Renato Costa/FramePhoto/FolhapressDias Toffoli em sessão nesta quarta-feira, 27: derrota fragorosa

A toga reage à toga

Ante a ofensiva do próprio Judiciário contra a Lava Jato, desembargadores aumentam a pena de Lula e ministros do Supremo travam a tentativa de Dias Toffoli de cercear investigações financeiras
29.11.19

Ao longo da semana, o país assistiu a um salutar entrechoque de juízes. Magistrados interessados em simplesmente aplicar a lei reagiram a outros magistrados que buscavam impor obstáculos ao combate à corrupção no Brasil. E venceram, ao menos por enquanto. Na quarta-feira 27, o Tribunal Regional Federal da 4ª Região, o TRF-4, não apenas confirmou a segunda condenação de Lula e elevou sua pena de 12 para 17 anos de prisão, como resistiu a se curvar ao recente entendimento produzido pelo STF de que réus delatados, como o ex-presidente petista, devem ser ouvidos depois dos réus colaboradores, como o empresário Marcelo Odebrecht, na fase das alegações finais. No momento em que a Lava Jato está na berlinda, acossada por uma série de derrotas impostas pelo Supremo, o TRF-4 montou uma trincheira contra o revisionismo jurídico de ocasião, afastou qualquer suspeita sobre a isenção dos juízes de Curitiba e conferiu sobrevida à maior operação de combate à corrupção já deflagrada no país.

Na quinta-feira, 28, foi a vez de o Supremo insurgir-se contra o próprio Supremo, na figura do presidente da corte, Dias Toffoli. Por maioria, o plenário garantiu a possibilidade de compartilhamento de informações sigilosas produzidas pela Receita Federal e pelo antigo Coaf com o Ministério Público e a polícia, colocando um freio nos anseios de Toffoli e de setores da Justiça brasileira, em comum acordo com alas do Executivo e Legislativo, de enfraquecer as instituições de enfrentamento aos malfeitos. Triunfaram aqueles que não transigem com a corrupção e não recorrem a jurisprudências de oportunidade destinadas a afrouxar os mecanismos de investigação contra poderosos. Monteiro Lobato, defensor ferrenho da monarquia, falava em “cambalachos de toga” para se referir a um determinado tipo de Justiça que florescia na República. “Tinha vontade. (Agora) Tem medo. Tinha Justiça. Tem cambalachos de toga”. O texto que remonta a 1918 denominava-se A luz do baile. Mais de um século depois, o tempo mostra que há luz no fim do túnel do Judiciário republicano.

Com a decisão do TRF-4, se o plano do “Lula Livre” vingou no Supremo a partir da revogação da prisão em segunda instância, os projetos “Lula Inocente” e “Lula Presidente” ganharam novos obstáculos. Basicamente, eram três os pontos centrais que estavam em jogo no julgamento do recurso do petista contra sua condenação no caso do sítio de Atibaia, em fevereiro deste ano: a suspeição da juíza federal Gabriela Hardt, que substituiu temporariamente o ex-juiz Sergio Moro na 13ª Vara de Curitiba e impôs a condenação a Lula, a anulação da própria sentença e o retorno do processo à primeira instância, sob o argumento de que todos os réus apresentaram suas alegações finais ao mesmo tempo, contrariando o veredicto recente do Supremo. A estratégia era muito clara. Confiante de que o Supremo deve votar pela suspeição de Moro no julgamento do caso do tríplex do Guarujá, anulando as condenações e, portanto, tornando Lula elegível para a próxima eleição, a defesa do petista tentou colocar as digitais do ex-juiz da Lava Jato na condenação do sítio para tentar contaminá-la e, assim, abrir caminho para a sua anulação. Alegou que Gabriela Hardt teve postura inquisidora nas audiências de Lula, plagiou trechos da sentença do tríplex e condenou o petista em tempo recorde. A tática da banca de Lula não deu certo.

Relator do caso no TRF-4, o desembargador João Pedro Gebran Neto rechaçou, uma a uma, todas as preliminares da defesa de Lula, e deu ênfase nos contrapontos às críticas feitas à juíza de primeira instância. O desembargador disse que, após assistir a todos os vídeos dos interrogatórios, concluiu que Hardt tratou o ex-presidente com “deferência” e que foi Lula quem buscou “protagonismo” e “confrontamento”. Afirmou que a publicação da sentença apenas 29 dias depois que o processo chegou concluso para a juíza se explica pelo fato de que ela já conhecia bem os autos como substituta de Moro, inclusive colhendo alguns depoimentos. Sobre o suposto plágio, ressaltou que a perícia encomendada pela defesa de Lula se ateve a apenas 40 parágrafos de um total de 3.800 presentes na sentença, ou seja, somente 1% do texto.

STFSTFPara Barroso, tentativa de reescrever a história tem produzido “alianças esdrúxulas”
O desembargador deixou para o final a análise mais polêmica do julgamento: sua divergência com o recente entendimento do STF sobre as alegações finais. O entendimento do Supremo já anulou duas condenações, uma delas do ex-presidente da Petrobras e do Banco do Brasil, Aldemir Bendine, e pode provocar uma avalanche de revisões de sentenças, a depender do alcance da medida. A tese foi aprovada por 7 a 4 no plenário da corte no início de outubro. Na avaliação de Gebran, porém, o STF quis “criar uma norma processual não escrita” no Código de Processo Penal. O desembargador defendeu que tal medida nunca poderia ter efeito retroativo e que já há “farta jurisprudência” nas cortes brasileiras e internacionais de que não se pode anular um processo sem que tenha havido prejuízo a alguma das partes.

Coube ao desembargador Leandro Paulsen, outro integrante da turma, expor de forma ainda mais clara as contradições dentro do próprio Supremo sobre a nova jurisprudência de ocasião. Citando nominalmente cada ministro, Paulsen mencionou onze diferentes decisões individuais dos magistrados nas quais todos, sem exceção, defendiam que não pode haver nulidade processual se não for demonstrado prejuízo às partes, o que, segundo ele, não ocorreu no julgamento em primeira instância do processo do sítio de Atibaia. Nos casos de Alexandre de Moraes, Gilmar Mendes e Ricardo Lewandowski, as decisões contrárias ao novo entendimento ocorreram neste ano. “Verificamos, portanto, senhor presidente, que a par do dispositivo legal expresso, os onze ministros que atualmente integram a Suprema Corte são uníssonos no sentido de que os vícios de forma e procedimento somente implicam nulidade processual quando verificado efetivo prejuízo à parte”, afirmou Paulsen.

Usadas pela defesa de Lula e mencionadas por alguns dos ministros do STF em seus votos, em especial Gilmar, as mensagens roubadas das autoridades da Lava Jato pelos hackers e divulgadas por parte da imprensa também foram desqualificadas pelos desembargadores. Paulsen foi o mais enfático na defesa da operação, dizendo que os crimes do colarinho branco ali julgados eram complexos e envolviam pessoas ricas e poderosas. “Não parecem adequadas as críticas feitas de modo generalizado à Operação Lava Jato. Pelo contrário, são centenas de pessoas que estão lá há anos trabalhando para elucidar crimes que não são de fácil apuração, crimes em que os réus são extremamente bem orientados e bem defendidos”, afirmou. Na prática, o TRF-4 transferiu para o Supremo o ônus de beneficiar Lula.

Já a decisão do STF a favor do compartilhamento de informações com órgãos de controle não só impinge uma fragorosa derrota a Dias Toffoli como também devolve à família Bolsonaro o peso de ter de se explicar sobre Fabrício de Queiroz e suas transações suspeitas. Iniciada com os vazamentos de dados de ministros e familiares, entre eles Gilmar Mendes e a mulher de Toffoli, apanhados em uma investigação prévia da Receita Federal, a crise artificialmente criada sobre os supostos excessos do Fisco e da atual Unidade de Inteligência Financeira, a UIF, serviu como cortina de fumaça para travar milhares de investigações pelo país, entre elas, a de Flávio Bolsonaro no MP do Rio de Janeiro.

TRF4TRF4Os desembargadores do TRF na sessão em que a pena de Lula foi aumentada: estocadas no Supremo e defesa dos métodos da Lava Jato
Agora, com a derrubada da liminar de Toffoli, os ministros Alexandre de Moraes, Edson Fachin, Luis Roberto Barroso, Rosa Weber, Luiz Fux, Ricardo Lewandowski, Gilmar Mendes e Carmén Lúcia garantiram a sobrevivência de um sistema mínimo de combate à criminalidade por meio da supressão financeira e evitaram possíveis retaliações de organismos internacionais como a OCDE. Enquanto os interessados em um acordão terão de buscar outro caminho para acabar de vez com a Lava Jato e afins, Flávio Bolsonaro e seu advogado Frederick Wassef terão de enfrentar os resultados da quebra de sigilo bancário e fiscal de 95 pessoas físicas e jurídicas suspeitas de integrarem o “rachid” no gabinete do filho 01 de Jair Bolsonaro na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro, a Alerj.

Como mostrou Crusoé em sua edição 68, há pouco mais de quatro meses, em julho deste ano, a família presidencial vivia uma “catarse” diante da decisão de Toffoli de suspender a investigação do MP fluminense. Quatro meses depois, integrantes da equipe de defesa do senador recorriam a perícias por meio das quais pretendiam demonstrar supostas falhas na investigação contra Flávio. Em seu voto, ou melhor, nas teses expostas em um documento para explicar o próprio voto, Toffoli deixou uma brecha que poderia ajudar o filho do presidente. Ao defender que a UIF não pode produzir relatórios “por encomenda”, o ministro acolheu o argumento do advogado de Flávio, aceito também por Gilmar Mendes em outro pedido de paralisação da investigação, de que o MP do Rio teria solicitado diretamente ao Coaf, por e-mail, dados sobre Flávio. A tese não se sustenta por vários motivos – e, talvez por isso, foi rejeitada pela maioria do STF. O e-mail citado é interno e foi trocado por promotores do MP. O contato que a área técnica do setor de lavagem de dinheiro fez com o então Coaf foi para tirar dúvidas sobre a correção de alguns dados do primeiro relatório, enviado em janeiro de 2018, aquele do 1,2 milhão de reais movimentado por Queiroz, e não para pedir mais dados. O pedido de dados, em dezembro, depois da publicação da reportagem sobre as transações de Queiroz, deu-se pelo sistema eletrônico do Coaf, como manda a lei. E Flávio poderia ser alvo de pedido porque já havia sobre ele outro relatório.

A manobra jurídica para questionar a legalidade das atividades do Coaf, usando como subterfúgio um julgamento sobre a Receita Federal, mostrou-se fadada ao fracasso logo no voto de Alexandre de Moraes, o primeiro a falar após o relator. Os votos seguintes murchariam ainda mais a tese de Dias Toffoli, que acuado, aderiu no apagar das luzes do julgamento ao entendimento vencedor. Ao fim e ao cabo, os ministros optaram por não reforçar a impressão de que há um jogo combinado com o Palácio do Planalto, o chamado acordão que vinha se desenhando graças aos movimentos do presidente do STF em sintonia com interesses de Bolsonaro e de uma parte da própria corte. Sem se alongar em discussões paralelas ou criar empecilhos para os órgãos de controle, a maioria dos ministros entendeu ser constitucional o compartilhamento de dados entre o antigo Coaf e a Receita com o Ministério Público, da forma como era feito antes da decisão de Toffoli que favoreceu Flávio. Ou seja, sem aval da Justiça. Como bem resumiu Barroso, por trás do julgamento havia uma disputa de narrativas sobre o que foi o combate à corrupção nos últimos anos na esteira da operação Lava Jato. “Há um processo e uma tentativa de tentar reescrever a história que produz as alianças mais esdrúxulas (…) e nessa versão que se tenta construir tudo não teria passado de uma conspiração de policiais federais, procuradores da República e juízes dotados de um punitivismo insano contra gente que conduzia o país com lisura”, afirmou o ministro.

Em 1968, durante uma sessão plenária do Supremo, o então ministro Adauto Lúcio Cardoso, envergonhado de seus pares que haviam acabado de legitimar um golpe contra democracia, despiu-se da toga e a arremessou para longe. Apesar dos recentes sobressaltos, a guerra contra a corrupção ainda não está perdida: o próprio Judiciário começa a reagir à parcela do Judiciário que vem trabalhando para deixar tudo como sempre foi.

Com reportagem de Fabio Leite
Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • A Coluna Exclusiva de Sergio Moro
  • Podcasts e Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Mais do que prender e punir, o papel da BANDA BOA do JUDICIÁRIO deveria ser em conscientizar o cidadão e fazê-lo saber que quando ele aceita que a LEI QUE VALE PARA ELE NÃO VALHA PARA OS CORRUPTOS, ele está permitindo que estes se COLOQUEM ACIMA DELE. Em uma democracia é lícito que um indivíduo escolha se AJOELHAR PERANTE CORRUPTOS, mas isto não significa que o restante da sociedade é obrigada a fazer o mesmo.

  2. A melhor forma de se combater as trevas é se jogando luz sobre elas, seja via investigações, seja via conscientização do cidadão. Uma vez que cada cidadão conheça as leis e que ela VALHA PARA TODOS, ele saberá que ao não cumpri-las, estará se colocando acima dos demais. E se os demais não as cumprirem, eles estarão se colocando acima dele. Em uma democracia, uma sociedade de iguais, isto não é admissível, se todos não forem iguais perante a lei, muito menos serão no resto.

  3. Limpar o JUDICIÁRIO das ervas daninhas é só parte do problema. Após isto haverá ainda a tarefa mais BASTARDA e INGLÓRIA de educar o cidadão para que ele tenha ciência das leis e aprenda a buscar sua igualdade perante elas. Portanto, há muito mais do que os olhos podem ver, o modo mais ineficiente de se destruir um SISTEMA CORRUPTO é partindo para o confronto direto, pois a arma dele é a mentira, a dissimulação, a falta de transparência, o medo, a violência.

  4. Se os cidadãos não forem iguais nem no plano jurídico, como eles serão iguais nos demais planos? Se nem perante a lei eles forem considerados iguais, como serão considerados como tal no resto? Se em uma sociedade os cidadãos não forem iguais perante à lei, tanto em direitos quanto em deveres, então esta pode ser uma sociedade democrática? Democracia e leis deveriam ser consideradas sinônimos, uma não existe sem a outra. O Brasil é no máximo uma PSEUDODEMOCRACIA.

  5. Somente pode exigir um direito aquele que tem ciência disto, somente pode respeitar uma lei aquele que tenha ciência desta. Daí se depreende que o JURIDIQUÊS não consiste somente em criar uma língua cifrada inacessível ao cidadão comum, mas tb em se impedir que este possa conhecer na essência quais são seus direitos e os seus deveres. O respeito à lei é o pilar de qq democracia, uma vez que esta seja inacessível ao cidadão, não se pode dizer que este tenha autonomia e independência.

  6. Em uma democracia o cidadão deve ser educado nos termos da lei para que saiba tanto quais são os seus direitos quanto os seus deveres. Pois uma vez que estejam cientes destes, não tolerarão mais que outros se coloquem acima deles e entre o direito de fato e o direito virtual. Talvez este momento pelo qual o Brasil passa seja extremamente propício para se extrair ensinamentos: a função do judiciário não deveria estar somente em fazer cumprir a lei, mas em se fazer entender esta.

  7. Se a lógica de um sistema é sua razão de existir, então a forma mais simples de quebrá-lo é expor suas contradições inerentes. A reação natural da BANDA BOA à BANDA PODRE não requer nenhuma estratégia elaborada e complexa. Basta que seja aplicada a lei e que esta seja explicada à população em termos simples e horizontal, estabelecendo-se assim o contraste entre aqueles que usam toda sorte de argumentos e artifícios para desvirtuar a lei e os que simplesmente a cumprem.

  8. Uma vez que os CORRUPTOS do JUDICIÁRIO se vejam cercados, qual é a reação natural deles? A reação de qq CRIMINOSO, tentar sumir com todas as evidências e comprar tempo. Ao se verem cercados, os CORRUPTOS do judiciário só terão por opção partir para o desespero e tentar se valer de seus cargos para frustrar todas as tentativas de prendê-los. Hj as coisas são digitais, mas em um passado remoto a forma básica de se sumir com provas era promover um incêndio.

  9. Infelizmente, é mais do que óbvio que a BANDA BOA do JUDICIÁRIO não é capaz de sozinha vencer a BANDA PODRE, senão esta não teria almejado se instalar e dominar o JUDICIÁRIO. Por outro lado, isto não significa que ela deveria se consternar e se recolher, pois mesmo que os resultados práticos não sejam satisfatórios, o trabalho de bastidores e os simbolismos servem para se somar à VONTADE POPULAR quando esta se manifestar. Mesmo neste hipótese não se deve achar que a guerra estará ganha.

  10. A lei vale para os outros, não para eles. Na votação da 2ª instância, o que não faltou foi ministro defendendo pobre, mas na hora de colocá-los nas ruas, quem foi que apareceu para "garantir" os direitos destes? O problema no STF não está somente em que eles subvertem a lei, mas em que eles subvertem até mesmo aquilo que falam. Alegam uma coisa para justificar que a lei seja desvirtuada em favor deles, mas quando chega a hora de aplicar o que eles falaram, eles não aplicam.

  11. De todos os sistemas de governo existentes, a democracia é provavelmente uma das poucos onde não se admite que poderosos façam suas próprias leis e julguem a si mesmos. Teoricamente o JUDICIÁRIO brasileiro não faz suas próprias leis, mas na prática a coisa é exatamente esta, uma vez que eles não cumprem as leis instituídas. Em termos efetivos, a Constituição no Brasil só vale para aqueles que os GARANTISTAS dizem defender, pq para os próprios GARANTISTAS a Constituição não vale nada.

  12. A Constituição de 88 é pródiga em criar brechas e assimetrias que privilegiam sempre um grupo privado de indivíduos que se julga acima das leis e da carne seca. Mas o problema dela não é exatamente a falta de leis para se lidar com CRIMINOSOS COMUNS, mas a falta de dispositivos para se lidar com um tipo de CRIMINOSO ESPECIAL: o MAGISTRADO CORRUPTO. Como foi possível que durante tanto tempo a "democracia" brasileira achasse que poderia funcionar com uma classe responsável por julgar a si mesma?

  13. Não é só de batalhas que a vitória em uma guerra depende, mas de todo o trabalho de bastidores e simbolismos dos quais o mundo concreto e físico não pode prescindir. Independentemente do resultado prático de se estar prendendo ou não quem deveria estar na cadeia, neste momento o importante é deixar muito claro o que vem acontecendo no país não é de hj: há o mundo das leis e há o mundo do judiciário. No mundo físico e concreto um não corresponde ao outro.

  14. O STF está agindo de forma vergonhosa e canalha. Seis ministros do Supremo deveriam abrir espaço para novos eleitos com grande saber jurídico, de comprovada idoneidade e de conduta ilibada.

  15. ERROU TEM QUE PAGAR, essas são as Palavras do Presidenciável Jair Messias Bolsonaro, hoje nosso Presidente. Nada mais justo que a Decisão do STF especificamente NESTE CASO COAF-RECEITA-MPF.

  16. No ambiente Militar há um entendimento que diz ORDEM ERRADA NÃO SE CUMPRE." O stf tentou criou uma jurisprudência onde a Lei não existe. O TRF 4 criou uma JURISPRUDÊNCIA CONSTITUCIONAL- A CONSTITUIÇÃO NÃO ADMITE CHICANAS disse Calmon de PASSOS : “Jurista é esse homem apaixonado pela perseguição dessa bela mulher inconquistável que se chama justiça” – J.J. Calmon de Passos. Imaginem a Bela Mulher aqui referida que está despenteada, desarrumada e o pior desmoralizada.

  17. Quem tem Poder para corrigir estes desmandos do STF ? O Senado pode, mas está "devendo" ao STF. Se o Bolsonaro fizer alguma intervenção, será batizado e crismado de Nazista Sanguenaro anti Democrata e nessa toada estes Gilmar, Tofolli, Lewandosk Rosa etc vão usando de suas tiranias.

  18. Excelente reportagem de Fábio Leite, conseguiu laicizar tema tão complexo produzido pelo nosso desordenamento jurídico-positivista.

  19. Chorar é pouco para Toffoli. Perder de lambada uma votação e dar uma reviravolta de 180º no seu parecer é de envergonhar um frade de pedra. Medonho.

  20. Ministros não são juízes, que fique bem claro. O STF já não abriga ministros originados do Judiciário. A escolha é do Presidente, com aprovação do Senado, mas não se entende como deixar uma Corte superior sem magistrados de carreira na sua composição. Na atualidade, 11 ministros, dos quais apenas 2 advindos do quadro da magistratura ( Fux e Rosa ), incluindo, nessa contagem, o ex-ministro da Justiça Alexandre de Moraes, advogado e ex-ministro da Justiça do governo Temer. O resultado............

  21. Sinto que ainda é cedo para cantar vitória. Todo cuidado é pouco quando se lida com esta horda de "juristas¨(sic)... ASSEMBLÉIA CONSTITUINTE JÁ !!!

  22. É por isso que eu sempre digo aos meus conhecidos. Tempos não muito bons eram os tempos em que o Brasil era regido pelos militares, nem tudo era um mar de rosas, mas muito longe de ser uma ditadura. Assim como os desembargadores do TRF4 aqui de Porto Alegre, ocorrem muitos processos inclusive trabalhistas quando julgados na justiça Gaúcha. Quem duvidar que duvide, mas os cinco presidentes do Brasil durante o regime militar, eram GAÚCHOS. Com todos presidentes que vieram após, só deu craca.

    1. Não, não eram. Figueiredo era carioca.

  23. Show de reportagem. A CRUSOÉ está de parabéns. O TRF-4 poderia substituir perfeitamente este stf maldito, que age como uma quadrilha (só alguns são gangsters), tentando a todo custo acabar com a Lava Jato e proteger bandidos contumazes.

  24. Enfim, temos decisões técnicas, jurídicas e imparciais, com destaque para o TRF4! Destaque para a decisão do STF, que recuperou a lucidez jurídica, que permite o compartilhamento de informações entre o MP e os órgãos de controle e fiscalização!

  25. Bela reportagem,isso que chamo de jornalistas! Sabem escrever....transmitem os sentimentos com sutileza,fielmente!👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻

  26. Ainda há esperança para o Judiciário brasileiro!! Espero que o STF não se declare contrariado e seu ego se infle e mude essa decisão do TRF-4

    1. É claro que há esperança para o Judiciário Brasileiro. Falo daquele que se forma através de duros concursos e carreiras plenas. STF? Desde quando isso é Poder Judiciário?

  27. Tchê, ainda não entendi por que a cobertura dos crimes da ALERJ apontam apenas para Bolsonaro, quando todo mundo sabe que tem mais gente. Dá para explicar?

    1. Este pedido de explicação do Luiz , esta muito certo ! Porque só o Flavio ? E os outros Deputados ? coisa do Estado do Rio e a Globo Lixo !!!!

    2. Só porque é filho do presidente, que manda na administração pública, e com isto os ladrões de sempre se beneficiaram por 4 longos meses... Porém, tudo tem um preço, e o jogo está virando!

    1. hhyhhhh5h5h5hh6hhyh55hh5h5h5h5hh5yhhhhh55hh5h5yh5hhy6h55h5h5yhhyy6h6h6hhh6yhh5

    1. h6y55yhy655hhhh5y5h5h6h5yhhhy5yhhyhhhyh6h5hhyyhyyyyyyhh5y5y6ynhhyyy5hh6yhh55y55y5y5h55hhhhhy6hh5hhhhyhh5hh555hy56yh5h556h5yy5y65yhy56yh5yy5hhyh6h

    1. hhh5h yhy5yh6y5y56y5hhhh56y55hy5560kmbemhyy6y555hhhh5h5h56hhyy55y65h55hhh5h6y555h556h5555y5565y566yyy555555yy555556h5h5hyy5566hh6yh5h5h56y55y5yhh6yy56y55h5h555556h55hyy5hhy6yhh5 55hyy5hy556hy5yyhhhh55y5y5bh

  28. E assim o povo segue enganado. Estou escrevendo sobre a afirmação de que copiou 1% de textos anteriores. Penso que mesmo que fosse 10% não seria nada tão sério que pudesse depor contra a Juíza e seu trabalho, ou os ataques sucessivos que a tem perseguido possam ser por conta de que é mulher ?

  29. Isso dá um grande alívio ao povo brasileiro que quer acabar com a corrupção. Espero que o Brasil vença essa batalha. Excelente matéria. Parabéns!

  30. Bela capa da Cruzoé desta semana. Tadinho do Toffoli, ficou pequenininho frente a um Juiz de verdade, com carreira jurídica plena, merecedor em ser um Desembargador. E Toffoli, de um mero advogado do PT, reprovado em concursos para Juiz, galga a maior posição do Judiciário do Brasil indicado por um presidiário corrupto, já com 29 anos de cadeia no lombo. Que belo currículo este de Toffoli. Se eu fosse ele, jogava a toalha, ou melhor jogava a toga, e ia embora para casa.

    1. 👏🏼👏🏼👏🏼👏🏼👏🏼👏🏼👏🏼👏🏼👏🏼👏🏼👏🏼

  31. STF, queremos que vocês se conscientizem de que devem somente interpretar a lei e segui-la. Ninguém os avisou de que vocês não podem legislar? Não é sua função. Se insistirem nisso vamos ter que dar um jeito em vocês. Seus arrogantes nojentos!

  32. Um burro, com o perdão do burro, pensou que era o maior estrategista do planeta, da escola comunista do maior corrupto e ladrão Lula, achando que ajudando o Flávio Bolsonaro, ficaria de bem com.todo mundo. Deu seu Tófolli.

  33. Como brasileiro, preocupado com gestão pública probo e eficiente agradeço Gebran e seus pares pela resistência e principalmente pela manutenção das minhas, já parcas, esperanças. o supremo tem a imagem que produz, lixo.

  34. O incompetente nomeado foi humilhado. Mas vadio é vadio, vai continuar como aquele cachorrinho que peidou na igreja...., faz de conta que não é com ele....

  35. Chega de patifaria, o STF tem que pensar no povo e não em criminosos corruptos. #STFdaVergonha #Impeachment Já pra todos #RATOS presos pra sempre .

  36. Agradeçamos a Deus, por iluminar promotores, juízes, procuradores, desembargadores e ministros, para que a justiça combata com firmeza a corrupção! Pecamos ainda à Deus, que também, ilumine aos deputados e senadores, que aprovem Leis que combatam a corrupção!

  37. Respeito ao STF, sim Mas a ministros vendidos, que subvertem todo o processo legal para proteger bandido corrupto lesa pátria, jamais!

  38. Se o STF continuar mantendo postura incompatível com a importância de uma Corte Suprema, em breve, ficará muito parecido com uma gravata. É indispensável, mas completamente inútil

  39. O Brasil precisa de: a). Aposentadoria compulsória de ministros do STF aos 70anos. b) Mandato de 8 anos , não renovável, para os mesmos. c) Exigência de larga e proba carreira como juiz para os nomeaveis.

    1. Quanto à sua sugestão de serem juízes de carreira, esbarra o fato de termos ministros (até o momento) considerados probos que não vieram da magistratura, como Barroso, Cármen Lúcia e Fachin... As outras sugestões podem sim ser viáveis...

  40. Excelente artigo! Que haja uma "luz" no baile das artimanhas do STF e que a ciranda de conchavos tenha fim. Vamos passar o Brasil a limpo. É necessário e urgente. Se errou, pague. Mesmo que seja o presidente e sua aliança familiar. O bem vencerá o mal.

  41. Esse tal toffoli não é um “Juiz”. Não tem competência de ofício. Não ascendeu por tê-la e, o que é o pior: juízes devem ser JUSTOS, não parciais, tendenciosos e prepotentes. É uma (das) vergonha(s) à justiça brasileira.

  42. Enganam-se aqueles que teimam em desconhecer a nova democracia brasileira, feita finalmente pelo exercício da cidadania cotidianamente pelas redes sociais, sob o princípio de que todo poder emana do povo e em seu nome deve ser exercido.

  43. Cada semana fica mais claro que parte do STF, são bandidos, que pertencem a organizações criminosas, inclusive algumas senhoras que estão lá.

  44. Excelente trabalho do TRF-4. Estão valendo cada centavo do que ganham. São juízes que estudaram para passar em concurso, não bandidos que se juntaram a orcrim, pra ser juízes.

  45. Parabéns ao TRF-4 ! Afinal a cagada de um jacu é mais importante do que o STF do Brasil . Enquanto a cagada da ave espalha sementes pela terra as quais produzirão árvores e frutos no futuro, os membros do STF Nacional dão trabalho as futuras gerações criando imenso trabalho para limpar as cagadas deles.

  46. Um único reparo: o episódio do Ministro Adauto Lúcio Cardoso jogando ostensivamente a toga e abandonando o recinto ocorreu em 1971. No mais, de pleno acordo.

    1. de 1971 para cá, este é o pior grupo de "ministros" da SUPREMA CORTE ???

  47. Em termos de GRAUS de JURISDIÇÃO, ocorreu no BRASIL um FATO INÉDITO no MUNDO; O MENOS, VALE MAIS. E muitíssimo mais. PARABÉNS TRF4, ENTROU PARA A HISTÓRIA e por medida de JUSTIÇA.

  48. Boa matéria. Parabéns aos desembargadores do TRF-4, demonstraram q ainda temos Justiça digna no país , na contramão do STF q inventa e altera leis para privilegiar corruptos, anular processos, mudar jurisprudência de acordo com a ocasião para livrar corruptos. Os ministros da banda podre do STF, deveriam tomar umas aulas com a turma do TRF-4 , para resgatar a credibilidade na Corte, totalmente desmoralizada, q p salvar Lula quer tornar vazamentos criminosos como prova lícita. Uma ESCÂNDALO

  49. Esse ato de jogar a toga para longe seria espetacular se manifestada por alguns probos juízes como protesto durante alguns votos esdrúxulos nas últimas decisões políticas ocorrida naquele Olimpo.

  50. Os senhores Dias Toffoli e Alexandre de Moraes. São tantas as razões pra não confiarmos na atuação desses dois. A razão mais óbvia: a incompetência para o exercício do cargo. Nenhum dos dois consegue disfarçar a insegurança ao externar suas argumentações.

  51. Parabéns aos desembargadores .Deus espererança de que é possivel ter justiça neste país. MAS TEMOS QUE FICAR NA EXPECTATIVA DE UM CERTO JUIZ DO STF NÃO QUERER MODIFICAR O PROCESSO PARA AJUDAR o amigo.Lula.

  52. Parabéns TRF4!! Ares de esperança de que somos um país sério,de gente confiável,ética e competente tbém.Precisamos limpar o Brasil colocando na cadeia esses criminosos de colarinho branco sem vergonha na cara.Deus abençoe TRF4!

  53. Ainda bem que a guerra contra corrupção ainda não está perdida. E ainda bem que esse cheiro de fumaça de “acordão” parece haver se dissipado. Estava muito claro que Toffoli e Gilmar Sapão estavam solidários com os Bolsonaro, pois todos estão com os pés na lama. Por isso Bolsonaro pai ficou “isentão”. Só faltou uma tabuleta na testa dizendo: sou isentão! Votei em Bolsonaro, mas não em seus filhos bandidões.

  54. Crusoé de maneira magistral expõe o cenário atual do Judiciário. Tiro meu chapéu aos ministros do TRF-4. Esperança afinal!

    1. Concordo inteiramante! Inclusive com os resultados jurídicos ! Estou plenamente satisfeita com a postura da 2ª instância de Prto Alegre como ao comportamento da maioria do Supremo que resolveu colocar os julgamentos no caminho certo! Quanto mais alto o cargo, maior a responsabilidade do seu funcionário!

    1. STF é corte Constitucional. O foro privilegiado deveria ser extinto ou limitado ao chefe máximo de cada poder. STF jamais deveria julgar causa criminal. Ficou muito claro no Mensalão a incapacidade dos Ministros decidirem sobre questões criminais. Todos do ministros nomeados por Lula não são suspeitos ao julgarem seu padrinho político que os nomeou?

    2. Concordo também,juizes mofados e contaminados deverão ser retirados em tempo rápido.

  55. Não foi atoa que toffli chorou antes de seu nefasto voto e suas atitudes prejudiciais enormemente ao pais. Ele não tem condições se quer de ser ministro, mas nomeado pelo lula olha no que deu.

    1. É isto mesmo! Não tem competência para estar neste cargo! Todos deveriam ser juízes e não advogados, a não ser que tenham ilibado saber jurídico !

    1. Ultimamente o voto daquele que deveria nos encher de orgulho, o decano Celso de Melo, foi uma lástima. É um voto sem nexo cheio de palavrório, pra não fuzeram palavrões. Ele seu jurudiquês para impressionar os ouvintes e telespetadores e acaba se perdendo e acaba votando contra os interesses da sociedade. Seu prazo já venceu. Fora Celso de Melo.

    2. As falas do decano são tão extensas e enroladas que dá impressão que na metade do caminho ele se perde e acaba votando ao contrário do que deveria. Inacreditável como um juiz desse naipe acaba votando a favor da corrupção.Triste legado para um fim de carreira.

  56. Cumprimentos efusivos a Mateus Coutinho, Fábio Serapião e Fábio Leite pela bela peça de arte jornalística! Esse texto vai ser impresso e emoldurado, por histórico que é. Bravos defensores da clareza, da correção e completude. 👏👏👏

  57. CRUSOÉ. Vocês deveriam oferecer assinatura gratuita para esses "Juizes" e os Juizes, eles leriam a reportagem e os comentários pois talvez, sentiriam vergonha.

    1. Se existisse vergonha, por menor que fosse, não fariam o que fazem. Se tivessem um pingo de vergonha não teriam sido escolhidos para o cargo que ocupa.

    2. Filósofo, alguns juízes se acham sábios, mesmo lendo essa brilhante e esclarecedora matéria não estão preocupados ou se sentem envergonhados. São cara de pau mesmo.

    1. Trf4 já está gravado na história do Brasil com honra.

    1. TRF-4, Desembargadores que honram a toga que vestem, verdadeiros JUÍZES. Outras cortes serão julgadas pelos fatos, história e democracia. O pior de TUDO será julgada pelo todo poderoso, criador do céu e da terra. Aos ateus um lembrete. “Não existe um efeito sem causa” . A suprema inteligência de Deus se manifesta e rege o Universo.

    2. Parabéns mesmo! Ainda existem pessoas de bem com quem podemos contar!

  58. Votei no Bolsonaro e continuarei votando se ele seguir levando o Brasil adiante. Mas estou só esperando esse tal de Flavio se justificar. Se tiver trambique que seja julgado e condenado.

    1. Como penso. A Lei deve ser igual para todos os que a afrontam.

  59. Parabéns Mateus e Fábio. Reportagem clara e precisa. Parabéns TRF-4 pela lisura, competência e conhecimento. Como o Roberto Barroso Já elucidou, sempre em defesa da Nação, está clarificando, aos poucos, que a Justiça apesar de vilipendiada ainda se encontra De Pé e à Ordem. Meus Parabéns.

  60. Quem pode mudar essa balança perversa do STF contra a JUSTIÇA e buscando sempre favorecer esses Ladrões envolvidos na Lava Jato, é o Senado e temos que continuar pressionando os Senadores para que consigam colocar em votação Impecheaments de Toffoli e Gilmar, pois se nos livrarmos desses dois, a balança já mudará e ano que vem sairá mais um graças a Deus que é o Decano Celso de Melo e no ano seguinte Marco Aurélio, isso já será uma benção.

    1. Sim, Diniz, o povo brasileiro não aguenta mais essa turma safada. Se não houver impeachment por conivência do Senado, que venham as aposentadorias dos decanos.

  61. texto inteligente e inteligível. A lava jato recebeu oxigênio necessário para tentar sobreviver. Em todas as rodas de conversas, desde oficina mecânica, feiras, universidades, etc... há uma hialina certeza de que togados do STF tentarão afrontar a sociedade com julgamentos esdrúxulos suspeitos. Olho neles.

  62. Um texto lindo! Queria que fosse em papel pra guardar pras gerações futuras. É um momento histórico. Posso estar otimista de mais mas o que eu sinto é que LAVA JATO está salva.

  63. A impunidade perdeu esta batalha mas os bandidos vão reagir. Pode ser que o supremo anule o julgamento do TRF-4. 8 de dezembro. Todo cidadão de bem deve ir às ruas. Fora Toffoli, fora Gilmar, fora Lewandoumporforovski, como dizia o casseta e planeta.

    1. Não Enzo, os canalhas não têm saco rôxo não, amigo.

    2. Meus Caros Coutinho e Serapião , não façam a injustiça de escrever o nome de Adauto Lúcio Cardoso onde também está citado o nome do atual Presidente. Não tem a origem, o meio e o fim comuns.

  64. Simples: Lula volta para a cadeia e leva junto a corja podre do STF: Dias Toffoli, Lewandowski, Gilmar Mendes e Marco Aurélio Mello. Assim, limpamos o país.

    1. Com a volta das investigações do COAF, atual UIF, Toffoli e Gilmar terão muiiiiittttoo trabalho. Este é o VERDADEIRO motivo destes dois darem tannnnnntttttoooo trabalho ao país.

  65. Foram as recentes manifestações e críticas populares ao Congresso e ao STF que estão surtindo efeito e também , os oportunos comentários da pequena parcela da mídia não esquerdista.

    1. Foi a reportagem do Cláudio Dantas que mostrou a sacanagem de o toffoli ter usado o caso do posto de gasolina. DANTAS, o melhor jornalista investigativo do Brasil.

    2. Tá faltando o Alcolumbre (o Batoré) e o Maia (O Nhonho, ou Botafogo) criarem vergonha na cara e comecarem a respeitar a vontade do povo.

  66. Trf4 se coloca como guardião da moralidade e defensor do saber jurídico diferentemente daquilo que vem sendo defendido pelo representante do "Foro de São Paulo" senhor Dias Toffoli.

  67. O que nós, brasileiros trabalhadores, honrados e honestos queremos (e precisamos) é que Homens Públicos que ocupam cargos de grande relevância para a mnação SEJAM HONESTOS e COMPETENTES. Não dá mais pra conviver com a CANALHICE do "toma lá dá cá". Chega de "rabos presos"; chega de politicagem; chega de SAFADEZAS. O Brasil necessita sair desse marasmo em que encontra. "Acordem" pra vida cambada de desonestos. Chega de palhaçada! Vamos viver bem!

  68. O TRF4 demonstrou uma verdade inafastável: não são os advogados ou os promotores os indispensáveis para a aplicação da Justiça, mas sim os Juízes! Infelizmente, o nosso STF só tem em verdade um Juiz, só um! No TRF4, todos são Juízes! Julgam conforme a Lei. O STF, que foi criado por Ruy Barbosa, deveria seguir sempre uma das mais importantes máximas daquele grande mestre: "Não há tribunais que bastem para abrigar a Justiça, quando ela se ausenta da consciência dos magistrados"!

  69. De fato, parece haver luz no fim do túnel. TRF4 lavou a alma dos brasileiros decentes. Espetacular síntese da Crusoé. Parabéns!!!

    1. Sim, aqui tem justiça sim, a verdadeira justiça e não a que alguns do Supremo tentam relativizar ! Viva o Trf -4 !

  70. Toffoli foi castigado pela maioria dos pares e pelo Judiciário. Seu raciocínio caótico estampado no voto que proferiu evidenciou apenas o esforço hercúleo para manter em pé uma tese perneta, sem qualquer base jurídica e que fez da UIF parte - na última instância do Judiciário - de um processo que sequer sabia existir, cometendo erro crasso até mesmo para qualquer aluno de terceiro ano razoalvelmente preparado, prova que a indicação política para a Suprema Corte é prática que não mais se admite.

  71. Caros Mateus e Fabio gostaria de parabenizar pela reportagem clara, lúcida, cristalina e profissional que expõe os Ministros do STF separando o joio do trigo e os interesses nas entrelinhas escusas de alguns nitidamente “legislando” em causa própria e enfatizo a retidão, a coerência e a coragem do TF4 nos chamando que nem tudo está perdido. Belíssimo trabalho

  72. Parabéns aos verdadeiros homens da Lei. Fico feliz em ver a bandalheira de Toffoli sendo derrotada. Se Flávio Bolsonaro deve explicações à Justiça que as dê, não é melhor do que ninguem. Foi um absurdo tentarem encobrir seus possíveis malfeitos, estes a causa da crise instaurada. Bolsonaro deve ser Presidente em primeiro lugar e pai em segundo. Estamos atentos, as urnas falam.

    1. Não podemos esquecer tb das madames Toffoli e Mendes q são investigadas

  73. Quero ver o senador criminoso e covarde Flávio Bolsonaro pagar por seus crimes, perder o mandato e jamais ser eleito novamente. Ele já atrasou demais a vida dos brasileiros honestos. Bolsonaro presidente pode muito mas não pode tudo. E dentro do que ele pode basta cumprir suas promessas de campanha. Não precisa nada mais. Simples assim

    1. Antônio Cedraz Votei no Bolsonaro por falta de uma opção mais inteligente e igualmente íntegra mas, acho que o presidente não tem o direito de acobertar os erros que qualquer dos filhos venha cometer pois, assim ele estará incorrendo incorrendo num grave erro como pai, protegendo os mal feitos dos filhos quando deveria dar exemplo contrário. Errou? pague pelos erros para aprender a andar certo.

  74. O certo é o seguinte ainda existem pessoas serias e dedicadas, ja boa parte desse Supremo é corrompida e sem estatura para participar de tais decisões, notem a descrepanica em um Julgamento 8x3 é hora de mandarmos para casa os incapazes.

  75. O STF perdeu a credibilidade faz tempo. Ministros dando entrevistas em off só aumenta o descrédito. Fariam melhor se só se manifestassem nos tribunais.

  76. Sonho com o dia que esse país tenha um Supremo que faça justiça e não "politicagem". Se os seis Ministros tivessem um pouco de decência deixariam seus cargos. Parabéns ao TRF4 o melhor Tribunal Superior do País.

  77. Ricardo Lewandowski e Gilmar Mendes, só votaram a favor,pra não se queimar mais,pois a maioria já tinha votado a favor, já estava decidido.

    1. Também sou por essa tese. São safados, espertalhões.

  78. A mensagem subliminar ao STF é que se eles querem se rebaixar a um criminoso, que eles próprios se humilhem e sofram as consequências. Nada mais justo.

  79. Quantos foram pegos por movimentações suspeitas na Alerg, não foi só Flavio e sim muitos outros deputados, então acho que a CRUSOÉ esta sendo leviana em dar ênfase em apenas um suspeito e não listar todos.

  80. Parabéns ao Trf 4 . Me aproprio da fala de Rodrigo Janot " Cala boca já morreu!" Justiça fo MPF nao deve se curvar ao STF e ao CNPM...PQP. #STFdaVergonha

    1. " Cala boca já morreu ". Essa frase não foi dita por Janot e sim pela ministra Carmem Lúcia.

  81. A postura do STF na era Tóffoli foi muito bem defininda no texto como "revisionismo jurídico de ocasião", assim como a lembrança de Monteiro Lobato com "os cambalachos de toga". A postura do STF neste período será estudada no futuro pela história jurídica de como alguns juízes da mais alta corte foram cooptados e manobraram seus textos na defesa da iniquidade e imoralidade e levando-os ao ridículo.

  82. Toffoli sequer é um homem com dignidade. Se a tivesse, pediria exoneração, ou renunciaria, sei lá qual é o termo, de seu cargo. Fez o país passar vergonha, enlameou a instituição, mostrou quanto é vil.

    1. A ambição pelo poder muitas vezes faz o homem jogar sua dignidade no esgoto. Nós meros ignorantes, sabemos que para o exercício de Ministro do STF o indicado deve ser JUIZ concursado e de conduta ILIBADA. Infelizmente, a CONSTITUIÇÃO deus ao presidente em exercício de suas funções a prerrogativa de indicar qualquer um sua simpatia. Muitos que são ministros do STF, não têm culpa. ERA CUPIXA DO PRESIDENTE NO SEU MANDATO.

  83. Fica clarísssimo que essa tese somente venceu porque ela pode condenar o filho do Presidente. Daqui 1 ano ou até menos, da mesma forma que na aprisão em segunda instancia, alguém entra no STF para defender 1 corrupto esquerdista e tudo volta ao que é hoje! ANOTEM!

  84. O ouro só descoberto depois de garimpado e batelado. Moro é este ouro precioso e valorizado que o BRASIL tem em alta estima. Não será o restolho que restou da peneira do garimpeiro que vai contaminar algo de tão precioso como o MORO. Deus como se braço forte e estendido pelejará apor ele. Nos confiamos...

  85. Bem apresentado pela Cruzoé, a situação que vivemos, criada pala Suprema Corte que escolheu proteger os corruptos e criminosos, com prejuízo para a Sociedade ordeira e trabalhadora! parabéns, Cruzoé!

  86. É a velha história da luta entre a justiça e a injustiça. Os corruptos de palanque alegam "perseguição política" em sua defesa. Perseguição política é a que fazem os políticos condenados, contra os que os sentenciaram pelos crimes de corrupção cometidos. Usarão do mesmo cinismo ao serem julgados por muitos outros, bem mais graves e danosos, a serem judicializados.

  87. Ainda temos juizes decentes neste pais, vamos lutar contra a corrupção no STF, que só serve para perpetuar a roubalheira de dinheiro publico e proteger traficantes eo PCC.

  88. lá no stf tem uns 5 a 6 barnabés "das lei" cujas decisões, sempre cabulosas, denigrem a casa com fiabilidade abaixo de ZERO.

  89. Ainda falta "sufocar" a decisão do stf (no momento não merece em letras maiúculas) sobre a prisão depois da condenação em segunda instância. Ou a Justiça Brasileira também vai virar "justiça"... é lamentável, mas lula-rápio produz mais mal para o país agora, do que quando roubava apenas dinheiro do erário.

  90. Pelo que eu assisti no STF, ficou claro que qualquer procedimento no MP só pode ter início "depois" de concluido o processo administrativo. Então a pergunta é: a assembleia legislativa constatou e puniu os "rachids"? Se não, isso vai se estender por longos anos, isso qualquer advogado sabe, até eu sei e não sou um deles.

    1. O procedimento administrativo em questão é de competência do MP Estadual. Com escora no compartilhamento do então COAF. Não dá Assembleia!!!!

  91. Me dá cal4frios cada vez que dizem que os ministros do stf são "juízes". À exceção de Fux o resto nunca sentou o traseir0 numa cadeira de juiz.

  92. Cara de pau de alguns, quando colocam Moro sob suspeição pelo fato de ter deixado a magistratura para servir ao governo Bolsonaro. Sendo que é uma ação bem a posteriori aos julgamentos que fez. Sem nenhuma evidência de proximidade à época. Toffoli serviu a priori ao PT, pelas mãos de Ze Dirceu. Lewandowski privava de amizade com Lula antes de sua indicação ao Supremo. Quando resta óbvio que foram indicações com endereço certo a ser alcançado- a defesa dos padrinhos pelos apadrinhados.

  93. Essa disputa pode ser resolvida da seguinte forma " Quem julga os suspeitos seguindo as leis X Quem julga os suspeitos usando subterfúgios do simples pensamento Quântico .

  94. Mais uma vez: CRUSOÉ é o melhor jornal, e oferece a melhor informação. A de hoje, então, está maravilhosa ! Sou Des. do TJRJ aposentado. Minha luta quase me levou à morte, pois a chicana e canalha dos ditos fortes me atormentavam, e eu não cedi a eles, ainda que com pedidos de alguns próprios colegas. Com 83 anos, até hoje acho que valeu ! Tenho nojo desse horrendo Lula e dos magistrados que o "acompanham"... Sou capixaba, e aprendi a ser decente com meus pais. Amo este jornal, pois

    1. 6yth5hhh6yhyyhhhhyh6hyhhh6 hhy6yhy5h6hhhhy6hh5hhhhy5hhyh5yyhyy5y66yyhhyhhhhhhhyhhhyyyhhhh6hyyhy5hyhhy5hyyyhyyh5hyh55hh666yy5hh56hyhy65yhy5hh6yahoo6yth5hhh6yhhh5yyhyy5h6yyyhhy66yyhhyhhhhhhhyhhhhhh6hyyh6yyy5hh56hyhy65yhy5hh6yhhyh5 5h5h5hy6hhhyy5h6hyyyhyhh66y

    2. É de homens como o senhor que precisamos. Parabéns pela sua coragem ao resistir e se manter honesto.

  95. Excelente reportagem. Parabéns aos jornalistas que deram uma foto ampliada de toda a armação contra a Lava-jato e como está sendo desmontada e desmoralizada. Lava Toga precisa ser instslada. URGENTEMENTE.

  96. Que paguem os Flávios, os Lulas, os juízes corruptos e os congressistas ladrōes. Que todos sejam punidos em prol de um Brasil melhor, mais digno e que os brasileiros e o mundo tenham orgulho da nossa pátria.

  97. Os nobres Desembargadores mostraram como se faz um julgamento técnico, probo e ético, não aquele amontoado de chicanas repugnantes emitidas por aqueles que roubaram o STF da sua função constituída em lei. José Dirceu tem nas mãos o histórico podre de alguns togados e isto já basta para que sigam suas ordens, os togas vermelhas.

  98. E sabem por que isso ? Lembrem- se sempre : PORQUE SAO JUÍZES CONCURSADOS ! Funcionários Públicos , tão vilipendiados em todas mídias como os vilões do défcit etc . Na hora que precisa são sempre eles . Juizes , professores , policiais , muitas vezes anônimos que salvam o país !

  99. São momentos de alívio como esse, que nos dão ânimo, porque a sensação de que tudo que voltará a ser como antes (e pior ainda) não nos abandona nunca. Esse país nos adoece. Essa gente nos adoece.

  100. Essa decisão dá esperança aos brasileiros honestos que as investigações contra os "poderosos" que se acham dono dos poderes constituidos, continuem na busca das punições criminais e civis em razões de casos escandalosos de corrupção e suas modalidades.

  101. Juiz é intérprete da lei e não legislador. Nem mesmo o STF, em condições regulares, pode legiferar, ou "modular", ou criar gambiarras comportamentais por sobre texto legal expresso em sentido diverso. Só um dispositivo legal de verdade revoga outro. No caso em exame, o supremo colegiado exorbitou sua competência.

    1. Esses cumprem os seus deveres, não são vendidos pelos Poderosos.

  102. De que adianta permitir pleno acesso à investigação se o julgamento e eventual condenação dar-se-á somente pelo STF. É o mesmo que dizer: você pode andar no gramado, mas só não pode pisar na grama.

  103. Nossa corte suprema foi sequestrada por um grupo de advogados de bandidos e corruptos endinheirados e tudo que faz é procurar meios para os livrar de qualquer tipo de punição

  104. Espero que agora essas investigações envolvendo flavio Bolsonaro + Queiros avança , gosto muito do nosso presidente estou torcendo para que de tudo certo para nosso Brasil. Porem se o filho deve tem que pagar.( Sobre o molusco STF detesto mover o lixo)

    1. Concordo, se praticou qq ato de corrupção, seja quem for, que pague. Bolsonaro, no caso, devia não interferir, pois o seu cargo exige uma postura de estadista.

  105. Ótimo trabalho jornalístico ! A lamentar apenas a insistência em Apomtar um suposto "acordão"entre "Executivo"(comete-se a impropriedade da Generalização Hereditária, acusando-se "Bolsonaros" em referência ao senador Flávio, cujo Pai NÃO PODE RESPONDER POR SEUS(dele Flávio) supostos DELITOS) na generalização de um Sobrenome que se refere a alguém que NÃO PERTENCE AO EXECUTIVO; enquanto se Gilmar e Toffoli são identificados pelo judiciário! Sem falar do processo que nem de Flávio era...

    1. continuando Fernando L.Moraes. Tem que se investigar a troco do quê o Toffoli armou todo esse desgaste para o STF.

    2. Fernando L. Moraes me desculpe,mas essa confusão no STF aconteceu porque o Toffoli acatou o pedido do presidente para ajudar o filho dele.Antes ele haviam se reunido com o Toffoli. O STF comete erros mais ele é necessário para nossa democracia.

  106. No caso do julgamento do Lula e outros, não houve afronta à decisão do STF sobre a ordem de apresentação das razões finais. Como esclarecido pelos desembargadores que aumentaram a pena para mais de 17 anos, os réus não tiveram o alegado prejuízo processual. Todos eles apresentaram suas razões nos momentos finais do prazo. Além disso, a sentença não fez qualquer referência às referidas alegações finais. A decisão do STF prevê isto. A decisão está perfeita e dificilmente será reformada.

  107. A cada menção ao Judiciário, aflora a necessidade de IMPEACHMENT de alguns supremos e, a seguir uma LAVA TOGA mais abrangente. Ou Totó.ffoli é um analfabeto jurídico - mais provável, porque nunca conseguiu aprovar-se em concurso, nem para "juizeco" (Renan) - ou é um mal intencionado, diante da garra com que tenta proteger bandidos, pode-se depreender. As duas coisas, pensando melhor.

  108. pode pedir o VAR dezenas de vzs que o impedimento da Ratazana de cabresto não será pedido. Mais uma migalha a nosso favor. Essa é apenas mais uma pedra que eles colocaram no caminho. Outras virão, tenha certeza. Ô inteligência do mal!!!!

  109. Meus PARABÉNS pelo o trabalho que os juízes da lava jato sempre fez, e agora com mais firmeza tendo que combater o próprio JUDICIÁRIO ( SUPREMA CORTE ) ENVOLVIDO com os corruptos que sempre assaltaram nosso PAÍS.

  110. Finalmente, Dias Toffoli mostrou de maneira incontestável a sua incapacidade de ocupar o cargo de ministro do STF. Nunca na história daquela Corte houve um presidente tão despreparado culturalmente e incapaz até de se dar por impedido quando surgem processos de seus ex-patrões e amigos íntimos.

  111. isso que dá ter um supremo com figuras indicadas e sem competência para exercer o cargo de juiz da suprema corte. STF deveria ser composto de juízes de carreira , por meritocracia e com mandatos de no máximo 4 anos

  112. Um ano se passa, em que as pautas ANTICORRUPÇÃO alinhadas pela sociedade brasileira desde 2.013, apresentam otimistas resultados. Acima de partidos políticos e ideologias, se reconstrói uma NAÇÃO. O bem sempre prevaleceu sobre o mal,ainda q seja um absurdo as casas legislativas somente atuarem por AQUI, quando vamos às RUAS, A numerosa ala fisiológica do CONGRESSO recebe, como mensagem natalina, a confirmação de que estamos aguardando que votem a urgência da prisão em segunda instância.

  113. O ponto da atuação do STF STJ TJ judiciário em geral está no julgamento das fraudes financeiras dos magistrados e parentes deles.Caso das mulheres do Gilmar e Tofoli. E tb Aécio Neves. Aí é q a porca torce o rabo até da Carminha.

  114. Há homens e mulheres probos em todas as empresas e instituições nacionais. Amam o Brasil a acima de tudo, querem legar aos seus filhos, netos e sociedade um país com futuro, com qualidade de vida e paz social.

    1. Acabo de fazer assinatura dessa Revista e só essa Reportagem já pagou . Parabéns Luiz Crezo Dourado

    2. Abraão Piauí acredito ainda que no fundo do poço a justiça deste país possa cumpri apenas o que.estar escrito na constituição deste país, todavia a prisão em segunda instância e um fato que está na constituição deste país, dia a quem doer.

    3. Ainda e a justiça contra a corrupção, inclusive aquela que está instalada dentro do STF.

Mais notícias
Assine 7 dias grátis
TOPO