Para ler o recado dos militares sobre 64

29.03.19

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem.

500
  1. Os militares representam o elo moderador no presente momento de radicalismos exagerados. Respeito ao General Vilas Boas o principal personagem representativo desta moderação... !!

  2. Grande Sabino, ao menos literariamente você fez furar - com ácido - os olhos da sua personagem, espécie de Édipo do Brasil moderno, não ?

  3. Goulart tinha que sair. Os militares não precisavam entrar. Mas, já que entraram, tinham que ter saído na sequência. Foi péssimo para o amadurecimento político. Duas gerações de atraso. Foi golpe da direita, que se antecipou ao que seria golpe da esquerda. A desgraça teria sido muito maior com o golpe dos terroristas vermelhos.

  4. Acho descabida a comparação com a Alemanha Ocidental. Desconsidera o processo de pós-guerra dentro das forcas armadas alemaes. Não havia apoiadores do comunismo dentro do governo e nem no parlamento. Muito pelo contrário. O partido comunista era proibido. Além do mais havia para o povo a direta comparação entre a democracia e crescimento invejavel da Alemanha Ocidental, e o marasmo e o cerceamento de liberdades da Alemanha Oriental. O perigo era externo com a guerra fria na porta deles.

  5. O Tema 64 resurge diante da dificuldade da mídia e da esquerda de enxergar um fato histórico com imparcialidade. Sem a Revolução ou golpe , como a mídia prefere, embarcariamos na revolução cubana da época. O contesto da guerra fria jamais deve ser esquecido e a "comissão da verdade" de Dilma pecou por ignorar completamente os crimes da esquerda revolucionária.

  6. O que ocorreu de sério no País foi durante o ano de 1968, em que se deram a cassação de vários políticos, como Carlos Lacerda, Jango, etc. que queriam então eleições livres, assim como Castelo Branco. Mas a linha dura se impôs, e o AI-5 q

  7. Mário. Brilhante e assertivo o seu artigo! Tenho um pouco mais de idade que vc. e participei de alguns lances pós 64. E por minha atuação, sem viés ideológico, no grêmio estudantil que participava, fui convidado para uma reunião... de uma célula comunista. Tentei comparecer. As portas fechadas e luzes apagadas, fizeram com que dessistisse de tentar entrar o local. Fui informado que era assim mesmo: tudo discreto, ou secreto? Depois soube que era uma célula comunista. Já estava fora. Ufa!

  8. Grande Sabino, no dia 01/4/64 eu acordei com o chão tremendo em Taguatinga, DF: eram Tanques passando pela minha rua, ainda sem luz, sem asfalto, sem água... Eu olhei pela porta e fiquei muito feliz: Ihhh... hoje não vai ter aula!!!! Aos 9 anos de idade eu tinha uma ideia do que eram os comunistas pois ouvia o REPÓRTER ESSO o dia inteiro, e acompanhava junto com o meu pai, Mestre de Obras, FIDEL mandando milhares para o paredon todos os dias. Comunistas foram traídos p/militares que evacuaram..

  9. Infelizmente ainda tentam furar nossos olhos para não enxergar a triste realidade que se tornou o Brasil. Não há imprensa decente, é tudo mais ou menos um lixo. Quando o Brasil terá sua Fox News?

    1. Valeu, Jairo; também não perco os "pingos", este sim uma ILHA de boa informação no meio deste lixo todo da mesmice.

    2. Verdade, Cicero: até mesmo a fantástica JOVEMPAN já evacuou, e restam apenas Augusto Nunes e Felipe Moura para durante 2 horas, todos dias, fazem uma análise substantiva, correta, ideológica sim, pois de enfrentamento ao comunismo, que na Venezuela está levando as crianças a tomarem água com cocô nos esgotos, sem luz, e sem comida, e sem remédios...Democracia em excesso....

  10. Não se comemora o Sete de Stembro?? Quinze de novembro? Tinha eu 12 anos em 1964 e lembro muito bem de ter ido ás ruas com meu Colégio ver Castello Branco desfilar em carro aberto em Belém do Pará. O erro cometido foi permitir que canalhas voltassem em 1979 e colocassem o Brasil na merda. Mas o lixo do Politicamente Correto invadiu tudo, até a memória.

  11. Por causa do Jair? A narrativa esquerdista tem como constante e perpétuo o argumento do "golpe". Já era hora de mostrar que não foi uma ascensão planejada por militares que acordaram num belo dia, se reuniram e decidiram tomar o poder no país.

  12. Nós estávamos em uma guerra civil, e infelizmente guerra tem suas baixas colaterais. Os erros dos militares, desmoralizou-os a ponto de deixarem os mesmos “anti-sistema” da época tomar o poder e escrever uma Constituição cheia de proteções como “foro privilegiado” que hoje só defende bandido.

  13. Os militares erraram em varios atos. Rio Centro é um exemplo, mas foi planejado por um pequeno grupo. Situação da época: militares no poder e comunistas praticando crimes. Estes comunistas não andam fardados, se misturam com o povo. Como controlar isso? A mesma coisa hoje com os bandidos se escondendo nas comunidades e andando com fuzis. O que fazer? Veio o endurecimento, a ponto de não se ter resultados e ao final aplicar o AI5.

  14. Muito boa análise. Concordo com a sua interpretação da ordem do dia de mais um 31 de março. Realmente ele é usado como bengala para cabeças vazias a direita e como bicho papão para os camaleões canhotos.

  15. concordo plenamente com tudo que esta escrito, so gostaria de salientar que a linha dura militar so entrou em ação em 1968, por conta de dilmas, dirceus e genoinos que ainda tentavam implantar guerrilhas não respeitando a vontade do brasileiro.

  16. O problema é que a narrativa dos derrotados se impuseram como verdade. Hoje uma autoridade judicihilária se arvora o direito de impedir uma comemoração legítima quando todas a loas para aniversário de revolução comunista são desbragadamente realizadas dentro de instituições públicas, sem qualquer crítica oficial.

  17. Período de 64 a 85 teve diversas fases e nem todas eram tenebrosas. É hora de dar a Chico o que é de Chico;e a Pedro o que é de Pedro. Terroristas e militares, cada um ao seu modo e tempo realizaram merdas atrás de merdas. Hoje, povo pode perceber o que Brasil teria se tornado se não tivesse ocorrido intervenção militar. Seríamos povo condenado à miséria, sem liberdades e servidores de ditadores.

    1. Maria. Substanciosa e objetiva sua descrição sibre ks acontecimentos de antanho. Realmente, a PTzada nova foi, e está, iludida pela esquerdalha velha e mediana. E os livros e a mídia só desinformam. Mas vamos em frente!

  18. Queríamos democracia. Mas comunismo era forte entre políticos da ocasião que escancararam as portas do país para os soviéticos; então, marchamos pelas ruas exigindo intervenção da força militar. Ocorre que os comunistas intensificaram ataques terroristas e nós estávamos a beira de guerra civil. Transição entre poderes não ocorreu e em 68, militares radicais decidiram estancar terrorismo implantando ditadura. A partir de 68, militares perdem apoio popular e hoje narrativa reducionista saiu vitor

  19. Infelizmente, a maioria de vocês eram crianças e só repetem o que professor de história - que tampouco era adulto naquela época - dizia em sala de aula para aterrorizar crianças e pintar os militares com cores negras (não estou nem aí para politicamente correto). Ocorre que vivíamos uma guerra fria e havia intromissão na política brasileira de ambos os lados - Rússia e Estados Unidos. Nós não queríamos a tal ditadura do proletariado - desejo da imensa maioria dos que hoje recebem "bolsa ditadura

  20. Que memória prodigiosa! Com apenas 6 anos de idade ter a percepção de que "o pau comia entre 'estudantes' e soldados" e que "caminhões do Exercito levavam moços 'presos' " e que as "lojas estavam fechadas" 'por conta disso tudo' ! Que beleza, hein, parabéns! Até parei de ler...

    1. Uia! De 64 a 68 passaram-se 14 anos!!! A Dilma está fazendo escola no que diz respeito à Aritmética...

    2. No comentário do Mário ele disse que tinha acabado de completar DEZESSEIS ANOS. A vontade de criticar sem ter razão é tanta que nem consegue ler o que foi escrito. Típico de dos esquerdopatas. KKKKKK.....

  21. VIVA O 31 DE MARÇO DE 1964! Eu tinha acabado de completar 16 e em junho vi numa exposição, em Aracajú, diversos materiais apreendidos como armamentos, uniformes, etc. mas que mais me chamou a atenção foi uma suposta bandeira do Brasil com uma foice e um martelo. Pelo que me lembre houve muitas prisões inclusive o governador. Mas pouco tempo depois estavam todos leves e soltos armando novas investidas até que chegou o fatídico 13 DE dezembro de 1968. Aí meu amigo o couro comeu solto, ainda bem.

  22. Eu estava no Exercito em 1964, servi como engajado no QG 3RM no mesmo prédio do QG III Exercito, aconteceu uma reestruturação total nas forças armadas, muita gente foi "convidada" ir para reserva e muitos oficiais novos assumiram comandos estratégicos, os cursos para Cabos e Sargentos se tornaram duríssimos , acabaram as promoções por canetaços , tinham que estudar muito e cumprir tempo para seguir carreira.

  23. "Queria ter um filho que escrevesse como esse cabra!". Não somente, pela forma, tampouco vendo só o conteúdo, "mais que isso", pela clareza e sensatez, parabéns!

  24. Mário Sabino, tenho "quase" 71anos. Fui professor de história, OSPB e Moral e Cívica. Trabalhei e trabalho até hoje. Não podemos enaltecer 64, mas o PT pode fazê-lo com Che Guevara. Admiro seu trabalho, 31 de março, discordo "radicalmente" de você. O posicionamento do Presidente é de quem não aceita mais a truculência Petista/comunista. eles sempre disseram que iriam à luta. Agora nós também. CHEGA.

    1. Muito bem Sr. Álvaro, o saco encheu de tanta cretinice!! Espero q o Brasil se livre desses párias esquerdopatas!!

  25. É isso aí Cezar, seu depoimento como o meu acima desmistifica toda esse cho rô rô em torno da esquerda, principalmente os da esquerda caviar que influenciam pessoas desavisadas e metidas a saber do que não vivenciou a grande população desse país. Os excessos , quando houve , vieram após muita destruição e matança do lado dos vitimizados. Numa luta sempre tem feridos, infelizmente. Como você disse: "O grande erro foi ter anistiado estes bandidos que hoje achincalham nosso País"

  26. Discordo. Eles não torturaram e mataram só os que estavam no extremo oposto. Não era só quem pegava em armas. E estavam dispostos a matar outros tantos inocentes para manter o poder, como demonstra a tentativa de ataque no Riocentro. E acobertaram, ninguém foi punido por isso. Continuo alarmada, porque os militares e a esquerda não fazerem a autocrítica não são coisas equivalentes. Os militares estavam no poder, eles que davam as cartas. Poderiam ter evitado o caminho da radicalização.

  27. Tudo bem!...mas no governo da Dilma foi decretado (ato público)a proibição das "formaturas" nos quartéis ou qualquer manifestação sobre 31 março de 1964.Todos os anos, eu de manhã cedo,pipocava vários fogos.Que eram respondidos por várias residências.Vejo,como uma tomada de posição/reação a esse ato.

  28. Parabéns Sabino pelo texto. É raro na imprensa Brasileira alguém avaliar de forma neutra os acontecimentos. Os esquerdistas propagam que lutavam pela democracia quando na verdade lutavam para implantar a ditadura do proletariado e cometeram crimes que não reconhecem.

  29. Excessos foram cometidos fundamentados em ideais alguns deles utópicos. Se a situação exigiu que o os militares tomassem as rédeas do país, também lhes couberam as iniciativas para promover a anistia "ampla, geral e irrestrita". A rememoração do episódio é uma tentativa de trazer ao público interno das FFAA uma versão histórica contraposta às conclusões chegadas pela Comissão da "Verdade", impregnada de revanchismo barato e radicalmente parcial, que relativizou e muitas vezes omitiu a verdade.

  30. Mario Sabino falou e disse. Por isso sou fiel leitor de O Antagonista desde 2015 e assinante de Crusoé desde o lançamento. Não esmoreçamos diante da desfaçatez dos que negam que houve um inequivoco golpe militar em 31-3-1964, seguido de 21 anos de ditadura.

  31. O presidente Bolsonaro esta certo de comemorar o 31 de março de 1964 e os brasileiros devem fazer o mesmo. Chega de comunismo, de PT e jornalismo vagabundo e medíocre. Vocês da imprensa não amam o Brasil. Amam somente o dinheiro. É uma vergonha!!!!

  32. Eu tinha 7 anos, porém após informações aqui e ali e formando minha opinião , acho caro xará que sua avaliação é muito semelhante da esquerda que destruiu este País.

  33. Meu caro Mario Sabino, Shame on You!!!! Que texto aparentemente rico, para quem não sabe interpretar não é mesmo! Você consegue fazer uma misturada colossal de fatos históricos para demonstrar que não tem uma opinião clara. Aliás , shame on you de novo, você tratar 2 TERRORISTAS CONTUMAZES COMO Dirceu e Dilma, como coitadinhos que se desculparam???? pelo amor de Deus, cara. Eles sòzinho mataram, sequestram, roubaram muito mais do que qualquer soldado, este sim defendendo o brasil. Pena......

  34. Pois é... Segundo o Sabino os militares apreenderam a lição, mas com certeza não mencionou que a esquerda terrorista e os corruptos de esquerda, centro e direita, não aprenderam nada sobre civilização democrática. Dificilmente aprenderão, afinal parasitar a sociedade aparelhando a cultura, o legislativo e os tribunais superiores lhes garante o poder "ad infinitum" e sem limites nas tetas da nação. Nesse contexto foi possível a eleição do Bolsonaro, e a Caserna de volta aos braços do povo.

    1. Na Síria, pra quem vive em Damasco e apoia Bashar Al-Assad, também não teve sequer guerra civil, apenas uma operação pra eliminar terroristas. O duro é ter de aturar esses velhotes relembrando "os bons tempos", ou seja, sua juventude, da mesma forma mimada como fazem os de hoje - se estava bem pra mim, estava bem pra todo mundo. Ou seja, 55 anos e não aprenderam nada. Por isso o Brasil continua um país subdesenvolvido.

    2. Não tivemos ditadura, tivemos intervenção com mudança de rumo pedida pelo povo. Vivi aquela época e a vida era muito boa , segura e feliz. O cidadão que trabalhava e estudava e sua família nunca sofreu repressão. Acredito que o Bolsonaro quis foi rememorar essa fase histórica com uma visão diversa da esquerda que ao assumir a direção do país enfatizou somente o aspecto triste da questão só de um lado, o dos militares. Nunca foi dito que os comunistas eram extremistas e torturadores.

  35. Belissimo artigo Mario.... excelente analises à luz de cada tempo e espaco....critico com o posicionamento dos extremos e dos protagonistas!

  36. Correto Mário Sabino... os militares são outros ... os tempos são outros... a visão dos mesmos é muito mais universalista mais legalista ... sua força tem base na democracia ... um exemplo importante para enfrentar os fundamentalistas de um ou outro extremo... parabéns Mário...parabéns aos militares atuais... Boa lembrança do general Vilas Boas ...

  37. Tenho 61 anos, vivi estes anos e servi O exército em 76, final dos chamados anos da ditadura! O grande erro foi ter anistiado estes bandidos que hoje achincalham nosso País! E esta Impresa que hoje crítica deveriam ler um pouco! Bandidos e baderneiros naquela época eram tratados como a lei mandava! Bons tempos.....

  38. Mário, o sensacional,adoro suas matérias,além de esclarecedoras,nos levam a refletir com imparcialidade.Vivi o Regime Militar e hoje do alto dos meus 72 anos posso dizer,eramos felízes e sabíamos.Querido,os "pseudos" perseguidos pelo Regime,são os mesmos que nos roubaram descaradamente no poder.O militares não querem mais esse compromisso,país falído,violento e perdendo a esperança de ser feliz..

  39. Lúcido, mas desalentador. Sinto-me sufocado pela violência das ruas, pela indecência de políticos, pela prepotência de juízes. Se a ajuda divina é totalmente incerta, restava a nós, contribuintes vilipendiados, a segurança das FFAA para colocar um ponto final nesta tragicomédia chamada “brasil”. Se eles saem de cena, estamos à deriva. O fim da esperança, morte às ilusões de termos um país digno. Enfim, tb tive meu momento de lucidez qdo me neguei a legar a descendentes esta terra infame.

  40. Realmente excelente reflexão. Todavia, é necessário atentar no seguinte: os grupos terroristas que atuaram na Europa nos anos 70 não tinham como levar adiante o projeto que sustentavam. Por aqui, tudo era diferente especialmente porque a Igreja Católica já estava a um passo da dominação comunista.

  41. dá para sentir teu cacoete esquerdinha light ao achar que bolsonaro não é um democrata. Não adianta. deves ter passado muito tempo ouvido balela na faculdade de jornalismo ou ouvindo as asneiras de teus professores na filosofia.

  42. Concordo com vc Cesar Rebouças, a transição deveria ter sido de outra forma, infelizmente o poder foi para a mão de oportunistas, ladrões disfarçados de políticos, é claro, com raras exceções

  43. Europa ocidental no pós guerra teve a guerra civil grega esmagada pelos ingleses com a ajuda dos USA que resultou na ditadura dos Coronéis. Portugal saiu do Salazarismo com golpe é só não virou comunista por causa da OTAN (Salgado Zenha à frente dos tanques). Não foi só aqui, portanto

  44. Existem três tipos de História: a minha, a sua e a verdadeira. Eu prefiro a verdadeira. A História do dito golpe militar de 64, existem muitas controvérsias, mas prefiro ficar com a história dos militares, porque presenciamos os desacertos da esquerda durante estes 14 anos.

  45. É interessante, que a narrativa de quem fala contra o regime militar é sempre de alguém que militou contra eles . Eu quero saber como era a situação do povo na época: segurança pública, emprego, obras de infraestrutura, qualidade do ensino, número de assassinatos, etc. Porque o povão quer mesmo ter essas coisas, que adianta uma democracia onde o crime , a corrupção , o desemprego, impostos extorsivos, a impunidade e os privilégios dos integrantes do Estado Imperam? Pra mim a DITADURA É AGORA

    1. Você quer saber isso entre a classe média e alta nas grandes cidades ou na miséria extrema, sem acesso a luz, água, saneamento básico, tratamento médico e escola?

  46. Parabéns Sabino pela coerência na sua explanação sobre essa parte da nossa história tão mal explicada e entendida. Bolsonaro realmente agiu como se fosse candidato ao dar o troco na esquerda pela proibição da Dilma quando presidente. Independentemente da ordem presidêncial a leitura da ordem do dia relativo ao 31 de março sempre ocorre nos quartéis, desnecessário a ação do presidente, acabou dando mais um tiro no pé e dando munição para a mimizada esquerdista.

  47. Interessante: o regime militar foi sangrento, matou crianças, padres, freiras, inocentes e deixou os piores terroristas vivos . Lula, Dilma, José Dirceu, Genoíno, José Serra, Fernando Henrique, Miriam Leitão, etc etc., estão aí fazendo o diabo pelo poder.🛄🈵️🉑️🏁

    1. xará, não é que seu comentário é qnem o meu!!!! Essa turma que vc sita, faltou incluir o Chico, Caetano, Gil, Vagner Moura, são aproveitadores do sistema.

  48. Interessante: o regime militar foi sangrento, matou crianças, padres, freiras, inocentes e deixou os piores terroristas vivos . Lula, Dilma, José Dirceu, Genoíno, José Serra, Fernando Henrique, Miriam Leitão, etc etc., estão aí fazendo o diabo pelo poder

  49. Interessante: o regime militar foi sangrento, matou crianças, padres, freiras, inocentes e deixou os piores terroristas vivos . Lula, Dilma, José Dirceu, Genoíno, José Serra, Fernando Henrique, Miriam Leitão, etc etc., estão aí fazendo o diabo pelo poder.

    1. Não, não é. O comunismo é ruim porque mata gente, oprime as pessoas. Fora isso, deve ter algumas vantagens. Na Rússia tem gente com saudade dos "bons tempos". Soa familiar?

    1. Como que a democracia voltou ao Brasil? Os militares foram derrotados em alguma batalha? Aí os vencedores determinaram realização de eleições diretas? Ou foi passada a faixa presidencial de forma pacífica?

  50. Que texto lamentável! Além de não perceber a importância da Guerra Cultural, relativiza a luta travada durante o regime militar como se fossem duas faces igualmente justificáveis e não uma luta contra comunistas, terroristas e bandidos comuns. Tomar das mãos da esquerda o monopólio da narrativa é importante sim e se a Crusoé não se engajar nessa luta, não renovarei minha assinatura.

  51. Perfeito! Vivi 64 sem problemas pois era uma estudante tranquila, e estudava muito. Não tinha tempo para as manifestações. Meus pais apoiaram o golpe pois temiam os descaminhos e admiravam o Lacerda. Concordo com sua análise integralmente, Mário. Parabéns!

  52. No dia 31 de março de 1964 eu tinha 7 anos, 3 meses e 29 dias! Sobre o Regime Militar instituído nessa data, só tenho uma restrição: - os Militares terem interrompido o Ciclo mais Virtuoso da Administração Pública Brasileira, no dia 15 de março de 1985, com a principal missão inacabada. Se a tivessem cumprido, o Brasil não teria ficado exposto nos últimos 34 anos ao jugo do que existe de mais Vigarista, Vulgar, Raso e Tosco da Politica Brasileira. Parabéns às Forças Armadas do Brasil

  53. Parabéns Mario, melhor texto que já li em meses de assinatura, obviamente sem desqualificar os anteriores, mas esse seu artigo foi inspirador. Quando li no início do texto a posição ideológica do seu avô (meu completo respeito a ele) confesso que fiquei com medo do que viria, mas segui em frente e me surpreendi positivamente com seu posicionamento (que deveria ser igual ao da maioria da populaçâo). Apenas um ponto de lamentação é a história de sido contada em zua maioria pelos derrotados...

  54. Um dos melhores artigos da Crusoé. Sou militar na Reserva, servi por trinta anos ao EB, nesses trinta anos participei de solenidades que rememoravam os fatos ocorridos em 64. Isto mesmo, rememoravam, eu e meus camaradas da caserna nunca vimos essas ocasiões como comemoração. Concordo com o que foi escrito; até o fim dos tempos os vencedores sempre afirmarão que fizeram o que deveriam ser feito face as circunstâncias da época. Aos vencidos somente restará a vitimização como de costume.

  55. O pecado dos militares foi ter deixado os terroristas e seus simpatizantes escreverem a história que se seguiu. O Brasil caótico de hoje é fruto da degradação moral e cultural acumulada nesse longo período em que a história foi contada pelos derrotados. E quando finalmente alguém com coragem decide restabelecer a verdade, a turma do deixa disso quer abafar o caso. É no silêncio dos justos que triunfam os canalhas.

  56. Ótimo texto Mário. Como muito do debate hoje em dia, esse tema carece de ponderação. Os militares evitaram um golpe em 64, no entanto ficaram deslumbrados com o poder, e eis ao o erro grave. Infelizmente vejo este mesmo brilho nos olhos de Mourão e desta milicada que ascendeu com Bolsonaro. E só nesse ponto discordo de vc. Não sei se todos os militares aprenderam com os erros do passado.

  57. Bravo! Bravíssimo! CRUSOÉ que era boa digital agora sendo digital e audio ficou melhor indiscutivelmente a melhor revista do país durante esses vários anos que virão.

  58. Mário, faltou vc esclarecer que o "ajuste" era p ser "rápido", mas durou 21 anos....Vc não explicou o porquê. Por quê? É má fé ou vc realmente acreditou em tudo o que a Comissão da "Verdade" (Distorcida) disse? Vc queria q tivesse durado quantos anos, 5, 7, 10 anos? E por que durou 21? queria q tivesse durado o mesmo tempo q durou (dura) o regime de Cuba?

  59. Só lamento as forças armadas não ter eliminado, expurgado essa raça de vermes comunistas. Perderam uma grande chance de limpar nosso país desses vermes.

  60. Prezado Mário. Só quem viveu naquela época sabe do significado dessa comemoração. Foi a vitória do povo, que foi ás ruas em massa para pedir uma atitude. Muitos de nós ainda estamos aqui e sofremos no que eu classifico de verdadeiros “anos de chumbo” que foram esses , da ditadura petista. Mentira, roubos escancarados, assassinatos, via desestrutura do sistema de saúde e provocados pela falsa liberdade apregoada que originou o vale tudo que mina os valores básicos. Tem que festejar sim.

  61. Ah, como eu gostaria que alguns jornalistas, intelectuais, historiadores, seja lá o que for, fizessem uma análise honesta de como estaríamos hoje, como paiz, se os militares não tivessem impedido a progressão do comunismo. Desafio profissionais sérios a fazerem tal trabalho.

  62. Parabéns Sabino! Justa e equilibrada interpretação da leitura dos militares sobre o que lhes foi ordenado. Mas, o brilho do texto está no terceiro parágrafo todo. Lá, você disse tudo do que se trata a relação entre os generais, brigadeiros e almirantes com o capitão presidente neste contexto. "O resto é conversa mole."

  63. Só bolsonaristas hidrófobos e esquerdiotas para discordar sobre o equilíbrio e sensatez do conteúdo da "rememoração" feita na Ordem do Dia sobre 31 de março de 1964, brilhantemente analisada e interpretada neste artigo.

  64. Mário,o prolixo.Teu comentário é maior que a longa e entediada entrevista do"genro do genro" que levou o título de cada um em sua "grade".Era a intenção.Te liga cara.Se Congresso e Supremo não entender novos tempos.Se acabar lava jato.Se procuradores forem caçados em suas funções moralizantes,se não aprovarem reformas,não tem outra saída.Haverá confronto.E ganha quem tiver mais força.Cai na real e não enrola.Simples assim.O país tá podre.Tu és jornalista ou furador de melancia.

  65. Parabéns pelo excelente texto. Você expressou perfeitamente o meu ponto de vista sobre essa questão. Tenho 62 anos e, hoje, militar da reserva. Vivi os momentos de 64 e 68 com a intensidade de quem vê e não entende. Vivi 79 e só compreendi em 89. Desde então, os militares tem se comportado de forma magnânima, da qual me orgulho e compartilho. Quanto ao atual presidente e filhos, é como a jabuticaba ou o ornitorrinco, são endêmicos, mas nos acostumamos e mais tarde os ignoramos. Abs

  66. Tenho 75 e vivi aquela realidade e hoje tenho uma profunda gratidão pelos militares que nos salvaram de uma ditadura comunista. Estive em Cuba e comemoro com gratidão o dia 31 de março de 64

    1. Tenho meia meia. Acredito que a maioria dos que naquela época já entendiam um pouco são gratos a intervenção militar. O resto é blá blá blá. Imaginem se não tivesse havido está intervenção....

    1. Apoiado. Isso numa revista que se pretende ser imparcial. LAMENTÁVEL

  67. Parabéns Mário, pela análise coerente desse Maravilhoso texto que sintetiza a Realidade daqueles tempos. Sua coluna aqui é a Única que leio, pois as Demais são Nauseantes, principalmente a do Diogo, um Cara que sempre admirei, mas realmente ele deve estar com algum Problema Sério. Muito triste... sei que sou apenas 1 dos 70.000 assinantes, mas se continuar a ser, será apenas para continuar a ler a Sua Coluna!

  68. Pois é Mário, vc falou bonito para quem tem menos de 55 anos e pra quem se sente incomodado pelo governo militar que se instalou em 64 corrigiu o rumo do Brasil. Ditadura? Quem promoveu a anistia em 1979? Veja o que aconteceu daí pra frente: em 1986 Figueiredo entregou o governo aos civis e, aí começou a bandalheira que perdura até hoje!

  69. O mais importante é falar a verdade para todos, parece que existe uma indisposição com a narrativa correta. A situação do país era desesperadora(uma espécie de quase Venezuela) então fomos para o conflito, para o confronto, milico dos dois lados, acreditava-se que morreria muita gente mas, felizmente não morreu ninguém pque a esquerda arregou e a milicada assanhada nos anos seguintes transformou o país(sim!) numa ditadura e alguns jovens valentes radicais de esquerda queriam trocar de ditadura.

  70. muitos já disseram que poder é afrodisíaco. Mal. Castelo Branco pensou encerrar intervenção no seu período de governo. Veio outro grupo militar assume o poder, e deu no que deu. inegável que sociedade está saturada com desmandos dos políticos, e de muitos representantes do judiciário. inegável também que maioria dos militares são organizados, disciplinados, nacionalistas e competentes. o problema é o perigo de serem atingidos, como qualquer grupo, pela ambição.

  71. Caríssimo Mario! Você embora esteja sempre junto com o Diogo Mainardi, seu colega de trabalho, não tem acompanhado o que ele têm escrito ultimamente. Sem dúvida ele pirou. Você por outro lado está lucido e entendendo o que está acontecendo no Brasil. Ensine o Diogo a maneirar no que escreve, e se esquecer que agora o PT não manda mais nada e não está com nada. Se ele está com raiva, que tome um banho de água fria. E melhor ainda comece a ler os seus textos para dar uma reciclada. Forte abraço.

    1. Boa! Quem sabe Mário pode ajudar nosso velho amigo Diogo a voltar do abismo onde caiu.

  72. Não entendo como a reforma da previdência será a redenção do Brasil. muitos auditores se esgoelam país afora dizendo que não há déficit, pois grandes empresas, bancos devem à previdência e não pagam; por baixo uns R$ 500 BILHÕES!!!!! E O GOVERNO NÃO COBRA! sabem o rombo da Petrobrás? quem está pagando? a sociedade com gasolina e derivados dobrando o preço. e ninguém fala. olho vivo: a redentora está de volta; provavelmente nos braços do povo; mais uma vez. eita brasilzão sem porteira...

  73. Mario Sabino com uma análise apurada dos fatos. Comemorar 1964 está mais do que correto, foi um movimento democrático do povo brasileiro. A análise que se faz de todo o contexto a partir desse ponto também é histórica. Os militares entenderam que deviam permanecer por mais um tempo no poder e deram as suas escorregadas. Em 21 anos o Brasil teve um crescimento médio de 6,5% a.a. A partir de Sarney até Temer crescemos a 2,5% a.a. médio. Se os militares erraram, como analisar os 33 anos seguintes.

  74. Eu tinha 10 anos e me lembro muito bem dos fatos tanto dos ruins quanto dos bons porque ambos aconteceram. Perseguições e prisões descabidas que muitas vezes nada tinham a ver com ideias socialistas ou comunistas; por outro lado,oportunidades,trabalho e tranquilidade para o cidadão comum ir e vir se medo nas ruas .Olhando pra trás, digo sem medo de errar, foram os melhores anos da minha vida, eu filha de operário simpatizante (não militante) do comunismo, me diplomei na faculdade

    1. aos 21 anos paga pelo fruto do meu trabalho iniciado ainda menor de idade ! Aliás, trabalho era coisa que não faltava na época! Aprendi muitas coisas de lá pra cá, talvez a mais importante, levar em conta que uma moeda tem sempre dois lados e deve-se sempre examinar ambos antes de sair escolhendo um deles .E que muitas vezes o melhor mesmo é não escolher nenhum.

  75. Ora vejam só! Leiam o texto e leiam os comentários. A mim me parece que o indomável e amalucado Bolsonaro conseguiu destravar o tema. Ele está dando a pauta. Um Quixote grotesco que, me parece, está conseguindo seu intento. Bendita metaanálise. Essa mídia tão esperta saberá fazê-la? 😂😂😂😂

  76. Não sei de fato a essa altura como avaliar as maluquices de Bolsonaro. De tuite dourado a 1964, de trapalhadas, grosserias e inadequações das quais é acusado, gostemos ou não (confesso que eu não gosto) ele está conseguindo mobilizar toda a imprensa para discutir e rever as pautas e comportamentos que todo mundo finge não ser um problema. Talvez você não assuma, Sabino, mas acabou de pautar o tema exatamente como Bolsonaro quis. Todo dia a imprensa desce um pouco mais do seu pedestal. Já valeu.

  77. Que postura invejável das Forças Armadas. Quisera o capitão tivesse aprendido ou queira aprender com eles. Que interpretação primorosa do Mauro Sabino. Só acrescentaria que não só a imprensa foi a favor da intervenção dos militares como os políticos também. É só ver a postura que teve Carlos Lacerda, na época governador do Rio. Foi o maior opositor a Juscelino pois queria ser presidente. Apoiou a intervenção pois achava que na sequência seria eleito presidente. Erro crasso de avaliação...

  78. Sabino, negar a existência da guerra cultural é suicídio. De nada adiantarão as reformas se as novas gerações continuarem sendo geradas na moldura esquerdista, hoje totalmente hegemônica nos meios formadores de opinião (culturais, portanto). Tais reformas serão substituídas pelo modelo demagógico-autoritário da esquerda. Mais importante do que fazer reformas é lutar para que os nossos sucessores possam entender a importância delas, o que não ocorrerá se mantida a ditadura cultural em vigor.

  79. Flávio Paes. Em 1964 eu tinha 16 anos. Estava no primeiro ano do curso secundário. Em 1968 entrei para o curso de medicina através do vestibular da UFPE. Foram anos tranquilos sacudidos apenas pelo atentado terrorista feto pelos comunistas no Aeroporto dos Guararapes em que matou um Almirante, um Jornalista e feriu varias pessoas. Passei os anos da chamada revolução numa boa. Recife era uma cidade calma, segura e boa de se viver. Foi uma das melhores épocas da minha vida. Terminei o curso em 73.

    1. Vivi uma maravilhosa juventude . Paz era o que tínhamos . Hoje, só lamento pelos filhos e netos. Saem e não sabemos o que poderá acontecer. Precisamos de SEGURANÇA, para já.

  80. "Anos de chumbo ou rios de sangue", era como Roberto Campos definia o dilema de 64 e 68. Mas teríamos mesmo os rios de sangue? Os civis no poder, após a deposição de Jango, não poderiam dar conta de manter a ordem constitucional contra os revolucionários do lado vermelho da guerra fria? E aí está para mim o grande erro dos militares: por que não devolveram logo o poder aos civis como prometeram, já em 65. Mas isso é exercício de conjetura histórica. Mário tem razão: olhar para frente!

  81. Excelente texto Mário! Pena que o STF poderá acabar com a prisão após condenação em segunda instância após o recado dos militares...os " seres supremos" só estavam esperando isto...E o pacote anti-crime vai acabar tirando o " colarinho branco" do pacotaço...e dr. Moro do ministério! É uma pena...a população vai ficar sem se mexer...a inércia da desesperança já começou no índice de desemprego aumentado.Poderíamos ser muito.mais...

    1. O Ministro Moro vai acabar sendo exilado e iniciar uma carreira de professor universitário no exterior.

  82. Se aos militares fosse perguntado se quereriam celebrar o 31 de março, na verdade, 1° de abril, eles diriam: nada! Não se mexe naquilo que divide. Só o que há para questionar não é o sangue derramado por iniciativa de ambos. O que para perguntar e só é que resultados trouxeram para os brasileiros os anos governados por um e outro lado. Só isso. Tenho 80 anos e vivi todos os dias da "ditadura" e da "democracia". Nenhuma das duas foram reais.

  83. Ótimo texto.Relato fiel, comentários, corretos.Aos 16 anos de idade em 64 . Um amigo me diz Jango caiu, e o Brizola fugiu vestido de mulher.Eu ri. A vida segue.Lamentavel que os militares, não tiveram visão para nós legar um arcabouço jurídico e institucional sólido.Esta Constituição construídas por populistas, pouco antes da queda do muro de Berlim, e um desastre.

    1. É a dos populistas que ele se refere Kareninna, que torna esse Brasil muito difícil de ser governado...

    2. Amigo, esqueceu que houve a Constituição de 1988?!?

  84. É mais do que apropriado que as Forças Armadas comemorem o Movimento de 1964 no dia 31 de março. Se o mesmo não tivesse acontecido, muito provavelmente estaríamos na mesma situação de Cuba. (Para quem duvida, o domínio comunista naquela ilha caribenha é anterior, e continua firmemente no poder.) A manifestação profundamente hipócrita de Crusoé só faz aumentar nosso repúdio a esta publicação que nos ludibriou vergonhosamente quando fizemos a assinatura.

    1. Márcia, você está certa.Por que nosso? Eu nunca me arrependi de assinar a Crusoé

    2. Porque nosso? Você fala por um grupo organizado? Porque por mim você não fala!

  85. Pena que não posso compartilhar! Gostaria muito, muito e muito que alguns amigos de diferentes espectros políticos lessem.

  86. Tenho 71 anos. Sempre ouvi dizer que a história é contada pelos vencedores. Em nosso Brasil macunaimesco deu-se o contrário. E a bem da verdade, a maioria dos jovens interioranos da época, nem se dava conta da tal "Ditadura", significante sem significado comum. Achei o texto adequado e oportuno.

  87. Progredimos. Estudamos nas melhores escolas públicas. O ITA já era a melhor escola militar, a mais difícil e desejável escola que qualquer cidadão gostaria de fazer constar no seu currículo. Nossos empregos nunca sumiram. Compramos nossa própria casa, nosso próprio carro sem medo de os perdermos por falta de pagamento. Porque o que O POVO quer é comida na mesa, boas escolas para seus filhos, segurança. E basta!!!!!

    1. Foi idealizado o Mobral, o Fundo de Garantia ao Trabalhador (sonho de todos), o BNH financiando casas a todos, pleno emprego no fina da década de 1960 inicio de 1970, tínhamos um sonho de dois ou três partidos políticos fortes (esse infelizmente não deu certo). Grandes obras foram feitas, Itaipu, ponte Rio Niterói, e outras. Escola pública de grande valor ( iria para as particulares quem não conseguia entrar na pública), etc. etc. etc.

  88. Eu tinha 12 anos e me lembro bastante do que se falava pela casa mas como as notícias de São Pulo já chegavam à Piracicaba coalhada de outras estórias não saberia avaliar a situação que vivemos corretamente mas sei que passamos pelos 21 anos da “ditadura” como se não existisse outra situação possível que não aquela. Estudamos nas escolas públicas mais puxadas (as particulares eram destinadas aos riquinhos incompetentes que não passavam no exame de admissão), nossos empregos nunca sumiram.

    1. Maria você está certíssima!!!! Você tinha 12 anos e eu 24, estudava, trabalhava e a única coisa que queria era tocar minha vida longe do comunismo que aflorava! Não fui guerrilheira mas desejei muito que os militares ajudassem a brasileiros que, como eu, só queriam trabalhar e vencer na vida!!!

    2. Foram tempos onde você podia se programar e fazer acontecer. Porque no final o que quer O POVO ?? Comida na mesa, emprego, boas escolas, segurança para ir e vir e basta. Não parece muito não é mesmo??? Então, para os que não se meteram em política naqueles 21 anos não há do que reclamar, portanto seja lá o nome que se dê àquilo que interrompeu a chegada da esquerda no país foi bem-vindo e desejável.

    1. Bem diferente de vc , eu tinha 20 anos e fazia faculdade de Serviço Social . A doutrinação era tão violenta que meu pai me tirou da faculdade . Afastada do meio académico , levei uma vida super normal , sem violências , sem traumas , o país progrediu . Às vezes tinha medo de atos terroristas , , em Ribeirão Preto houve ameaça de bomba nas lojas Americans no centro da cidade . É verdade que não tínhamos informações do “outro lado “. Mas quem não se meteu a guerrilheiro nada sofreu .

  89. Excelente artigo e ótima interpretação da ordem do dia dos militares. Houve erros, exageros e perdas dos dois lados. É importante a discussão sobre nossa história mas sempre com serenidade.

  90. Engraçado senão triste, vocês defensores do Brasil, tentar denegrir a revolução de 1964, ao contrário vocês deveriam exaltar os botões dourados da época por impedir que os vermelhos e os melancias, transformassem nossa pátria num país comunistas. Sim isso pretendia o vermelhinho Jango que chegou entregar a Ordem do Cruzeiro do Sul, a maior honraria concedida em nossa pátria para o Tchê Gevara, ele e o outro comunista Jânio (seu vice) estavam planejando fazer de nossa Pátria um grande pais vermel

    1. Perdão, Luiz, mas o João Goulart, "vulgo" Jango é que era vice de Jânio Quadros, este sim que, antes de renunciar a presidência, foi quem condecorou o terrorista Guevara.

  91. O maior receio de nós militares é o de perdermos todo respeito da sociedade conquistado às duras penas nas últimas décadas.Ao final terá sido um grande equívoco ter participado deste Governo desgovernado!Mas ainda há tempo : ou para pularmos fora desta enrascada ou tentar a derradeira injeção de competência e tolerância neste Governo, trazendo-o para os temas que realmente importam.

  92. É RIDÍCULO TER SAUDADES DO GOVERNO MILITAR. Como alguém, em sã consciência, pode ter saudades de um governo que tinha, apenas, 12 MINISTÉRIOS? PROVA, INEQUÍVOCA, QUE O PAÍS NÃO ERA BEM ADMINISTRADO. Como confiar em PRESIDENTES QUE MORRERAM POBRES? Um homem que ocupa o cargo máximo de uma nação, sem fazer fortuna, prova que não sabe aproveitar oportunidades, nem gerir o patrimônio próprio. UM INCAPAZ. Como ser saudoso de uma época de ditadura, onde todos os cidadãos tinham direito ao livr

    1. Morava em Sampa na decada de setenta, lembro perfeitamente que pessoas supeitas nas ruas, Policiais pediam dois documentos " Carteira de Estudante ou de Trabalho, não tendo estes documentos, prendiam e mandavam chamar os pais! andavamos pela noite na capital sem medo de violência, trabalhava tinha um bom salário, Saudades do Brasil Militar !

    2. Sr João, gostei de sua explanação muito concisa e verdadeira.Quisera que muitos outros enxergassem deste ângulo também pois talvez assim muitoa entendessem a realidade.

  93. Para ser bom tinha que estar completo, e para estar completo falta um bocado. A esquerda produziu uma "des História" Procure o BRASIL PARALELO, fizeram uma retrospectiva total da época.

  94. Péssimo texto ! Mais de uma década da esquerda no poder , reescrevendo a história de maneira inescrupulosa e mentirosa! Vimos no governo da Dilma a vergonha da " comissão da verdade" com guerrilheiros comunistas e seus familiares sendo tratados como heróis, indenizações distribuídas de uma maneira irresponsável! Tantos e tantos absurdos vivenciados neste anos do PT no poder... Agora a direita, com o Bolsonaro, tem direito de resposta para esclarecimento da nossa própria história ...

  95. É sempre com grande prazer que leio os artigos do Mario Sabino , hoje nos dando uma aula de história e fazendo também uma análise clara e segura dos acontecimentos daquela época . Gostei muito . Viva vc !!!

  96. Texto sensacional, Mário! Só faço uma observação: Dilma errou em proibir manifestações sobre o 31 de Março nas FA, acho que Bolsonaro está certo no conteúdo e apenas errado na forma que agiu para reverter o erro dela. Como sempre o presidente foi atabalhoado, apesar de ter lá suas razões.

  97. Que fique o registro e vamos para o futuro. Precisamos gerar riqueza para o país e empregos para todos. Rumo a 5% de crescimento; que é o melhor a ser seguido e defendido de 64.

  98. Parabéns pela inovação. - Tempos sombrios , nebulosos. -Não tinha percebido.-Estamos nas mãos do que é pior para o BRASIL.

  99. Só para constar: eu tinha 10 anos morador de Santos, fui a escola normalmente.Tinha militares pelas ruas, mas não mexeram com ninguém que estava trabalhando ou estudando "mesmo" não fazendo apologia DITADURA COMUNISTA como na PUC, lá o pau comeu. Em Santos o navio Raul Soares foi feito de prisão para GUERRILHEIROS COMUNISTAS. Muita gente devia e muito! Na Rússia Stalin fuzilou muiiita gente até companheiro Trodisk. Vive no Regime Militar e foi normal como brasileiro pobre.esquerda o pau comeu

  100. Bem lembrado José: Na Espanha, em 1973, Carrero Blanco foi, literalmente, mandado aos céus. Mais tarde, na Italia, as façanhas do Cesare Battisti, o queridinho de Lulla e sua gangue, nos aguçam a memória daqueles tempos difíceis. Em 1964, contando eu 17 anos, me preocupava em trabalhar durante o dia, para sobreviver, e estudar à noite em busca de ascensão social, respeitando os professores, estudando OSPB e EMC no curso secundário.

  101. Sabino, leitura correta da mensagem dos militares. Aliás, o comentário mais equilibrado que vi nesse episódio foi o da Janaína Paschoal, como sempre, lúcida. Apenas um reparo, na Europa na época havia duas ditaduras de direita, Portugal e Espanha, as bombas que eram detonadas por lá eram de movimentos separatistas. Não havia nenhum governo, como o do Jango aqui, a tentar mudar as regras do jogo, assim não sabemos o que aconteceria se houvesse.

    1. Orison, isso foi de meados dos anos 70 até o final dos anos 80.

    2. Não esqueça das Brigadas Vermelhas, nos terroristas da Alemanha, dos sequestros de aeronaves de explosões de outras, tudo ou financiado ou protegido pela União Soviética. Ainda tinha o IRA na Irlanda e outros seoaratistas ou não todos eram de uma forma ou de outra colocados sob a proteção da União Soviética, tipo inimigo do meu inimigo é meu amigo.

  102. Poucos se dão conta, mas Bolsonaro alimentou a reflexão sobre um pedaço da história mal ou insuficientemente contada. Mito!

  103. Embora não concorde com tudo, pois tenho minhas opiniões e meus princípios, digo que vejo seriedade e vontade em ver a História contada por todos e não por um lado só. As instituições mais sérias são as que sobrevivem ao tempo e a instituição "militar" está com o Brasil há mais de 365 anos, desde a formação do Brasil. Agora os homens são imperfeitos e agem de forma imprevisível - às vezes se estima o ato e se acerta. Mas são os homens que fazem a História e não as instituições.

  104. Pc. Texto muito bom. Ressalva: em 1964, eu tinha seis anos. Em 1979, vinte. Não vi conflitos nas ruas nesse período. Soube de algumas escaramuças chinfrins, especialmente em 1968, pelas fotos estampadas nos jornais. Nada diferente do ocorrido recentemente com as ações das massas manipuladas pelo PT e seus satélites. Em 2019, estou velho; 1964 também. Passaremos, mas as Forças Armadas estarão sempre presentes para defender o Brasil, inclusive de si mesmo.

  105. Cada qual fará a análise do discurso em pauta,não é mesmo sr Sabino. Sugiro que os leitores atentem para dois trechos daquela mensagem das nossas forças armadas:"

  106. Os 10 anos no qual o autor disse que a Ordem do Dia omite, é muito simples de explicar. Em 1968 a esquerda desmiolada e treinada pelos cubanos e soviéticos, pegou em armas e começou a assaltar bancos, sequestrar, matar, e assassinar pessoas. Então naturalmente as Forças Armadas endureceram no trato. Mais uma resposta aos desmiolados que queriam transformar o país em uma ditadura de esquerda. Mas francamente, como duas dúzias de desmiolados acharam que podiam vencer as Forças Armadas? Ilusão.

  107. Pouco se dão conta, mas Bolsonaro viabilizou o início da reflexão para a reconstrução da história. Mito! O passado sofre mais mudanças que nosso futuro. Só para constar: estou pouco me lixando para as "franjas bolsonaristas".

  108. Não sou jornalista, nem historiador, mas conheço essa história muito melhor do que, o que está posta aqui. vi muita enrolação . Eu nasci no meio do nada e, em 1964 eu tinha 14 anos. No entanto, se não fosse aquela revolução, provavelmente eu continuava ainda hoje no meio do mesmo nada. O que eu vi e isso é fato foi uma rebelião de destinados igual a Dilma Rousseff lutando não por democracia, mas , sim, para implantar uma ditadura do proletariado.

    1. Edvaldo, faço minhas suas palavras, a diferença é que tinha 10 anos na época. Vivi uma infância e adolescência felizes, com muita liberdade, segurança, estudando em escola pública até a pós graduação. Não tenho nada a reclamar do período do regime militar, que nunca senti ou pensei estar vivendo em uma ditadura como insiste em rotular o pessoal da esquerda.

  109. Eu tinha 13 anos em 64, portanto vivi, adolescência, juventude e vida adulta. Nunca vi nenhum amigo, parente, vizinho, sequer ser abordado por policial. Foi o melhor período do país. Boas escolas do governo, tinha trabalho pra quem quisesse trabalhar, saia a noite com tranquilidade. Quem foram presos, rebeldes, sequestradores , linchadores, assaltantes de bancos, os mesmos que hoje são presos. Tínhamos respeito para com todos. Temos que comemorar, afinal ficamos livre do comunismo.

  110. Poético, romântico mas muito impreciso. Melhor procurar Brasil PARALELO , além de fotos e relatos escritos da época ;Peçam para quem viveu aquele tempo contar o que estava havendo antes. O povo foi às ruas pedindo socorro. Ok, durou demais, talvez deveriam ter feito de outro modo, mas erraram feio e erraram mesmo, foi na na tal da anistia geral irresponsável e ampla que deu acesso para os mesmos terroristas bagunceiros tomarem conta por quase 2 décadas do país. Roubaram, faliram o país.

  111. Vamos deixar como está ! A versão da esquerda tá ótima. Os jovens não precisão saber de outra versão da história! Quase conseguiram e daqui a pouco eles voltam ! O problema é que esse pessoal da imprensa acha que vai ter lugar privilegiado no "chiqueiro".

    1. Perfeito! Pra que visitar o passado, não é mesmo? Pra que mexer na ferida não é? Que fique claro: 64 é ferida apenas os derrotados. Para a imensa maioria da população que viveu aquela época é uma satisfação. São 33 anos de achincalhe das forças armadas! Alguns já digeriram o sapo, mas o Mito tem sangue nas veias!

  112. Excelente, Mario. Vc só não é melhor do que "meu" Mario, que infelizmente já se foi - ou felizmente, para ele. Porque está duro de aguentar essa chatice.

  113. Houve uma Lei de Anistia. Ponto. Assunto encerrado, ouviram esquerdopatas e direitopatas... A grande questão nacional é a ECONOMIA (com o desempregado aumentando de novo), e a SEGURANÇA (fragilíssima). Vamos nos concentrar em fazer um ótimo Presente, para que o Futuro seja duradouro. Ordem e Progresso.

  114. Eu, menino de 10 anos à época, morria de medo dos comunistas e dos terroristas. Acho que ainda morro. Obrigado, Sabino, pela saber exposta.

  115. Excelente análise, lembrando, tão-somente, que "a capacidade de aprender" está no texto, colocada por aqueles que, há 55 anos, estavam a iniciar-se na carreira militar.

  116. O que falta a toda imprensa é um detalhe, que eles fingem não ser importante: Todos que foram exilados, quando retornaram, provaram ser ladrões, sendo a sua maioria responsáveis pelos maiores saques ao Estado. Quando eu ler algo parecido com isso em alguma mídia, nem que seja finalizando algum texto qualquer. E a imprensa, como naqueles tempos continua do mesmo jeito, não informando ninguém, só manipulando.

  117. Adorei o texto. Profundo intenso e inteligente. Eu lembro do som das cavalos, de lojas sendo quebradas e da correria e da violência da época. Do medo dos adultos em falar, escrever e expressar com liberdade. Lembro de boas escolas públicas e um orgulho nacionalista e cultural no ar no peito e no olhar. Houve exageros terríveis nos dois lados com certeza. Hoje vejo os militares nos apoiando na transformação ética econômica e moral necessária , salvando o país dos interesses dos corruptos.

    1. Eu velo com ressalva essa número enorme de militares. E hoje mais um foi nomeado para Secretário Executivo do MEC.

  118. Como depoimento pessoal, posso dizer que me alegrei com a contra-revolução de 1964, não no sentido do sangue derramado por ambas as partes litigantes, mas pelo fato de que permitiu a mim e a tantos outros jovens de então, que só desejavam um país onde ordem e progresso andassem juntos, viver essa realidade.

  119. É necessário avançar para um futuro promissor que será alcançado através do entendimento e usando a história como aprendizado. A educação poderá nos ajudar se ajudarmos os processos educacionais e as oportunidades para todos.

  120. Maravilhoso texto, como aliás, tudo que você escreve, Mario. Ainda bem que você não furou os olhos do seu irmãozinho. Nem eu, com 3 anos, meti a escova na cabeça do meu. Kkkkk. As recordações da época poderiam parar por aqui. Mas Bolsonaro insiste na auto canelada...

  121. Que ótima crônica, enriquecida com relatos históricos! Eu tinha 4 anos e me passou sem lembranças pois era da classe média, aquela que não queria comunismo/ socialismo de forma alguma. Foi muito importante e firmou uma mudança em um possível rumo esquerdista. O erro foi ter sido longo demais gerando abusos e mortes de AMBOS os lados. Mas por toda polêmica que gera não deve ser comemorada, até porque não se comemora mortes. Considero a atitude dos militares de hoje exemplar!!

  122. Bravo! Bravíssimo! Esse artigo deveria ser de conhecimento público, para além dos assinantes ! Aprender é a ordem do dia ! Parabéns !

  123. Meu caro Mário Sabino! Lembre-se, que se estivesse havido o 31/03/1964, você não estaria aqui escrevendo essa coluna, portanto concordo com o nosso presidente que temos que comemorar sim essa data magna da democracia brasileira. A esquerda sempre repudiou esse dia, então estamos no caminho certo, por que o que bom para o Brasil é muito ruim para os esquerdistas.

    1. Também concordo com nosso Presidente! Eu tinha 15 anos e meu tio gerente de Banco foi assaltado com consequências terríveis , mortos na agência , assaltantes, e a mulher que fugiu com o motorista se tornou presidente do País...

  124. É fato que as "forças vivas" (sociedade civil mais forças políticas majoritárias) pediam a intervenção militar para evitar o caos em 1964. Eu tinha 18 anos e gostei do que aconteceu, sendo que a parte ruim foi um "efeito colateral" a lamentar. Tomara que a democracia atual encontre o caminho, sem golpe, para barrar a "banda podre", que infelizmente está bastante espalhada.

  125. Jamais tive medo da esquerda ou da direita. Tenho muito medo, isso sim, de TOTALITARISMOS. Não creio que alcunhar meus concidadãos de comunistas ou fascistas leve a coisa alguma. Mas acho importante chamar de IMBECIS os que se atiram pedras para fazer valer seus argumentos.

  126. Mesmo que o governo Bolsonaro naufrague na área econômica vou continuar votando na direita. Muita gente hoje sabe o que é marxismo cultural por causa do professor Olavo de Carvalho e seus alunos, então, Mário, vc está totalmente equivocado quando diz que isso é conversa mole.

  127. Bacana, Sabino. Até entendo Bolsonaro promover esse auê sobre 1964, deformado pela esquerda q nunca se dignou a narrar seu papel desestabilizante e insano no evento. Não dá é ignorar a tortura e repressão do estado nem a violência e arrogância da esquerda armada. E principalmente voltar ao foco: ajustar a economia, prover segurança e serviços públicos decentes aos brasileiros

  128. tenho 77 anos de idade eu vivi a época foi o melhor Governo que o Brasil ja teve, na minha geração, os que não conhecem o outro lado da história apregoam que foi ditadura e eu pergunto quem foi o ditador? qual o seu nome ? pra frente Brasil

  129. Poético, romântico mas muito impreciso. Melhor procurar outras fontes. Eu tinha aqui citado algumas e colocado informações, mas os idiotas desse site com sua péssima organização, após eu mandar o comentário," refaça seu login" onde todos sabem o que foi escrito é descartado. Como confiar em um povo desse que nem ao mesmo sabem organizar uma área de comentários. Sem contar que no site do antagonista além de limitarem ao mínimo os toques ainda MENTEM sobre a quantidade deles.

  130. kkkkk.como esse jornalista é esquerdista e recalcado, com a gloria dos militares na revolução de 1964, o povo brasileiro devem agardecer de joelhos a vitoria sobre os comunistas que queriam implamntar o comunismo de Cuba no Brasil. Até vc autor do texto, te pergunto em Cuba vc teria condições de publicar esse texto. A esque3rda quer transformar guerrilheiros em herois, ensinando nossos filhos com mentiras sobres essescomunistas. Fez muito bem o Bolsonaro ordenar a comemoração de 30 de março.

  131. Parabéns pela lúcida interpretação da Ordem do Dia. O passado, 1964 aconteceu, por motivos diversos e deve constar das nossos textos de estudo, mas, não deve ser motivo para nortear ações de governo em 2019 e nem justificativa para futuras mudanças radicais.

  132. 👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏 Muito bom o texto, melhor ainda a interpretação do que há de subliminar na bem ponderada e ao mesmo tempo sútil Mensagem, um pouco difícil de entender talvez por quem não viveu, ou não estudou, o que houve àquela época. Também impecável, a alusão ao nosso herói pacificador Gal. Villas Boas, o bom homem que demonstra claramente ter “aprendido” o que a História mostra nas entrelinhas... E tem sido um MAESTRO a tentar, na humildade da sombra, conCertar o desafino geral.

  133. Muito bom o comentário. Só acho que devia enfatizar que os esquerdistas não titubeiam em implantar sacrifícios, desordens e genocídio dos seus "opositores" - isto não é democracia. Este termo os comunas não conjugam.

  134. Não fosse a determinação presidencial em rememorar a data, não teríamos a oportunidade de conhecer o outro lado da história, tão bem contada pelas Forças Armadas (e interpretada por vc, Mário). Não se trata, portanto, de revanchismo ou guerra ideológica patrocinada pelo Presidente, mas de tentar aclarar a história brasileira e estabelecer a verdade dos fatos. Eu não vivi aquela época e sempre li e ouvi a romântica e inverossími versão de comunistas (Dilma, Dirceu e cia) lutando por democracia.

  135. Artigo perfeito, Mário! As Forças Armadas mandaram um recado claríssimo para os dois lados, que ainda teimam em buscar maneiras de reviver um passado que já não cabe mais. Alguém disse: " Nunca voltes a um lugar/onde já fostes feliz(ou infeliz)/ por mais que o coração diga/ nunca faça o que ele diz/ nada do que por lá vires/ será como no passado/ não queiras reacender/ um fogo já apagado." Passou, chega!!!

  136. Graças a Deus o Sabino encerrou o artigo dizendo que não conseguiu furar os olhos do irmão... tava preocupado com o menino !!! Parabéns pelo primoroso artigo !!!

  137. Outro detalhe sobre a lei da Anistia é dizer ao judiciário que além de ainda ser válida ela não proibiu a liberdade da Força de relembrar o evento histórico.

  138. Não consegui furar os olhos do irmão recém-nascido naquela época. Agora está tentando furar os olhos do governo recém-nascido. Mas é um furador de olho mesmo, hein?! Se frustrará novamente.

  139. 55 anos seria tempo suficiente pra ser apenas história. O presente não guarda mais semelhanças com essa página da história. Uma nova Constituição cimentou a democracia de forma que o precipício foi cercado. Não faz sentido, nem de um lado, nem de outro, apelar a um perigo que só está na cabeça de lunáticos. Nem o PT , com todo aparelhamento e estratégias de tomada de poder, conseguiu se sobrepor à Carta Magna. A gente pode chegar à beira do precipício, mas não se atira mais. Basta!

  140. Querer reescrever a história de supetão é demonstração de ignorância do radicalismo de uma parte ou da outra parte. Olhar para a frente é o que devemos fazer.

  141. Concordo com Presidente, é história e nos salvou de uma ditadura comunista que iria nos colocar na condição de escravos e principalmente a imprensa que fica tentando esconder a essa parte da história, deveria comemorar esta data porque no comunismo "não existe imprensa".

  142. Registro: no nível médio do oficialato, principalmente no Exército, há mais de alguns poucos debiloides que pensam como o Jair. Comemoração ou rememoração, nenhuma serve pra coisa boa.

  143. E a tal "comissão da verdade" foi insistência do BOLSONARO, também ?? Sr.Sabino, em 64, tinha 22 ano, já entendia alguma coisa, vi soldados correndo altrás de "estudantes" baderneiros, como hoje polícia corre atrás de bandido, as pessoa de bem, trabalhadores nunca fora importunados, em botafogo onde nasci e fui criado, não conheço nenhuma pessoa, que tenha sofrido um cascudo dos soldados, a bem da verdade!!!

  144. Belo comentário, como sempre embora, por questão de justica, deveria ter destacado alguns dos benefícios para o Brasil naqueles 21 anos de governo militar.

  145. MARIO SABINO provavelmente desconhece ou ignora o fato de que até agora dentro de escolas e faculdades apenas uma versão deturpada da história é contada! Para,quem conhece a verdade e convive com a narrativa vitimista da esquerda, causa náuseas! E aregimenta jovens para guerra ideologica! Calar-se, foi o erro dos conservadores,que permitiram assim, a construção de uma grande mentira que condena o mocinho e liberta os carrascos que nos queriam aprisionados! Muito se tem que comemorar!

    1. Pessoas de bem segundo o Maduro também não são perseguidas na Venezuela. Assim como as pessoas de bem na Síria, que seguem à risca as ordens do Bashar Al-Assad, nem perceberam que houve uma guerra civil que matou centenas de milhares de pessoas.

    2. Concordo! Pessoas de bem não eram perseguidas, viviam suas rotinas com segurança , confiança. E ainda aprendiam a cantar o hino nacional, esse belíssimo símbolo nacional, que poucos sabem entoar( trocaram-no pelo criminoso funk!!)

  146. Excelente! Dizer mais seria um exagero. Obrigado por essa “leitura dirigida” do bem! Parabéns pela análise lúcida. Eu tenho 57 anos...

  147. Mário Sabino, grande esforço para mostrar a atmosfera da época. Eu vivi esse tempo e posso testemunhar que, com a revolução cubana, 1959, Fidel Castro, os comunistas estavam preparando, de fato, que o Brasil se tornasse uma nova Rússia. O exército foi chamado pelo povo para agir. Castelo Branco não tinha a intenção de o exército continuar no comando do país, forças internas (exército, Marinha e aeronáutica) se uniram para continuarem no poder. O fato relevante é que, na época, as forças armadas

    1. Sr Fabricio eu respeito sua opinião e acredito que esteja baseada em fatos vividos.Mas gostaria apenas de enfatizar que eu não disse que os militares eram 100% corretos apenas disse que aquele núcleo conhecido meu nunca sofreu nada por que agia corretamente.Claro que houve abusos e erros pois uma situação dessas é caótica, mas dentro do possível, podíamos viver em situação melhor, de acordo com o que vivi e presenciei.

    2. Relembre o caso de Gregório Bezerra, que por ser lider comunista, tinha muitas razões para ser preso e julgado naquela época. Mas mesmo no dia 2 de abril, com o presidente saindo de cena e os militares ainda fora de controle oficial, Bezerra foi preso por militares e arrastado pelas ruas de Recife, além do comandante da operação incitar a população a linchá-lo. Bastaria o sujeito ser preso e enjaulado para conter sua ação danosa, mas os militares decidiam aplicar uma força igualmente ilegal.

    3. Eu concordaria com o senhor, sr. Luiz, em relação aos militares durante o regime estarem apenas tentando pacificar o país e desde que você seguisse as leis, você estaria alheio a qualquer violência. Mas desde que os próprios militares não respeitavam as leis e excediam em sobremaneira na repressão, não posso concordar. Pois os militares não estavam imunes à crítica, e para quem os criticassem, eles impunham a força.

    4. Sr Carlos eu concordo com tudo o que o sr disse...vivi a melhor epoca da minha vida assim como meus familiares, meus vizinhos e meus amigos...nenhum deles foi preso ou torturado pois estavam empengadis em seguir suas vidas comprometidos com a legislação e portanto imunes à qualquer violência que creditam injustamente aos militares...já aqueles que estavam na contramão, bom , esses assumiram os riscos e sofreram fonsequencias de suas proprias escolhas...assim penso eu e morrerei pensando assim...

  148. Espero teus textos com ansiedade! Esse está simplesmente primoroso. Pena que as "franjas bolsonaristas", em sua maioria, não conseguem interpretar textos. Grande abraço, Mario Sabino, vc é uma das razões pela qual assino Crusoé.

    1. Bom dia...provavelmente a sra não viveu aqueles tempos e por isso teima em classificar pessoas e grupos...que tal trabalhar por um Brasil melhor sem etiquetar aqueles que tem o direito de fazer suas escolhas embora contrárias as suas?

  149. Belo e neutro texto. Acrescento que eu vivi a história. Portanto, dispenso a súcia de pseudos intelectuais que teimam em deturpá-la em prol dos "inocentes" terroristas que lutaram para a implantação do comunismo. Conclamo a esses parasitas, traidores e apátridas a coerência com a ideologia que defendem. Saiam do Brasil e vão - com suas brilhantes mentes socialistas - iluminar (literalmente) o paraíso bolivariano ou a éden Cuba, porquanto veneram déspotas sanguinários. Tchau queridos...

    1. Perfeitos esses reparos, parabéns pela coragem! O corre que para seguirmos em frente é preciso remover o entulho fascista deixado por Getúlio. Não haverá progresso sustentável enquanto existir CLT é seus derivados,como justiça trabalhista e sindicatos nos que conhecemos.

  150. Os articulistas de hoje , muitos nem eram nascidos em 1964 e 1968 e posam de entendidos. Inclusive professores de escola de comunicação. Não sabe do que estão falando. Será o jabaculê para os vinhos de fim de semana ? Ou ignorância mesmo !

  151. Precisa ser comemorado para conscientizar a população, que não podemos deixar a esquerda da esquerda e o centro esquerda dominar o país, levando -o ao caminho ilusório de transformar o Brasil em uma república socialista, com a sempre ajuda da mídia esquerdista, que ainda insiste em tentar minar a atual fase que está vivendo o país. Precisamos aprender com o Chile.

    1. Não, Manoel. A história tem que ser RECONTADA com base na VERDADE E FATOS, sem vieses. Os militares já entenderam isso, agora a Academia (digo aqui, as universidades) também tem que entender. Pois são elas quem guardam os registros e perpetuam verdades e mentiras. O MEC, quando parar de se afundar em confusão, poderia lançar um projeto assim. E aí, quem sabe, a gente poderia sair desse “glitch na Matrix” e aterrisar no século XXI.

    2. Esquerdalhas canalhas hipócritas obtusos apedeutas mentirosos enganadores ladrões incomPTetentes idioPTizados esquerdoPTetas onde põe a ✋ nada funciona nada cresce floresce só desgraça fome desemprego desesPTerança circo sem 🍞 ciganhotos cruzamento de cigarra com gafanhoto, hienas fodem uma vez no ano comem carniça e ficam rindo, segue bovinamente amestrados castrados a cartilha comunista perda total pt para o cadafalso da mediocridade imbecilidade jumentiçia rip the end idiotas inúteis. Hj

  152. Esclarecedor o artigo, ressalvado o fato de que a imprensa, so contrário do que se afirma no artigo, não "esqueceu" 1964 . Desde a anistia que se veem documentários, filmes, artigos e propaganda subreptícia a favor dos "bravos heróis" em defesa da democracia - a deles! A Comissão da Verdade e a Lei Rouanet são exemplares disto. Era só isto que os meus 72 anos de vida , dos quais 40 dedicados ao magistério nos seus diferentes níveis , me ensinaram.

  153. Quando o próprio exército diz que comunismo e nazis-facismo são aspectos de extremos ideológicos eu realmente desanimo. Parece que eles não leram nada sobre Molotov-Ribbentrop. Se esquecem que a direita: liberais/libertários/conservadores tem valores opostos ao socialismo/nazismo: responsabilidade indivídual, livre mercado, direito a propriedade, liberdade e a vida, etc. O Mário quando, ridiculamente, compara as franjas bolsonaristas com Nazistas age como um mentiroso e idiota.

    1. ... partido nacional-SOCIALISTA dos TRABALHADORES alemães. Eu hein ...

    2. Ei, Fabricio : Nationalsozialistische Deutsche Arbeiterpartei ... Traduz aí.

    3. Quando o sujeito começa a falar de Molotov-Ribbentrop eu já detecto Olavista crente de fake news. A próxima bobagem a dizer é que o nazismo era de esquerda.

  154. Interessante que para defender que eh desnecessário recontar a história, reconta o texto que julga desnecessário...!!! Isto tem nome?

  155. Excelente texto ! É para ser lido e relido. Infelizmente a Historia constantemente passa ser Estória, nesses embates de guerras ideológicas e narrativas criadas a maior e sempre vítima é a verdade . Mas , onde está a verdade ? A verdade é tbm sempre relativa pela falibilidade humana em tbm compreender sua realidade através de sua subjetividade pelos cinco sentidos , porquanto o sexto sentido é pessoal e intransferível. Portanto verdade absoluta inexiste ou e é propriedade divina . Viva o povao

  156. Muito bom artigo Sabino. Mas, a importancia dada pela imprensa a ordem do JB so demonstra q estamos diante de uma imprensa esquerdista e tendenciosa. Vc tem razao, deixemos 64 de lado, mas, tambem devemos deixar o JB, e a direita, governarem e parar de dar tanto peso assim a algumas “asquerices” do JB.

  157. Acho engraçado que não me lembro do Sr falar alguma coisa ou soltar alguma notinha quando, no congresso nacional, homenagearam o centenário da revolução russa. Homenagear genocidas que mataram milhões do seu próprio povo pode, mas comemorar a contra-revolução que livrou o Brasil do comunismo que matou 400 comunistas (ladroes, assassinos, justiceiros, guerrilheiros) não? Haja paciência.

    1. É RIDÍCULO TER SAUDADES DO GOVERNO MILITAR. Como alguém, em sã consciência, pode ter saudades de um governo que tinha, apenas, 12 MINISTÉRIOS? PROVA, INEQUÍVOCA, QUE O PAÍS NÃO ERA BEM ADMINISTRADO. Como confiar em PRESIDENTES QUE MORRERAM POBRES? Um homem que ocupa o cargo máximo de uma nação, sem fazer fortuna, prova que não sabe aproveitar oportunidades, nem gerir o patrimônio próprio. UM INCAPAZ. Como ser saudoso de uma época de ditadura, onde todos os cidadãos tinham direito ao livr

  158. Excelente análise. Eu tinha 18 anos . É, como muitos jovens, em 1964 não clamamos por porcaria nenhuma. Foi só após os militares tomarem o poder, com a promessa de restabelecer a ordem, e não cumpriram a promessa de devolver a democracia, que houve engajamento da juventude numa aventura tão nefasta quanto impunham os militares. Ou seja, não cumprindo sua obrigação de garantir a liberdade de escolha própria das democracias, deram ensejo às revoltas violentas que culminaram com o ma

    1. Quem aos 18 não é de esquerda, não tem coração; quem aos 40, 50, 60 . . . continua, não tem cabeça!

    2. com o malfadado AI 5, que carimbou definitivamente a Ditadura, com todos seus métodos . Ou seja, um erro ensejou outro. Não há inocentes entre os líderes desse imbróglio. Porém muitos inocentes iludidos pelas palavras de ordem foram sacrificados em nome de nada. A Lei da Anistia deveria bastar para enterrar essa página infeliz da nossa história.

  159. Prova inconteste da má fé e tentativa de tutelar a cabeça dos brasileiros é o fato de a proibição por parte da Dilma, nunca ter tido a mesma repercussão da recomendação do Bolsonaro. É a mídia mentirosa de esquerda, tentando fazer prevalecer sua visão da história. Sou de 1954, sempre trabalhando nas férias e estudando muito pra buscar dias melhores. Nunca tivemos problemas e nem falta de liberdade. Nosso objetivo na vida sempre foi o trabalho e o conhecimento. Deixem 64 pra trás; mas nós tb.

  160. 1864, decorre da maior manifestação havida no Brasil, em São Paulo 700 mil pessoas se reuniram na Praça da Sé em protesto pacifico contra o Governo Goulart e suas plataformas. Até hoje a esquerda, os cubanos e a KGB não entenderam. Goulart não teve mais condições de governar. A intervenção militar foi em consequência da quebra da disciplina nas Forças Armadas.Juvenal

  161. Se não fosse a contra revolução estaríamos vivendo uma grande Venezuela? Obviamente não é possível saber. Mas o analista esqueceu de dizer que o endurecimento do regime se deu após realização de ataques terroristas, inclusive com a morte de um Almirante. Claramente houve excesso dos agentes do estado e ocorreu uma ditadura após o AÍ 5. Mas também em reação aos movimentos de esquerda. Da esquerda só vi Eduardo Jorge e Gabeira uma admissão de suas reais intenções. Então 64 não acabou, não

    1. Que os representantes do GRANDE EB e seus filhos estejam uníssono e presentes. O comunismo é um cancro.

    2. Exatamente Fabricio. Acontece que a esquerda e seus filmes e séries conta um lado da história. Então o outro tem o DEVER de se manifestar. Bem simples. A esquerda quer ter o monopólio da verdade. NÃO posso aceitar.

    3. O autor toca justamente nesse problema da discussão nunca acabar. Ficam os dois lados dizendo "ãããiinn, ele não admite a culpa" e fica essa discussão idiota sem fim. Se eu e meu irmão, meu pai mandava os dois se abraçarem e fazer as pazes se não a cinta ia correr solta. Terroristas e ditadores não tem pai pra fazer isso, infelizmente.

  162. Tudo na história depende de que lado você está. Tenho bem mais do que 55 anos, portanto minha memória está ainda intacta. Me lembro dos conselhos de meus pais: respeite as leis, instituições e a força pública! Na família nunca tivemos problemas, e era agradável viver no Brasil.

    1. Vicente tudo entendi em seu comentário sucinto Somos irmãos.

    2. Texto excepcional! Para quem tem bem mais de 55 anos e viveu o momento histórico, a análise crítica inteligente, portanto ponderada, do passado e do presente é um estímulo à crença no bom jornalismo.

Mais notícias
Assine
TOPO

AJUDA