Carlos Fernandodos santos lima

Moro e Dallagnol, ou a Lava Jato vai às urnas

12.11.21

A recente filiação de Sergio Moro ao Podemos, celebrada em uma mega cerimônia neste último dia 10 no auditório do Centro de Convenções Ulysses Guimarães em Brasília, e a exoneração a pedido de Deltan Dallagnol dos quadros do Ministério Público Federal, são o início da criação de uma frente de centro legítima para o combate à corrupção dentro da política, e não aquela fraudulenta e mentirosa encabeçada por Jair Bolsonaro e sua trupe em 2018.

A ida para a política, com a submissão de seus nomes ao referendo popular, desses dois ex-funcionários públicos desperta as mais diversas reações, desde o ódio puro e simples, passando pela hipocrisia da crítica simplista, da desconfiança natural daqueles que não conhecem ambos, até o entusiasmo dos admiradores da operação Lava Jato. Esses sentimentos contraditórios, elevados à potência máxima em um país polarizado, são sequelas de um processo político dissociado dos anseios da sociedade brasileira e da apropriação criminosa dos interesses públicos por um pequeno grupo de caciques políticos.

O ódio de determinados grupos e pessoas é perfeitamente compreensível. Afinal, onde ladrões simpatizam com a lei e a ordem? Em um país onde a política se resume na defesa de interesses pessoais inconfessáveis e que a composição se dá em um sistema de conchavos em quartos de hotéis de luxo, na beira de piscinas e convescotes regados a muito whisky, a ideia de destruição desse sistema de privilégios e a sua substituição por uma forma diferente de se fazer política, baseada na busca do interesse público, certamente gera medo, e o medo gera o ódio.

Entretanto, se o ódio à Lava Jato e ao que ela representa é compreensível, especialmente por parte daqueles que perderam noites de sono por receio de que seus crimes fossem descobertos, a hipocrisia de parte significativa da imprensa é inacreditável. Talvez amortecidos por anos de convivência com essa classe política e com sua forma imoral e criminosa de se apropriar do dinheiro público, muitos formadores de opinião simplesmente aceitam a política como está posta, acreditando que não há outra opção, mesmo que esse sistema deformado signifique e subversão da nossa democracia e a prevalência do poder econômico sobre a vontade popular.

A falta de critério e razoabilidade de anos de “corredores do Congresso”, com o amortecimento da percepção de que mesmo a política deve se submeter às leis e à Constituição, faz com que se aceite de forma fácil e leviana, por exemplo, a punição irrazoável e desproporcional de um membro da operação Lava Jato com a pena de demissão por ter pago de seu próprio bolso um outdoor de apoio à investigação, enquanto não se cobra o resultado dos inquéritos do foro privilegiado no Supremo Tribunal Federal por crimes graves de corrupção pública.

Assim tem sido a reação à eventual candidatura de Sergio Moro à Presidência da República e a de Deltan Dallagnol a deputado federal. Aceita-se facilmente que os corruptos de sempre sejam candidatos, mas olham torto para ex-funcionários públicos que corajosamente tentam se candidatar. Parece prevalecer a ideia de que a política é terreno dos profissionais e não esfera de legitimação popular de pessoas e ideias. Se Sergio Moro e Dallagnol fizeram um bom trabalho na operação Lava Jato e tiveram a coragem de sair de suas carreiras para enfrentar o escrutínio da sociedade brasileira, por que tamanha rejeição de boa parte da imprensa aos dois?

Assim, é possível compreender quando Arthur Lira, o primeiro-ministro informal do governo Bolsonaro, neomensaleiro que se apropria ilegitimamente de parcela significativa do orçamento público, fala em mudanças no Conselho Nacional do Ministério Público – CNMP, pois ele está simplesmente defendendo o seu interesse em não ser incomodado por investigações sobre seus atos ilegais, mas não é admissível que esse assunto seja abordado pela imprensa apenas como um conflito de versões, quando a Câmara do Deputados desde a gestão de Rodrigo Maia vem se recusando a abrir procedimentos éticos contra parlamentares envolvidos na investigação, mas insiste em punir investigadores.

O importante de tudo isso é que o encurralamento de ambos pela vingança bolsopetista somente poderia levar ao caminho da busca por legitimação democrática dos anseios de Moro e Dallagnol por um país melhor. Assim também foi na Itália, onde o magistrado Antonio Di Pietro levou anos se defendendo de inúmeros processos e foi obrigado a se encaminhar para a política, para também fazer valer seus ideais. A crítica a ambos é direito democrático, gostar ou não deles é questão pessoal, mas o uso do aparelho estatal para impedir ilegalmente essas candidaturas fere frontalmente a democracia.

Sergio Moro, no evento de filiação ao Podemos, colocou-se como pré-candidato à Presidência da República, delimitando claramente um programa de centro baseado na estabilidade econômica, na defesa da família, mas também no respeito às diferenças, no combate à desigualdade social de nosso país e em apoio a um capitalismo sadio. A ênfase na ideia da refundação da República, com seu resgate das mãos desse agrupamento de pessoas e interesses que impedem o desenvolvimento pleno de nossa sociedade, seja pela corrupção pura e simples, seja pela constante prevalência de interesses particulares e menores sobre o interesse público, é essencial e lembra minha fala quando na 7ª fase da operação Lava Jato de que aquele era um dia republicano. República significa a prevalência do interesse público, inclusive de colocar corruptos e corruptores na cadeia.

Tenham sucesso ou não, Moro e Dallagnol foram corajosos em enfrentar novamente esse mecanismo e a hipocrisia daqueles que acreditam que essa atual é a única forma de fazer política. A terceira via só tem a ganhar com suas candidaturas, pois ela vai além da Presidência da República, passando também por todas as demais eleições de 2022 e 2024. O que todos os candidatos responsáveis devem repetir, como um mantra a partir de agora é: chega de mensalão, chega de petrolão, chega de rachadinha, chega de orçamento secreto, mas também, chega de desigualdade, chega da falta de educação, saúde e segurança. O caminho do centro, para o Brasil, parodiando Aristóteles, é o da virtude.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Ainda não vi movimentação do Dr Carlos Fernando pra ser candidatar a algum cargo político. Precisamos de gente como ele no congresso pra mudar as práticas daquela casa de negócios. Nesse governo as vacinas demoraram meses pra seres compradas mas as verbas de emendas parlamentares cresceram assustadoramente, sem falar no aumento das verbas partidárias. Não há diferença alguma pro mensalão do PT. Renovar o congresso é vital. MORO22

  2. É desolador assistir a boa parte da imprensa ser leniente, em vez de criticar veementemente, com o fisiologismo do Centrão e congêneres. Dá o tratamento de normalidade e as pessoas comuns vão incutindo.

  3. Adorei! Também considero um ato de coragem de Moro e Dallagnol. Estou animada e confiante que teremos condições de trazer para a politica homens de bem dispostos a lutar para um projeto definitivo para a nação. Força Moro e força Dallagnol!

  4. Parabéns doutor Carlos Fernando! Em saber que ainda existem pessoas que pensam como o senhor, colocando o interesse público como prioridade para o nosso país, podemos ter esperança de construir uma sociedade próspera e justa.

  5. Vende mais porque é fresquinho ou é fresquinho porque vende mais? Precisaremos de votos para mudar esse País. Vamos conseguir educar esses eleitores para mudarmos ou precisaremos mudar para educá-los? Estou pessimista no curto prazo.

  6. Realmente CHEGA! Tá na hora de desratizar e dedetizar Brasília de todas as pragas. Começar do zero. Mas em todos os poderes.

  7. junte-se a eles também nessa jornada política ! confio muito em você também!precisamos de brasileiros políticos com conhecimento técnico, ética e amor verdadeiro por nossa gente

  8. Este compadrio dos infernos entre os poderes da republica, atestam a todos que queiram enxergar que estao agindo como sempre, se apossaram do Brasil em conluio dos mais baixos contra a classe dos que pagam a conta, combinam-se mutuamente para permanecerem no poder se locupletando de tudo e fingindo que estao brigando pra ingles ver e nos fazendo de trouxas, otarios uteis, pois precisam do nosso voto para se legitimarem. Acordem meu povo, Moro e Dalaignol nas costas destes bandidos lesa Patria.

  9. O sistema é bruto, a corrupção é sistêmica. Moro e Dallagnol representam uma ameaça ao que está posto, espero que o povo opte pela mudança que eles representam.

  10. enquanto isso , lá em Portugal gilmar mendes o empresario que da alguns expedientes no STF , nos diz o que é certo e o que é errado. eu olho para o céu e exclamo ! Ohh mamacita doida e meiga !

  11. Mais uma vez correto. Sergio Mouro 2022 e com muitos outros candidatos decetes aos cargos legislativos. O caminho têm de ser o da Virtude.

  12. Somos um país moralmente doente. Um parlamento hipócrita. Pratica a infame arte de enganar a população para atender os próprios interesses. O Moro corre sério risco de manchar a sua reputação, fazendo parte desse covil de cobras. O sistema de governo conforma a Constituição de 1988, mostrou ser um fracasso. Um presidencialismo fajuto. O parlamento é que detém o maior poder. Para se governar tem que ter a aprovação do congresso. O cofre esta no executivo, mas o parlamento é que as chaves.

  13. Como sempre excelente analise do quadro politico inclusive com relação a alguns jornalistas que dizem que ex- juiz e ex- procurador não podem se candidatar a cargos politicos . Policiais, estudantes, advogados, etc, todoas as outras profissões tem este direito. Por isso estrano essas opiniões de jornalistas se manifestando desta forma. Lamentável.

  14. Carlos Fernando em hipotese alguma admitimos contamos com o senhora fora feste processo, dados seu carater, preparo e sobretudo a honestidade que lhe e peculiar poderiamos imaginar uma pessoa como o senhor poucos existem nesses dias de politicos bandidos, desonestos, mal carateres e que somente servem para se apropriarem dos recursos publicos e acumularem riquezas ilicitas e se quer sao responsabilizados a devolverem o que roubam mesmo se condenados sao soltos pelos nefastos sinistros do STF.

  15. Está faltando pelo menos um nessas candidaturas: Carlos Fernando dos Santos Lima. E, de verdade, acho que pelo menos um procurador da república do "lado bom" do sistema deveria se candidatar. Todos unidos com a mesma visão, independentemente de pontos de discordância.

  16. A LAVA JATO ESTÁ NO INCONSCIENTE DOS BRASILEIROS HONESTOS E ESTÁ RESSURGINDO COM A CHEGADA DE MORO. OS BONS ESTÃO SE APRESENTANDO.

  17. A lúcida análise de Carlos Fernando dos Santos Lima restabelece a verdade dos fatos e contribui enormemente para o restabelecimento da verdade.

  18. Espero que ambos, Moro e Dalagnol sejam eleitos e que você, Carlos Fernando, resolva então trilhar o mesmo caminho. Precisamos melhorar o nível dos nossos representantes

  19. ... estamos entrando numa nova fase em nosso país, os BONS estão se disponibilizando para trabalhar pelo país, na política, juntando-se aos poucos que já estão lá com este perfil. O processo é lento mas consistente, nas eleições passadas houve uma grande renovação, infelizmente grande parte desses eleitos foram cooptados pelo Sistema, mas foi uma demonstração da mudança. Agora nos cabe apoiar o Moro, sua Equipe e nosso Projeto Brasil. Na realidade vamos eleger o PROJETO BRASIL, simples assim.

  20. Texto impecável. Moro, Dalagnol e você são exemplos de patriotas. Os BONS estão começando a aparecer. Esse é o caminho certo.

  21. É estarrecedor ver antigos jornalistas, com anos de carreira, nos mais diversos meios de comunicação, detratarem as ações corretas e legitimas de funcionários públicos concursados, cumpridores dos seus deveres, com o intuito de destruir suas reputações e no afã de abortarem seus futuros como representantes do povo! Tais veteranos jornalistas deveriam fazer um exame de consciência e repudiar candidatos ficha-suja perante o eleitorado! Moro e Dallagnol cumpriram brilhantemente o seu papel!

  22. vc pode explicar o caso das diarias pagas aos favorecidos por Dallagnol e Janot ? as consequencias efetivas do power point? Gaste seu espaco no que é a obrigacao de vcs todos :provar fundamentadamente que o stf errou ao declarar moro parcial

    1. E você pode explicar a roubalheira do ptlulapetrolão, a devolução de bilhões roubados. o Stf de gilmar e cia condenam a lajajato e perdoam lula, aécio,alquimim, gedel, dirceu, paloci + um bando de ladrões. Ou você é um cego alienado?!!!

  23. Todos da Lava Jato deveriam candidatar-se à Câmara pois é lá q está a camarilha,mais perigosa q a do Senado.Temos q implodir o mecanismo aos poucos,de dentro p/ fora.Fazer,como contam guias turísticos,o q um eng. civil q teve a igreja matriz de Alcântara/MA "plantada"na porta da sua sala fez: anos a fio infiltrou em suas paredes, água carregada em baldes,até q ela caiu sozinha e ele teve a apertada saída de sua casa liberada.Talvez seja lenda,mas uma boa idéia p/o Congresso:miná-lo c/ gente boa.

  24. Moro como candidato é um raio de esperança para o Brasil. Esse é um ato de coragem que pouca gente entende. Viva #Moro2022

  25. Excelente matéria! Parabéns Carlos Fernando! cabe ao povo brasileiro acordar e fazer a sua parte. Votar com consciência e retirar da política estes abutres, saqueadores do dinheiro público.

  26. Carlos Fernando cirúrgico como sempre! A única explicação que encontro no posicionamento da grande impressa é a necessidade de mudar para permanecer exatamente como está. Defendem interesses particulares e usam seu instrumento de mídia para inverter valores e fazer parecer que corrupção é algo normal, como se isso fosse algo instrínsico da política. Não é consciência amortecida. É defesa de interesses simples. Mas esses interesse são velados e as pessoas não percebem a parcialidade do discurso.

  27. Prezado Dr Carlos F Lima, a leitura do seu texto, parece um oásis, traz-nos uma ponta de esperança ao vermos nossa Nação afundar-se nesse abismo de mal feitores, que emporcalham o nome da nossa Pátria, que roubam-nos descaradamente, onde o sistema judiciário une-se a criminosos de forma espúria e incestuosa, traindo seus juramentos, traindo o povo brasileiro. Mídias profissionais ou amadoras, pelo alcance da Internet, torna essas aberrações, distorções de valores e vulgaridades normais. #Moro22

  28. Essa é a ideia. Se a maioria dos eleitores apoiar, não há grupos políticos que possam barrar essa onda moralizadora, em todos os sentidos. Espero que assim seja, pelo bem de nosso País! ...

  29. Dr. Carlos Fernando, precisamos de pessoas como o senhor na Câmara de Deputados, para dar o apoio que o Moro precisará contra essa escumalha de investigados e condenados políticos.

  30. Análise perfeita, como sempre. Espero q Dr Carlos Fernando tambem entrE para a política pra mudar a cara do congresso. CHEGA DE PETROLAO, CHEGA DE RACHADINHAS, CHEGA DE ORÇAMENTO SECRETO E POR UM BRASIL MAIS JUSTO.

  31. O Brasil precisa de uma justiça célere e q puna os crimes dos poderosos e endinheirados. Sem isso, seremos sempre reféns do atraso.

  32. A ANÁLISE MAIS PERFEITA DO QUE ESTÁ ACONTECENDO EM UM PAÍS QUE TINHA UMA POPULAÇÃO LÚCIDA !! POBRE BRASIL !!! 😩😩😩😩😩

  33. Grande imprensa é uma vergonha criticam a lava jato pelos excessos apesar de não especificar onde mas esquecem os excessos dos corruptos.

  34. Análise precisa e muito relevante. Nenhum órgão da grande imprensa fala do escândalo de membros do STF que são parciais a favor de corruptos. O silêncio da grande imprensa é criminoso.

  35. É preciso eleger parlamentares sérios, comprometidos com o Brasil decente, preparados para ocupar assentos onde se locupletam hoje muitos políticos corruptos. O BRASIL 🇧🇷 PRECISA DE MAIS GENTE DO BEM E CONTA COM SUA CANDIDATURA TAMBÉM, DR CARLOS FERNANDO!

  36. Quem sou eu para comentar um brilhante artigo do brilhante dr Carlos Fernando. Só queria fazer 2 comentários: 1) É incrível que jornalistas tidos como "sérios" tenham embarcado no discurso fácil dos "excessos" do juiz e do procurador da Lava Jato e, 2) dr Carlos Fernando, sua participação nesse plano de refundação da República é essencial; o sr tem de ser o próximo ministro da justiça, assim como o dr Dellagnol, o próximo PGR.

  37. Parabéns Carlos Fernando! Suas palavras estão de encontro ao que eu penso e desejo para o Brasil. Minha mãe idosa disse que o Moro e Dallagnol estão indo para política para ganhar dinheiro! Infelizmente, como ela, muitos ainda pensam assim.

  38. Ao ex-juiz Moro, dou-lhe o benefício da dúvida quanto a imparcialidade; já no que toca a Dallagnol, estou fora. Não o reconheço com ética, mas como oportunista. Voltando ao Moro, é bom ele ter cuidado com sua esposa, pode estragar tudo, em especial quanto ao seu imbecil preconceito contra o nordeste.

  39. Excelente artigo! Parabéns!!! Vocês são muito corajosos e eu os admiro demais. Farei campanha para Moro com muito afinco. Pena que não voto no estado e Deltan, mas desejo-lhe muita sorte!

  40. tem muito espaço pra vc tbem, procurador Carlos Fernando. Precisamos de gente séria, honesta e legalista!

  41. Tento retribuir o muito que devo a Moro fazendo o mínimo que todos deveríamos fazer: campanha de seu nome para a presidência deste destroçado país.

  42. Sabias palavras. E a imprensa como um todo deveriam dar mais voz a Moro e Dallagnol, enquanto só enfatizam essa polarização dos dois piores presidentes deste país Lula e Bolsonaro. MORO E DALLAGNOL terão meu voto.

  43. o senhor também deveria ser candidato, precisamos de parlamentares que ajudem ao presidente, uma andorinha só não faz verão.

  44. A esperança renasceu depois do dia 10. Que cada um de nós sejamos um cabo eleitoral pra ajudar eleger esses verdadeiros heróis.

  45. Estamos exaustos com tanta porcaria nesse congresso. Entra ano, sai ano e é a mesma coisa. Temos que fazer uma força tarefa gigante para Moro e Deltan entrarem para iniciarmos a mudança que queremos.

  46. Por favor, entre também nesta fila. Temos agora um caminho iluminado, faça parte disso. Espero sua filiação e candidatura. É isso, é hora do bem prevalecer.

  47. Bom comentário. Seria ótimo se, com mais coragem e conhecimento histórico, fosse proposto a fundação da Republica. Pois a que está aí, nascida de contaminação anti povo, crescerá como rabo-de-cavalo.

  48. Bravo, Procurador !!! mesmo tendo se afastado da vida pública, Moro e o senhor continuam presentes no inconsciente coletivo, pelo legado valioso que deixaram em suas respectivas carreiras. Gente desse jaez que o Brasil precisa.

  49. Carlos Fernando, compartilho da sua indignação: A desgraça não é somente às mazelas do Nosso Brasil. A desgraça maior, é não lutar contra essas mazelas." Moro Presidente 🇧🇷

  50. Fernando, perdoe me a informalidade. Mas além do sonho realizável do Moro Presidente, em paralelo sonhamos também com uma bancada a altura de um projeto tão ambicioso. Precisamos de números tanto no Senado como na Câmara. Já fiz esse apelo neste espaço. Reforço o. Saia candidato. O Brasil está enfermo. Toda ajuda neste âmbito é exponencial. Junte se ao Moro e ao Deltan. Imagine uma bancada no Congresso apelidada de LAVA JATO. Seria histórico!

  51. Na pesquisa da Genial/Quaest, Moro apresenta 61% de rejeição, superado apenas por Bolsonaro com 67%. No caso de Moro, contribuem políticos corruptos que falam o diabo dele e a grande imprensa. Esta afaga os tribunais superiores (nos quais tem processos), é contra Moro e benevolente com o CNMP que pune injustamente procuradores. Completa-se com a atitude do típico brasileiro: adora demagogos, não se importa com honestidade. Pensa que é esperto mas é um bobo alegre facilmente manejável.

  52. Gostaria de vê-lo concorrendo também Carlos Fernando. Precisamos de pessoas realmente honestas e ilibadas na Política. Sucesso a Moro, Dallagnol e todos quantos vierem!

    1. É verdade! Carlos Fernando seria um acréscimo e tanto a essa alternativa de Política com P maiúsculo que começam a oferecer Moro e Deltan!

  53. Essa turma de coronéis principalmente começando do Norte ( por Sarney)pra baixo, com suas rádios, canais TV, dominam a cena local e se perpetuam. Acham -se os donos da coisa toda é não dão chance pra mais ninguém, imagina, então pra Sérgio Moro.

  54. Chega de Ricardo Barros! Chega de Arthur Lira! Chega de Renan Calheiros! Chega de corruptos! Que o povo saiba votar!

  55. Como sempre ,diagnóstico perfeito . Luta desigual deve acirrar os ânimos . Ninguém é trouxa , muito menos o povo para não perceber a barbárie cometida contra os procuradores da Lava Jato . Festejam e se regalam os bandidos, enquanto atiçam a vingança contra os celebrados protagonistas das forças tarefas. Daremos nosso troco .Nas urnas .

  56. No nosso atual sistema político, um homem só, no caso o próximo presidente da república, não será capaz de mudar nada. O que vemos, são três poderes tentando governar para impedir qualquer mudança estrutural no sistema que ora vigora. Na minha opinião, somente uma nova assembleia constituinte será capaz de reverter esse atual sistema de benesses e privilégios da classe política do nosso país. Outro plano, seria governar com mão de ferro, nesse caso, com o apoio das Forças Armada.

  57. Perfeito!!! Creio que a imprensa ficou engessada na corrupção. Ela, como o povo, aceitam o "rouba mas faz", aceitam o pão e o circo, os valores se embaralharam. Precisamos mais do que nunca de integridade e ética na política, Moro e Deltan representam esta mudança.

  58. Não podemos esquecer que o Presidente vai precisar de alguns poucos aliados no congresso , senão fica impossível governar. Sabemos as dificuldades que Moro irá enfrentar mas vamos ter que dar Um passo de casa vez. Terá meu apoio sempre

    1. Basta escolher Parlamentares probos. Reeleger os ficha suja não ajuda.

  59. A Globo News decidiu não mostrar ao vivo o evento de filiação de Sérgio Moro, diferentemente de sua concorrente, a CNN. Depois, ficou criticando o evento, tentando colocar o ex-juiz no mesmo nível de telhado de vidro que Lula e Bolsonaro. Vergonhoso!

    1. Concordo totalmente com vocês. O pior foi que o tempo todo, os comentaristas da GloboNews falavam sobre a “Vazajato” esquecendo que aquele “supremo” que eles adoram e volta e meia entrevistam, fez pior quando recebia ligações de um ex governador corrupto e dizia que “não se preocupasse pois iria falar com o Toffoli!!!” Vergonha!!!

    2. Também achei ridículo o que fizeram. São petistas e não fazem questão de esconder. Péssimo para um órgão de comunicação com tanta parcialidade que ficam transferindo para o Moro.

  60. Em 2022 SÉRGIO MORO “PRESIDENTE LAVA JATO PURO SANGUE!” O Brasil finalmente terá Um Governo Fundado no “IMPÉRIO DA LEI!” Não seremos LUDIBRIADOS com o “Velho Truque de MELHORAS na ECONOMIA!” Triunfaremos! Sir Claiton

  61. CARLOS FERNANDO, como sempre, BRILHANTE. É sempre um renovado prazer degustar os seus textos. O Brasil se sentirá engrandecido se puder contar também com a sua participação na política, juntamente com MORO, DALLAGNOL e muitos outros que ainda existem por aí com espírito republicano e vergonha na cara, formando um verdadeiro timaço de homens probos, alguns até atualmente detentores de mandato, para fazer um expurgo da corja de calhordas que hoje compõem a maioria do nosso governo e nossa imprensa

    1. Acompanho totalmente essa opinião. Não pretendo ir-me sem ver nosso Brasil em mãos limpas!!!! Moro na cabeça!!!!

  62. Esperar para ver... As candidaturas Moro / Dalagnol me parecem muito mais ancoradas na direita do que na terceira via de centro. E penso que faltou dizer algo em seu artigo sobre as apurações feitas pelo TCU sobre os ganhos ilegais, e sob investigação, obtidos pela equipe da LJ. Talvez, no seu último parágrafo, agregar: "e chega de benesses, penduricalhos, diárias e outras vantagens indevidas a procuradores e membros do judiciário".

    1. E as diárias recebidas pelo próprio Bruno Dantas no TCU não contam????

  63. A grande imprensa brasileira é petista, por isso acha à corrupção, a roubalheira, a ditadura normal. Por isso agradeço todos os dias o privilégio de ler a Crusoé, a melhor revista do Brasil. MS

  64. Acho que os procuradores, juízes e PFs da Lava-jato são seres de inteligência e moral privilegiada, daí a inveja e perseguição de seres desprezíveis de mau-caráter.

  65. Como sempre brilhante . Obrigada . Estamos esperando sua filiação ao podemos e ser nosso Senador ou deputado . O sonho vai virar realidade ?

    1. É isso mesmo! Causa nojo ver jornalistas que defendem a política da forma como ela é... efetivamente suja e corrupta...Para eles a politica tem que ser feita por pessoas de carreira... hereditaria , tem que ser cliente de advogado penal, sair de um grupo de pagode , ou do circo , ou de um de um sindicato pelego..... Pois bem continuem a campanha diuturna atacando Moro e Deltan... Sem entrelinhas, assumam o que querem de verdade para o Brasil...

  66. Artigo sensacional. Parabéns! Sou defensora incondicional da liberdade de expressão, mas é surpreendente e inexplicável como a maioria da grande imprensa é engajada na luta insana de defesa ou ocultação da roubalheira institucionalizada pelo PT. A imprensa protetora do Lula se iguala aos insanos adoradores de Bolsonaro.

  67. excelente análise, gostaria muito que vc também entrasse para política, se juntasse ao Moro e Deltan para aumentar a força da mudança. Faça um grande favor para o Brasil

  68. Artigo brilhante, simples e direto, nos lembrando de que nada mais natural do que os corruptos defenderem seus interesses - o que com certeza inclui boa parte da imprensa , e por outro lado ressaltando a coragem e ousadia de Moro e Dalagnol em sua luta por um pais mais justo ! Parabens !!!

  69. Brilhante, sempre digo isso, a única forma de ter voz, vai ser se candidatando. O massacre a reputação e perseguição é escancarada. É preciso coragem para enfrentar os donos do Brasil.

  70. Sua adesão ao gesto, até heróico, de Moro e Deltan de enfrentar tal batalha seria ainda mais enriquecedora para esse tão dilapidado congresso, Dr Carlos Fernando. O Brasil precisa ainda de sua mente brilhante, não o abandone.

  71. Agora eu comecei acreditar em um país melhor; Moro, Dallagnol e Lavajato irão Dignificar a política e este País. Eu acredito e confio. Terei a Honra de votar em um Integrante da Lavajato a Presidente.

  72. Ou a Lava Jato vai às urnas, ou políticos espertos continuam a transformar as regras a seu interesse, a colocar rédeas nas instituições de fiscalização, a fazer dos integrantes da LJ exemplos do que outras pessoas não podem fazer contra eles, influenciar a imprensa e formadores de opinião de que “sabidamente” houve excessos (sem falar o que realmente houve de ilegal! Onde está uma adulteração de provas??

    1. Dentre milhares de coisas feitas e de suposta mensagens, o máximo feito em todos esses anos foi de demitir um integrante por publicar um outdoor pagando do próprio bolso… os “excessos” que condenam e destroem o que foi feito sem refletir, foi mais pela indignação mostrada para a opinião pública e o fato de tratar como igual um ídolo. Afinal, por aqui realmente é muito mal vista aquela velhinha que diz “isso não pode”.

  73. A LAVA JATO ESTÁ VIVA E TRIUNFARÁ EM MEIO A TANTA SUJEIRA INSTITUCIONALIZADA. VOCÊS FORAM E SÃO DIGNOS DE TODO O NOSSO RESPEITO POIS ESSE ORGULHO DE TODA A SOCIEDADE É CAPAZ DE TRANSFORMAÇÃO SOCIAL. O VERDADEIRO SENTIMENTO DE JUSTIÇA VAI REVERTER O CAOS ATUAL E ENTÃO TEREMOS A RESTABELECIDO A ORDEM NO PAÍS. AGORA A GUERRA CONTINUA ATACANDO O INIMIGO DENTRO DO TERRITÓRIO QUE TAMBÉM NOS ROUBARAM. ACREDITO QUE ASSIM COMO DALLAGNOL O RESTANTE DA FORÇA TAREFA DE CURITIBA DEVERIA SE JUNTAR EM APOIO

    1. AO PROJETO DE REFUNDAÇÃO DA REPÚBLICA COM OS INTERESSES PÚBLICOS RESPEITADOS. POR NUNCA TEREM SIDOS AMEAÇADOS TORNARAM O NOSSO PAÍS TÃO RICO EM TERRA ARRASADA PELA CORRUPÇÃO. ESTE MOMENTO É DE AVANÇAR E DESTRUIR ESSA ORGANIZAÇÃO CRIMINOSA INSTALADA NO CONGRESSO E SOMENTE COM UM GRUPO TÃO PREPARADO COMO VOCÊS TEREMOS COMO VENCER ESTA GUERRA. ENTÃO DOUTOR É COM MUITA ESPERANÇA QUE CONVOCAMOS O RESTANTE PARA SE JUNTAR A MORO E DALLAGNOL PARA QUE POSSAMOS TER UM BRASIL MAIS JUSTO PARA TODOS! 🇧🇷

  74. Perfeito. No alvo. Âncoras e comentaristas vivem embriagados e são apaixonados por políticos no pior sentido da palavra. Gabeira assumiu em um comentário que ainda não tinha ouvido a fala de Moro mas foi perguntado ao vivo na G News p âncora.

  75. Artigo perfeito. Expressa toda a minha alma! Parabéns. Contamos com você também na política. Precisamos de você na política. Obrigada.

Mais notícias
Assine 50% off
TOPO