Agência Senado

A falácia do relator para aprovar, ‘a toque de caixa’, projeto que facilita impunidade

26.09.21 08:04

O relator do projeto que desfigura a Lei de Improbidade Administrativa, Weverton Rocha (foto), do PDT, tem recorrido a um argumento falso para tentar acelerar a tramitação da proposta no Senado. O senador alega que não são necessárias audiências públicas para debater o polêmico projeto porque a iniciativa teria sido amplamente discutida na Câmara por uma comissão de juristas, que conduziu 14 sessões. A justificativa, dizem os senadores contrários ao texto, não faz sentido, uma vez que a proposta aprovada na Câmara, atualmente em tramitação no Senado, é completamente diferente do projeto elaborado pelos juristas e apresentado à sociedade.

Graças ao esforço de senadores contrários às mudanças na Lei de Improbidade Administrativa, o projeto ainda não foi votado na Comissão de Constituição e Justiça, a CCJ. Integrantes de partidos de esquerda e governistas tentaram forçar a votação a toque de caixa na última sessão da CCJ, mas o senador Álvaro Dias, do Podemos, conseguiu apoio para adiar a análise do texto. 

Derrotado, Weverton acabou tendo de aceitar que uma audiência pública fosse realizada na próxima terça-feira, 28. Mesmo assim, os senadores mais alinhados à luta contra a corrupção nutrem poucas esperanças de que, ao fim e ao cabo, o projeto que deve ser votado na quarta-feira, 29, seja barrado. Com a união de petistas e bolsonaristas, além do apoio do Centrão, há boas chances de a mudança na Lei de Improbidade ser aprovada. Entre os problemas da proposta é a eliminação da punição de atos culposos cometidos por agentes públicos.

“É muito difícil barrar a aprovação do projeto. Vamos ao menos tentar reduzir o estrago e negociar alterações. Mas conhecemos bem o Senado sabemos da dificuldade que existe na aprovação da agenda ética e no avanço no combate à corrupção”, lamentou Álvaro Dias a Crusoé.

Ao tentar justificar a aprovação rápida do texto, Weverton citou até ministros do Superior Tribunal de Justiça que participaram do colegiado de juristas. “Dizer que foi açodado, da noite para o dia, é, no mínimo, desmerecer o trabalho que uma comissão de juristas fez no Brasil afora. O texto original da proposição foi consolidado sob a presidência do ministro Mauro Campbell”, argumentou Weverton, durante a discussão na CCJ.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • A Coluna Exclusiva de Sergio Moro
  • Podcasts e Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. O Antagonista pode fazer um levantamento de todos os nomes dos deputados e senadores que votaram contra o combate à corrupção e à favor da impunidade neste governo!

  2. Todos os que admitem votar no LulaLadrão ou no BolsoRachadinha têm mesmo é que ser contra tudo o que possa punir ou simplesmente constranger os que ganharam ou ganham com a corrupção. Para essa turma de defensores dos ficha suja, o honesto é que deve ser banido. Afinal, para eles, é imprescindível que o Brasil continue sendo o paraíso dos corruptos. Há quem ame um grande ladrão.

  3. Lulistas e bolsonaristas são farinha do mesmo saco. Tudo junto e misturado. É vergonhoso! Tá mais do que na hora dos brasileiros trocarem todos que estão no congresso e planalto. Chega!!!!

  4. Esses canalhas, como esse vévélhaco, não são apenas canalhas...são canalhas exponenciais. São o extrato do submundo institucionalizado. A gente precisa xispar radical e definitivamente fora com eles nas urnas!!!!

  5. União governo com petistas😄😂😃😅🐁, acho que o pessoal do crusoé andou fumando alguma coisa estragada.🐁🐁🐁🐁🐁

    1. vá ver fumaram bosta de jumento dormida kkkk.

    2. Sim, o PT e o governo bolsonaro se uniram para acabar com a Lava Jato.

    1. Pensem !! Os bolsolulistas mais o Centrão ! Prato cheio à favor da corrupção e da impunidade . Poucos enxergam do quanto todo o arcabouço criado pela Lava Jato e as Leis da Ficha Limpa e esta Lei da Improbidade do jeito que foi alterada fulminaram a possibilidade de combate ao crime de colarinho branco . Perdemos todos ,Muitos não se cansam em passar pano , defendendo o indefensável , outros se locupletam ... e o povo paga a conta . Está passada da hora de pelas urnas dar um basta nisto tudo

    2. Não há dúvida alguma: "hasta siempre". Pois representam a população brasileira que, em sua maioria, é corrupta.

    3. Como diria Fidel ... HASTA SIEMPRE kkkkkkk.

  6. LÓGICO QUE SERÁ APROVADA, AFINAL, OS POLÍTICOS CORRUPTOS SE BENEFICIARÃO DESTA LEI. CANALHAS. ATENÇÃO ASSINANTES. NÃO VOTEM NOS SENADORES QUE APROVAREM E REPASSEM PARA AMIGOS E FAMILIARES NÃO VOTAREM.

  7. O eleitor já sabe que com seus votos colocou uma quadrilha no comando da nação. Agora é trabalhar para evitar a reeleição desses elementos, especialmente dos que fazem parte de famílias tradicionais do “ramo”. Pouquíssimos merecem continuar no congresso. Vamos disseminar essa msg: Não reelejam corruptos!

  8. a politicalha ladravaz do país não quer a moralidade no setor público pois é onde assaltam como querem a nação desesperada e ficam todos impunes . está chegando o momento em que só a GUILHOTINA salva o país do caos de tantos ladrões e de seus tentáculos tão criminosos quanto.

    1. 2- ...se acerta com o Gilmar Mendes...O que você acha Amaury, que devemos fazer com um PR que se elegeu com a bandeira de combater à corrupção, porém trabalhou para acabar com a Lava Jato, e hoje no seu governo pululam esquemas de corrupção? Não sou à favor da pena de morte, por ser um humanista, então descarto a guilhotina. MAS CADEIA SERIA UM BOM CASTIGO. Ainda mais que esse PR, desencadou um genocídio em paralelo à corrupção. Moro 🇧🇷

    2. 1- Verdade Amaury, Flávio Bolsonaro tem buscado cada vez mais poder com os seus tentáculos. A Crusoé fez uma matéria disso. O cara em 1° mandato de senador, alvo de um processo por rachid, já conseguiu comprar uma mansão, que diz ter pago 6 mi, mais o valor real do imóvel é por volta de 15 mi. Bons tempos em que tínhamos a Lava Jato, quando os corrputos tinham um real medo da cadeia. O governo Bolsonaro colocou o petista Aras na PGR, come pizza com o Toffoli, negocia com o Temer, se acerta...

Mais notícias
Assine 50% off
TOPO