Adriano Machado/Crusoé

Citado pela defesa de Flávio, auditor da Receita é demitido por Guedes

25.02.21 14:52

O ministro da Economia, Paulo Guedes, demitiu nesta quinta-feira, 25, o auditor fiscal Glauco Octaviano Guerra por improbidade administrativa. O servidor foi citado pela defesa de Flávio Bolsonaro (foto) como uma das vítimas de um suposto esquema de fiscalização interna ilegal da Receita Federal, a exemplo do que teria ocorrido com o filho 01 de Jair Bolsonaro.

O processo que resultou na demissão de Guerra o acusa de construir uma casa de 505 mil reais no Recreio dos Bandeirantes, na Zona Oeste carioca, com dinheiro de origem não comprovada. A defesa dele, contudo, sustenta que o imóvel pertence à sogra do funcionário público e diz que ele é vítima de uma perseguição de órgãos de correição da Receita.

O auditor integra a lista de cinco servidores do Fisco suspeitos de enriquecimento ilícito que recorreram à Justiça e ao sindicato nacional dos auditores sob o argumento de que foram investigados de forma ilegal pelos órgãos de correição da Receita no Rio.

Após analisar o caso, a defesa de Flávio seguiu a mesma linha e acionou o comando da Receita e a Procuradoria-Geral da República com base na tese de que o relatório do Conselho de Controle de Atividades Financeiras que deu origem ao inquérito sobre o caso Queiroz foi produzido a partir de informações obtidas por meio de uma investigação irregular em dados fiscais do senador por funcionários do Fisco.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

Só R$ 1,90* no primeiro mês

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

*depois, 11 x R$ 14,90

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • A Coluna Exclusiva de Sergio Moro
  • Podcasts e Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Ruy Goiaba, Felipe Moura Brasil, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Qualquer um pode escrever o que quer e qualquer um pode ser condenado apenas pelo escrito. Voltamos a era da inquisição. Que sejam levados às fogueiras qualquer auditor, policial, promotor, procurador, juiz ou jornalista que for contra a corrupção cancerígena que assolou esse Brasil fétido.

  2. No minimo esse depoimento para defesa do 01 Flavio rachadinha não vale mais nada. E o sujo cuidando do imundo. 2022 esta chegando gente, vai ser o ano da virada, vamos votar com consciência e ajudar a limpar o Brasil desses políticos encrencados com a justiça. Chega de foro privilegiado, chega de impunida, chega de indicação politica para TCU, STF, STJ, CNMP e estatais, e prisão em segunda estancia JA! Minha lista com os nomes dos 354 políticos que não merecem nos representar ja esta pronta!

  3. Dois pesos e 2 medidas. Um é demitido por irregularidade e o Senador da República é privilegiado com todas as provas já apresentadas por Rachadinhas. País da IMORALIDADE

  4. Um elemento é demitido do serviço público por irregularidades flagradas legalmente pelo COAF , outro elemento , senador da República , no mesmo inquérito e mesmas as provas que incriminam o auditor demitido , é dado como inocente pelo STJ. Isso tem cheiro de podridão.

  5. Fazer a coisa certa no Governo, seja nos 3 poderes , Procuradoria ou Estatais, é pedir para ser punido. Bandidos prendendo os mocinhos. Quando é que essa gente vai ter vergonha na cara? Quanfo é q a sociedade de bem vai acordar?

    1. Heloísa, acho que vc não entendeu o comentário do amigo. Pelo que entendi ele critica a punição do auditor e não o Bozinho!

    2. Certo para vc é quem defendo o clã Bolsonaro, ou quem faz o que é certo?

    1. Entendo o contrario, demitiu um servidor suspeito , por provas levantadas da mesma forma que o 01. A exemplo de Guedes, o presidente deveria punir o O1. Se é que já não o fez.

  6. O recado foi dado aos fiscais da receita. Qual a diferença entre este governo e o do Maduro? o do Stalin? o de Hitler? até tu Guedes?

    1. Guedes se contenta com muito pouco, o Bozo só precisou afagar um pouco o ego dele ontem para ele se prestar a esse papelão passa pano de corrupto hoje.

Mais notícias
Assine 7 dias grátis
TOPO