Calote supremo

26.03.21

Em 2017, uma fundação de São Paulo chamada Fundac foi contratada por 16 milhões de reais pelo Supremo Tribunal Federal para tocar a operação da TV Justiça. Uma das atribuições da entidade era contratar funcionários para o canal. Acontece que, nos últimos meses, os contratados ficaram sem receber seus salários. Houve queixas internas, mas o atraso nos pagamentos prosseguiu – e sem que houvesse uma explicação plausível. Nesta quinta-feira, 25, horas depois de Crusoé indagar a Fundac e o próprio STF sobre o problema, os atrasados foram finalmente pagos aos funcionários. A fundação é conhecida no meio das TVs estatais. Antes de assumir a TV Justiça, ela trabalhou, por exemplo, para a TV da Assembleia Legislativa paulista. Mais recentemente, foi contratada pelo Senado por 13 milhões de reais para prestar serviços de comunicação. O histórico da Fundac não é dos melhores. Em um passado não muito distante, uma investigação sobre um contrato firmado pela fundação com a prefeitura de São Paulo apontou um prejuízo aos cofres públicos de 54 milhões de reais. Em outra frente, um levantamento sobre os caminhos do dinheiro que entrava nos cofres da entidade revelaram repasses a uma ONG enrolada em desvios. Os pagamentos do Supremo à Fundac estão em dia.

Bruno Stuckert/FolhapressBruno Stuckert/FolhapressO STF contratou a Fundac, está pagando em dia, mas a fundação atrasou o salário dos funcionários

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

Só R$ 1,90* no primeiro mês

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

*depois, 11 x R$ 14,90

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • A Coluna Exclusiva de Sergio Moro
  • Podcasts e Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Ruy Goiaba, Felipe Moura Brasil, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Podem continuar a pesquisa. Verão que seus proprietários tem certas ligações parentais com gente do poder judiciário. Na mosca.

    1. Licitações direcionadas. Simples assim. Corrupção a todo vapor.

  2. Coincidências não existem, o que existe é que corruptos e corruptores são os mesmos de sempre, no passado, no presente, e pelo visto no futuro

    1. Concordo, meu falecido avô dizia que mudam os porcos mas o cocho continua sempre o mesmo. Não importa a época, o partido ou a ideologia.

  3. Ditadores corruptos não ligam para anseios do povo, desde que possam contar com a resguarda das FFAA (ex.: China, Rússia, Venezuela). O que eles realmente temem: protestos do povo COM APOIO MILITAR! As FFAA devem garantir que a CF não seja aniquilada por corruptos no poder! Resta saber em que lado estão os Generais.

  4. A eliminação de Moro, como candidato para PR, é primordal para facilitar a candidatura do Lula. A CF está sendo aniquilada pelo STF. Obrigação das FFAA é defender os dreitos do povo e garantir a CF! Povo na rua, pedindo intervenção! Resta saber: de que lado estão os Generais?

  5. Tá bem visto que essa fundação é mais uma forma de desviar recursos públicos junto com agentes públicos. E assim continua a velha mamata.

Mais notícias
Assine 7 dias grátis
TOPO