Marcos Corrêa/PR

A boquinha da juventude

Apadrinhado do clã Sarney, secretário do governo Temer distribuiu bolsas de estudo para engordar o orçamento de amigos. Com o seu dinheiro
07.12.18

Vizinha ao Palácio do Planalto e subordinada diretamente à Presidência da República, a Secretaria Nacional de Juventude (SNJ) mal é notada. Seja por seu prédio modesto, seja por sua atuação apagada. O secretário, Assis Filho, é pupilo do clã Sarney e preside a Juventude do MDB. Até aí, tudo no roteiro de uma repartição pública. Não se trata de um órgão cobiçado pelos parlamentares ávidos por cabides de emprego, já que tem apenas 17 cargos de confiança. Ali há outro atrativo, de menor monta, mas bastante interessante para o chefe de ocasião: bolsas de estudo que ele pode distribuir a seu bel-prazer, e que usa para agradar os amigos, sempre à custa do contribuinte.

A farra das bolsas vale-se de um contrato assinado em 2015 e que termina no fim do ano que vem. Por 4,5 milhões de reais, a SNJ fechou um convênio com o Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia, o Ibict, do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação. O objeto do convênio: “Pesquisa e desenvolvimento de soluções tecnológicas integradas para a gestão do conhecimento”. Para gerenciar o projeto, o ministério contratou a Fundação de Desenvolvimento da Pesquisa, da Universidade Federal de Minas Gerais. Mas é à própria secretaria que cabe a tarefa de lançar editais e escolher os bolsistas. Tarefa que Assis Filho, o secretário, faz questão de desempenhar pessoalmente.

ReproduçãoReproduçãoSilvério Boscotô, o amigo que ganhou uma bolsa: pagodeiro profissional
O maranhense Silvério Costa Júnior foi um dos bolsistas selecionados. Entre abril e outubro, recebeu a soma de 20 mil reais. Seis meses antes, havia conseguido outra bolsa. O contrato previa que ele trabalhasse quatro horas por dia em um artigo no qual teria de apresentar a metodologia de criação de um sistema de informação para a secretaria. Silvério, também conhecido pelo apelido de Boscotô, é cantor de samba e empresário do ramo em São Luís. Ele conhece o secretário nacional de Juventude de outros carnavais: os dois tiveram cargos de confiança no governo de Roseana Sarney.

Os bolsistas ganham até 5 mil reais por mês. Na mesma seleção em que Boscotô foi aprovado, outros conterrâneos do secretário obtiveram bolsas. Funcionários da secretaria também. É o caso da telefonista, que, além do salário normal, recebe 4 mil reais extras. Entre os agraciados há, ainda, assessores da Secretaria da Juventude e outro parceiro antigo do secretário, coincidentemente presidente da Juventude do MDB do Maranhão. Esse último não faz nenhuma questão de esconder a amizade. Em suas redes sociais, não faltam fotos ao lado de Assis Filho em comícios de Roseana Sarney e confraternizações.

ReproduçãoReproduçãoO secretário (de punho erguido na imagem) tirou férias para participar da campanha de Roseana Sarney
Em 2017, pouco após assumir a secretaria, Assis Filho brindou um primo com uma das bolsas. O mesmo primo acabou ganhando, depois, um cargo na própria secretaria. Procurado, Assis disse tratar-se de “mera coincidência” o fato de pessoas próximas a ele terem conquistado as bolsas. Ele nega interferir na seleção ou que a filiação ao MDB seja critério. “Tem algum crime? As pessoas têm direito a estar filiadas ou não.” A farra com as bolsas concedidas como parte do contrato com o Ibict se reproduz em outros convênios. Com a Unesco, a agência da ONU para educação, ciência e cultura, a SNJ firmou um acordo de 7,9 milhões de reais previsto para valer de dezembro de 2013 a junho de 2019. No papel, o objetivo é “apoiar a consolidação da Política Nacional de Juventude, por meio de ferramentas de consulta e participação social”. Os presidentes da Juventude do MDB no Espírito Santo e na Paraíba estão entre os beneficiários.

O secretário é mais um entre os muitos casos de ascensão meteórica na política e no serviço público. Ele nasceu em Pio XII, cidade de 25 mil habitantes no interior maranhense. Foi vereador aos 21 anos, em 2008, e não se elegeu nunca mais. Mas foi o suficiente. Na última década, vem abocanhando indicações políticas no MDB, sempre sob as bênçãos dos Sarney. Além de subsecretário do governo de Roseana, foi superintendente da Empresa Brasil de Comunicação (EBC) no Nordeste. Em 2017, o presidente Michel Temer o escolheu para a Secretaria Nacional de Juventude. Quando não está no Maranhão servindo a Roseana (nas últimas eleições, ele tirou férias para ajudá-la na malsucedida campanha ao governo do estado), leva uma doce vida em Brasília. Na internet, adora posar a bordo de lanchas no Lago Paranoá e curtindo a noite em baladas. Em Brasília, também chefiou programas da Fundação Ulysses Guimarães, o braço teórico do MDB. O partido, como se vê, faz escola.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • A Coluna Exclusiva de Sergio Moro
  • Podcasts e Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Tem um monte de coisa legal que é imoral. Essa é uma mas a pior é o enriquecimento legal as nossas custas através das aposentadorias. Não podemos perder o foco.

  2. Quantas secretarias iguais a esta existem, que deverão ser extintas de imediato? Sugiro criar uma Lava Jato para punir e recuperar o dinheiro desviado desse bando. Os criadores desse tipo de secretaria deverão serem punidos também.

  3. Esse País é digno de uma intervenção ou não? Sem questionar ideologia, o caso é de polícia e pronto!!! Se tem ladrão chama-se à polícia, se o caso é político só o exército!!! Capitão o terreno está pronto!! Agora é só agir!!!

  4. PQP, q farraaa!!! Não tem fim essa zona. Já estou achando q o Bolsonaro deveria pedir uma intervenção federal pra Faxinar geral. Por na cadeia de uma vez só, esses meliantes

  5. Minha mãe fez um curso com Silvério nos anos 80. Era durante a noite. Ele torcia p/ aula acabar logo para ir pra casa a tempo de deixarem comida pra ele. E dizia " vou acabar tendo que dormir logo pra esquecer a fome". Ele, também, é da turma da Roseana Sarney.

  6. Todo dia uma novidade sobre corrupção. Como estivemos tão mal informados tanto tempo? Como essas pessoas podem fazer isso sem qualquer pudor ou temor? Zero peso de consciência, mesmo sabendo que tantos jovens poderiam verdadeiramente fazer jus ao benefício. Já nem fico mais chocada.

  7. Enquanto o dinheiro público escoa pelos tais projetos de "ciência e cultura" através dos boscocô da vida, o nosso progresso científico e tecnológico vai ladeira abaixo. Só se aprende a tocar tambor e a dançar. Todos nós dançamos nos esgotos do subdesenvolvimento.

  8. Tudo que vem da família cancerosa Sarney, não presta. São os maiores bandidos da nação. E nem o cancer consegui-o livrar o povo ignorante do Maranhão dessa maldita Roseane.

  9. Mais um espertalhão levando a vida numa boa, às custas do contribuinte e sob as bênçãos de uma praga nacional: a família Sarney.

  10. Até quando veremos essas criaturas surgidas do mais escuro limbo se banquetearem às custas da miséria como fratura exposta no interior do Maranhão? Até quando veremos o pus ( não quero crer que haja sangue de verdade ) pulsar nessas criaturas que começam e crescem na vida pública às expensas de um clã de sanguessugas da pior espécie ? Espero que no futuro vejamos ao menos revolta no olhos dos nossos descendentes e que onde quer que estejamos possamos dizer : Está começando a mudar !!!

  11. Estados pobres que se especializaram em surrupiar dinheiro do povo e ainda tentam cada vez mais colocar tentáculos na esfera federal. O crime compensa para esse tipo de gente pois a impunidade é tão grande que surpresa é quando algum bandido desses vai preso enquanto deveria ser o oposto.

  12. Vindo dos sarneyntos só pode ser coisa ruim. Uma família que sempre se aproveitou do dinheiro público, e incrível, nunca algum deles foi para a cadeia.

  13. É por isso que este país está desse jeito. O que tem de VAGABUNDO, que não produz um clip de papel, recebendo dinheiro do governo sob os mais risíveis pretextos é uma coisa alucinante. Onde se mexe, na máquina pública, há dinheiro distribuído para fingir estudo, fingir pesquisa, fingir que se trabalha. Isso é pior do que a saúva.

    1. Concordo plenamente! Trabalho não faltará no governo Bolsonaro para desbaratar esses desmandos.

  14. Não precisa muita coisa, basta o Bolsonaro desfazer essa putaria. Tem a EPL, a estatal do trem-bala, a EBC, estatal crida pelo Luladrão e por aí vai.

  15. Acho que é melhor trocar o Jeep por um caminhão grande para prender várias figuras carimbadas e mesmo assim, vai precisar fazer diversas viagens.

  16. Nota pro Presidente JB, acabem com a festa dia 2 de Janeiro de 2019 no D.O.U. , talkey? Todo mundo na rua, todos os convênios cancelados.

  17. Bicho criado solto e alimentado a base de jabaculês, dá no que dá! Esse é outro que deve assessorar, bem de pertinho, de preferência no catre ao lado, o Temer em sua estreia como garoto propaganda das havaianas, na Papuda.

  18. Mais um órgão, que não tem serventia nenhuma para o Brasil. O dinheiro público precisa ser bem administrado. Isso precisa acabar!

  19. Meu Deus! Quanto dinheiro do povo jogado fora! Só fechando essas torneiras vergonhosas já dá para construir centenas de postos de saúde , escolas, etc. ...

  20. Incrível como essas pessoas não têm o mínimo pudor. Se acham com direito a queimar nosso dinheiro sem prestar contas. Vergonhoso e imoral.

    1. "Mera coincidência", ele diz, sobre o fato de desviar nosso dinheiro. Vai trabalhar, malandro!

  21. E a culpa de tudo é da previdência..Imagine quantos secretários canalhas existam. Estou chegando a conclusão que aqui não tem jeito..Graças a Deus, não coloquei filho no mundo..

  22. Como seria bom ler uma reportagem daqui uns meses, contando sobre a investigação, condenação e prisão desse filhote de corruptos e de todos que foram beneficiados por ele sem méritos. Tomara!

    1. Por que não se menciona o MDB assim: MDB (antigo PMDB)? A história deve ser sempre lembrada.

Mais notícias
Assine 7 dias grátis
TOPO