A ‘expectativa’ americana

10.01.20

Na Embaixada dos Estados Unidos em Brasília havia no ar certa ansiedade em torno de qual seria a manifestação do governo brasileiro em apoio à ordem de Donald Trump de matar Qassem Soleimani, o ex-chefão da Guarda Revolucionária do Irã. Já na manhã da sexta-feira, auxiliares do chanceler Ernesto Araújo tinham a exata dimensão dessa expectativa. Na sede da representação americana, a poucos quilômetros do prédio do Itamaraty, diplomatas estavam de plantão aguardando a nota brasileira, que demorou algumas horas, mas saiu. Não era propriamente o texto que eles esperavam, mas a simples associação de Soleimani à expressão “terrorismo” foi suficiente para agradar.

Burger Zsolt/KKMBurger Zsolt/KKMO chanceler Ernesto Araújo: americanos satisfeitos

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • A Coluna Exclusiva de Sergio Moro
  • Podcasts e Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Em geopolítica não existe inimigo ou amigo eterno. O aliado de hoje é o adversário de amanhã e vice-versa, daí a necessidade de pensar antes de falar. Bolsonaro e seu ministro fake precisam aprender essa lição.

    1. Sem os EUA, o terrorismo e o comunismo (que são bem semelhantes) teriam tomado conta do mundo.

  2. Americanos são muito babacas mesmo, só eles não perceberam que Trump pode pôr fogo no mundo, nos desprezar qto quiser que esse governo lambe botas sempre passará pano pra o Laranjao.

Mais notícias
Assine 50% off
TOPO