Mark Ostow/Harvard Law and International Development SocietySegundo o professor, que mantém um blog sobre corrupção, mensagens foram roubadas por um hacker de fora

‘O propósito é desacreditar a Lava Jato’

Matthew Stephenson, professor de Direito de Harvard, diz que aqueles que roubaram as mensagens do celular de Dallagnol foram movidos por ideologia, pelo desejo de desestabilizar a política ou proteger corruptos
21.06.19

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem.

500
  1. A esquerda mundial mudou seu modus operandi e busca desestabilizar tudo, inclusive , ou principalmente, a estrutura familiar. Respeito por outros a começar. Em minha opinião, ela irá cair do cavalo quando o Islamismo ampliar seu alcance como o vem fazendo na França e outros países europeus. As armas por eles usadas serão revertidas contra eles, mas com intensidade potencializada, pelos duros costumes milenares dos últimos.

  2. Está mais que evidente que estão buscando desculpas para eximirem os corruptos e bandidos das garras dos nossos guardiãs da lava jato.

  3. Toda essa polêmica é de interesse da esquerda corrupta e delinquente. Dizer que o ministro cometeu crime quando ainda era juiz é o mesmo que dizer que Lula roubou para favorecer o povo brasileiro... tudo falacea!!!

  4. Muito boa a entrevista,esclarecedora porque o assunto está muito confuso.O povo brasileiro não tem condições de entender nada.Politicos se aproveitam da situação não querem um país ,culto,produtivo e rico.

  5. Estou abismada de ver que até aqui na Crusoé, uma ilha do jornalismo, uma invasão em celulares de autoridades não é tratada como tal. Se houve a conversa, foi hackeada e isso é ILEGAL! Se teve esse crime , não se pode basear nisso para tecer qualquer juízo pois pode ter sido adulterada!!! Do que foi divulgado, percebe-se interesse para que as provas fossem lícitas e demonstraram cuidado para não se fazer incriminações que lesassem o denunciado salvaguardando a lisura da operação.

  6. Acho que todos, principalmente que não vive a realidade política brasileira, deveria se informar bastante, antes de escolher um lado no embate entre corruptos e os perseguidores de corruptos. Acho que o Dr.Moro fez bem quando aceitou ser ministro desse governo, como seria em qualquer governo. Estamos carentes de bons servidores. Quanto a questão da faltado tempo para a defesa do presidiário Lula, só pode ser piada!

  7. Não acho que Moro errou ao assumir o Ministério, se a missão que si atribui é de combate implacável a corrupção. Como ministro e com liberdade para atuar ele pode aliar experiência e condições práticas para minimizar essa praga que assola o país, não apenas no âmbito político.

  8. Incrível..........todos receiam informar que o "intercept" recebeu essa informações de hacker, devidamente "gratificado" com milhões de dólares pela ORCRIM LuloPTista.......bandido ProTege bandido.

  9. Na pior das hipóteses, se Moro tivesse exagerado em transmitir algumas informações visando prender corruptos, mesmo assim ele deveria ser elogiado, porque poucos estão procurando fazer coisas tão boas. Precisamos mantê-lo atuante e eficiente contra os corruptos.

  10. Como o STF aceitará esse tipo de prova se tem, no Gabinete do Fachin, as maletas do Senado (Renan), sem decifrá-las? Seria, no mínimo, estranho. Parece que tem também um celular apreendido, de um advogado, que envolve muita gente graúda do Judiciário.

  11. O final desse episódio do vazamento já está mais ou menos evidente. O STF, na tentativa de não se meter em confusão e de não se tornar vidraça para nenhum dos lados, vai decidir por algo que agrade gregos e troianos. Irão rever a prisão em segunda instância, permitindo que Lula responda os processos em liberdade; e não penalizarão Moro de modo algum, permitindo que ele continue ministro e que a Lava Jato prossiga. Os bandidos ganharam essa batalha, mas, ao final, a Lava Jato ganhará a guerra.

  12. Tudo muito interessante, mas os Soldiers of Fortune de quaisquer ramos da GUERRA, em qualquer campo ou batalha, cultivam apenas a IDEOLOGIA de servir quem paga o seu preço. O resto é teoria.

  13. Paulo, com razão. O intrevistado (Harvard), ao ouvir "melhor", mudou a opinião, razão do diferencial do modus operandi americano e aqui - (Brasil). Não existissem mais fora, ainda, que dentro (condenados, réus e investigados, não existiria tantas tentativas de desestabiliza, ou desestabilizar a credibilidade dos atores nas perseguições - dos pilantras, que não querem "aparecer", mas atuam na surdina, para se protegerem e desviar as atenções. Lulinhas etc etc, DE FORA. Why??????

  14. Com todo respeito ao entrevistado, mas alguém lá de fora que não conhece a corrupção política brasileira dar palpites...fica difícil dar crédito a este tipo de reportagem.

    1. Ele é especializado em corrupção no mundo todo. Professor na maior universidade conceituada no mundo Harvard em Direito..Especialista em desvendar "mentiras" pelas redes sociais. volta lá no começo e leia a história dele. Está credenciado a falar e desvendar em todo o mundo.

  15. Dr Mouro já explicou, há políticos e MINSTF querendo destruir a LJATO. Como Juiz de 1ªINST pouco poderia fazer, como MINJUS, poderia propor ações para conter esse ataque brutal dia corruptos! Dr Mouro conhece todas as entranhas do esquema mas não podia agir devido a suas limitações e ao foro privilegiado! GMendes é o cabeça e o Dr Moro sabe !

  16. A Crusoé deveria evitar comentários e entrevistas com indivíduos alheios ao nosso País. Se alguém além mar dá um palpite, aquilo se torna real, a verdade absoluta?! Chega disso!!! Não dêem ouvidos a um merda qualquer. Quando se entra numa floresta até o meio, dali pra frente já tá saindo. Isto é pra dizer a quem interessa que a lava-jato não tem volta. PeTralhas?! NUNCA MAIS.

  17. Vejo no país, a cabeça da jararaca no xilindró; corpo e “amigos” se contorcendo e exalando veneno!!! E apesar de velho o meu estilingue, não tenho a mínima preocupação. Um velhinho humilde que só tem 3 Armas, o Villas Boas, observa os esperneios da ORCRIM, sua dupla no mando do Congresso; o trio do Supremo Sapo e as duas meninas Wyllys e Glenn, as anônimas do atual auê. Todos dando show!!! Sobem na mesa, chutando o balde e gritando ESCÂNDALO!!! (MAS... só mostram o rabo preso e a bunda de fora).

  18. Não tem nenhuma importância a opinião desse cara sobre o caso em questão!! A verdade é uma só!! Foi açao de dos mesmo ladroes que roubaram o Brasil e só uma pequena parte está presa! Ainda faltam muitos...

  19. um absurdo querer tapar o sol com a peneira, o estado foi aparelhado para corromper agentes privados e politicos ,eu mesmo conheci um lobista de Brasilia que ganhava muito dinheiro e se candidatou a deputado federal pelo RJ , gastou uma fortuna tentando ser eleito, contratou até trio eletrico na Baiha para fazer campaha no RJ , ainda bem que não ganhou , seu nome era Pedreira. Esse era do tempo do FHC.

  20. Fico bestificado com a quantidade de pessoas que “compraram” a ideia de que a Lava Jato é uma operação política e que prendeu Lula por motivos políticos. Estas pessoas vão para a RS com discursos bizarros. Enquanto isso, a turma da pesada, a banda podre da política, apesar dos discursos de apoio, agem na surdina pra frear a operação e, infelizmente, estão encontrando um certo “apoio popular” neste momento. Essa esquizofrenia, que beira quase a falta de decência, não pode ter mais lugar hoje.

    1. O único objetivo é desestabilizar a LAVA JATO e para que o projeto anti corrupção não tenha êxito. Só isso e nada mais. Só idiota não percebe.

  21. Stephenson, Professor de Direito de Harvard é Referência em Estudos de Corrupção no Mundo. Moro já ocupa posição Referência mundial em Combate a Corrupção; ambas figuras em evidência no cenário mundial da Matéria . Não é o caso de um Âncora de Jornalismo que pode articular uma notícia hoje e desdizer seis dias depois; , é eco internacional. Nessa o Grande Professor de Harvard deixou o Professor do Brasil na desvantagem, pq Moro está no Campo de Batalha e ele somente no das Pesquisas! não valeu!

  22. Stephenson, Professor de Direito de Harvard é Referência em Estudos de Corrupção no Mundo. Moro já ocupa posição Referência mundial em Combate a Corrupção; ambas figuras em evidência no cenário mundial da Matéria . Não é o caso de um Âncora de Jornalismo que pode articular uma notícia hoje e desdizer seis dias depois; , é eco internacional. Nessa o Grande Professor de Harvard deixou o Professor do Brasil na desvantagem, pq Moro está no Campo de Batalha e ele somente no das Pesquisas! não valeu!

  23. Foi com muita fome ao pote, se lambuzou e depois tentou consertar. Coisa mais chegada a barata tonta que a equilíbrio, cautela, investigação e ponderação para quem se presta a ser formador de opinões. Muito blá-blá-blá e assim como foi precipitado ao endossar a merda no início, foi dúbio e meio malabarista até o fim e pelo sim, pelo não, só conseguiu afinal se nivelar às frenéticas meninas Jean e Gleen, ficando também com a bunda de fora.

    1. Aguia. Tenho postado comentários somente em alguns assuntos que me chamam especialmente a atenção. Tb não ligo para os que aparecem por aqui apenas para xingar e derramar verrina, sem a poesia de Cícero. Tenho minha atenção voltada para as tentativas articuladas contra a lava-jato, disfarçadas de ataques contra Moro e o MPF, como tb para o avanço do estratagema para estabelecer um parlamentarismo tupiniquim mambembe branco. Temos dois Nhonhos nessa empreitada.

    2. ✌️Jóia, grande ‘Catilinario’, pena que ande sumido aqui na praia, pois gosto de ler o que escreve. Se por alergia a certos babacas histéricos e assanhados que são pagos para provocar e xingar aqui, rs, faça como eu e não os leia, pô!... Some não cara bom!!!

    3. É isto, Aguia. Sem preconceito de minha parte, diria que é "coisa de gringo". Não sei com base no quê, mas alguns daquele hemisfério acham que têm uma "cultura superior", e se põem a "olhar de cima" para o hemisfério de cá. "Pobrezinhos"! Entre a cultura deles, que tem o seu valor (tirando o "americanalhismo"), fico com a nossa, naquilo que de bom herdamos da cultura européia e latina, sem desprezar a boa cultura européia-saxônica. Nosso sistema processual, como o deles, tem suas falhas.

  24. As instituições ainda encontram-se muito aparelhadas de cima pra baixo, e as ORCRIMs partidárias e corporações estão atuando preferencialnente no congresso, onde emplacaram 2 testas de ferro Maia e Alcolumbre. Não adianta fazer grana p ser desviada. O combate à corrupção é prioridade. Ninguém governa o Brasil dentro do quadro q aí está. A inst confiável ñ quer intervenção. Dia 30 voltamos às RUAS p exigir FIDELIDADE, trabalho e compromisso dos membros do STF e congresso. E q tenham RESPONS

    1. 👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏 (...fora o radicalismo habitual, rsrs). E fora, me permita, pois gosto de lê-la, a equivocada ojeriza aos nossos milhões de RURALISTAS, talvez por causa dos políticos, que se arvoram representantes desta Classe PRODUTORA (“políticos” né, pô?! Classe heróica e estóica que nos alimenta e carrega o país nas costas, por ser única a brilhar nas Exportações, merecendo, ela sim, APOIO do Estado contra as intempéries, BEM MENOR que em outros países. MAS, vc escreve como Patriota!✌

    2. José, concordo plenamente. Não acredito que um estrangeiro, mesmo sendo em algum grau, conhecedor dos problemas brasileiros, pode vivenciar o que só nós desta Pátria, vivênciamos com nossa cultura de corrupção. Só alguém como Moro, foi e será capaz de por seu peito frente a frente com os poderosos corruptos.

  25. Eu acompanho sempre que posso e fico preocupado com decisões do governo sem uma analise profundo; que vira e mexe muda em seguida de decisão. A leitura que faço é que o governo tem que focar em soluções que ponha a economia pra voltar a crescer. De que adianta a população saber de quem é a petrobras se a gasolina o gás e o diesel estão incessiveis. Com uma privatização o governo pagaria uma boa parte da divída publica enchugando essa sangria do dinheiro publico. Com sobra de recurso pouco a pouc

  26. Não precisamos da opinião de nenhum estrangeiro sobre Moro e a Lava-Jato para sabermos que Moro agiu com determinação e seriedade para dar cabo de uma operação das mais perigosas, que arregimentou políticos, empresários, autoridades e executivos de importantes empresas. Todos envolvidos num esquema muito bem organizado de corrupção, funcionando há décadas, com o aval do STF. Até quando vamos conviver com isso??

    1. Desde 2.013 vimos ocupando o espaço que a bandidagem patrocinada pelas corporações e ORCRIMs nos tomaram, saqueando univ e escolas públicas, as instituições e o erário. AVANÇAMOS e em 4 anos fizemos um presidente q abraçou as n pautas anti-corrupção, e creiam, nos deu MORO e apresentou ao congresso o q queremos. Apoiados p mídia criminosa, a reação se aprofunda. Este é o nosso termômetro. Então às RUAS dia 30 p reafirmat n pautas, fim do FORO PRIVILEGIADO, manutenção da prisão em 2a. Inst.

    2. Só quem viveu todo este período sabe como foi e está sendo difícil afastar esta máfia do poder .Moro aceitou a a ida para o ministério temendo o retrocesso de todo árduo trabalho realizado no combate a corrupção. no Brasil, que tem tentáculos em todos os níveis de governo.A nossa esperança e confiança.

  27. Lendo a entrevista e os comentários, percebo o velho complexo de viralata em alguns brasileiros, termos de escutar tantas bobagens de "especialistas". O criminoso fantasiado de jornalista atentou contra a soberania nacional, é um terrorista, deveria estar preso! E o que interessa a opinião deste Stephenson, que pelo visto entende nada de Brasil e de LavaJato?

    1. Sempre procurando aprovação de outros, para só então acreditarmos que fizemos certo e o errado. Mas a verdd é que o Brasil é sui generis. Somos o país do Carnaval, do futebol, do "jeitinho". Nós sabemos de nós. Aqui o poste mija no cachorro. Graças a Deus que o povo está se atentando para isso.

  28. Moro não cometeu deslize. O sistema há de se comunicar. Isso estar na Lei . o problema é que aproveitam de circunstância para tentar desmoralizar, O Moro . Eles não admitem que Moro surgiu, se lançou como um meteorito e abriu uma cratera no centro da corrupção. O Moro é respeitado. a sociedade acredita e aposta nele muito mais que em centenas de político.

    1. Perfeito! Mas deixem. Virão outras eleições. E faremos nossa justiça. Se as famigeradas urnas eletrônicas permitirem, já que não são NADA confiáveis.

  29. O caso Intercept demonstra como o parasitismo social se dá, o parasita vende a ideia de que a sociedade não pode viver sem ele, quando é exatamente o contrário, é ele que não pode viver sem a sociedade, mas para poder fazer parecer que é o contrário, ele passa a retaliar, sabotar, chantagear e criar todo o tipo de dificuldades para que o cidadão ache que ele depende do parasita. Quando a sociedade tenta se libertar do parasita, este a ataca para que ela acredite que não pode viver sem ele.

  30. O caso Intercept expõe não só a corrupção de um segmento da sociedade, mas também um egoísmo, soberba e falta de compaixão com o próximo tão exarcebadas, que há cidadãos que entre o sucesso do país e o fracasso deste, preferem o fracasso se o sucesso não vier pelas mãos deles, tanto que não tem qualquer intenção de colaborar para o bem do país, mas somente para a derrota de seus adversários, mesmo que o povo tenha que pagar por esta, podem até ir para o buraco, mas não sem levar o país.

    1. Parabéns Uira, pela análise. É exatamente isto que divide politicamente e moralmente nosso país.

    2. Você está cheio de razão e é assim que penso! Nossos políticos e ex políticos são maus brasileiros; se não for sob a aba deles, que o Brasil afunde!

  31. A tentativa patética de atacar a Lavajato é na verdade uma tentativa de se manter um discurso e uma narrativa que servem a um projeto de poder. O que está em jogo no momento é um grupo acusado de corrupção e que foi desalojado do poder lutando para que a corrupção deles não seja revelada e a falsidade da narrativa criada por eles seja exposta. Para fazer isto eles estão até mesmo dispostos a atacar o Estado e à sociedade, estão disposto a violar as leis e as liberdades individuais.

    1. Exatamente! Lixo puro! E nós em agonia com receio que nada mudará! Precisamos ir às ruas! Com vassouras!

  32. As liberdades individuais estão na base da democracia, mas estas podem ser tanto restringidas quanto abusadas, seja por indivíduos, entidades estatais, para-estatais ou privadas. O caso Interecept é um exemplo claro do abuso perpetrado por indivíduos, entidades privadas e agentes do próprio Estado contra a democracia e o próprio Estado. Além disto, confirma que há um segmento dentro do país que trabalha contra o restante da sociedade em nome da corrupção e de desejos inconfessáveis.

    1. Morro de ódio por me sentir incapaz de fazer mais!!!! Só me resta o protesto nas ruas e nas redes!

  33. Liberdade de imprensa, de opinião e de expressão estão todas vinculadas e são inseparáveis, toda vez que uma delas é atingida ou abusada, a democracia é atingida. O caso Intercept é a maior comprovação de que, apesar de toda a corrupção, o Brasil é uma democracia sólida, pois está suportando os ataques que são perpetrados por agentes externos e infiltrados que a tentam desestabilizar. Assim como podem ser restringidas, as liberdades individuais tb pode ser objeto de abuso.

  34. “Em algumas jurisdições, não sei se é o caso do Brasil,...” Stephenson não sabe como funciona a jurisdição brasileira e mesmo assim fez críticas à conduta de um juiz e procurador? Mesmo se retratando ele errou feio no seu 1° artigo. Como alguém q é especialista em corrupção pode analisar uma suposta irregularidade d conduta d agentes públicos sem saber sobre as leis costumes deste mesmo país? Cada dia tenho mais certeza q “especialistas, juristas, intelectuais” são termos q estão se vulgarizando

    1. Maria. É isto mesmo. O especialista foi apressado em suas considerações iniciais e se retratou pela metade. Atitude de quem acha que pode emitir juízo de valor até sobre legislação que não conhece. Lamentável.

  35. O principal são as PROVAS NOS AUTOS. CLARÍSSIMAS! No caso triplex.... escolha da cozinha chique, elevador, visitas constantes à reforma, tanto do hipócrita LULA quanto da esposa e filho, etc. Além da CONFIRMAÇÃO do crime no TRF e STJ. Quanto ao SÍTIO ... esse então é "mamão com açúcar". Claro, claro demais pra que o pilantra do LULA fique os próximos 10 anos preso pelo bem do Brasil.

  36. O entrevistado se desmentiu de sua primeira opinião, em que considerava antiética as conversas entre Moro e procuradores. Mas, no geral, ficou no meio termo, deixando uma janela para voltar a atacá-los. Muito covarde a atitude. Se não conhece a sistemática dos procedimentos jurídicos no Brasil, bem diferentes nos EEUU, deveria pedir desculpas pelo erro e aguardar os acontecimentos. Mas não, ainda se acha em condições de emitir juízo de valor. Pisou na bola e ainda quer se sair bem.

  37. Lamentável que o Moro tenha dado palanque para esse jornalista e Crusoe o tenha entrevistado. A sua resposta com relação à condenação de Lula (ignorando o fato de que ele foi condenado em 3 instâncias) diz tudo. Ele se acha mais competente que a justiça brasileira.

  38. A melhor resposta que o presidente poderia dar a esses vazamentos e indicando o Deltan Dallagnol como procurador geral da republica agora em setembro, pois mandaria uma mensagem clara aos mandantes do ataque hacker que manobras para abalar o combate a corrupção no governo Bolsonaro, não surtiram efeito, principalmente na nomeação de pessoas competentes para o combate da mesma.

    1. Excelente nomeação e quando da sabatina no senado,voto abertíssimo.

    2. Que tapa bem dado! #DeltanDallagnolpara procuradordarepública

  39. Vejam que o Professor de Harvard é capaz de admitir o seu engano na primeira leitura e é capaz de rever sua posição, sem constrangimento! Ao contrário de muitos das Universidades brasileiras...

  40. É realmente um espanto que Stephenson emita juízo de valor contra qualquer decisão de Moro ou Deltan. Estrangeiro e teórico, deveria se inteirar melhor antes de ir e vir, ainda mais conhecendo Deltan que lá defendeu sua dissertação de Mestrado. Desconhece a guerra, por aqui travada, contra os corruptos e seu líder corruptor mor. Shame on you.

  41. Boa entrevista. Em suas respostas demonstrou equidistante das partes interessadas. De fato sua posse como ministro, o juiz Moro pode de fato ter prejudicado um pouco a operacao Lava a Jato. Pecou ao afirmar que o Intercept é jornalismo, mas sim picaretas. Entretanto, agora as coisas estão mais claras e se restabelecendo. A hipocrisia juridica a cada dia esta desmoronando, a legalidade ou melhor a decência a prevalecer. Agora é fazer a purgacao das instituicoes, principalmente do Judiciário

    1. Jales. Não concordo. O entrevistado não se mostrou equidistante, apenas tentou se desculpar pelo papelão que fez com o primeiro artigo. E quanto ao Moro ter aceito o convite para ministro, fico com a explicação que ele deu, no sentido de preservar as conquistas da lava-jato. Com todos os inimigos que a lava-jato tem nos tribunais superiores, entre políticos e empresários (do mercado financeiro, inclusive), imagine o alcance que teriam os ataques destes sitezinho se Moro fosse ainda juiz.

  42. O mais legal aqui é a capacidade de um sujeito dizer 'eu errei' e se retratar, sem medo de ser considerado fraco, burro ou parcial. É um acadêmico e precisa ser humilde, cientificamente humilde. O resto é realmente o que vimos. Uma bomba atômica que ficou um traque...

  43. O contexto é tratado como um confronto ao PT. O cenário correto é de um presidente e seu partido que coordenavam um assalto sistematizado. Empresas estatais brasileiras, fundos de pensão sendo aparelhados e achacados, dinheiro do Tesouro repassado ao BNDES e este os encaminhando empresários em troca de gordas propinas. Neste cenário adverso, PF, MPF e Sergio Moro, deveriam atuar tendo contra si a necessidade de obter provas robustas, num sistema que não condena corruptos de caixa alto.

  44. Sobre a pergunta se os vazamentos comprometem a sentença do presidiário, este cara esqueceu de falar q após ser condenado por unanimidade na 2a instância e STF, a sentença esta legitimada!! O cara é de Harvard e não responde direito???

  45. Não vi problema algum no fato do juiz Sérgio Moro ter aceitado o convite pra fazer parte do governo, vi que ele vislumbrou a possibilidade de pôr em prática tudo que ele viu e sabe sobre criminosos do alto escalão. Ele só não contava com tanto poder das ratazanas.

  46. O VerdeWald logo vai encontrar seu rumo. A PF esta nammira dele. Eh óbvio q ele patrocinou TUDO isso. Deveria ser expulso do Brasil, eh um canalha disfarçado de "jornalista"

  47. Para mim isso não é jornalista e sim militante político associado a criminosos colocando um país como refém,ele tem a obrigação de revelar e entregar o material ao supremo ,além disso é terrorismo.

  48. Pronto, depois dessa entrevista os esquerdeopatas vão gritar que o professor de direito em Harvard está também aconluiado com a direita brasileira, bem como com o MJ Sérgio Moro e com Procuradores da República e em especial os de Curitiba. A IstoÉ de hoje trás uma reportagem com o titulo: A PF fecha o cerco aos Hackers. Na reportagem os investigadores informam que estão próximos dos hackers e que, as invasões partiram da Rússia e suspeitam de Edward Snowdem do amigo e aliado do Glenn...

  49. O fato de Moro ter aceitado ser ministro em nada rebaixa a atitude dele,primeiro porque ele deixou uma vida de magistratura sob um risco de não dar certo, Segundo Moro como individuo social tem o direito de ter suas preferências politicas, terceiro se ele não aceitasse concordo com ele que a lava-jato cairia no esquecimento e aqui estamos nós aprofundando mais ainda este importante fato na vida brasileira que já entrou para a história.Temos de ir até ao fim de ver quem causou danos pagar.

  50. O professor de Harvard falou apenas o óbvio, pois não é especialista no sistema jurídico brasileiro e não domina a realidade brasileira. Não conseguiu responder à pergunta sobre se Lula teve um julgamento justo, sendo que qualquer brasileiro mais ou menos bem informado sabe que Lula foi condenado em TRÊS instâncias. Por favor, Crusoé, façam perguntas sempre a quem melhor podem repondê-las. Nem sempre um professor de Harvard terá a melhor resposta para questões brasileiras. Valorizem o Brasil.

    1. com certeza! Além de simplesmente ignorar a segunda instância que confirmou e até aumentou a pena, fala-se como se as palavras retiradas de um texto sem qualquer confirmação de veracidade fossem a exata verdade. Cadê o STF que não manda calar a boca desse site por publicação de fake news?

Mais notícias
Assine
TOPO