Eduardo Anizelli/FolhapressLula, preso, chega à PF: com a decisão do Supremo, soltura fica a cargo da juíza que acompanha a execução da pena

Por que a Lava Jato precisa ir adiante

A maior operação anticorrupção da história mudou a maneira de o Brasil lidar com criminosos do colarinho branco. Tentar enterrá-la, como muitos poderosos tentam fazer, é jogar contra o futuro do país
21.06.19

Em cinco anos, a Lava Jato acumula números sem precedentes no combate à corrupção e a crimes do colarinho branco. Somados os dados das forças-tarefa montadas no Rio de Janeiro, em São Paulo, em Brasília e no Paraná, onde tudo começou, são mais de 24 bilhões de reais a serem devolvidos nos próximos anos para os cofres públicos, em decorrência de 219 acordos de colaboração com pessoas físicas e 13 acordos de leniência com empresas. Foram expedidos 351 mandados de prisão preventiva e 194 de prisão temporária, além de 1.700 ordens de busca e apreensão em todo o país, cujos resultados levaram mais de duas centenas de investigados ao banco dos réus. Somadas, as penas dos que restaram condenados, incluindo políticos poderosos e empresários bilionários nunca antes alcançados pela Justiça, chegam a 3.096 anos. A operação ainda conseguiu o feito de mostrar que, sim, é possível acabar com o ciclo de impunidade que vem desde a descoberta do Brasil pelos portugueses. Graças a ela, foram feitos ajustes importantes em mecanismos que contribuíram durante anos para a cultura que favorecia os poderosos, como o estabelecimento de novas regras para o foro privilegiado, a proibição de doação de empresas para campanhas políticas e a liberação da prisão após condenações em segunda instância.

Muito embora o combate à corrupção não devesse ter dono nem ser apropriado por partidos ou correntes políticas (pelo contrário, deveria ser defendido por todos), desde seu início a Lava Jato se vê em meio à polarização que toma conta do debate público no país. E, após os vazamentos de diálogos atribuídos a autoridades ligadas à operação por meio do aplicativo Telegram, a operação entrou novamente, e com mais força do que nunca, na mira daqueles que acham que seus desdobramentos objetivam não a recuperação de dinheiro desviado nem a punição dos envolvidos em crimes, mas a perseguição a determinados políticos e partidos. Na esteira das supostas conversas vazadas após o ataque hacker a celulares de autoridades incumbidas de atuar nas investigações, que têm dado margem a uma ofensiva inédita contra a operação e a movimentos de bastidores para anular condenações, como a do ex-presidente Lula, resta a pergunta: a Lava Jato deve continuar, doa a quem doer, ou deve parar enquanto atores dos diversos campos políticos, todos com representantes incluídos entre os alvos da operação, se engalfinham no debate sobre se houve algum tipo de falha ou direcionamentos nas apurações? Pelas razões expostas a seguir, que enumeram os feitos da maior ação anticorrupção da história, a resposta parece clara.

***

A cultura da impunidade sofreu um revés

Quando realizou a primeira leva de prisões, em março de 2014, a Lava Jato era vista somente como mais uma operação de combate à corrupção com potencial para expor práticas criminosas de poderosos brasileiros e que, por isso mesmo, seria interrompida ou enviada para a gaveta de alguma corte superior assim que começasse a importunar os peixes graúdos. O histórico não era nada positivo e sustentava o pessimismo mesmo entre os investigadores. À época, pouca gente  acreditava que dar um golpe fatal na corrupção impregnada no poder público e privado era algo possível. Antes dela, muitas outras tinham sido deflagradas com a promessa de passar o país a limpo, mas foram interrompidas pela atuação de caríssimas bancas de advogados, por meio de pedidos de nulidade ao STJ ou STF. Castelo de Areia, Satiagraha e Boi Barrica são alguns dos muitos exemplos. Esse cenário foi se alterando com o desenrolar das fases. Em novembro do mesmo ano, a Lava Jato realizava buscas e punha em cana os principais empreiteiros do país. Meses depois, já em 2015, o todo-poderoso Marcelo Odebrecht, viu-se preso. Foi a partir daí que os políticos em Brasília se deram conta de que a coisa era para valer. O roteiro é bem conhecido. Empresários de todos os setores, gente das mais diversas colorações partidárias e dezenas de operadores financeiros passaram a frequentar o noticiário policial e, pela primeira vez na história do Brasil, passou a ser considerada a possibilidade de o país ser retirado da lista das nações mais coniventes com práticas corruptas e anticoncorrenciais. Diz o delegado federal aposentado Jorge Pontes, autor do livro “Crime.gov” (Editora Objetiva), em parceria com o também delegado Márcio Adriano Anselmo, responsável pelas primeiras descobertas da operação: “A Lava Jato descortinou para a sociedade a existência do crime institucionalizado. Ela teve o poder de diagnosticar esse cenário de um país tomado pela criminalidade enraizada nas instituições. Ela não pegou todos os esquemas, mas diagnosticou qual era a real situação”.

O ‘mecanismo’ da corrupção foi exposto

O avanço das investigações e seus desdobramentos para outras cidades — além de Curitiba, Rio de Janeiro, São Paulo e Brasília ganharam forças-tarefas — revelou um cenário assustador de corrupção institucionalizada. Os inquéritos em Curitiba mostraram como a Petrobras foi utilizada para sustentar campanhas eleitorais dos partidos da base de apoio dos governos petistas de Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff. A cada fase da operação, os brasileiros foram compreendendo os motivos por trás do interesse dos partidos políticos em integrar a base dos governos e qual era o resultado daquele famoso toma lá dá cá da política nacional. O resultado prático disso, revelou a Lava Jato, era a propina em forma de doação oficial, dentro de mochilas, escoada por meio de contratos com empresas de fachada ou mesmo entregues em quartos de hotéis de Brasília. Após cinco anos, com o acordo de colaboração de grandes empreiteiras e empresários, a operação deixou claro que a democracia brasileira era um faz de conta comprado a preço de ouro, a depender do interesse do partido ora no poder e dos preços dos políticos interessados em tornar-se asseclas dos poderosos de plantão. Um estudo da Fundação Getúlio Vargas baseado em sentenças da operação precificou o impacto dos esquemas de corrupção nas eleições. O trabalho mostrou que recursos provenientes de propina representavam até 46% dos valores que irrigaram as campanhas eleitorais brasileiras entre os anos de 2006 e 2012. Se levado em conta o valor total repassado entre 2002 e 2014 para campanhas por empresas investigadas, o número é ainda mais assustador: nada menos que 1 bilhão de reais “investidos” em políticos que depois eram indicados para estatais para dar continuidade ao toma lá dá cá.

Surgiu um novo modelo de combate à corrupção

Parte do sucesso da operação se deve ao modelo de investigação utilizado pela Polícia Federal e pelo Ministério Público. A Lava Jato foi a primeira grande operação a se valer da nova Lei das Organizações Criminosas, a 12.850, aprovada após as manifestações de junho de 2013, ironicamente no governo de Dilma Rousseff. Ao utilizar novas ferramentas de investigação regulamentadas a partir da mudança na legislação, a operação criou um novo paradigma. Passou a utilizar como motores de propulsão os acordos de colaboração premiada e o lema “siga o dinheiro”, inspirado no famoso princípio do follow the money americano. Dessa forma, ao aliar o sufocamento financeiro dos grupos criminosos com a possibilidade de negociação de penas menores em troca da confissão de crimes, a investigação levou pouco tempo para avançar sobre todos os setores empresariais e político-partidários que, até então, haviam passado incólumes por diversas operações. “Esperamos que a Lava Jato ainda possa gerar mais frutos, porque acredito que, muito embora não seja exaustiva no sentido de arrefecer a criminalidade no país, ela é um paradigma importantíssimo, histórico e emblemático para que outras forças-tarefa possam se desenvolver nos mesmos moldes”, diz a procuradora Karen Kahn, do Ministério Público Federal em São Paulo, responsável pelas investigações da Castelo de Areia, que poderia ter antecipado em alguns anos as descobertas da Lava Jato, mas, após esbarrar na velha proteção dos tribunais a investigados poderosos, acabou arquivada.

Políticos graduados conheceram a cadeia

A operação alcançou políticos de diferentes partidos. As principais legendas da política nacional, PT, PSDB e MDB, em especial, viram suas grandes lideranças tragadas pelas investigações. Entre os petistas, além de todos os marqueteiros que serviram às últimas campanhas presidenciais, tesoureiros e operadores, a Lava Jato explodiu no colo do chefe do partido, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Depois de levá-lo para depor coercitivamente, em março de 2016, a investigação fez uma devassa em toda a vida de Lula e acabou por condená-lo tanto em processos em Curitiba como no Distrito Federal. Em 2018, Lula acabou preso após ser condenado em segunda instância. Além dele, outras lideranças petistas, como José Dirceu, Antonio Palocci, Delcídio do Amaral, Paulo Bernardo e Gleisi Hoffmann, viram-se acusadas por envolvimento nos esquemas de desvio de dinheiro público. O PSDB, por sua vez, não pagou menos caro. Após um período inicial fora do foco da operação, os tucanos foram dragados para o escândalo e viram seus expoentes citados em delações. Aécio Neves, o tucano mineiro quase eleito presidente em 2014 justamente por atacar o envolvimento dos petistas na Lava Jato, só não foi preso após aparecer pedindo 2 milhões de reais para Joesley Batista, da JBS, porque tinha foro privilegiado. A irmã dele, Andrea Neves, não teve tanta sorte. Chegou a ir para a cadeia. Da ala paulista, os até então imunes a escândalos Geraldo Alckmin e José Serra agora são alvos de investigações por terem aparecido em acordos de delação de empreiteiros como adeptos do mesmo toma lá dá cá que abastecia os cofres petistas. No caso de Serra, além de dinheiro para as campanhas eleitorais, as delações apontam para repasses no exterior realizados para operadores que atuavam em seu nome. No MDB, o ex-presidente Michel Temer foi preso poucos meses após deixar o Palácio do Planalto. Somam-se a ele nomes como Eduardo Cunha, Henrique Eduardo Alves e Geddel Vieira Lima, a cujo prontuário foi adicionado o título de proprietário de um bunker de 51 milhões de reais em espécie descoberto pelos investigadores. Descobriu-se que o ex-governador fluminense Sérgio Cabral, do MDB, era chefe de uma quadrilha que espoliou o estado do Rio de Janeiro de uma forma impressionante mesmo para os largos padrões da corrupção nacional. Ele está em cana, condenado até agora a quase 198 anos de prisão. Outros partidos grandes, como PP, PR e DEM também se viram envolvidos e têm alguns de seus principais líderes respondendo a inquéritos ou mesmo a processos.

Finalmente os corruptores foram alcançados

Não foram só os políticos corruptos que sofreram com os cinco anos da operação. Pela primeira vez na história do país, a Lava Jato avançou também sobre os corruptores, aqueles empresários interessados no dinheiro do erário que optaram por anos a fio pelo pagamento de propina como forma de superar a ineficácia de suas empresas em concorrer de forma justa e honesta pelos contratos públicos. Embora alguns empreiteiros tenham sido presos ainda em 2014, na 7ª fase da Lava Jato, foi em junho de 2015 que a operação mostrou de maneira inconteste que seu objetivo era dar um duro golpe na corrupção. Em uma manhã de sexta-feira, o dia da semana que ficou marcado pelas ações mais rumorosas da operação, a 19ª fase da Lava Jato, batizada de Erga Omnes (‘Vale para todos”, em latim), prendeu Marcelo Odebrecht, o maior empreiteiro da América Latina. A partir daí sobrou para empresários de todos os setores. Enquanto Curitiba focou nos empreiteiros, as frentes abertas no Rio de Janeiro e Brasília focaram em outros fronts conhecidos por manter relações íntimas (e suspeitas) com o poder. Foi assim com companhias do ramo financeiro e com gigantes do ramo de carnes, como a JBS de Joesley e Wesley Batista — que, graças à política dos “campeões nacionais” lançada durante os anos do PT no poder, alcançou a posição de maior conglomerado do setor de proteína animal do planeta. Empresas das áreas de saúde e transporte também passaram a ser alvo. Como consequência dos resultados da Lava Jato, grandes companhias passaram a adotar, para valer, medidas de compliance para evitar problemas com a Justiça. “O avanço da Operação Lava Jato garantiu que o debate sobre os procedimentos que compõem a lei anticorrupção, como a aplicação de multa e a adoção de compliance, garantisse ao estado mais eficácia no combate à corrupção e à lavagem de dinheiro”, diz Leandro Daiello, ex-diretor-geral da Polícia Federal.

As investigações se espraiaram pelo mundo

A operação foi fundamental para mapear uma complexa teia de corrupção internacional que ia muito além da Petrobras e incluía sofisticados esquemas de lavagem de dinheiro com contas no exterior, escondidas em paraísos fiscais e em nome de laranjas. Um dos exemplos mais simbólicos é o da própria Odebrecht, que teve de fechar acordos de leniência com Estados Unidos, Suíça e Brasil, para devolver o equivalente a 3,5 bilhões de dólares aos três países. Na América Latina, seguindo o exemplo do Brasil, ex-presidentes foram presos por crimes descobertos a partir da Lava Jato. As informações compartilhadas com as autoridades estrangeiras devem gerar novos desdobramentos nos próximos anos. Até aqui, já houve 754 pedidos de cooperação internacional para a troca de informações com outros países. Em 2013, um ano antes de a Lava Jato ir às ruas, procuradores suíços arquivaram parte da investigação envolvendo o pagamento de propinas a autoridades dos governos do PSDB em São Paulo pela multinacional Alstom, devido à falta de cooperação dos investigadores brasileiros. Anos mais tarde, já com as forças-tarefa da Lava Jato a todo vapor, o Brasil passou a “exportar” investigações. Em maio deste ano, por exemplo, veio à luz a notícia de que o Departamento de Justiça dos Estados Unidos, em conjunto com o FBI e a Securities and Exchange Comission (o equivalente dos americanos à CVM), passou a investigar as gigantes do setor de saúde Philips, GE, Johnson & Johnson e Siemens. O pontapé inicial da investigação foi o esquema de fraudes e corrupção em licitações de equipamentos médicos revelado pela Lava Jato no Rio.

As instituições brasileiras amadureceram

Independentemente de alguns encarregados da operação terem ganhado fama, como o próprio Sergio Moro, foram as instituições envolvidas nas investigações que mais ganharam com a operação, sobretudo o Ministério Público e a Polícia Federal. Com o amplo apoio popular às investigações, autoridades antes acostumadas a esbarrar nas travas estabelecidas por chefes preocupados em não desagradar seus superiores, quase sempre políticos, passaram a trabalhar com mais liberdade, amparadas na certeza de que têm um papel a cumprir e que, dentro dele, interferências indevidas em favor de investigados não são mais bem-vindas. Como exemplo dessa nova cultura institucional, um diretor da Polícia Federal nomeado por Michel Temer acabou caindo após tentar interferir no trabalho de delegados. Também houve ajustes nos marcos legais que definem o papel dos órgãos encarregados de investigar e processar. Por decisão do Supremo, na esteira de casos concretos levantados pela Lava Jato, a Polícia Federal passou a ser autorizada a fazer acordos de colaboração premiada. Outro fator essencial para o amadurecimento das colaborações premiadas foi a possibilidade de condenados em segunda instância passarem a ser presos imediatamente. Esse entendimento foi chancelado pelo Supremo em 2016, em meio aos avanços da Lava Jato sobre a cúpula das maiores empreiteiras do país, e representou um marco nas práticas até então adotadas no país: com a infinidade de recursos que o sistema brasileiro prevê, os processos nunca terminavam e os réus, especialmente os mais poderosos, dificilmente eram punidos.

Novas frentes de investigação foram abertas

A Lava Jato abriu para as autoridades caminhos para investigar setores nunca antes explorados com a devida atenção. Dois dos maiores exemplos das novas fronteiras abertas pela operação são o sistema financeiro e o Poder Judiciário. Responsáveis por hospedar contas de empresas de fachada e operadores de propina envolvidos nos esquemas de corrupção, os bancos entraram na mira dos investigadores e aumentaram ainda mais as fileiras de inimigos da operação. Poucas semanas antes de vir à tona o caso dos vazamentos de conversas da força-tarefa no Telegram, a Lava Jato de Curitiba prendeu três executivos do alto escalão do banco Paulista. A Lava Jato no Rio, por sua vez, prendeu dois executivos do Bradesco, o segundo maior banco privado. Nos próximos meses, caso os algozes da operação não consigam enterrá-la, mais fases devem mostrar como o sistema financeiro nacional foi utilizado para lavar dinheiro sujo desviado dos cofres públicos. No caso do Judiciário, a Lava Jato não é a primeira a ensaiar um avanço sobre juízes, desembargadores e integrantes de cortes superiores suspeitos de manter relações escusas com grupos criminosos. Mas as anteriores normalmente esbarravam em decisões dos próprios tribunais e, com raras exceções, quase sempre acabavam engavetadas. Agora, a Lava Jato promete expor como se dava a relação de alguns empresários e políticos corruptos com autoridades responsáveis, em tese, por defender o império da lei.

***

Por tudo isso, resta claro que atacar a Lava Jato e lançar sombra sobre o que ela alcançou desde sua primeira fase, em 2014, não favorece apenas a turma que foi parar atrás das grades graças às investigações. Há também quem queira evitar virar alvo. Inimigos, portanto, não faltam. Mas é preciso avançar — e não anular aquilo que já foi foi feito.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • A Coluna Exclusiva de Sergio Moro
  • Podcasts e Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Nesse momento parece muito claro que o prosseguimento das operações anti corrupção passam por medidas que desmontem o aparelhamento do poder Judiciário .

  2. muito elucidativo esta matéria, tem muita gente que ainda poem em duvida todos estes avanços, são no minimo imorais para não dizer f.....

  3. A Lava Jato foi mais uma conquista adquirida pelos nacionais. Essa não pode ser atacada a fim de prejudicar as novas descobertas ilícitas que estão por vir.

  4. A Lava jato tem inimigos em todos os países onde foram depositados os recursos provenientes da corrupção. Não são apenas moedas... São obras de arte ocultadas em bancos estrangeiros, sob sigilo. Estes países que tanto invejamos pelo comportamento honesto que demonstram parece usarem sua dignidade explícita apenas com cidadãos de seus países. A Lava jato deve ser bastante inconveniente deixando claro que honestidade não deve ter fronteiras e corrupção não tem Pátria.

  5. "A LAVA JATO É NOSSA"!!!!! Ninguém tasca. Quem é contra a lava jato bom sujeito não é.Não é bom da cabeça e, corrupto, justiça não quer. MORO É MAIS. MORO É MASSA!!!

    1. Pelas atitudes que alguns ministros do STF tem tomado acredito que sejam os maiores beneficiários de toda roubalheira feita ao povo brasileiro nas últimas décadas.

  6. Mas é óbvio que quem não aceita, critica a "Lava Jato" são justamente Deputados, Senadores, Ministros, Partidos que tem algo suspeito. A maioria do povo brasileiro já sabe que honestidade, transparência, ética, caráter, deve ser emanados primeiro por estes para que o povo brasileiro sinta orgulho dos mesmos e os siga. Acredito que as penalidades são baixas demais: Falta colocar que estes julgados devem devolver o que roubaram com juros e correção monetária, não poderão ter acesso a nenhum cargo

  7. Reportagem que poderia, muito bem, virar folheto é ser distribuídas nas escolas de segundo grau e superiores, como trabalho curricular.

  8. A luta continua Dr. Moro que tem o apoio da sociedade brasileira, avante JUIZ Moro na nossa luta contra os cavaleiros do apocalipse ($tf, vergonha nacional, CN comandado pelos 2 buchudinhos Maia e Alcoolumbre, mídia criminosa comandada pela Rede Esgoto e a Orcrim petista),

  9. O Juiz Sergio Moro e toda a Lava Jato fizeram um estrago na vida dos poderosos políticos e empresários- grande número deles foi julgado e preso. E o Ministro Sergio Moro é uma ameaça àqueles que tem rabo preso. Daí a perseguição. Os brasileiros de bem querem que a Lava Jato e Sergio Moro sejam salvos e continuem sua luta. É preciso evitar que "sertão vire mar e o mar vire sertão".

  10. O sucesso da Lava Jato se deu pelo idealismo das pessoas envolvidas em combater a maior e mais velada injustiça de todas: a corrupção. Idealismo partidário? Longe disso! O de que é necessário combater a corrupção e sua cultura, doa a quem doer, para que os brasileiros tenham um país mais justo e sustentável. Parabéns aos procuradores e juízes por sua dedicação no combate a corrupção!

  11. O STJ está mergulhado na corrupção . Essas togas coladas com cuspe encobrem e protegem os grandes corruptos do País . É preciso quebrar as pernas do stablishment

    1. Só não tem mais politico preso devido a esse STF corrupto

  12. Os 30 juízes federais que assinam hoje que o Moro tira a credibilidade da justiça e querem Moro fora da associação AJUFE... são brasileiros? Acho que já estão preocupados se Moro vai chegar ao STF. Que decepção senhores juízes!

  13. Para que a Lava Jato prossiga e tenha um final feliz(instalação de um novo modelo)é preciso "lavar" as Instituições do Poder Nacional.Chega,o país está perdendo tempo precioso!

  14. Estamos num momento crucial da nossa História. Dependendo do que o STF venha decidir sobre suspeição de Sérgio Moro na Lava Jato, liberdade de Lula e prisão em segunda instância, iremos avançar no combate à corrupção ou retroceder a tudo isso. Podemos ter um novo país em construção ou a miséria de sempre como nação e povo de merda.

    1. Quem, em sã consciência, ainda espera a Lava Toga? Isso nunca acontecerá com o Senado sob a batuta de Alcolumbre.

  15. A mais importante conquista da Lava Jato foi conscientizar a população sobre a importância do combate a corrupção, mudando padrões seculares de acomodamento frente a impunidade crônica que a gerava.

    1. Nos abre um fagulha de esperança de que o Brasil ainda tem jeito.

  16. A Lava Jato já é um Patrimônio que o Brasil conquistou as duras penas e esses bandidos não irão conseguir denegrir ou desmoralizar.

  17. O grande erro da Lava Jato foi ter deixado o PT fora.O PT deveria ter tido o seu registro cancelado, oRui Falcão e demais diretores processados e presos e recuperado o dinheiro roubado que hoje serve para fraudar eleições e financiar todo tipo de sujeira. Três tesoureiros condenados por roubo e lavagem de dinheiro e o ultimo, o tal Vacari, ainda na cadeia.

  18. Esses politicos e o STF pensam que vao soltar o Lula...kkkkkkkkkkkkkkkkk faz me rir.....NAO COM BOLSONORO NO PODER E O EXERCITO E O POVO NO APOIO

  19. Deveriam rever forma de punir os participantes do ilícito, mas mantendo os investimentos nas obras para não causar desempregos em massa, assim como é feito nos países de primeiro mundo.

  20. Certamente ainda iremos encontrar muito mais falcatruas se a operação for adiante . Esta organização de políticos mafiosos tomou conta de todas as áreas onde houvesse algum rastro de valores. Armaram uma teira de dar inveja as aranhas,tripudiaram sobre a população brasileira,principalmente sobre os mais necessitados. Precisamos nos unir mais do que nunca para que todo esforço gasto até hoje pela Operação Lava Jato CONTINUE

  21. obviamente que a LavaJato tem que continuar. Muitos que gostam do R$ fácil, ainda estão soltos e continuam a praticar "malfeitos". Incluo nestes malfeitos está Intercep e seus hackers.

  22. Não basta a lava jato prosseguir, temos que melhorar os mecanismos legais de combate à corrupção, que ainda são muito frágeis no Brasil. Uma boa iniciativa seria retomar a discussão sobre o excelente projeto das “10 medidas”, que o “bem intencionado” Rodrigo Maia, atropelando a iniciativa popular, desfigurou completamente!

    1. Daí a importância de apoiarmos o do projeto Anti crime !

  23. Siga o dinheiro e veja pq os corruptos querem acabar de qualquer maneira com a Lava-Jato com a ajuda de seus aliados políticos de esquerda.

  24. Acabar com a Lava Jato só interessa a esses corruptos que estao apavorados. O Povo brasileiro mostrou nas urnas que nao aguenta mais isso. Esses politicos corruptos nao querem deixar que o Brasil siga a frente. Querem acabar com a Lava Jato, nso deixam o presidente governar. Chega!!! Nao aguentamos nais isso. Alguma coisa tem que ser feita urgente.

  25. Tudo isso é de conhecimento de praticamente todos que tenham pelo menos hum grau acima de idiota. O que me parece é que o quarto poder também está envolvido nessa tarefa, a de acabar com esse governo e com ele a lava jato. Fica claro essa intenção quando vemos, principalmente a grande mídia, focar no executivo com certas bobagens, ao invés de fazer um jornalismo investigativo, incisivo e consistente em cima do legislativo e judiciário, como eventualmente essa revista tem feito.

    1. Imaginamos que o senso crítico do quarto poder, devido seu alto grau de informação e formação fosse realmente isento, o que levaria qualquer país á prosperar,à eliminar falcatruas, etc, mas infelizmente parte dele também é corrupto, se vendem ao poder para manter seus faturamentos e privilégios.

    1. Dia 30 deste mês, todos nas ruas em uma manifestação gigante pró MORO, LAVA JATO e presidente Jair Bolsonaro.

  26. Pot que razão, temos que seguir pagando por um Congresso e Senado, na sua grande maioria inútil, e que torna o país totalmente ingovernável, dirigido por um ardiloso Calendário Maia e negociadores de causas próprias.No momento, o único objetivo de senadores e deputados e afastar Sérgio Moro..Que tentem.!.Não representam a grande maioria do povo brasileiro.Independentemente de partidos políticos.POIS TODOS SÂO IGUAIS.VISAN SEUS PROPIOS INTETESSES.

  27. O Estado teve sua soberania interna e externa violadas por ESPIONAGEM e isso é GRAVE. Aqui a coisa perde o foco, é tratada como fofoca de programas e colunas de variedades, há INVERSÃO de valores no Congresso, etc., quando, em verdade, estamos diante de CRIMES CONTRA A SEGURANÇA NACIONAL com MANDANTES e INTERESSES PARTICULARES CONTRÁRIOS aos INTERESSES PÚBLICOS.

  28. Parabéns, Fábio e Mateus, pela reportagem! Sim, a Lava Jato é um marco na história do Brasil e Sérgio Moro é o nosso herói! Na sequência veio o Bolsonaro, nosso mito! Figura ímpar, homem honesto e bem intencionado: conseguiu cativar o povo e trazer a esperança de um futuro melhor, contrariando os poderosos e corruptos. Montou o melhor Ministério que a República já teve, apresentou bons projetos e mudanças, mas a mídia e a oposição se negam a lhe dar crédito e estão armadilhando nas sombras...

    1. A oposição não é apenas insensível, egoísta, interesseira e corrupta! Mais que manter os privilégios e as propinas, ela quer salvar a própria pele! Mesmo que isso custe o atraso cultural e econômico de nosso país! Ela não tem amor nem respeito pelo povo brasileiro! Ela é um câncer maligno, avançando e destruindo o tecido bom e saudável! Deus precisa nos dar forças! Vamos às ruas dia 30! Fora corruptos!!!

  29. Cofndesso minha decepção com o nosso sistema judiciário Precisar se justificar de que "os meios justificam os fins" é um sinal de incompetencia ou de síndrome de justiceiro" Sei que o jornalismo opinativo é o resultado do 4o poder. Ainda continuarei esperando o retorno do jornalismo investigativo.

  30. Esse artigo ainda poderia ser complementado, mencionando que a mídia participa em favor do mecanismo da corrupção no Brasil. A Rede Globo, por exemplo, me parece bem contrária às ações da Lava-Jato. São observadas reportagens tendenciosas a formar opinião contra o atual governo executivo e a omissão de inúmeras matérias contrárias aos personagens do toma-lá-dá-cá (envolvendo legislativo e judiciário).

  31. Reportagem muito pertinente e espero que a Lava Jato consiga superar essa fase e os corruptos que ainda faltam ser punidos o sejam adequadamente. Sergio moro e o promotor TINHAM QUE SE COMUNICAR a fim de que as investigações pudessem avançar. Precisamos LIMPAR o Brasil.

  32. Parabéns pelo excelente artigo. A Lava Jato foi um marco e ainda há muito que fazer, mal esbarrou no sistema financeiro e no judiciário. Imaginem qdo essa ferida for realmente aberta...

  33. Um belo resumo dos fatos, bem detalhado ára npsbdar a certeza de que a Operação Lava Jato saçlvou o Brasil para o caos que se encaminhava.

  34. A operação lava jato tem que continuar , pq ela foi um divisor de água mesmo ! Mudou para muito melhor a postura do povo brasileiro , no que diz respeito ao entendimento da política e a forma como ela é ,erroneamente , conduzida em nosso país .

  35. A LAVAJATO ñ tem apenas que continuar, deve tornar-se para sempre uma Instituição Especializada e Permanente de Combate à Corrupção e aos Corruptos, um Esquadrão Especial da PF, como os demais grupos especiais das Forças de Segurança. Deve permanecer, junto com os demais órgãos conexos, como gestora de um processo permanente de assepsia das instituições públicas. A LAVAJATO é um precioso e sólido marco da MUDANÇA DE PARADIGMA e do SALTO EVOLUTIVO pelos quais passa o BRASIL e o POVO BRASILEIRO!!

  36. Infelizmente o Congresso está querendo transformar o presidente Bolsonaro numa versão tupiniquim da rainha da Inglaterra, vamos às ruas dia 30 para impedir e se eles não se retratarem.Artigo 142 neles.Que Deus nos ajude e abençoe.

  37. Comentário excelente ! Mas, além das razões elencadas na matéria, reputo que das mais importantes foi a concessão dada pelo STF ao Ministério Público brasileiro, apesar de não ter previsão constitucional , ou seja, O Poder de Investigação autônoma sem depender da Polícia atrelada e dependente do Executivo. O Ministério Público na Magna Carta de 1988 já havia recebido diversos poderes, inclusive autonomia financeira o que não acontece com a Polícia Investigativa

  38. Os trilhões de dólares roubados pelos Sarney, FHC, Lula, Dilma, Temer e centenas de milhares de políticos, funcionários públicos, incluindo os de estatais e ainda banqueiros e empresários corruptos poderiam tornar o Brasil um outro país, mais justo, mais evoluído, mais feliz, sem pobreza e tantos crimes e assassinatos, comparável com os do primeiro mundo. Sem corrupção, com muito mais cultura, ciência e prêmios Nobel.

  39. Não fosse algumas "forças contrárias", estaríamos muito além do estágio atual no combate a corrupção! Ainda assim, graças a grandes nomes como o principal deles Sérgio Moro, avançamos e chegaremos vencedores no combate a corrupção!!!

  40. Dia 30 de junho servirá de parâmetro para a continuidade ou não da Operação Lava Jato. Como dizia Ulysses Guimarães, a voz rouca das ruas neste dia falará mais alto para que os inimigos deste movimento, principalmente os implicados, façam novas delações, levando definitivamente o chefe maior a cumprir mais anos de prisão, levando de roldão outros tantos cúmplices.

  41. Parabéns a reportagem. A lava jato ergueu nossa cabeça. A anos andávamos pra baixo. Tínhamos vergonha de falar ou discutir política. Tiravam do meu carro qualquer adesivo que eu colocasse que não fosse do PT. Riscavam até o carro da gente. E voce era agredido se falasse algo. E pra não me meter em baixaria, apanhar, engolia. Hoje nem dou bola. Meu carro tem adesivo cana proos togados e apoio a lava jato. E subo nas tamancas se tentarem tirar e discuto sim política e perdi a vergonha de brigar.

    1. Eu sou professora e estou rodeada de colegas petistas que continuam esbravejando suas "verdades". Não há como dialogar com eles, porque não se dobram nem aos argumentos nem aos fatos. É triste!

  42. Moro e os bravos guerreiros do MP d PF, ficarão na história do Brasil. Dia 30 o Brasil precisa mostrar isso nas ruas. Uma coisa que não entendo é como Dilmanta ainda está solta. Tem algo muito forte por traz disso. Espero também que os bandidos de togas que “abafaram” as outras operações como a Castelo de Areia, também paguem por seus crimes.

  43. PARABÉNS CRUSOÉ.ISSO SIM É REPORTAGEM.ISSO SIM É JORNALISMO.VERDADES FUNDAMENTADAS EM DADOS VERÍDICOS.NÃO SÃO OPINIÕES.SÃO INFORMAÇÕES.SHOW!

  44. excelente reportagem . Um resumo maravilhoso e uma resenha do sonho de todo brasileiro honesto tornado realidade! Dia 30, todo brasileiro honesto deve sair às ruas e mostrar que o império da impunidade acabou !!

    1. Os jornalistas Seapião e Coutinho parabéns pela reportagem.Excelente síntese,abrangendo tudo.

  45. Já tinha até cancelado a revista . Mais após esta matéria vou rever minha decisão . Após varias reportagens superficiais nos últimos meses trazem nesta edição uma excelente matéria

  46. A corrupção acaba com os sonhos das pessoas! podemos comparar ela a um Câncer maligno! Causa o desequilíbrio de todo o sistema . Ela mata as pessoas de fome, falta de saúde , falta de educação , falta de segurança ! O governo do povo, para o povo com o povo! esta luta tem de ser levada até as últimas consequências! Acordem pobres do Brasil, pois os que dizem lutar por vocês, apenas querem os privilégios e manter o povo na miséria !

  47. Recebemos informações sobre a Lava jato aos poucos e a cada informação nos reconhecemos agraciados aos nossos velhos e utópicos anseios de justiça para todos e principalmente para os de colarinho branco. Agora não é mais sonho... depois da lavajato tudo mudou e o sonho virou realidade. Impossível destruir essa operação e sua força tarefa. Com esse excelente texto esclarecedor, temos uma síntese de toda essa honrosa força tarefa. Parabéns jornalistas Fábio Serapião e Mateus Coutinho.

  48. Artigo perfeito. A verdade é essa mesma. Acabar com a LAVA JATO. Nós, os brasileiros honestos , não iremos permitir que isso aconteça. Todo apoio ao Ministério SÉRGIO MORO e a todos os envolvidos na operação.

  49. Vejo no país, a cabeça da jararaca no xilindró; corpo e “amigos” se contorcendo e exalando veneno!!! E apesar de velho o meu estilingue, não tenho a mínima preocupação. Um velhinho humilde que só tem 3 Armas, o Villas Boas, observa os esperneios da ORCRIM, sua dupla no mando do Congresso; o trio do Supremo Sapo e as duas meninas Wyllys e Glenn, as anônimas do atual auê. Todos dando show!!! Sobem na mesa, chutando o balde e gritando ESCÂNDALO!!! (MAS... só mostram o rabo preso e a bunda de fora).

    1. Como sempre, Crusoé de parabéns. Dia 30 todos na rua defendendo o ministro Moro e a lava jato!!!

  50. Trabalho muito esclarecedor. Vou divulga-lo, tanto quanto puder, pois meus amigos que não assinam essa mídia precisam saber e, também opinar sobre os bandidos, inimigos do Brasil, que buscam na política o enriquecimento próprio e o povo que continue a pagar esse escorchante percentual de impostos. Hoje são 95 tipos diferentes tipos de impostos que pagamos.

  51. Corrpção é sintoma, como a febre. Havemos de combatê la sempre, mas se não forem atacados os "bichos" causadores da infecção, ela jamais será extirpada. 1) Foro Privilegiado gerando a eterna possibilidade de impunidade 2) STF perene aduba a impunidade 3) penas brandas e uma infinidade de recursos alimenta essa impunidade 4) Direitos Adquiridos, muitos por vias tortas, fomentam a criminalidade, pois provam que o crime compensa; 5) Composição do congresso deformada perenndo um antro de corporações

    1. 6) exagero de Burocracia inibe inovações e asfixia concorrências 7) exagero de tributação incentiva os desvios, pois impõe a idéia de não ser percebida

  52. A lava jato tem que continuar, se tentarem parar a operação anti corrupção o povo deve ir pra rua lutar contra esses corruptos. Cadeia aos corrupios.

  53. Excelente matéria. Belo resumo sob belas palavras. É lindo estar diante de um texto bem escrito, tão raro nos dias atuais. Vocês são luz em meio à escuridão e não estão “ilhados”. Assim como a Lava Jato, vocês também precisam continuar. Avante! porque o Brasil precisa de mais e mais pessoas de coragem.

  54. O trabalho já foi muito grande, especialmente nestes anos iniciais, para alcançar as primeiras rupturas das resistências. Mas a consolidação vitoriosa ainda está distante pois demandará rupturas estruturais de poderes instalados. A demanda é longa e desgastante com os poderes constituidos e: instalados e acostumados às condições contrarias aos interesses do povo brasileiro.

  55. Excelente reportagem, precisa e esclarecedora no roteiro. Lamento existência de uma parte podre de políticos que, reeleitos e no comando do Congresso, tentam minar os avanços que conseguimos com a LAVA JATO.

    1. Franklin, vc esqueceu de citar mais um inimigo poderoso e recente, o sistema financeiro.

    2. Complemento meu pensamento ao apelar para o bom senso dos juízes do STF, tido como "GARANTISTAS"para não garantirem a impunidade dos corruptos que lá se encontram com processos, que demoram ser julgados, além do razoável, para uma suprema corte.

  56. Parabéns pela matéria. Devemos voltar às ruas para mostrar que os brasileiros honestos e trabalhadores não admitem retrocessos na Lava-Jato.

    1. Corretissimo, Maria. Não adianta só ficar no sofá digitando. Isso é importante, mas precisamos ir para as ruas dia 30 e mostrar para essas "sumidades" que o povo está com a Lava Jato e não abre.

    1. Exatamente. Que o STF corrupto como é, não atrapalhe a Lava jato, senão o único caminho será chamar os militares

    1. Antônio Cedraz Estudante de cursos superiores, guardem essa reportagem para o futuro.

  57. O livro “Corrupção: Lava jato e mãos limpas”, organizado por Maria Cristina Pinotti deveria ser leitura obrigatória nas escolas, para que o brasileiro já crescesse sabendo o que significa a Lava Jato para o nosso País e tivesse consciência do risco de ela ter o mesmo destino da Mãos Limpas. Assim, talvez se pudesse evitar esse desfecho trágico aqui no Brasil, o qual só nos traria retrocesso e desesperança.

    1. Difícil vai ser convencer os professores esquerdistas a deixarem seus alunos ler e discutir o livro, com isenção.

  58. Excelente reportagem,a Lava Jato é hoje um patrimônio nacional. Muita coisa ainda precisa ser feita,que está sendo dificultado pelo Congresso e a nossa corte Superior. O povo brasileiro precisa se comprometer mais,com a operação Lava Jato. Não podemos permitir que a Lava Jato se transforme na operação Mãos Limpa da Itália.

  59. faltou contar como foi criada a lava-jato? foi só com o despacho de um desembargador ou de todo o tribunal? alguém teve que autorizar com ato legal e normativo.

  60. Muito bom!!!! Infelizmente as pessoas mais simples não leem, não sabem interpretar, e, por isso também , não leem e não entendem. Com isso, não ma massa de manobra não sabe se informar e continuam em manobra, uma pena a nossa falta de educação a este povo nosso!!!

    1. Fábio e Mateus: parabéns pela elucidadora materia!! Show!

  61. Esta matéria é uma síntese completa do significado e do tipo de inimigos da Nação, que ainda querem voltar ao poder para continuar a exploração dos 13 anos de PT e outros partidos socialistas mais “róseos”. Esta matéria deve ser divulgada nas escolas principalmente de nível fundamental e médio, pois estão polarizadas pelas ideologias que querem o poder de volta e seu ícone solto. Sugiro que a revista permita a reprodução desta matéria.Eu peço esta licença. PROF.PAN

  62. A Lava a Jato ao chegar aos grandes bancos, a partir dai começará o desmonte. Multas elevadas e banqueiros presos, parecida com que os americanos fizeram com alguns bancos, e especial o gigante HSBC.

  63. Esta Matéria deveria ser pregada em todos os quadros de avisos do congresso e repartições públicas do País, além de ser encadernada e entregue a cada congressista. Também deveria ser dada aos presos da lava jato, inclusive aqueles que já estão em casa, e pedir para eles copiarem 500 vezes, como penitência.

    1. 👏👏👏 Sim, só por esta já valeria o que pagamos pela assinatura de acesso a esta ilha. ✌️

  64. Os criminosos canalhas e corruptos inimigos da Lavajato e por consequência do Moro, a cada dia que passa e o xilindró se aproxima, estão ficando cada vez mais assanhados e histéricos e de freniquito a freniquito só conseguem provar que são idiotas e babacas e mostrar a bunda de fora.

  65. Muito bom o texto da matéria. Consegue resumir tidos os avanços da Lava Jato. Parabéns aos jornalistas que redigiram o texto.

  66. Uma boa resenha da Operação Lava Jato e seus desdobramentos. Tirando esta matéria, achei a Crusoé desta semana repetitiva e sem "emoção".

  67. Será que se conseguirá controlar a máfia de toga? Desencostar os Arquivos dos tribunais e recuperar os processos que caíram atrás e foram “esquecidos “?

    1. Oidel seria lavajato tre uma forca tarefa para cada estado. Sandoval

  68. Parabéns pela reportagem, esse é a verdadeira imprensa. Informações verdadeiras e isentas, porém com o crivo colaborativo, ético e moral em prol da manutenção da democracia brasileira...

    1. Eu devia estar em Marte até que a Crusoé me trouxe á realidade: Brasil, ou o que restou dele.

  69. Reportagem excelente !!!! Acrescentaria que as autoridades precisam buscar valores de devolução compatíveis ao subtraído. Varias empresas de fachada são criadas (holding) para blindar bens. O COAF precisa atuar, pois o pilantra está preso, entretanto, a família ostentando luxo com o dinheiro da corrupção.

  70. Parabéns pela completa reportagem! A Lava-Jato foi a operação anti-corrupção mais eficiente e bem-sucedida já realizada no país. Gastou-se milhões em dinheiro e servidores da Justiça dedicaram-se de corpo e alma, durante milhares de horas, para investigar e prender figurões de varias esferas da vida pública. Seria um absurdo total desmontar todo esse aparato e interromper ações que ainda estão por acontecer para que todos os criminosos sejam apanhados. O povo brasileiro deve muito à Lava-Jato!

  71. Boa ideia elaborada pelo jornalista paranaense Ogier Buchi, para que antes do depoimento do Moro no próximo dia 26, que seja lido a ficha corrida de todos os deputados que se inscreverem para fazer perguntas. Os telespectadores precisam conhecer melhor os seus íntegros representantes!!

  72. Excelente trabalho da Lava-jato e desta revista ao divulgar. Mas ainda me preocupa a quantidade de criminosos soltos, tipo renan, collor, familia sarney, jader, juca, etc etc, e mesmo os delatores atuais que ganharam super regalias sem passar pela cadeia...

    1. parabéns à todos os envolvidos na Operação Lava Jato. #eusoumoro

  73. Sabendo q somos falhos por Natureza, ainda vamos ser um País com pessoas q respeitem seus Semelhantes, ou seja, cumprirem seus trabalhos com dignidade para acabar de vez com maus tratos, mortes desnecessárias em hospitais, famílias dilaceradas, jovens doutrinados/alienados. Assim nossos descendentes viverão a Paz.

  74. Excelente texto !!! Lava Jato presta um grande serviço ao país !!! Os corruptos de tds os partidos estão sendo punidos, Lula o maior deles faz de tudo e tenta desmoralizar as Instiruições, procuradores e Juízes. Esse canalha do Lula tem que apodrecer na cadeia.

  75. Excelente matéria. Infelizmente o PT roubou tanto que ainda consegue bancar especiais no Netflix, hackers internacionais e até mesmo parte da imprensa. São reportagens como essa da Crusoé que me fazem acreditar cada vez mais no Brasil. Parabéns !

  76. Espetacular trabalho jornalistico. Parabéns, pessoal. Agora, só um palpite: que falta nos faz o grande professor doutor TEORI ZAVASCKI; este sim um grande MINISTRO do STF; honrado, honesto, sério, capaz , simples, carismático, etc. Com certeza, se ainda estivesse entre nós os trabalhos punitivos contra a grande BANDIDAGEM, em especial os PARLAMENTARES SAFADOS, já estariam os trabalhos mais avançados e mais BANDIDOS EM CANA. É uma pena!

  77. Sensacional! A melhor matéria sobre a evolução da justiça no Brasil, contra os "contraventores da lei". Vou compartilhar! Verdadeira aula de história contemporânea!

  78. Criticar a violação da lei pra “promover a justiça” não significa ser contra a Lava-Jato. A operação tem que continuar, sim, mas dentro dos marcos legais.

  79. Esse descalabro que a ORCRIM fez ao "interrogar" Moro só serviu para lançar o ministro como candidato à presidência em 2022. Tomaram na tarraqueta, Renanzinho, Humbertinho, Jacquezinho e Cia.

    1. Exatamente. Tiro no pé, no joelho e na virilha. Ainda bem que a esquerda é burra quando confrontada.

  80. Então, Crusoe, até que enfim se tocaram. Parem de defender bandido e continuem fazendo isto: defendam o Brasil é a Lava Jato. Lembrem-se que Sérgio Moro é igual Teflon... notícia ruim não gruda nele.

  81. Este relatório, pois, isto não é uma reportagem, é um verdadeiro "RELATÓRIO", deveria ir a conhecimento de toda a população. Maravilha.

  82. Perfeito!ALavazjato é motivo de orgulho dos brasileiros, assim como os Juízes das Operações, principalmente o Dr. Sérgio Moro. Precisa continuar para pegar todos os que assalt aram os cofres públicos e a quem os protegeu todos estes anos. Lava Toga Já !

  83. Senhores do Antagonista acompanho o site desde seu inicio, assinei Cruzoé e agora estou tentando ler a coluna e não consigo por causa de um anuncio bem no meio da pagina, por que constranger os leitores? Estou quase desistindo de ler e acompanhar a coluna..está difícil

  84. DE FIO À PAVIO espero que para a manutenção de tudo que já foi feito por uma equipe altamente especializada, que estudou cases de outros países, até acertar aqui, tipos como o capacho Humberto Costa e o jornalista Reinaldo Azevedo, sejam reduzidos à sua própria insignificância e, não dêem mau exemplo à nossa juventude. Hurra ao jornalismo exemplar do Antagonista e o Crusoé.

  85. O artigo mais importante e esclarecedor publicado pela Crusoé ou por qualquer outro órgão da imprensa escrita, falada ou televisiva. O artigo expôs os detalhes da podridão que corria as entranhas dos poderes que deveriam cuidar das garantias constitucionais, da fiscalização, investigação, denúncia e punição dos culpados pelos crimes praticados em seu próprio meio. Parabéns a Crusoé e seus profissionais.

  86. Causa-me tristeza que setores da justiça, que na prática deveriam envidar esforços para alavancar a Lava Jato, tudo fazem para acabar com ela.

  87. Seria de bom alvitre que a Crusoé fizesse um comparativo estatístico com a atuação do STF nos casos envolvendo a Lava a Jato em andamento na Corte, a fim de ficar plenamente patenteado a desídia, o protecionismo e o escárnio com que os ministros se posicionam nos julgamentos, cujas decisões - notadamente aquelas protagonizadas pelo notório quarteto sindicalizado - afrontam a Constituição, as leis ordinárias, o conluio criminoso e a paciência dos brasileiros. NOJO desses "supremos"

  88. Para completar e implementar ainda mais a OLJ pelo Brasil, o presidente Bolsonaro tem que colocar na PGR o procurador Deltan Dallagnol.

  89. É vergonhoso ver no dia a dia, o parlamento brasileiro criar a cada minuto, uma forma de boicotar o processo de punição da corrupção. O que a sociedade brasileira espera, é que hajam para coibir a possibilidade da corrupção existir.

  90. Por óbvio que a Lava Jato deve seguir em frente, e ainda mais dotada de recursos. É algo que deu certo, com poucos reparos que foram corrigidos nas instancias superiores, seus resultados são absolutamente dignos de maiores elogios, e deve servir de exemplo em todas as atuações do Ministério Publico. Não é porque o MP age com eficácia que ele estaria atentando contra o devido processo legal. A Força Tarefa da Lava Jato, é algo que deu muito certo, e veio para o bem do Brasil.

    1. Excelente matéria. Pena que o grande público a ela não tenha acesso.

  91. Parabens!!!! Matéria muito bem feita, dia 30 temos que mostrar pra alguns que “nós “ mandamos nesse país, a Lava Jato tem que avançar, pegar estados e municípios, o lema é, mudar o País...

    1. Quem Vc quer dizer com "nós"?? Será que é o famoso cidadão de bem?

  92. A melhor resposta que o presidente poderia dar a esses vazamentos e indicando o Deltan Dallagnol como procurador geral da republica agora em setembro, pois mandaria uma mensagem clara aos mandantes do ataque hacker que manobras para abalar o combate a corrupção no governo Bolsonaro, não surtiram efeito, principalmente na nomeação de pessoas competentes para o combate da mesma.

  93. concordo que a lava jato deva ser apartidária e avançar mais rapidamente, falta combinar com o STF que já vem se mostrando um poder de blindagem a certos grupos políticos com foro privilegiado, outra coisa tbem é a tal segurança jurídica, pois os ministros do STF mudam de jurisprudência conforme avança o jogo político e entraram na delicada questão de legislar ao invés de julgar

  94. Parabéns pela reportagem. Mostrar os fatos de uma forma tão clara, me dá a impressão que continuando a operação, um futuro muito mais promissor nos espera.

  95. Incrível, né? Como tem brasileiros e brasileiras analfabetos funcionais! O canalha do criminoso LULA, articulador de toda a bandidagem no Brasil nos últimos anos, ainda consegue "fazer" a cabeça de muitos " pés de chinelo". É tão claro que a LAVA JATO só ajuda o Brasil a sair do buraco, eliminando os demais CRIMINOSOS PARLAMENTARES sem nenhuma formação advinda de seus PAIS (mamães e papais, entendem?), que só nos resta concluir que temos muito mais ladrões e safados que pensávamos.

  96. Perfeito. Agora, se restar declarada a nulidade da ação contra Lula, pelas razões que o digno Senador do Espírito Santo explicitou, e o sapo barbudo ressurgir das cinzas", Moro e Procuradores podem entrar na "historia" como bobos da corte...ou não?

    1. Nunca homens como DALAGNOL e seus pares do MP de Curitiba, aposentados ou não, e o craque MORO que abraçou essa causa pelas famílias, crianças e jovens, ficarão como bobos da corte. Até porque a CORTE q temos é composta de bobos em sua maioria. Incluímos aí as bobas, porque omissão e defesa apenas de cargo é baixo e estúpido. Às RUAS definitivamente no dia 30.06, pelo resgate de nossa dignidade, e por um país SEM corrupção. Até lá brasileiros de bem.

  97. Reportagem muito séria e esclarecedora. Parabéns aos jornalistas e à revista Crusoé. O Brasil não pode retroceder. Somos todos Lava Jato.

  98. O mais importante feito da lava jato foi mudar a cabeça dos brasileiros. As novas gerações estão chegando com outra cabeça. Não é mais bonito ser “esperto”. O conceito mudou!!! Graças a Deus e a lava jato! #inmorowetrust

    1. Mas vou à praça da LIBERDADE dia 30.06 novamente com minha família, mas é bem provável q presenciarei jovens apenas com mais de 50anos em sua maioria. O "mecanismo" foi tão pesado que as atuações malignas nos meios universitários, e aparelhamento do estado, destruíram qq noção de família e bem viver. Dia 30 continuamos ainda mais obstinados em busca do resgate da verdadeira democracia. Só nós faremos a libertação ainda q a imprensa bandida esteja nos boicotando. CRUSOÉ ñ deu tiro no pé.Aleluia

  99. A Crusoé tem colecionado edições históricas, parabéns!!! A Lava Jato só pode acabar quando o último fio da meada for encontrado e , principalmente, tivermos as medidas contra corrupção tornadas leis.

  100. Perfeita toda a descrição do que é a LAVA JATO e o que ela representa para a população brasileira. Gostaria apenas de acrescentar dois pontos importantes: - devem ser citados os sindicatos e seus dirigentes que estão alinhados no acobertamento dos políticos que os protegem e que ainda estão tramando nos bastidores para derrubarem a Lava Jato. Houve muita lavagem de dinheiro comandada por dirigentes sindicalistas; - um setor onde muitos ilícitos serão encontrados é o farmacêutico , pub e priv.

  101. Mesmo que seja difícil mexer com os privilégios e privatizar estatais, o processo de pressão sobre os políticos já serve tb para mudar o espírito público, dentro da máquina pública, ou a falta dele, sem a vida tranquila, o pessoal vai começar a mexer a bunda. Inclusive, entra agora o momento de se bater na Constituição de 88 como mãe dos corruptos e madrasta do povo, semana que vem, no Olimpo da Corrupção, ela tem que apanhar para que sirva de aviso aos funcionários públicos, ou trabalham ou ...

  102. PARA ATERRORIZAR DE UMA VEZ O MECANISMO CORRUPTO SERÁ FAZER OCUPAR A PRÓXIMA TITULARIDADE DA PGR COM O NOME DE DELTAN DALLAGNOL.

  103. Sendo assim, basta continuar com o processo de esterilização e com a pressão sobre os corruptos, afinal, se Bolsonaro está limpando o país da corrupção, pq as reformas que ele propõe não serão boas para o país tb? Se ele está combatendo a corrupção, pq os corruptos não colaboram com ele (só pode ser pq são corruptos e não se importam com o povo nem com o país)? Não importa quão azul o céu pareça, o navio ainda deve ser afundado, inclusive para que isto sirva de pressão sobre o setor público.

    1. Só o POVO ordeiro e obstinado, que vai às RUAS desde 2.013, instituira a verdadeira DEMOCRACIA no PAÍS, e afastará a corrupção. Dia 30voltamos p defender nossas pautas, as pautas do MP de Curitiba e o projeto anti crime do MORO.

  104. Vamos todos pra rua no próximo dia 30, levando amigos e parentes. Se cada um levar um acompanhante, a presença na manifestação dobrará. Essa é a arma de que dispomos para defender a Lava Jato!

  105. Nomear um nome da Lavajato para PGR significa que ele está na verdade se perpetuando e avançando sobre as instituições, já foi para o executivo, já penetrou no Congresso, fica faltando só um lugar, os corruptos vão entender a msg e o desespero vai começar a imperar, acuados e sem truques na manga é claro que eles ainda vão tentar das suas, mas eles não podem fazer nada, só de não ceder aos corruptos, Bolsonaro já ganha crédito com a população.

  106. A cada novo fracasso, os corruptos se recolhem pensando em uma nova armadilha, eles não devem ter refresco. A escolha do PGR é a nova porrada que eles deveriam tomar, claro que seguir a lista deveria ser a primeira opção, caso haja um nome que representasse a Lavajato, o que não parece ser o caso. A segunda opção é um nome de fora que seja alinhado à Lavajato e, por último, o maior golpe nos corruptos seria nomear Dallagnol ou qq procurador da Lavajato.

  107. A cada investida dos corruptos, eles ficam menores, o pavio está cada vez mais curto e defendendo Lula só estão ficando os 100% bandidos (se Ciro Gomes quer destronar Lula, deve intensificar o processo de críticas, inclusive dizendo que, se não fosse a corrupção dele, Bolsonaro jamais teria sido eleito, une a aversão ao Bolsonaro com o criador da criatura, Lula criou Bolsonaro, isto é um imã de lulistas).

  108. OS NÚMEROS DA LAVA JATO DEMONSTRAM DE FORMA IRREFUTÁVEL A INUTILIDADE ABSOLUTA DO STF, TRIBUNAL INOPERANTE. A INSTÂNCIA MÁXIMA DA JUSTIÇA PODE PARAR NO STJ ONDE SE TRABALHA SEM PRECISAR DE COMER LAGOSTAS. MEDALHÕES DE FILÉ E DE BEBER VINHOS PREMIADOS INTERNACIONALMENTE ALÉM DE ACABAR COM A ABISSAL INVEJA DE UM MINISTRO NUTRIDA POR DELTAN DALAGNOL E SÉRGIO MORO

  109. Se operações de combate ao crime e principalmente a corrupção forem desidratadas ou mesmo finalizadas, está na hora do brasileiro honesto e trabalhador pegar em armas, com ou sem estatuto de desarmamento.

  110. Parabéns pela reportagem. Muito esclarecedora. A operação Lava Jato e outras similares devem continuar e serem ampliadas. As medidas anti-crime propostas pelo Ministro Moro e pelo fim do foro privilegiado do Senador Álvaro Dias tem que ser aprovadas.

  111. Ótimo texto. Pode ir direto para os livros história para que as próximas gerações conheçam a revolução que a Lava-Jato representou. Parabéns ao jornalista e à Crusoé.

  112. Excelente artigo! Mostra com clareza a relevância da operação Lava-jato e a necessidade de sua continuidade. Apoio sempre!!

  113. Tudo isto culpa do Bozo que nomeou um imbecil para a Casa Civil que trabalhou pela elelçao de dois notórios acusados de corrupçao o Maia, vulgo botafogo e o Alcolumbre, filhote de Renan. Amparado pelo exito bombastico da eleiçao o governo deveria ter articulado com força e determinação a eleicao para presidencia da Camara e Senado. Com esta burrice e incompetencia jogou a revolucao ética no lixo.

    1. É que inteligência para vc é roubar, mentir, distorcer. Tudo muito bem entendido. Ah, o imperador do crime, condenado por mais de 20 juízes tá preso.

  114. Esse brilhante e esclarecedor texto, demonstra claramente que: 1) Estamos chegando no topo da pirâmide. 2) Teremos muito mais dificuldade para avançar. 3) Banqueiros e Juízes serão desmascarados e provavelmente presos. Todos temos a obrigação de fazer valer o "ERGA OMNES.

  115. A valorização da Lava Jato é importantíssima. O Povo Brasileiro tem de juntar ombros à Policia Federal e Ministério Público e defende-los ardorosamente. Lava Jato é nosso escudo contra a corrupção. Os bandidos querem desacredita-la, mas não conseguirão! Se precisar anular o STF e o Congresso Nacional temos de faze-lo.. Mas Lava Jato tem de seguir em frente.

  116. Gostaria que esse artigo fosse impresso em todos os veículos do país e quiçá do mundo , para que essa Operação nunca deixe de existir, até que a menor "gorjeta" dada ao flanelinha, ao policial, ao fiscal seja extinta na nossa sociedade.

  117. Brasileiras(os). Infelizmente, esse retrato-flagrante do Brasil, no que diz respeito à LavaJato é de acesso exclusivo aos assinantes. Sugiro que, por não se poder “linka-lo”a outras midias, se os editores concordarem, e não sendo ilegal, que se faça um “print” do texto e o espalhem,pelo menos, entre menbros dos seus grupos de whatsapp. É o que proponho!

  118. A impunidade é a base q sustenta a corrupçao e as mazelas do Brasil. Sem uma açao forte sobre o STF q garanta o fim da proteçao aos bandidos de colarinho branco nada vai mudar. O jeep com um cabo e um sargento é um exagero mas impeachments estão previstos na Lei. Fora isso só uma interpretaçao agressiva da Constituiçao para permitir a intervençao da cidadania via Art 142. Sem nenhum destes caminhos o país volta ao obscurantismo do passado e a cleptocracia substitui de vez a democracia.

  119. Para ser uma corporação cuja missão é a divulgação de notícias emitindo opinião, ou mesmo um jornalista, é preciso ÉTICA e RESPONSABILIDADE, nenhum tipo de apego a qq partido político q seja, e estar em compliance. Está reportagem dá credibilidade à CRUSOÉ junto à população brasileira. A grande dificuldade em acelerarmos as nossas pautas tem sido o trabalho promíscuo à favor de ORCRIMs e func públicos corruptos, princ no judiciário e gangs partidárias apoiadas p rede Globo,etc. Às ruas dia 30.

  120. Adorei o texto. A Lava Jato e a todos que nesta trajetória assumiram com destaque a luta pela transformação do país meu eterno respeito e consideração.

  121. Esta reportagem está muito boa. Deveria ser mais divulgada. Caso os DEFENSORES de BANDIDOS, velhos conhecidos do STF, consigam triunfar na tentativa de acabar com a Lava Jato, temos nossas valorosas Forças Armadas para resolver a questão. A maioria do povo brasileiro dará todo apoio a uma Intervenção Militar. O Brasil mudou, não é mais o mesmo, onde o crime compensa... isso já era. Entendam de uma vez por todas, seus GILMARES e Cia LTDA.

  122. Desvios superficiais, se houveram, não podem ser motivos para acabar com esse movimento. Não se trata só de uma operação! Esse movimento nos trouxe esperança de ter um país melhor. Estarei dia 30 nas ruas em favor da Justiça (com letra maiúscula).

    1. Queiramos nós,brasileiros,ou não,o ímpeto moralizador instaurado pela Lava-Jato,não só arrefeceu consideravelmente como está esmagado por “freios de arrumação” mais do que evidentes. Tudo indica que as investigações e apurações “esbarraram nas chamadas “forças ocultas” denunciadas por Jânio Quadros nos anos 60/70. Neste caso elas se inserem,furtivamente,nas Côrtes Superiores do país. Anotem e Aguardem. Vai ser quase intransponível essa “cortina de ferro”.

  123. + fácil sacrificar um honesto que 350 bandidos. São os PRIMATAS PTista, PSOLista e PCdoBesta, que na verdade ainda não desceram das árvores.

  124. Tomei conhecimento por uma entrevista do coordenador da operação mãos limpas que combateu a máfia italiana e políticos poderosos que foram parar na cadeia toda reação do crime organizado contra a operação. Leis para dificultar os processos de investigação etc etc. Parece que temos no Brasil um processo semelhante e aí a imprensa e as redes sociais tem que estar atenta para alertar o povo

  125. Enquanto diversos meios de comunicação prestam um desserviço à nação, a Crusoe expõe os problemas nacionais de maneira isenta e profissional. Parabéns aos integrantes desse veículo de comunicação que se embreiam aos expoentes do combate à corrupção em nosso país.

    1. Fiquei na dúvida Álvaro, porque “ombreiam” teria que ser “ombreiam com”.

    2. na realidade é um desserviço aos cidadãos de bem e um serviço aos criminosos de todas as escalas. plim plim.....

  126. Excelente!!! Pena que não se possa divulgar essa bela introdução à Lava Jato em outros veículos da mídia social. Parabéns!

    1. pode divulgar sim, clique na seta acima e abrirá uma página com as redes sociais, daí é só enviar o link

    2. Realmente, isso é uma pena. Eu compartilhei no Twitter, mas sei que somente quem é assinante vai poder ter acesso e ler essa excelente compilação dos avanços da Lava Jato.

  127. A sociedade brasileira precisa estar muito alerta. A guerra contra a corrupção está longe do fim e os alvos da operação Lava Jato são muito poderosos. Parabéns à Crusoé pela excelente reportagem.

  128. Tem que continuar sim. E também ficar em alerta, pois o sistema já começou a criar novos esquemas. Um exemplo claro disso são as resoluções criadas pelo Confea, criando entraves para que as empresas novas obtenham atestados técnicos, dessa forma fica mantido o espaço para a atuação das empresas que estão aí investigadas. Nos estados e municípios, principalmente nos municípios, a prática da corrupção continua da mesma forma.

  129. Não faltam inimigos, e inimigos milionários, que podem financiar a caríssima e bandida tecnologia dos hackers. Cabe ao povo, agora mais do que nunca, ir às ruas para mostrar apoio e solidariedade aos nossos verdadeiros heróis! O futuro dos nossos filhos e netos está em jogo. Parabéns pela reportagem!

  130. Nesse momento difícil de nossa Pátria, espero que seus filhos não virem o rosto em ato de pérfida traição. Que não nos falte coragem para expulsar para o mais profundo dos infernos, aqueles que querem alimentar seus abjetos desejos à custa do sangue de seus irmãos. Defender nossa Pátria nem que seja a custa da própria vida é dever de todos!

  131. Enfim um texto q deve ser lido e relido por todo brasileiro de bem. Parabéns aos autores. Que bom q ainda resta uma ilha de jornalismo sensato.

    1. Também penso assim. Excelente resumo do tb excelente trabalho das incansáveis “formigas” que operam a lava-jato! Não parem! O Brasil de bem agradece!

  132. Não podemos permitir que isso aconteça, retroceder nunca, seria um prejuízo incalculável para o nosso país, internamente e internacionalmente. Que Deus nos proteja desses abutres.

  133. Parabéns pela Matéria Auto Explicativa e DIRETRIZ de Comportamento : - De nada vale fazer Esta Publicação de FATOS e persistir dando voz ou reverberando os Ataques ao Governo que ENCAMPOU A LAVA-JATO E GARANTE SUA CONTINUIDADE ; perpetrados pelos "remanescentes" das diversas QUADRILHAS Disfarçadas de "partidos políticos", sobretudo aquelas representadas pelos Ícones do Crime como zé serra e aécio(psdb); nhonho maia(dem); renan calheiros(mdb); além , é claro, dos petistas e seus satélites !!!

    1. A Lava Jato é patrimônio do povo. Os corruptos sempre estão querendo dilapidar!

  134. Matéria que sintetiza, de forma brilhante, a história da Operação Lava Jato... Mas ainda temos a avançar! Vamos em frente!

  135. Matéria fascinante! Apresenta histórico compacto, porém completo, da trajetória do maior processo de roubalheira do erário público. Parabéns à equipe pelo trabalho jornalístico.

    1. Todos jornais do país com raríssima exceção é da esquerda! É só por isso Andrea!

    2. Também concordo Ronaldo. Enquanto lia pensava: por que esse texto não está em todos os jornais do país?

    3. Eu também concordo! Se as pessoas aí no Brasil fossem mais unidas, também iriam às ruas e não sairiam de lá que nem em Hongkong agora! Teriam de por muito medo nos juízes e bandidos!

  136. Bancos: setor que não perde dinheiro nunca, que vem sugando o povo à décadas, com lucros sempre na casa de dezenas de R$ Bilhões, com carteira de corruptos de todos os poderes, temei!! Aguardem seus "sangues suga" do povo e empresas. Bancos, a fila da Lava Jato anda...

  137. Muito boa matéria. Tem mesmo que continuar. Tem um erro ortográfico no trecho que trata do PSDB e Serra. Ao invés de “campanhas eleitores”, deveria ser “campanhas eleitorais”.

  138. A imprensa tem que partir para cima dos ministros corruptos do STF. Não é possível essa turma continuar impune. Senado e Câmara dos deputados está amarrada pelas mãos sujas dos respectivos presidentes, de lá não sai nada. Resta somente a boa imprensa investigar trazer a luz os mal feitos deles. A boa imprensa e nossa última esperança. Ou então derramamento de muito sangue.

    1. O que é isto xará. Desde 2.013 esta mos nas RUAS obstinadamente, co mo a própria reportagem citou. E re tornas dia 30 com nossas famílias, reafirmando as nossas pautas q o novo governo abraçou, se elegeu, e p 1a. vez pautou-as em 2 meses. A imprensa de Globo/bandnews, além da Folha, já têm outros objeti vos, q interessam à banda podre das Instituições aparelhadas e ORCRIMs partidárias. Importante é q já estão mapeados. P o bem de todos, o exército BRASILEIRO espera-nos nas ruas dia 30.

  139. Com a rede digital, o crime financeiro e corrupcao ficou mais complicado para os bandidos engravatados. A investigacao e rastreamento ficarao mais factíveis, nao obstante a sofisticação dos criminosos.

  140. Avante na limpeza do sistema financeiro, e especialmente do Poder Judiciário, derradeira cidadela onde se agarram os corruptos! Não passarão!!!

    1. Acrescente-se a lavagem cerebral sofrida por esses eleitores através do aparelhamento das instituições, promovido pelo projeto criminoso de poder do PT.

Mais notícias
Assine 7 dias grátis
TOPO