Adriano Machado/Crusoé

Exportação de vacinas contra a Covid-19 dependerá de autorização da Anvisa

03.03.21 20:35

Por unanimidade, a Diretoria Colegiada da Agência Nacional de Vigilância Sanitária decidiu nesta quarta-feira, 3, que as vacinas contra a Covid-19 e o gás medicinal oxigênio poderão ser exportados somente com o aval da autarquia.

A medida, segundo informou a agência, é temporária e inclui o rol de ações de proteção da saúde pública no enfrentamento da pandemia do novo coronavírus. “Na salvaguarda da saúde do cidadão, o dever de antecipar-se ao improvável e de não ser surpreendido, nem perante o inusitado“, disse o diretor-presidente da Anvisa, Antonio Barra Torres.

A diretora Meiruze Freitas acrescentou que a decisão “se soma a uma série de medidas regulatórias da Anvisa, destinadas a mitigar os riscos de desabastecimento de produtos essenciais para o enfretamento” da crise sanitária.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

Só R$ 1,90* no primeiro mês

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

*depois, 11 x R$ 14,90

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • A Coluna Exclusiva de Sergio Moro
  • Podcasts e Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Ruy Goiaba, Felipe Moura Brasil, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
Mais notícias
Assine 7 dias grátis
TOPO