Reprodução

Fã de Pinochet e aliado de Bolsonaro, José Antonio Kast assume dianteira no Chile

07.11.21 18:15

O primeiro turno das eleições presidenciais no Chile está marcado para o dia 21 de novembro. Na pesquisa Pulso Ciudadano, o primeiro colocado nas intenções de voto é José Antonio Kast (foto), de extrema-direita. De agosto para cá, ele subiu de 6,3% para 22,2%. Seu rival mais próximo é Gabriel Boric, de esquerda, que no último mês caiu de 21,3% para 17,4%.

Kast tem um discurso contra imigrantes e a favor da ordem pública. Ele promete combater a criminalidade, a maior preocupação atual dos chilenos. Critica o governo atual por ser fraco em conter os atos violentos dos indígenas mapuches e pede punição aos que realizaram atos de vandalismo nos protestos de 2019. O candidato é aliado do presidente brasileiro Jair Bolsonaro, a quem costuma elogiar, fala em reduzir impostos e cortar o número de ministérios de 24 para 12. Em 2017, disse que, se o ditador Augusto Pinochet estivesse vivo, votaria nele.

Em grande parte, a subida de Kast nas pesquisas também se explica por um comportamento típico da direita do país. “Em geral, a direita sempre foi mais organizada que a esquerda ou que a centro-esquerda nas eleições. Os votos da direita historicamente tendem a se concentrar em um grande candidato. Uma demonstração disso é que muitos congressistas de direita e ex-ministros declararam apoio em Kast“, diz a socióloga Victoria León, encarregada da pesquisa Pulso Ciudadano, da Activa Research.

Nas últimas semanas, Kast atraiu os votos que eram de Sebastián Sichel, o vencedor das primárias da direita chilena que se vendia como um candidato independente. Mas Sichel passou a enfrentar problemas depois de ser acusado de receber financiamento irregular de empresas pesqueiras em uma campanha para deputado, em 2009.

Sichel era um candidato que tentava se aproximar do centro. Quando ele começou a cair, muitos eleitores de direita olharam para Kast, que defende pontos de vista conservadores e não tem medo de confrontação“, diz Victoria León.

Embora muitos chilenos estejam flertando perigosamente com a extrema-esquerda na redação de uma nova Constituição, Kast tem chances de vencer em um segundo turno. Como o voto é facultativo, a vitória dependerá principalmente da capacidade de os candidatos empolgarem seus eleitores e convencê-los a sair para votar.

Além disso, o principal candidato da esquerda que pode ir para o segundo turno, Gabriel Boric, perdeu quatro pontos percentuais no último mês. “Boric tem perdido apoio principalmente por causa de erros de sua campanha‘, diz Victoria León.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • A Coluna Exclusiva de Sergio Moro
  • Podcasts e Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Bolso nesses destruidores esquerdas. Não sei como uma pessoa que tenha raciocínio consegue apoiar essa petezada. Ou estão doentes ou são bandidos mesmo.

    1. Sou anti PT mas hoje posso afirmar que a tal direita é 10 vezes pior e os seguidores do inominável, gente sem princípios, patriotismo e amor ao próximo.

  2. o Chile depois do furacão socialista é hoje um país equilibrado com renda per capita de $23mil quase o dobro da do Brasil e pasmem é o maior da América Latina . por que será? adivinhem.

    1. PAULO o Chile nada tem a ver com a Argentina cujo povo está fanatizado dez vezes mais que os ignorantes brasileiros que como você idolatram o ladrão mor e fingem ser macacas do Moro com vergonha de mostrar o que realmente são.

    2. Chiquinho, a Argentina tinha um governo liberal que não conseguiu enfrentar os gargalos do país. O Brasil tem atualmente um governo de direita, que está sendo um VERDADEIRO DESASTRE. Interessante é constatar que no Brasil, um governo vendido para o eleitor como liberal, adota atualmente a cartilha econômica da esquerda, que tanto mal fez a nossa economia. Mor🇧🇷 Presidente

  3. "Parece" ser um "karma" de toda a América Latina, sobretudo recentemente, ter só porcarias repugnantes de esquerda e de direita em seus governos!!! É inacreditável!!! Mas o BRASIL mudará o rumo dessa História continental maldita com o 🇧🇷 DR. SÉRGIO FERNANDO MORO em 2022!!! 🇧🇷 Aaaaarrrreeee...até que enfim!!!! 🇧🇷🙏🙏🙏🙏🙏🙏🙏🙏🙏🇧🇷

  4. Mais um soldado do Hitler, América do Sul não aguenta é o povo de bem que sofre. Quem será o Paul Schafer dele? O gado brasileiro!!!!!

  5. Gloria a Deus a America do Sul nao sobrevive com mais um esquerdalha no poder Chile é exemplo do sucesso de econo.ia liberal e precisa continuar assim

    1. 2- E mais, a todo momento sinalizar que pode interferir numa empresa de capital misto, a Petrobras, para controlar artificialmente o preço? Não existe governo meio liberal, como não existe meia grávida.

    2. 1- A economia de mercado venceu o socialismo, isso é fato. Então por que nosso atual governo que se diz liberal, busca interferir no mercado? A Dilma lá atrás incentivou a compra de caminhões com juros subsidiados, com isso aumentou à oferta. No entanto, a demanda caiu. Não é mais sensato deixar a "mão invisível do mercado" agir para corrigir o desequilíbrio, do que o governo vendido como liberal, propor como solução uma ajuda financeira para os caminhoneiros.

  6. GOOOOOH, KAST!! __ O Chile do Gal. Pinochet merece um Líder de Direita depois de desgovernos esquerdopatas tipo o da ex-presiDENTA Bachelet que interrompeu o desenvolvimento exponencial daquele país. Pior que os esquerdopatas estão redigindo uma nova constituinte que pode afundar de vez com aquela pequena/grande nação, a terra dos telescópios gigantes.

    1. Nyco, todo país merece um governo decente, seja de direita ou de esquerda. A direita americana, que serve como exemplo e estendeu o seus tentáculos em diversos países,  inacreditavelmente desfigurou Jesus, travestindo-o como um líder político truculento e intolerante. Consequência disso são os ataques às minorias. Pois essa DIREITA CRETINA elege "inimigos" imaginários para arregimentar a tropa de lunáticos. Qualquer semelhança com o Nazismo não é mera coincidência.

  7. Espero que ele vença a eleição. Essa esquerda maligna não pode assumir o comando de uma nação com os princípios e políticas que defendem.

  8. Quem esta errado no senário politico chileno? quando a direita ou esquerda extremista vence, as pessoas de bens da sociedade geralmente pensaram em si ou invés da coletividade

Mais notícias
Assine 50% off
TOPO