Reprodução

No Ceará, outra morte em briga por causa das eleições é investigada

25.10.18 10:45

Depois de o capoeirista Moa do Katendê (foto) ser assassinado em uma briga de bar, outro homicídio relacionado às eleições é investigado no Nordeste.

A Polícia Civil do Ceará apura as circunstâncias da morte de Valdenir Mendes Cirino, agredido por militantes do PT, segundo a família da vítima.

No dia 11, Valdenir chegou em casa com hematomas pelo corpo e contou à mulher que havia se envolvido em uma briga, por recusar material de propaganda de um grupo que panfletava para o candidato do PT à Presidência, Fernando Haddad, e dizer que iria votar em Jair Bolsonaro, do PSL.

Valdenir recebeu tratamento médico, mas morreu nove dias depois. A família e vizinhos relataram ao jornal O Povo que ele sentia dores no tórax e vomitava sangue.

O assassino de Moa do Katendê, o barbeiro Paulo Sérgio Ferreira de Santana, está preso e responderá por crime de homicídio duplamente qualificado na Bahia.

Eleitor de Bolsonaro, Santana esfaqueou Moa em Salvador, na madrugada depois do primeiro turno, após uma discussão sobre política.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • A Coluna Exclusiva de Sergio Moro
  • Podcasts e Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Assisti a um noticiario na tv (Band) em que o assassino negou diversas vezes motivação política, insistentemente perguntada a ele pelos reporteres. Ele parecia surpreso com s pergunta; negou e disse que ia diariamente ap bar, e que o capoeirista naquela noite o insultará insistentemente, chamando-o de “veado”. Porisso, eld foi em cada, pegou arma e o matou. Assusti e foi em horário nobre, milhares devem ter visto. Mas apesar disso, a versão “política “ continua a ser divulgada! Porquê?

  2. A morte desse rapaz não teve repercussão nenhuma na Globo e na Globo News e nem da mídia em geral, como fizeram com a do capoeirista. Nojo!

  3. Vocês mesmos, ou melhor, O Antagonista, não publicaram uma entrevista com este cabelereiro em que ele afirmava que a morte não tem nenhuma relação com discussão política? Parece que alguém não anda lendo as notícias do próprio site...

  4. Bom mais uma vez contando mentira se ontem eu tivesse ficado com alguma dúvida que são petista hoje tenho certeza, nem sei porque acreditei que vcs eram jornalistas sérios vcs são fantoches comunista

  5. Redação safada, mentirosa, já vi entrevista de Santana falando que não foi por causa de política, embora a safada da jornalista ficasse insistindo na pergunta se ele era eleitor de Bolsonaro. Cansaço!

  6. Faço minhas as suas palavras, Sérgio. O universo todo sabe disso e eles insistem. Por essa e por outras, estou arrependido de ter assinado essa revista eletrônica. Pensei tratar-se de jornalismo sério, mas me enganei. É mais do mesmo...

  7. parece que agem de má fé, pois já ficou claro a motivação do crime, mas o covarde que se esconde atrás do " redação da crusoe " insiste na mentira. Brincadeira viu!

  8. O que tem importância ninguém fala, duas mortes, no bar, com bebidas na cuca. Isto acontece com ou sem eleições. Bebida é droga e destroi o ser e sua família.

  9. No Ceará a população é incentivada pelos Gomes de Sobral. E a luta fica acirrada pois são muito agressivos e estimulam a população.

  10. Putz, vcs estão parecendo até a imprensa vendida, ao dar essa manchete, mas com a foto do Moa do Catendê. Tem que por foto é do Valdenir Mendes Cirino. Lógico que tanto faz de onde seja a morte, não deveria acontecer, mas o Petralhas tem agredido gente que não pensa e não apoia eles há muito tempo, e ao fazer essa mensagem, estão dando força a eles.

    1. Até parece? Arrependido de ter feito assinatura desta revista. Pensei tratar-se de jornalismo sério, mas me enganei. É mais do mesmo.

  11. Para Mídia repercutir matéria contra o HADDAD é chover no molhado. Por outro lado, contra o BOLSONARO dá "cliks", eis que ele, além de está na frente com larga vantagem, tem seus apoiadores, que são a grande maioria não só dos eleitores, mas também dos cidadãos brasileiros.

  12. ô redação, o agressor do capoeirista disse que não houve motivação politica e que foi uma briga de bar. Foi de madrugada com todos embriagados, como são muitos dos homicidios do Brasil.

    1. Será que Globo news e band news darão algum destaque ?

Mais notícias
Assine 7 dias grátis
TOPO