Falta braço

01.11.19

Além dos sistemas onde estão registradas as transações de 1,6 bilhão de dólares do grupo criminoso ligado a Dario Messer, a Lava Jato do Rio de Janeiro analisa outros programas de contabilidade ilegal entregues por doleiros que assinaram acordos de delação. O material com as movimentações ilícitas até já poderia ter dado origem a novas operações, mas a força-tarefa está sem mão de obra para analisar os dados. Até hoje, a Procuradoria-Geral da República não atendeu os sucessivos pedidos da filial fluminense para dar mais estrutura às equipes de investigação.

Agência BrasilAgência BrasilEntrevista da Lava Jato do Rio: é preciso reforçar a equipe

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • A Coluna Exclusiva de Sergio Moro
  • Podcasts e Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. não há interesse de alguns que supõem seres deuses intocáveis, em realidades servidores públicos pagos com dinheiro público , em terminarem com a cleptocracia sistêmica e vale tudo no baile sinistro no velho quartel de Abrantes da política suja do Brasil que trabalha e paga impostos não e mesmo ?

  2. De um lado falta trabalho, e do outro falta profissionais. O Brasil não dá certo porque não quer. Ou por ausência de líderes.

  3. Se os togados agirem na forma que esperamos, podemos ter bons resultados na punição não obstante ter um intocável que liberta todo mundo, e esse precisa ser afastado urgente do STF, é imoral demais!

    1. E as investigações em torno do TCEstado do Rio de Janeiro? Um estado não pode ter sido tão roubado sem a complacência de Instituições Oficiais!!!Acorda Rio.

    2. Eles já soltaram o Barata , o Garotinho e outros, diversas vezes, acha que vão se preocupar com falta de mão de obra? Infelizmente esta vergonha são os Juízes do atual Supremo, isto é Ministros, pois juiz sótem um!

  4. Na maior cara de pau vemos o Executivo CANCELAR concursos públicos para várias funções de alta relevância e importância para o país, tais como para Magistratura, Ministério Público, Auditores Fiscais, etc., sob a alegação de reduzir as despesas públicas. É preciso combater o crime organizado tanto do "colarinho branco" quanto do "colarinho sujo" e arrecadar. Mais: até quando o ministro Dias Toffoli vai PROIBIR a fiscalização dos 133 contribuintes já selecionados pela Receita Federal?

    1. O governo tem mesmo que cancelar concursos públicos, diante de um estado inchado de funcionários que não se faziam presentes e que sequer tinham mesas de trabalho!!! UMA VERGONHA!!!!

  5. PGR está preocupada em proteger amigos políticos, familiares, e os próprios do judiciário na "listinha" contábil! Qual outro motivo os levaria a sabotar?

  6. Ñ seria inteligente, q as turmas se reunissem em 1 grande acordo, de interesse da sociedade(pra quem deveriam trabalhar), e legislarem!!! + 1 única só vez, instituindo o FIM DO FORO PRIVILEGIADO? Aí limpamos a política de vez, pois essas ORCRIMS partidárias são compostas de delinquentes q ñ conseguem parar de roubar. Depoimento do Cabral ao Bretas, c humildade, declarou q ñ consegue ver q avança na grana. Ou a OAB e escritórios de advocacia, muitos deles de propriedade de togados ñ querem?

    1. com certeza, ou São donos ou suas esposas são laranjas para não aparecerem como donos

Mais notícias
Assine 7 dias grátis
TOPO