Divulgação

Nise Yamaguchi aponta médico militar como responsável por decreto da cloroquina

11.05.21 19:52

Depois de virar alvo da CPI da Covid em razão dos depoimentos do ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta e do presidente da Anvisa, Antonio Barra Torres, a médica Nise Yamaguchi passou a divulgar a versão de que o responsável pelo decreto para mudar a bula da cloroquina foi o anestesista Luciano Dias Azevedo (foto). Militar da reserva da Marinha, o médico participou de eventos e reuniões no Palácio do Planalto e chegou a fazer discursos públicos em defesa da cloroquina.

Por sua postura, ele virou referência da ala ideológica do governo. Em junho do ano passado, Azevedo foi nomeado pelo então ministro da Educação, Abraham Weintraub, para a diretoria de um conselho subordinado ao ministério.

Nesta terça-feira, 11, Barra Torres havia dito que, além de Nise, outro médico participou da reunião no Planalto em que foi discutida a alteração da bula da cloroquina, mas sem declinar o nome. O anestesista deve ser o próximo a entrar na mira da CPI.

Já é assinante?
Assine a Crusoé ou nosso combo e ganhe o novo eBook de Mario sabino

Assine a Crusoé

*válido até 30/06/2021

Assine a Crusoé ou nosso combo e ganhe o novo eBook de Mario sabino

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. O médico militar Luciano Azevedo Dias agora passou a ser co-responsabilizado. Isso não significa que a responsabilidade do Presidente da República está excluída. Deve-se apurar com rigor todos os envolvidos e não querer minimizar a irresponsabilidade de cada indivíduo, diante de uma pandemia desenfreada.

    1. Imagine quanto esse sujeito está ganhando para livrar a cara do Bozo e do PAZUELO.

  2. o vírus é notificado. A OMS recebe a notificação. Mandetta é médico e Ministro da Saúde brasileiro, quando 3 meses depois da notificação, o Brasil permite o carnaval. Dória é o governador de SP e Covas o prefeito. A cidade tem o maior carnaval de todos os tempos. Esse jeito de pensar saúde deve explicar como o Brasil chegou no Século XXI com 50%da população sem acesso à saneamento básico e um Sistema Único de Saúde, que não integra informações e notifica doenças manualmente.

    1. Cai a curva de contaminação e liberam as campanhas políticas.

    2. É isso aí Maria! Deixa a equerdalha espernear. 22 está aí ...

  3. Depois de ter a sua postura trazida a público pelo Mandetta, com confirmação do Barra Torres, a Nise quer tirar o seu da reta. Mas acho que é tarde. Se não tiver uma consequência jurídica, moralmente essa médica na minha opinião, está acabada.

  4. médica renomada foi se meter com militarilicianos. levou seu nome para o pântano do terraplanismo. a filosofia liberal dos bolsonaros é a filosofia chiclete. mastigar é cuspir. foi assim com começou com o Bebiano e ela é só mais uma goma que já foi mastigada e cuspida. vai Brasil.

  5. Vão ficar um jogando para o outro, tem que investigar mais. Aí vai cair no chefe da ORCRIM do Palácio do Planalto. Médicos parecidos com o Josef Mengele.

Mais notícias
Assine 7 dias grátis
TOPO