Quem paga?

08.03.19

A propósito de Fabrício Queiroz, criminalistas de bancas cariocas conhecidas foram procurados recentemente para assumir a defesa do ex-motorista de Flávio Bolsonaro. Ao menos um deles interrompeu a conversa ao ouvir que o pagamento pelos serviços seria feito por Paulo Marinho, o empresário que se aproximou de Jair Bolsonaro durante a campanha pelas mãos do ex-ministro Gustavo Bebianno e que, depois, se tornou primeiro suplente de Flávio no Senado.

ReproduçãoReproduçãoQueiroz: à procura de um criminalista de grife

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

Só R$ 1,90* no primeiro mês

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

*depois, 11 x R$ 14,90

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • A Coluna Exclusiva de Sergio Moro
  • Podcasts e Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Ruy Goiaba, Felipe Moura Brasil, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Será?? Pelo que sei, advogados criminalistas (mercenários) não recusam dinheiro nem mesmo de traficantes de órgãos humanos, porque este iria recusar dinheiro de um empresário?

  2. Não foram vocês que disseram que esse Marinho era o cara do PT dentro da cupula bolsonarista? E a defesa ardorosa que vocês fizeram do quinta coluna Bebiano, não foi suspeita???

  3. Chega de Mi Mi Mi. Tem que pôr tudo pra lascar. Tá tudo errado. Imprensa, tome consciência e apóiem o que é necessário ser feito, e apóiem. Consciência já!

  4. Vergonha ..que moral tem está GENTE para mexer na minha previdência que pago há 37 anos.. deveria ter anulado.meu voto.. ganho ZERO , mas com a ressalva do Moro..nossa reserva moral..

  5. Mude Queiroz por Paulo Preto, Marinho por Perrella e Flávio Bolsonaro por Aécio Neves e todos os boçalnaristas estariam xingando o "PSDB comunista" e se regozijando com a notícia.

  6. Não entendi muito o quê o texto quis informar. Mas, advogado recusando cliente após saber quem pagaria seus honorários? Acho que isso não é nada mais nada menos que uma mentira.

  7. Tipo de reportagem oca. Começou falando em bancas e depois fala que “um” banca pulou fora. Seria um advogado? Quem? De qual banca? Quantas bancas e quais foram procuradas? Alguma aceitou? Quem procurou? Quem estará pagando? Ou a OAB também não autoriza?

    1. Quem sabe o advogado pulou fora porque por grana nenhuma ele ia defender aquela barbaridade que o tal Queiroz colocou , dizendo que "gerenciava os salários alheios, inclusive da própria familia ! Até as pedras da rua sabem que deputados, vereadores e até senadores nomeiam nulidades para cobrar seus pedágios e assim aumentar suas rendas . A solução está em acabar com esse numero absurdo de assessores e seus salários exorbitantes . O advogado deve ter saido fora da jogada para não manchar sua rep

Mais notícias
Assine 7 dias grátis
TOPO