por causa de suas ligações com o bicheiro Carlinhos Cachoeira. Alexandre Baldy, por sua vez, chegou a ser preso pela Lava Jato do Rio de Janeiro em agosto deste ano.

Ao decretar a prisão do ex-ministro de Temer e atual secretário de Doria, o juiz Marcelo Bretas levantou a suspeita de que ele se valia da mulher e do sogro para lavar dinheiro proveniente de desvios e fraudes em licitações, em especial, na área da saúde. Baldy foi solto pelo ministro do STF Gilmar Mendes. O caso foi remetido para a Justiça Eleitoral.

Procurada, Luana Baldy respondeu, por meio de nota, que presta com “regularidade, integridade e assiduidade” todas as informações ao Banco Central. Ela afirmou que, em 2016, trocou de assessoria e solicitou ao BC um levantamento de possíveis pendências nas declarações relacionadas a valores mantidos no exterior. “Essa multa é indevida, uma vez que Luana Baldy só foi autuada após ter, de modo espontâneo, prestado a declaração. Até aquele momento, nem sequer tinha sido notificada pelo Banco Central”, diz a nota.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

Só R$ 1,90* no primeiro mês

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

*depois, 11 x R$ 14,90

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • A Coluna Exclusiva de Sergio Moro
  • Podcasts e Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. O trio do STF garantista da corrupção do colarinho branco, dará salvo conduto ao pedido feito por um dos advogados filhotinhos, os pais são ministros do STJ, nem precisa citar os santos, o brasileiro já sabe quem são os privilegiados de QI, da casta familiar brasileira

  2. Os brancos e louros oxigenados são multados por crimes envolvendo milhões de reais. Por outro lado, os pretos e outras minorias são assassinados sem culpa alguma nas ruas e nos estacionamentos de supermercados. E os Bozistas todos zurram: não há racismo no nosso país e os que pensam diferente são lixos! Com o Bozismo, o brasileiro deixou de ter vergonha de mostrar o seu lado mais podre! Bozistas, vocês representam o que há de pior na humanidade!

  3. Eu creio que este absurdo de multa foi aplicada indevidamente. Esposo, pai , filha...todos honestos. Quanta injustiça a esta pobre família. Meu deus onde iremos parar...

Mais notícias
Assine 7 dias grátis
TOPO