Reprodução

‘É uma Noite dos Cristais em Lod’, diz prefeito de cidade israelense

11.05.21 19:04

Yair Revivo, prefeito da cidade israelense de Lod, que fica a 20 quilômetros de Tel Aviv, pediu o envio de militares para conter a desordem.

Isto é uma Noite dos Cristais em Lod“, disse Revivo, em referência ao ataque a judeus alemães em 9 de novembro de 1938. Nessa noite, que marca o início do Holocausto, nazistas mataram milhares de judeus e destruíram diversos símbolos judaicos.

Pedi para o primeiro-ministro [Benjamin Netanyahu] declarar estado de emergência em Lod. Para chamar as Forças Armadas. Para impor um toque de recolher. Para restaurar a tranquilidade. Há uma falha de governança. Este é um incidente gigante, uma intifada de árabes israelenses. Todo o trabalho que temos feito aqui há anos para estimular a coexistência foi pelo ralo“, disse o prefeito.

Três sinagogas, a prefeitura, escolas judaicas, lojas e dezenas de carros foram incendiados (foto). Gangues de jovens árabes vagavam pelas ruas jogando coquetéis molotov nas casas de judeus e quebrando janelas. A polícia pediu para as famílias de judeus não saírem de suas casas. Cenas captadas pela televisão mostraram judeus jogando pedras em carros de moradores árabes. “A guerra civil estourou em Lod. A comunidade judaica ortodoxa daqui tem armas. Estou implorando para que eles voltem para suas casas, mas eles, compreensivelmente, querem se proteger“, disse Revivo.

Lod tem 70 mil habitantes. Antiga cidade árabe, passou a receber moradores judeus depois da independência de Israel, em 1948. Hoje é considerada uma cidade mista, que conta com uma considerável população árabe — cerca de 20% dos israelenses são árabes.

Os movimentos islâmicos palestinos convocaram a população. Isso levou jovens árabes a sair nas ruas para atacar judeus, que reagiram. Pessoas foram retiradas de suas casas porque estavam com muito medo. É a primeira vez que vejo algo assim na minha vida“, diz o cientista político André Lajst, da ONG StandWithUs.

Já é assinante?
Assine a Crusoé ou nosso combo e ganhe o novo eBook de Mario sabino

Assine a Crusoé

*válido até 30/06/2021

Assine a Crusoé ou nosso combo e ganhe o novo eBook de Mario sabino

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Desta vez Israel vai botar os árabes para correr de Lod. Com meio mundo de câmeras em na cidade, e só conseguiram filmar israelenses atacando bens de árabes...kd os jovens árabes revoltados atacando os israelenses? Kd as imagens de celular? De câmeras? Um árabe não entra em Israel sem que sua vida seja meticulosamente esmiuçada. Tão querendo nos dizer que, de repente, jovens israelenses árabes resolveram participar de uma guerra contra a qual SEMPRE protestaram? Israel quer tomar tudo.

  2. Extremismo religioso e ideológico de ambos os lados, como sempre. Estou certo que O Criador reprovara a todos que deixarem a moral divina pelo ódio e pelo derrame de sangue. Acordem : somos TODOS terráqueos! A perpetuação da intolerância e a imposição de uma visão individualista está separando o mundo.

    1. Um recado aos esquecidos.....Israel nunca perdeu uma guerra contra os árabes mesmo sendo atacados ao mesmo tempo por todas as 7 nações do eixo. porque Israel não perdeu nenhuma guerra?..... respostas....pq um poder espiritual/sobrenatural (Deus) proteje esse povo.

    2. Jaime, VC está totalmente enganado pela mídia tendenciosa que deturpa as noticias daqui de Israel. Eu moro aqui em.Israel há alguns anos já e sei que isso acontece com frequência. ESSES árabes vândalos de Lod foram instigados pelo grupo terrorista Hamas a atacar as casas de israelenses e até incendiar carros e sinagogas. O povo judeu deseja a paz, mas se é atacado tem todo.o direito de se defender.

Mais notícias
Assine 7 dias grátis
TOPO