Hélvio Romero/Estadão Conteúdo

Licença para o crime

A política armamentista do governo federal tem facilitado também a vida de bandidos, que já se aproveitam das medidas oficiais
19.02.21

É farto na literatura mundial o acervo de pesquisas e estudos acadêmicos que correlacionam a escalada da violência ao aumento do número de armas de fogo circulando em um determinado território. Em países marcados pela desigualdade social, como o Brasil, as consequências costumam ser ainda mais letais. Mesmo assim, segue ilesa dentro da ideologia bolsonarista a crença de que armar os “cidadãos de bem” é uma estratégia eficaz para enfrentar a criminalidade. O revólver virou símbolo de liberdade e o fuzil passou a escoltar o mantra da legítima defesa. Desde o início do mandato, o presidente Jair Bolsonaro tem se empenhado em alterar normas para facilitar o acesso da população a armas e munições e afrouxar a fiscalização da Polícia Federal e do Exército, a partir do lema “povo armado jamais será escravizado”. Os quatro últimos decretos editados pelo presidente há uma semana, para agradar sua ala mais fiel de apoiadores, elevaram o nível de alerta entre especialistas e autoridades em segurança pública quanto aos efeitos da política armamentista do governo. Ao dar mais poder de fogo aos CACs, acrônimo pelo qual são chamados os caçadores, atiradores e colecionadores de armas, Bolsonaro não só beneficia sua tropa aliada — incluindo parentes, como o leitor verá a seguir — como municia indiretamente violentas organizações criminosas, entre as quais as milícias e as facções que comandam o tráfico de drogas no país.

Em linhas gerais, os decretos presidenciais publicados em série na noite de sexta-feira, 12, véspera do Carnaval, aumentam a quantidade de armas que um cidadão comum pode comprar de quatro para seis — em 2019, o limite já havia subido de duas para quatro —, permitem o porte de até duas armas simultâneas por pessoa e autorizam os atiradores a adquirirem até 60 armas e 180 mil munições por ano sem necessidade de aprovação do Exército. Ainda excluem da lista de produtos controlados pela corporação projéteis com calibre de até 12,7 milímetros, usados em pistolas .50, carregadores, mira telescópica e — o mais preocupante — máquinas e prensas para recargas de munição de calibres permitidos e de uso restrito, capazes de produzir até mil balas por hora. Na quarta-feira, 17, o PSB entrou com uma ação de inconstitucionalidade no Supremo Tribunal Federal pedindo a suspensão dos quatro decretos das armas, que só entram em vigor em abril. O partido, de oposição a Bolsonaro, argumenta que as novas normas alteram a lei federal que instituiu o Estatuto do Desarmamento, em 2003 — o que só pode ser feito por meio de projeto de lei aprovado pelo Congresso — e favorecem a criação de “ligas de justiceiros”. O caso ainda será analisado pela corte. Em dezembro, a partir de um pedido semelhante, o ministro Edson Fachin já havia cassado a decisão do governo de zerar a alíquota do imposto sobre a importação de armas e pistolas.

Para especialistas ouvidos por Crusoé, os novos decretos de Bolsonaro vão alavancar ainda mais um fenômeno que já está ocorrendo hoje no país: o envolvimento de falsos CACs em grandes assaltos e no tráfico de entorpecentes. Na Polícia Civil de São Paulo, há uma investigação sigilosa em curso que apura o uso de armas e munições registradas em nome de laranjas por facções criminosas como o Primeiro Comando da Capital. Segundo um delegado que por anos atuou em operações policiais contra o PCC, a facilitação do acesso a armamentos permite que bandidos consigam munições de grosso calibre de forma legal — e de maneira mais segura e mais barata do que se estivessem contrabandeando de outros países, como o Paraguai, ou desviando dos próprios órgãos de segurança pública. “Agora, com esse decreto, eles vão poder fabricar a própria munição. E se a gente estourar uma fábrica dessas e o indivíduo mostrar que tem um certificado de atirador, com uma arma registrada, eu não tenho nem mais como prendê-lo. O pior é que essa munição caseira nem é rastreável. Isso dificulta muito o trabalho da polícia”, afirma o delegado, que pediu para não ser identificado. “O conjunto desses decretos incentiva a produção clandestina de munições e facilita a vida das organizações criminosos. Não vejo justificativa alguma para liberar o uso individual nessa proporção, e a falta de controle vai provocar consequências danosas”, diz o procurador Márcio Christino, que integrou a força-tarefa anti-PCC do Ministério Público paulista no início dos anos 2000.

Reprodução/YouTubeReprodução/YouTubeStand em clube de tiro: novas regras dificultarão o rastreamento de balas
Hoje, máquinas de recarga de munição são vendidas abertamente em páginas da internet ou em grupos fechados de CACs nas redes sociais por um preço médio de 3.500 reais. Já há também uma série de vídeos no YouTube ensinando como manuseá-las para fabricar um arsenal caseiro. O precedente aberto pelo governo federal com a eliminação do controle dessas máquinas pelo Exército não apenas coloca mais balas em circulação no país como dificulta a identificação de quem as dispara, o que nos casos de homicídios é de extrema gravidade. “O Brasil tem um sistema de rastreamento de munição da Polícia Federal em parceria com a CBC (a Companhia Brasileira de Cartuchos, maior fornecedora do país) que é um caso de sucesso, seguido por outros países. Com esse tipo de medida prevista no decreto ficará impossível de rastrear as munições. Dificulta todo o trabalho de perícia e investigação para identificar o criminoso. Vale lembrar que foi a partir da análise das cápsulas nas cenas do crime que a polícia chegou aos assassinos da juíza Patrícia Acioli (morta em 2011) e da vereadora Marielle Franco (em 2018)”, afirma o advogado Ivan Marques, membro do Fórum Brasileiro de Segurança Pública. Nos dois casos citados por ele, os lotes das munições haviam sido adquiridos pela própria polícia e os acusados eram policiais ou ex-policiais.

Para os especialistas, é “enganosa” a tese propagada pelo bolsonarismo de que um “cidadão de bem” armado tem mais chance de sobreviver a uma tentativa de homicídio ou inibir um assalto. Em 2017, 80% dos policiais assassinados no país morreram armados, em dias de folga. Outro ponto crucial é o fato de que o elemento determinante nas ações criminosas não é a arma em si, mas o fator surpresa sobre as vítimas nos chamados crimes de oportunidade, que são os assaltos na rua. Quando há alguma reação, alguém sai ferido ou morto. Um caso ocorrido com o próprio presidente Bolsonaro corrobora esse argumento. Em 1995, quando era deputado federal, ele foi vítima de um assalto no Rio. Estava armado, mas foi surpreendido pelos bandidos, que ainda acabaram lhe roubando uma pistola Glock .380. “Noventa e oito por cento da literatura disponível no mundo mostra que os efeitos do aumento da circulação de armas de fogo na sociedade são sempre os mesmos: mais crimes, mais suicídios, mais violência doméstica, crimes contra a mulher. Há uma série de efeitos cascata dessa política que estimula a compra de armas e o presidente da República é o principal garoto-propaganda dela”, afirma Marques. Para ele, a política armamentista explica a alta de 7% no número de assassinatos no Brasil no primeiro semestre de 2020, em comparação com o mesmo período do ano anterior.

Outra narrativa que os fatos desmentem é a de que liberar mais armas para os CACs significa armar os “cidadãos de bem”. Isso porque o oportunismo dos bandidos já os levou a se infiltrar entre atiradores nos clubes de tiro e a corromper agentes públicos para fraudar os certificados de registros, os CRs, emitidos pelo Exército, que permitem a um atirador transitar armado e adquirir munições legalmente. No fim de janeiro, uma operação coordenada pela Polícia Civil em Brasília prendeu nove pessoas — entre elas, três cabos do Exército — acusadas de facilitar os registros de CAC para quem não cumpria todos os requisitos legais. Segundo a investigação, a quadrilha cobrava até 3 mil reais de propina para lançar, no sistema que gerencia as licenças, dados e documentos falsos, como cópias de antecedentes criminais adulteradas. Até réus denunciados e sentenciados por roubo conseguiram a carteirinha de atirador subornando militares. “Ex-militares atuavam na condição de despachantes e utilizavam dessa influência nos servidores da ativa, através de pagamentos de vantagens indevidas, para o militar agilizar e fazer vista grossa para ausência dos requisitos legais”, diz o delegado Fernando Cocito, que apreendeu 70 armas cadastradas com o grupo, entre revólveres, pistolas, carabinas e fuzis. “No frigir dos ovos, o que aconteceu é que armas legais iam parar nas mãos de criminosos”, afirma.

Reprodução/YouTubeReprodução/YouTubeCertificado de registro de arma: investigações em Brasília e São Paulo mostram que bandidos já estão se aproveitando das novas regras
Em São Paulo, o Ministério Público Militar já denunciou nos últimos anos dezenas de instrutores de tiro, psicólogos e militares da ativa acusados de falsificar documentos para liberar os registros de CAC para quem já foi fichado na polícia. “Desde que começou o governo Bolsonaro, esses casos aumentaram exponencialmente”, afirma, sob reserva, um promotor da Justiça Militar. Esquemas como esses, já identificados em outros estados, como Rio de Janeiro e Tocantins, poderiam explicar como um homem chamado Levi Adriani Felício, preso em 2019 no Paraguai acusado de tráfico internacional de drogas, tinha um registro de CAC ativo no Brasil. Dados do Exército obtidos por Crusoé mostram que só nos dois primeiros anos do governo Bolsonaro foram emitidos 178,7 mil registros de CAC em todo o país, 66% a mais do que a soma dos quatro anos anteriores. Como consequência, o número de armas registradas pela corporação bateu novo recorde no ano passado, chegando a 137,8 mil, quase o dobro do que foi computado no ano anterior – 78,3 mil armas. Na Polícia Federal, que registra as armas de uso menos restrito, o salto entre 2019 e o ano passado foi ainda maior, de 91%, ou 179,7 mil armas novas.

Para que uma pessoa consiga tirar a carteirinha de CAC, ela precisa obrigatoriamente estar associada a um clube de tiro. Nos decretos da semana passada, Bolsonaro não apenas afrouxou — ou “desburocratizou”, como ele prefere dizer — o poder de fiscalização da PF e do Exército sobre os atiradores, como ampliou os poderes desses clubes, que experimentam um boom sem precedentes no país. Foram 523 unidades oficialmente abertas só nos últimos dois anos, como o do advogado Henrique Law, que já viajou na comitiva presidencial para a China em 2019 e é filho do notório empresário chinês Law Kin Chong, preso mais de uma vez apontado como o maior contrabandista do Brasil nos anos 2000.

Os clubes têm acesso irrestrito a munições, são os responsáveis por emitir o laudo que atesta a capacidade técnica de manuseio de arma pelos atiradores e a frequência mínima no estande para a renovação da carteirinha. Eles poderão, agora, ampliar seu leque de clientes com jovens a partir de 14 anos. As medidas não estimulam apenas um hobby do clã Bolsonaro — o presidente os filhos frequentam estandes de tiro —, como os próprios negócios da família. Em março do ano passado, um mês antes da célebre reunião ministerial em que Jair Bolsonaro elevou o tom para dizer que queria “todo mundo armado“, dois sobrinhos do presidente abriram um clube de tiro em Cajati, cidade de 28 mil habitantes que fica no Vale do Ribeira, onde moram três irmãos do presidente. Pelos registros na Junta Comercial, Orestes e Osvaldo Bolsonaro investiram juntamente com o pai 100 mil reais para montar um clube e um hotel no município. Cajati passará a receber uma leva de jovens interessados na carreira militar nos próximos meses, com a inauguração de um quartel de Tiro de Guerra pelo Exército na cidade. A clientela dos Bolsonaro deverá aumentar.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • A Coluna Exclusiva de Sergio Moro
  • Podcasts e Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Bbk ignóbil. Só pela primeira frase “É farto na literatura..” já mostra o tamanho da ignorância. Ignorância sobre HISTÓRIA e sobre a produção de “pesquisas” (esse tipo de assunto, eu provo qq coisa). Enfim, ou é um imbecil q se acha a vanguarda da inteligência ou é só um canastrão achando q engana. Depois não entendem a birra q temos contra a imprensa. Acorda mané: o mundo já viveu épocas q todos carregavam armas na cintura; era bem menos violento q hj. No mais, são “nada” as medidas do Bolso.

  2. Qta ideologia! Se “é farto na literatura mundial ... pesquisas e estudos.. q correlacionam... violência ao aumento do n⁰ de armas de fogo...”, o oposto é verdade também! Onde está esse fato? P/ fabricarem laranjas, armas e munições clandestinas, bandidos não pedem Decretos... Outro engodo da matéria é “ Outro pto crucial é o fato d q elemento determinante nas ações criminosas é o fator surpresa ...nos chamados crimes d oportun que são os assaltos na rua”. Porte significa arma em casa!!🙆🏻‍♂️🤦

    1. Errado: POSSE de arma é a permissão para adquirir uma arma de fogo, enquanto o PORTE é a autorização para andar ou utilizar o armamento.

  3. Lembro que os crimes aumentaram em 2020 devido à política judiciária de liberação em massa de criminosos. Aqui no RS foram soltos inclusive líderes de facções criminosas. Conheço centenas de CACs e não conheço nenhum envolvido com crime

  4. Não concordo com a reportagem. Sou CAC, comecei a atirar por causa do Serviço Militar Obrigatório, onde me apaixonei pelo esporte. A jornada para obtenção do CR é hercúlea, minha esposa está esperando há um ano. Obtenção de munições é muito difícil e cara e, mesmo no caso de munições recarregadas os insumos são fornecidos pela CBC. Quanto à corrupção para obtenção de falsas licenças, não vamos ser tolos e acreditar que esse é o único caso de corrupção no Brasil.

  5. Eu ia responder, mas me deu uma preguiça. Conversa com o Bene Barbosa. Fábio, a tua matéria tá completamente errada. Se vc queria criticar os decretos pelos motivos corretos tudo bem, porém já começa errada falando que a escalada da violência tá associada ao aumento de armas. Dos países mais armados do mundo estão EUA, Canadá, Suécia, Áustria, Noruega, Alemanha e até o Uruguai. Agora pesquisa aí qual desses países tem índice de homicídios pior que o do Brasil. Uma pena!

  6. Esse País é uma piada. Então significa que o bandido estava esperando a legalização para comprar munição. Partindo desse princípio não teremos mais bandidos, pelos quanto a ilicitude na compra de armas. Que liberemos tudo, inclusive às drogas. Tenho certeza que os índices criminais caíram, pelo menos em outros segmentos.

  7. A Crusoé virou um lixo de informação,voçês sabem da burocracia e custo de adquirir uma arma no Brasil legalmente ! contrabando de armas no país nunca parou impossível controlar desde o estatuto do desarmamento só fez aumentar todos os índices de criminalidade pelo menos aqui em Góias desde a gestão bolsonaro e do governo atual todos eles caíram será porque ?????

  8. Enquanto o país derrete com milhares de mortes, desemprego desenfreado e uma nova crise a cada dia, o presidente se preocupa em facilitar a aquisição de armas e munições, como se isso fosse melhorar a segurança do país.

  9. Infelizmente, um texto totalmente fantasioso. Bandido não precisa de CRAF p/possuir armas. Após o desarmamento da população em 2003, o que se viu foi um arsenal na mão do crime. Sem mais delongas, um dos mandamentos de Lênin diz justamente em desarmar a sociedade p/ não haver resistência quando o comunismo tomar o poder. Lamentável seu discurso alienado, polarizado. Sigo atento!

    1. Cara você não leu a reportagem! Se leu não quis entender.

  10. No entanto, a pior mentira é a de que organizações criminosas estão formando CASCs para comprar armas. Tenha santa paciência: um bandido vai passar por toda a rigorosa seleção, incluindo atestado de idoneidade, para pagar mais caro numa arma? Em que mundo você vive?

  11. Psicológicos. O que certamente foi mudado é que a certificação de habitualidade, que os clubes sao obrigados a mandar ao exército substituem a prova de proficiência em tiro PARA QUEM JÁ EH ATIRADOR. Ora, um CAC que treina regularmente no estande evidentemente não precisa pagar alguém para provar que sabe manusear armas...

  12. As pessoas que usam armas ,pode escrever são covardes,temos que usar novo voto para tudo isso que está acontecendo no Brasil,o Mandrião está deitando e rolando ,cadê os homens de bem e honestos do País,Rebele se

    1. Dona Maria, tá dando uma de Ivete Sangalo, rodeada de seguranças e dizendo que é contra as armas. Certamente a "Madame" mora num edifício onde tem porteiros, câmaras de segurança, alarmes, etc. mas é contra quem quer defender o seu patrimônio maior, que é o seu lar, a sua família. Os homens de bem querem armas para sua defesa própria e não para ataque pessoais ou praticar assaltos.

    2. Vece é medíocre e vive culpando o estado pela sua mediocridade esperando um salvador e não tem atitude para nada, cordeiros ao abate.

  13. Ha tempos que eu não lia tantas barbaridades e fake news em umã reportagem da Crusoe, revista que respeito (já não mais tanto) tanto é que assino. O autor deve ter fumado maconha estragada, ou então se serviu de um bocado de fake news que circulam na imprensa. Por exemplo: 6 armas é o que cada cidadão (sem ser CAC) historicamente podia possuir. Inclusive durante todo o governo ptista que o autor deve preferir! Nenhum decreto da ao clube de tiro a prerrogativa de autorizar ou substituir exames

    1. Traficante do PCC preso em flagrante com 20 mil papelotes de cocaína ficou apenas um dia preso. Acusado pela Polícia Civil e pelo Ministério Público de guardar 20 mil papelotes de cocaína em uma casa em Cotia (SP), Edson Maximiano de Lira, 45, o Max do PCC, foi preso em flagrante no último dia 11 de fevereiro por investigadores da Delegacia de Carapicuíba. No entanto, ele ficou apenas um dia preso.

    2. Marco Aurélio soltou comparsa de André do Rap antes do pacote anticrime... - Veja mais em https://noticias.uol.com.br/colunas/josmar-jozino/2020/10/13/bi-da-baixada-comparsa-de-andre-do-rap.htm?cmpid=copiaecola

  14. Bolsovid é um Vírus pior que o SARS!!! Se não cair de podre antes e chegar a 22, nosso voto será a única vacina contra este criminoso.

  15. Que vergonha!!!!! Que reportagem mentirosa!!!! Não sei se é desinformação ou má fé. Presume-se que para ser repórter da Crusoé não pode ser estúpido, então o que move a pessoa ou a revista a desinformar os leitores???? Bandido comprando arma em loja como CAC???? Bandido se fazendo de CAC? Isso é ridículo, é infantil!!! CAC precisa de certidões da justiça, espera no mínimo 6 meses para comprar e paga preço de loja. Bandido compra mais barato e recebe na hora a arma ilegal. Parem de ser ridículos!

    1. Bruno, Crusoé/Antagonista, que sentiram a vara da censura de Toffoli e STF em seus lombos, parecem padecer da Síndrome de Estocolmo. O cidadão que tira todas as Certidões para acessar o CAC, mas bandidos compram ou alugam armas nas Favelas onde Fachin proibiu incursões das Polícias. Protegidos por Fachin e outros habitantes do esgoto conhecido por STF, a Casa do Espanto, o comércio de drogas, armas, carros e tudo que é roubado corre solto. Será que Fachin e seus comparsas fazem isso de graça?

  16. Assinei essa revista pela autonomia e imparcialidade que, infelizmente, não vi nessa reportagem tendenciosa. Quais dados relacionam armas x mais crimes? Essa falácia é antiga. Ainda, os Decretos são para desburocratizar para esportistas do tiro. O porte continua quase impossível. Bandido compra armas e munição do exterior, não recarrega munição. Desvios de condutas de oficiais ou falsificadores são ínfimos e devem ser combatidos. CAC precisa de atestados, laudos etc...

  17. Uma boa reportagem deveria publicar os pontos de vista dos envolvidos no assunto. O PR foi eleito com essa pauta. O controle dos insumos como pólvora e espoletas continuam sendo prerrogativas exclusivas do EB. As mudanças vieram desburocratizar processos e tirar o excesso de carimbos bem como a presença dos barnabés na vida do cidadão de bem.

    1. Perfeito. Jornalistas esqueceram de conversar com Felipe Moura BR sobre estatísticas envolvendo armas de fogo, pois já o li e percebi conhecer sobre o assunto ou, então, leiam Bene Barbosa, John Lott Jr, dentre inúmeros outros.

  18. Apenas um dos muitos crimes do broncossauro cloroquildo!!!! Olha esse aí, gente!!!! 》》》》》》》》 https://www.em.com.br/app/noticia/nacional/2021/02/21/interna_nacional,1239431/exercito-e-ministerio-da-saude-gastaram-milhoes-para-distribuir-cloroquina.shtml?utm_source=onesignal&utm_medium=push

    1. O mundo inteiro preocupando-se com as populações, com a vacina e com a fome, e broncossauro só pensando em armas e em cuidar dos ""amiguinhos milicianos"" dos crápulas patetóides suas crias. Exatamente como os ditadorezinhos cruéis do tipo""maduros"" e congêneres. https://oglobo.globo.com/economia/sem-auxilio-emergencial-nova-pobreza-maior-medo-da-minha-vida-a-fome-24891545?utm_source=notificacao-geral&utm_medium=notificacao-browser&utm_campaign=O%20Globo

  19. Apenas um dos muitos crimes do broncossauro cloroquildo!!!! Olha esse aí, gente!!!! 》》》》》》》》 https://www.em.com.br/app/noticia/nacional/2021/02/21/interna_nacional,1239431/exercito-e-ministerio-da-saude-gastaram-milhoes-para-distribuir-cloroquina.shtml?utm_source=onesignal&utm_medium=push

    1. E essa obsessão por armas fora do contexto das Forças de Segurança regulares ou de raras situações específicas, como a do campo, é indício claro de problema fálico, com busca de fantasiosa compensação psicológica, pois não?!

    2. E essa obsessão por armas fora do contexto das Forças de Segurança regulares ou de raras situações específicas, como a do campo, é indício claro de problema fálico, com busca de fantasiosa compensação psicológica, pois não?!

  20. "Cidadão de bem" não precisa ser armado, precisa ter acesso aos serviços públicos garantidos pela Constituição Federal, quais sejam: saúde, educação e segurança.

    1. Kedma, o cidadão de bem está precisando é de liberdade para escolher o que ele quiser.

  21. Quanta bobagem escrita por alguém que nada entende do assunto. Faltou reportar quantas modalidades esportivas utilizam armas, nos jogos pan-americanos e olimpíadas. Quantas medalhas brasileiros já ganharam. De resto um monte de bobagens que o patrãozinho refugiado na Itália mandou vomitar de qualquer jeito. Em tempo a legislação de armas na Itália é muito mais liberal que a nossa viu Diogo ainda sem vacina.

  22. Se o clichê é para defesa pessoal, para que duas armas ? Para que 180 munições por ano e fabricação própria ? Por que armas automáticas e grande calibre ? Nos EUA as armas são liberadas, mas lá a pessoa e presa em 1ª instância se praticar crime. Aqui é impossível prever quando um criminoso será preso, ainda mais se tiver dinheiro e conhecimento na República. Quer usar a pecha da defesa pessoal, autorize no máximo um revólver 38, que causa menos estrago e trás a defesa pessoal requerida.

    1. Marcelo, você já ouviu aquele ditado: quem pode, pode, quem não pode, se sacode. Quem tem grana pra comprar duas armas, parabéns, quem quer comprar só uma, nada contra, quem não quer usar, fique a vontade, só vale ficar enchendo o saco de quem quer possuir uma arma.

  23. Tudo cheira muito mal! De cima a baixo! Mas o que fazer! A tempo o país fede e parece que o que tentava detetizar e espantar o fedor -lava -jato- teve seu jato interrompido!! Sobrou m .., por todo lado !

  24. Porque não posso ter uma arma? mas posso ser estuprada na minha casa, posso sofrer femicidio, um trombadinha pode matar por causa do meu celular, entretanto, posso fazer a minha defesa pessoal com uma arma, não estarei rezando para a polícia chegar a tempo, para fazer a minha defesa. Vou comprar uma arma, eu pago impostos, chega de mimi a favor da bandidagem, pois a cada dia estão se reproduzindo como ratos, não quero ser mais uma vítima esquecida e pelos familiares pedindo justiça ao estado.

    1. Jose, o Pingo logo será autuado pelo Ibama pelo crime de transporte de pinto morto.

    2. Toda mulher deveria ter uma arma de fogo. Apenas p ilustrar: se temos Corpo de Bombeiros, para que termos extintores de incêndio em casa? Significa dizer q a policia não está em todos lugares o tempo todo.

    3. Pinto, com certeza se tem um não é funcional e pede para ser as-saltado. Vc deve adorar ser as-saltado de 4, pilantra

    4. Pinto machista de carochinha, qual a sua raça bozista ou esquerdopata.

    5. Dificilmente você será estrupado. Inês é codinome de um homem. Quando for se passar por mulher, pelo menos preste atenção na construção das frases. Aqui não tem idiota. Se quer debater, tire a máscara e faça isso como homem.

    1. João, vide abaixo um dos motivos que faz as milícias agradecerem. - Marco Aurélio soltou comparsa de André do Rap antes do pacote anticrime... - Veja mais em https://noticias.uol.com.br/colunas/josmar-jozino/2020/10/13/bi-da-baixada-comparsa-de-andre-do-rap.htm?cmpid=copiaecola

    1. Se o porte era ilegal, então não era legal, notícia de onde Quando, ou fake da sua imaginação. Melhora o que vc inventa, aloorado

    2. Estes dias mesmo desbarataram um esquema de porte ilegal, perpetrado por militares. Esse decreto do Bolsonaro, se for levado adiante, tornará esse esquema corriqueiro no Brasil.

  25. Bandidos não se aproveitarão dos decretos pois tem que ter todo um fichamento, curso, psicotécnico, volúvel de tiro aonde se abrigam os CACs que não toleram criminalidade. Laranjas podres temos em todos os lugares - são excessões, não regra.

    1. Pinto mole vc não entende nada do assunto Se cale e vai pra esquina.

    2. Realmente só tem pessoa boa envolvida neste projeto, como um deputado do sul, denunciado por rachadinha e contratar predreiros para trabalhar na casa da sogra, como assessores. Esse tipo de gente, deve ser adequada para controlar o acesso de pessoas às armas. Essa gente, já externa, por práticas como a rachadinha, que isso tende a virar um negócio muito lucrativo. Deve ser por isso, que a familia do Bolsonaro, já está investindo nesse segmento.

  26. Os " especialistas" anônimos, esqueceram de aduzir que reduziram-se drasticamente latrocínios e roubos em residências e semaforos. Os invasores de terra voltaram para suas casas na cidade, não invadem nem saqueiam mais propriedades rurais. Roubos de insumos no campo também quase sumiram. Perguntem onde foram parar os lançadores portáteis de foguetes , suecos, apreendidos no Rio. Vendidos à Venezuela. As Farc são o maior fornecedor de armas do crime, depois o Paraguai.

    1. Imbecil, porte estendido e facilitação para CAC e compra com registro na polícia federal. Pelo jeito só entende de encher a boca de bosta

    2. O decreto que ainda não está valendo é milagroso. Consegue reduzir crimes no passado. Rssssssssssss.

    1. Bazuca e metralhadora antiaérea já são liberadas para o traficantes ,e as pessoas de bem vão poder ter um 32 em casa, desde que com a munição separada .que é para não dar tempo de reagir e ferir os direitos humanos dos assassinos....

  27. Primeiro, a matéria é mal construída e tendenciosa. Mostra a opinião de especialistas que apontam uma coisa na teoria, mas ignoram a verdade dos fatos: em 2019 houve um enorme aumento do registro de armas e uma diminuição sem precedentes no número de homicídios na gestão Moro. Não existe na FACTUALIDADE, causa e consequência entre as duas coisas, seja pra aumentar ou pra diminuir. A matéria também ignora que o estatuto do desarmamento ignorou a vontade (e voto) da população.

    1. Opinião pessoal é pra área dos colunistas e editorial, respeitem seus assinantes.

  28. Tadinho dos criminosos,antes com a lei do desarmamento eles só podiam usar fuzil ar15, AK40 , ponto 50, Bazuca etc. agora vão poder comprar revólver 38...

  29. Um país onde os radicalismos estão borbulhando, alimentados por analfabetos funcionais, ignorantes oportunistas, recalcados do subterrâneo, corruptos e bandidos dentro dos armários institucionais. Com a benção do presidente, agora estarão também armados e carregados de munição. Falta o quê mais para a Venezualizaçao do Brasil ?

    1. Bandido não precisa de lei para se armar. Já faz parte do seu dia a dia independentemente de lei. Regulamentação de CAC é de prerrogativa do exercito pela constituição.

  30. Em função de minha atividade ,quando na ativa ( sou aposentada há mais de 15 anos) tive autorização para porte e uso de arma . Jamais usei da prerrogativa . Não há justificativa plausível para facilitar e armar a população . A legislação existente já favorece os que delas “precisam” . Óbvio que os motivos do PR são outros ... Delirante , sonha seja levado pelas armas ao pódio de uma ditadura . Pior é que muitos o aplaudem e não veem hora disto acontecer ... democracia ? Pra que ?

    1. Elaine, quem tentou implantar a ditadura foi a esquerda, só que não encontrou respaldo. Exército foi sondado para decretar estado de defesa, diz general. Segundo o general Eduardo Villas Bôas, politicos de esquerda fizeram a consulta nos dias que antecederam o impeachment de Dilma Roussef... Leia mais em: https://veja.abril.com.br/brasil/exercito-foi-sondado-para-decretar-estado-de-defesa-diz-general/

    2. Na sua humilde opinião, centenas de milhares de cidadãos honestos e respeitador és da lei discordam.

  31. Minha opinião e a seguinte, se a justiça e a polícia do Brasil não estão conseguindo desarmar os bandidos, q seja permitido aos cidadãos de bem se armem, prefiro mil vezes morrer lutando do q morer acovardado com as mãos levantadas para um bandido, apoio a liberação geral de armas, dentro da lei e claro.

    1. Pingo, você gosta de ter liberdade? Então respeite a dos outros.

    2. Quanto ao meu negócio. Nao é loja de chocolates e nem rachadinha. É um negócio pequeno, porém suficiente para manter uma vida simples e ter liberdade. Liberdade e tempo livre para gastar, como por exemplo, comentando aqui na Cruzoé.

    3. O assaltante sempre vai contar com o fator surpresa. A classe média e alta que terão acesso às armas, moram em casas que costumam ser mais seguras. Se bandido(s) tentarem invadir, o morador com uma arma pode se defender. Ele está dentro da casa e o bandido tende a não saber da arquitetura da mesma. Mas o crime se ajusta. Mudará de invasão, para abordagens na chegada e saída. E pode ter o efeito contrário quanto a diminuição de violência está mesmo nesse aspectro. O bandido já mata direto.

    4. O risco de algo assim acontecer comigo e a minha família, é pequeno. Moro numa casa segura. Um amigo sofreu um assalto em casa, junto com a família. Deixaram o portão aberto e dois assaltantes entraram. A esposa e os dois filhos estavam no cômodo que os bandidos invadiram. Ela gritou e o meu amigo que estava escovando os dentes, correu na direção, levando um tiro no rosto. Ele sobreviveu. Se ele tivessse uma arma, teria corrido para onde ela estava, pego e usado? Qual desfecho teria?

    5. Você é um ex muita coisa pinto, Paulo, GALT ou qualquer outra mer..... Agora suspeitamos que seja um criminoso pelo discurso, fica com pena dos criminosos? Se entrarem na sua casa, matam e estupram sua família e não posso ter a chance de revidar??? Você parece um sindicalista de bandido.Quem disse que você é honesto, deve ser como se intitula pequeno empresário. De que?? Disque maconha ou compra mercadoria roubada???

    6. Que cidadãos de bem querem armas? Bolsonaristas são pessoas de bem? Você é uma pessoa de bem? Temos níveis alarmantes de homicídios, é verdade. Então armar a população é a solução. Vamos deixar de lado, que eu não sou Poliana, sei que o Bolsonaro quer armar os bolsonaristas e não a população. Dito isso, por que não duscutir no congresso, se são somente benefícios que teremos? Por que optar por decreto e não por lei?

    7. Que cidadãos de bem querem armas? Bolsonaristas são pessoas de bem? Você é uma pessoa de bem? Temos níveis alarmantes de homicídios, é verdade. Então armar a população é a solução. Vamos deixar de lado, que eu não sou Poliana, sei que o Bolsonaro quer armar os bolsonaristas e não a população. Dito isso, por que não duscutir no congresso, se são somente benefícios que teremos? Por que optar por decreto e não por lei?

    8. Certissimo Dentro de nossas propriedades nos somos a defesa contra os criminosos. Pelo menos temos o direito de ter armas, criminosos tem todos os demais e ONG s a seu favor.

  32. Sugestão de vocês criarem uma seção sobre os políticos comparando o discurso 🎤 antes da eleição 🗳 e na prática.

  33. O autor Fábio maqueia os dados e informações. Desconhe ou esquece quem foram os desamarmentistas aoongo da história Mundial. Preconceituoso evidentemente. Confunde conceitos para no marasmo tentar ganhar com argumentação falaciosa. Desafio que parti Ipe de um debate aberto com interlocutor que conheça de fato o assunto.

    1. Os javalis e javaporcos estão, sim, se espalhando pelo país, começaram pelo sul e já estão em Goiás e Minas Gerais. Algumas varas chegam a ter dezenas e dezenas de animais. Além de comerem filhotes de outros animais e destruírem nascentes, atacam as lavouras e cruzam com fêmeas de espécies nativas, gerando híbridos que substituem a espécie original, agravando seu risco de extinção. Procriam às dezenas. Tem de caçar sim, virou praga. E não é com arma pequena nem com um tiro só que se derruba.

    2. O predador natural desta espécie de javali é lobo cinzento. Mas de fato é o homem. Já teve reportagem na TV sobre às caçadas a esse animal com cachorros. Era um negócio. Cobravam para desocupados acompanharem na caçada. Deve ser uma espécie de terapia para seres selvagens. No final é isso, tudo é business.

    3. Inteligente PINTO molenga. Qual o predador do SUS CROFA que come filhotes de todos os animais silvestres e destrói nascentes???? Responda inteligente fantomatico

    4. Temos poucos predadores na nossa fauna. E eles não estão disseminados por todo o Brasil. Então uma arma seria suficiente para esse propósito. Todos sabem que o Bolsonaro quer armar os bolsonaristas. Então por isso quer esse aumento injustificável na quantidade de armas. Eu não acho razoável como tudo isso está sendo conduzido. Tenho pressionado o deputado em que votei para fazer algo. Deixar passar esse decreto, vai ser um passo a mais rumo à tirania.

    5. Temos poucos predadores na nossa fauna. E eles não estão disseminados por todo o Brasil. Então uma arma seria suficiente para esse propósito. Todos sabem que o Bolsonaro quer armar os bolsonaristas. Então por isso quer esse aumento injustificável na quantidade de armas. Eu não acho razoável como tudo isso está sendo conduzido. Tenho pressionado o deputado em que votei para fazer algo. Deixar passar esse decreto, vai ser um passo a mais rumo à tirania.

    6. Com relação aos colecionadores, eu acho q precisa ser ignorante para ser um colecionador de armas. Eu guardo minhas raquetes de tênis. Viajo no tempo quanto a evolução do material, desde às de madeira, que não usei jogando. Deixei muito suor nas quadras. Agora arma mata. Só um doente mental para ter isso como hobby. Com essa arma eu matei tal animal... Isso é bizarro. Não conheço nenhum colecionador de vírus fora dos laboratórios. Vírus podem matar. Armas matam. Colecionar é uma aberração.

    7. Caçadores são os licenciados pelo ibama e exército para controle de fauna exótica invasora, atualmente o SUS SCROFA, que agride meio ambiente ( nascentes e espécies) nativas, lavoura e já registrados ataques a humanos no Brasil alguns com morte. Oa animais adultos chegam a pesar mais de 200 kg, entre no portal do IBAMA e da ONU para maiores informações.

    8. Colecionadores também guardam história. Colecionadores gostam de armas, do trabalho realizado nelas, horas e horas de trabalho artesanal, precisa ter cultura para apreciar assim como arte. Se você acha arte teatro enfiando dedo no C.... Dos outros e afins, lamentavel. Colecionadores devem apresentar requisitos rígidos para o licenciamento e para a guarda e também são inspecionados de tempos em tempos, isto existe desde os anos 60 quando se restringiu o acesso à armas e com a publicação do R 105

    9. Quem terá acesso às armas no Brasil? Quem são esses colecionadores de armas? Qual é a graça em colecionar armas? Quem são os caçadores? O que eles caçam? Por que precisam de várias armas? É igual golfe, em que o tipo de tacada determina o taco, então dependendo da distância, animal ou seja lá o que for, precisa de uma arma específica? Me responda já qie defende a população armada. E também me responda como armar a população de forma universal, dando acesso às armas para todos?

  34. Matéria de esquerda total. Faltou só chamar instituto sou da paz. Foram ouvidos apenas especialistas contrários. Em qualquer iniciativa legal há criminosos que se aproveitam , até na vacinação. Vamos parar de Vacinar?todos os dias a PRF apreende armas e munições vindas de países vizinhos, acabamos com o turismo. E as pessoas honestas que seguem a lei devem ser prejudicadas pelas práticas de criminosos? Como se os morros tivesses se armado após esta lei

    1. Pobre Brasil! Vamos morrer todos, pois do jeito que os ânimos andam exaltados tudo será legítima defesa!

    2. Ex Paulo, ex GALT e outros aliases, você é burro ou mal intencionado?

    3. Se temos contrabando de armas, devemos combater isso. Agora, o que o contrabando de armas tem haver com armar a população? E como armar a população globalmente e não somente os bolsonaristas, que parece, estavam ávidos por este decreto?

  35. O que esperar de um governante néscio, que nega a pericilosidade de uma pandemia, que não se move para prover em menor tempo possível as condições de vacinação para sua população, mas a mãe dele foi e ele não abre a sua carteira de vacinação e não se consegue compreender as suas razões para tai atitudes. Agora com esta política estapafúrdia de facilitar o acesso às armas para a população, ele começa a estruturar uma plataforma que dará base ao crime organizado que dificilmente trá volta.Terrível

    1. Vc chegou no ponto. Quem pode pagar para ter arma. Então teremos uma luta de classes, os armados e os ñ armados, que serão os oprimidos no Brasil. Eu ñ quero ter arma e ñ acho sensato armar, em última análise, pois essa é a intenção, os bolsonaristas. Quanto à comentar. Tem esse espaço e eu comento. Eu pago pela revista. Procuro exercer nesse espaço o meu papel de cidadão com responsabilidade. Está incomodado. Vai chorar noutro lugar, ou fica quietinho nos meus comentários. Ñ aguenta bb leite.

    2. Pinto, se você é uma pessoa de bem e não quer ter arma o problema é seu, até porque você não é obrigado a comprá-las. Agora respeite os que querem ter e tem condições de pagar. Vacina da covid não é obrigatória, toma quem quer! Noto que o senhor comenta todos os comentários da revista, ou não tem nada o que fazer ou é financiado pela Crusoé! Fala sério!

    3. Como pessoas de bem estão se armando? O decreto ainda não está vigorando. Eu sou uma pessoa de bem, que convive com outras pessoas de bem. Sabe quantos tem ou tiveram armas. Os policiais amigos, familiares policiais, juízes, um ex-tenente da aeronáutica (que suicidou com um tiro na cabeça) e mais ninguém, que eu saiba. Pode ser que algum tenha e nunca externou. Não sou contra o desarmamento à priori. Sou contra facilitar o acesso às armas por decreto e não por lei discutida no congresso.

  36. Meu Deus so céu gente, desde quando criminoso compra arma legalizada? Poxa vida, a Cruzoé anda pegando pesado falando e fazendo jornalismo dessa maneira. Está se corrompendo como os outros meios de comunicação considerados lixo da desinformação, como folha de SP, etc. Já fazendo campanha para o Moro e seu amigo Luciano, que barbaridade!

    1. concordo com você Thiago, só bandido pé d chinelo pega armas legalizada.

    2. Os caras que mataram a juíza em Niterói foram descobertos pelo rastreamento das cápsulas. Os que mataram a vereadora Marielle também. Agora, abrindo a porteira como quer o Bolsonaro, ficará bem mais difícil chegar aos assassinos. Essa questão de facilitar o acesso às armas, precisa ser discutida e não imposta por decreto.

    3. Exatamente. Não uso armas, mas essa matéria é financiada pela esquerda. Só o bandido pode se armar? Desde quando bandidos compram armas legais? Por que não se fala em empregar esforços e energia para desarmar os bandidos, para isso não tem estudos nem estatísticas.

  37. Nossa incompetência em gerir a entrada de armas de fogo ou em gerir a fabricação de armas de fogo no país fica cada dia mais evidente! Não conseguimos controlar absolutamente nada porque somos uns trapalhões trambiqueiros! Os poucos meses de Moro como ministro provaram que é possível se houver seriedade, organização e comprometimento! Moro tem que voltar!!

  38. Há países mais liberais que o Brasil quanto às armas e que são mais seguros, e países tão ou mais restritivos que também são mais seguros. Será que essa relação é verdadeira? Ou talvez esses outros países sejam mais seguros por terem uma segurança pública que funciona melhor, independente de haver mais armas ou menos armas em circulação?

  39. Por que a CANALHADA não sai às ruas, não sobe nas favelas, nas "quebradas", e não desarma "à unha" os traficantes e milicianos? Resposta: porque são demagogos, cagões... batem só em gato morto...

  40. Deixem de ser ativistas, sejam jornalistas: quantos assassinatos ocorreram por armas de fogo registradas recentemente? O resto é esquedopatia idiota! Quem quiser andar armado, legalmente, devidamente treinado, que ande!

  41. 1.1- Esta intenção do Bolsonaro armar a população, vai gerar um ciclo vicioso no Brasil. A intenção dele é armar os malucos bolsonaristas, porém os outros também irão se armar, para se defenderem dos bolsonaristas. Arma terá que fazer parte da cesta q calcula a inflação, passará a ser item de primeira necessidade. Isso para quem tem dinheiro. Ocorrerá uma luta de classes, pois o pobre, mais preocupado em comer, não terá acessso às armas, correndo o risco de serem subjugados no processo.

    1. 1.2 - Então o projeto do Bolsonaro deve contemplar o pobre. 1 arma para cada cidadão, deve ser o lema. Já q temos uma merda de pastor no Ministério da Educação, deveria ter agora aula de tiro nas escolas. O EJA também deve ter essa disciplina, para q jovens e adultos também aprendam a atirar. Cesta básica de alimentos, deve ter uma quantidade de munição. Ou Bolsonaro só quer armar os bolsonaristas? Hoje se faz armas com impressora 3D. Será a guerra "quente" do Brasil: bolsonaristas×brasileiros.

    2. 1.2 - Então o projeto do Bolsonaro deve contemplar o pobre. 1 arma para cada cidadão, deve ser o lema. Já q temos uma merda de pastor no Ministério da Educação, deveria ter agora aula de tiro nas escolas. O EJA também deve ter essa disciplina, para q jovens e adultos também aprendam a atirar. Cesta básica de alimentos, deve ter uma quantidade de munição. Ou Bolsonaro só quer armar os bolsonaristas? Hoje se faz armas com impressora 3D. Será a guerra "quente" do Brasil: bolsonaristas×brasileiros.

    1. É obrigatório colocar o nome. Meu nome é Paulo. Agora me responda Alvaro, o machão. Sobrinhos do Bolsonaro aproveitam decreto do titio, para abrir negócio que será fomentado pelo decreto, isso é certo? Não é conflito de interesses? Para mim o Estado deve ter o monopólio da força. Quem serão armados no Brasil? O pobre terá acesso às armas? Isso é estratégia de tirano para subjugar o povo. Eu realmente sou certinho, sou um cidadão que não jogo papel no chão, civilizado. E você?

    2. Ô chapa, OTÁRIO e medroso, fica mais apropriado como adjetivos, a quem não tem c.u.l.h.ão, pra assumir seu próprio nome na autoria dos "coments". Quem se esconde num pseudônimo, merece os epítetos circunstanciais da adjetivação, e assume paspalhão, tua parvoíce. Kkkk é próprio dos caga.dos.. certinho? apscosta/df

    3. Fui lá na esquina e tinha uns caras aglomerados atrás de você. Resolvi nem chegar perto.

    4. Pingo, Botelho o Pinto sem dó. Aproveita a deixa e vai ver se eu estou lá na esquina. Otário. kkkkkkkkkkkkkkkkkk. kkkkkkkkkkkkkkkk

    5. Alvaro, masoquismo é ser roubado por 16 anos e ainda defender o ladrão. Aceita que dói, derrotado. kkkkkkkkkkkkkkkkk

    6. Vai chorar noutro lugar. A mesma ladainha de sempre cansa.

    7. Vai chorar noutro lugar. A mesma ladainha de sempre cansa.

    8. Isso é o que se pode denominar como "masoquismo superdimensionado": um indivíduo que convive com seus inimigos numa harmonia excludente. Ou seria o tal "complexo de Estocolmo" em que as vítimas se apaixonam pelos seus algozes? apscosta/df

  42. É por reportagens como essa que não irei mais renovar a revista. Já fazia muito tempo que não lia, a mais de um ano, como cancelei a renovação automática que vence só em outubro, entrei pra ver se meu acesso não havia sido cancelado, ao ver essa reportagem que é do meu interesse, pois sou atirador e faço parte de um clube de tiro, que descepção. Delegado sem nome, "especialista", relatos apenas de coisas erradas, ninguém é capaz de ver o quanto o tiro esportivo é saudável e benéfico.

    1. Assina a revista e fica se explicando, ninguém perguntou sobre a sanha de cancelamento da sua assinatura e, tampouco, sua opinião sobre a reportagem. Acabou o "terça livre lixo" daí tá sem o que fazer né?

  43. Que matéria mal feita. Mais armas = aumento da violência? Uruguai tem uma quantidade de armas maior que o Brasil (per capta) e menos burocracia e é muito mais seguro. Se quiser usar um país desigual de exemplo, use o Paraguai, com a população muito mais armada e atrás do Brasil nos rankings de assasinado e violência. Se for apontar os furos da matéria fico escrevendo aqui até amanhã.

    1. Eu perguntei. Escreve você, para eu chutar a sua bunda.

    2. Se tem estudos e argumentos sólidos, comprovando que armar a população é bom para a sociedade, por que então o Bolsonaro optou pelo decreto e não por uma lei que seja discutida pelo parlamento?

    3. É verdade! O texto coloca a corrupção dos agentes públicos como argumento para a venda de armas e munições. Está mais que comprovado que o Estatuto do Desarmamento só desarmou o cidadão.

  44. Os únicos argumentos aceitáveis nesse artigo são sobre a ligação da pobreza, da miséria à criminalidade, e o número excessivo de armas liberados para a venda. O restante é besteirol. Os EUA são o país mais armado e os crimes por arma de fogo estão bem aquém dos crimes no Brasil. E os criminosos de há muito estão tremendamente bem armados, muito melhor que a polícia e os militares. Até fabricam suas armas e sua munição. O desarmamento só serviu para disparar os crimes com armas de fogo.

    1. Você escreve bobagem e ataca que eu escrevo bobagem. Rsssssssss. A imbecil coloca o USA como exemplo. Eu discordo. Você que é mais imbecil que ela, coloca a questão do analfabetismo. Então o Brasil não pode ser armar, precisa primeiro combater o analfabetismo. Rssssss. Vocês são muito fracos. Rssssssss.

    2. Comparar EUA com Brasil. Você por acaso sabe qual é o índice de analfabetismo do Brasil em relação aos EUA? Vai estudar colega, para de falar bobagem.

    3. O Brasil, apesar de todos os problemas que tem, já importou uma praga dos USA, jovens armados invadindo escolas para matar. Tivemos isso em Mogi das Cruzes e o massacre de Realengo. A decisão do Bolsonaro deve ser derrubada. Precisamos discutir isso. O Brasil não vive ainda numa tirania.

    1. Eu acho exatamente o contrário. Vão economizar com o contrabando. É só saberem onde tem um bolsonarista zé ruela, ir lá, tomar a arma dele e ainda dar uns cascudos no merda. Será que essa demanda veio do crime organizado? Eles também votam.

  45. Gostaria de me manifestar a respeito, mas excedi as 500 palavras e acho que, frente à desinformação e parcialidade do artigo, precisaria de muito mais. Muito mesmo. De qualquer modo, sugiro ao autor que ouça a parte dos CAC’s, em especial de um atirador esportivo que ainda consiga manter serenidade frente à pecha de bandido que estão tentando lhe imputar. De qualquer modo:(1) toda e qualquer compra de arma para CAC’s precisa de autorização do Exército.; (2) não sei para quê alguém teria 60 armas

    1. 60 ou mais armas são para os colecionadores. Não creio que o decreto libere para qualquer cidadão

  46. Sugiro que Crusoé entreviste, já em sua próxima edição, o Benê Barbosa ou o Fabrício Rebelo, para contrabalancear o lamentável fiasco jornalístico que é esta matéria. O Sr. Fábio Leite parece ter se dedicado a escolher a dedo "especialistas" e estatísticas duvidosas para confirmar a sua crença preexistente de que o aumento do número de armas nas mãos de cidadãos causa aumento correspondente na criminalidade. Lamentável, Crusoé. Lamentável.

    1. Você é um leitor. Tem todo o direito de manter crenças e opiniões a priori. E está sendo honesto e transparente sobre isso. Já o Fábio Leite é um jornalista, que me parece estar mascarando sua própria crença prévia sob uma aura de pretenso consenso entre "especialistas". Isso é mau jornalismo.

    2. Alexandre, coloca aqui os trechos do livro que contribuíram para você formar opinião à favor de armar a população. Eu não tenho tempo para ler um livro desses. Convivo com pessoas riquíssimas e pessoas paupérrimas, sendo que às paupérrimas não é uma relação de poder. Eu não sou contra armar a população à priori. Eu sou totalmente contra, o Bolsonaro querer armar os bolsonaristas por decreto. Eu consigo abstrair onde isso vai acabar.

    3. Alexandre, coloca aqui os trechos do livro que contribuíram para você formar opinião à favor de armar a população. Eu não tenho tempo para ler um livro desses. Convivo com pessoas riquíssimas e pessoas paupérrimas, sendo que às paupérrimas não é uma relação de poder. Eu não sou contra armar a população à priori. Eu sou totalmente contra, o Bolsonaro querer armar os bolsonaristas por decreto. Eu consigo abstrair onde isso vai acabar.

    4. Este livro também é um bom contraponto às matéria tendenciosa da Crusoé: https://www.amazon.com.br/Gravest-Extreme-Firearm-Personal-Protection/dp/0936279001

    5. Opa! Boa ideia! Vou acompanhar o "debate" de camarote. Sugiro começarmos com uma revisão de 41 estudos: https://www.sciencedirect.com/science/article/abs/pii/S004723521400107X

    6. Já que você conhece outros estudos, coloca aqui para debatermos. O espaço é generoso para esse propósito. A intenção do Bolsonaro é armar os bolsonaristas. Vai criar facilidades para isso. Está na cara.

    7. Já que você conhece outros estudos, coloca aqui para debatermos. O espaço é generoso para esse propósito. A intenção do Bolsonaro é armar os bolsonaristas. Vai criar facilidades para isso. Está na cara.

  47. Será que todo cidadão que obtiver armas terá o treinamento, experiência para enfrentar um assaltante, que faz disto sua profissão?

    1. O que precisa ser levado conta nessa questão é quem se beneficia com isso. O Crime passa a ter mais uma fonte de armas. Uma horda de corruptos, empresários e oportunistas se beneficiam, vendendo licenças, clubes de tiro, matéria prima para munição, etc. O bandido se arma, o “cidadão de bem” se acha mocinho tem que se armar também. Ambos morrem no final do filme. Quem ganha é a galera da NRA, os que estão na folha deles(Bancada da Bala, Bozo, etc), os donos da CBC, e seus compatriotas.

    2. Não recebi o auxílio emergencial. E faço parte da população que pode comprar arma. Mas esse é o ponto. Se é para armar a população, que se arme todos. Dê acesso a todo mundo. Se esse decreto passar, eu vou comprar quantas armas puder. E vou incentivar todos ao meu redor a se armarem. Será uma nova Guerra Fria. Bolsonaristas se armando de um lado, brasileiros se armando do outro. Quanto mais os bolsonaristas se armarem, mais os brasileiros devem se armar. Vamos ver onde isso vai acabar.

    3. Pingo, entendo a sua revolta, realmente o auxilio emergencial que você está recebendo não lhe permite comprar uma arma desse valor.

    4. Está vendo. História para boi dormir. Com qual mão a sua mãe atira? Quantas balas tinha na arma? Ela enxergou os bandidos à direita ou esquerda? Sua mãe então mira na bunda? E se o assaltante estiver de frente? Uma mulher de 70 anos armada e dois bandidos sabendo disso. Arma custa dinheiro. Um Taurus 38, por volta de R$ 4000,00. Não seria um incentivo para os bandidos voltarem e pegar a sua mãezinha velhinha desprevenida? Vai procurar o que fazer e não enche o meu saco.

    5. Pingo, só sei que era um revolver taurus .38spl, conhecido como canela seca, com a mira limada para facilitar a entrada na bunda de idiotas iguais a você.

    6. História para boi dormir. Quando os dois assaltantes viram que ela estava armada foram embora. Essa é boa. Como ela sabe que eles viram a arma? Que arma era? Quantas balas ela tinha? A que distância dela eles estavam? Coloca aqui para eu chutar a sua bunda com às incongruências. Esses bolsonaristas contam historinhas que não param em pé.

    7. Magofer, que bom que sua mãe conseguiu se defender. Nesses casos em que a pessoa tem tempo de agir e reagir, na dúvida é melhor mesmo ter. Pena que normalmente não é o que acontece. Arma é algo que tem de ficar muito bem trancado por causa de crianças, visitas, etc. Salvo exceções como a de sua mãe, até o dono da arma conseguir chegar nela, o ladrão já o rendeu e ainda vai levar a arma dele embora.

    8. Robinson, minha mãe, viúva, tinha uns 70 anos de idade e morava num sitio, e numa noite 02 meliantes invadiram o local para roubar, tentaram arrombar a porta da cozinha, sorte dela que tinha um revolver, quando eles viram pelo reflexo da luz que ela estava armada, foram embora. Se não tivesse a arma, teria sido estuprada e morta. Na dúvida é melhor ter.

    1. Angela, comentário típico de uma petista acéfala com visíveis sintomas de abstinência de mortadela.

    2. Sem experiência com armas de fogo você jamais poderá ter acesso a elas.

  48. Parece que estou lendo matéria das revistas Folha, Uol, Globo... Infelizmente. O autor da matéria expõe o seu ponto de vista baseado em números e indicadores inexistentes. Apenas um dado verdadeiro demonstra justamente o contrário, que o Brasil teve a maior queda do número de homicídios nos dois últimos anos, logo no período que mais se comprou arma legalizada. Ou seja, maior número de armas não está relacionado a maior número de mortes. Ou o autor mente ou diz coisas que não sabe a fundo.

    1. Você é um estúpido e sua racionalidade deve ser a de um gafanhoto. Coloca aqui os seus números e a correlação que você traça entre as duas coisas: mais armas-menos homicídios.

    2. Quem deu informações para esse artigo desconhece tudo sobre armas de fogo, sobre fabricação caseira de munições, e até de armas de fogo. E inacreditável afirmar que povos mais armados cometem mais crimes. Essa frase está totalmente fora da realidade dos países com a população mais armada. E a liberação da venda de armas jamais vai dar aos criminosos mais acesso as armas, porque eles têm um excelente arsenal. A arma não torna ninguém criminoso.

    3. A matéria é muito ruim, expõe o ponto de vista do autor sem apresentar o outro lado da história. A quase totalidade de CAC's é composta de cidadãos de bem, de médicos, juízes, promotores, advogados, delegados, empresários, pessoas comuns e pais de família apaixonados por armas, pelo esporte, que utilizam a arma como hobby. Pode ter exceções? Claro! Temos pessoas ruins na política, no judiciário, na própria Igreja... Matéria péssima, não está no nível da Crusoé.

    4. Recarga de munição sempre existiu, nada mudou quanto a isso. Os insumos para recarregar sempre foram e continuam sendo controlados. Não houve nenhuma mudança quanto a isso. Diferentemente da matéria, que repito, usa de mentiras, antigamente o cidadão estava autorizado a ter até 6 armas de fogo (e não 2 apenas), depois reduziu para 4, agora está voltando para 6.

  49. Seria oportuno ao autor da matéria ler a excelente obra sobre o tema "Mentiram para mim sobre o desarmamento!", de Benê Barbosa. Armas não servem apenas para matar, têm um poder dissuasivo importante, que frequentemente é ignorado. Ademais, pesquisas sérias constatam que países com menos restrições ao acesso às armas são mais seguros.

    1. Quais países? Faça uma análise aqui para debatermos. Colocar coisas em abstrato e não colocar nada, é a mesma coisa. Seja específico.

    2. Seria oportuno a CRUSOÉ, como boa fonte de informação ao cidadão, fazer uma matéria com o próprio Benê Barbosa, mostrando a outra face do assunto, e não esse baseado em números e indicadores não existentes.

  50. Bandidos estão preocupados com decreto do presidente?! 😂😂😂 Só rindo. Eles já produzem até armamentos em oficinas. Acho sem fundamento a justificativa de que o decreto favorece o crime. Não gosto de armas, não aprovo o descontrole, mas que favoreça a bandidos e que ter arma implica, necessariamente, em aumento da violência, é prejulgar, mesmo que tenhamos muitos casos, que certamente não espelhará a maioria.

    1. Excelente seu ponto de vista. Sensato. Parabéns!!!

  51. Essa reportagem ta no nível de folhetim de diretório acadêmico. Dados soltos para dar credibilidade a narrativa. Temos ainda um "estudos provam", quais estudos? E os estudos que apontam o contrario, não foram lidos?

  52. Caro Fábio Leite, Estava até tentando ler sua matéria, um pouco difícil pq logo no início ja percebi q vc não domina o assunto q está tentando escrever. Quando você se referiu a muniçao chamando de " bala ", aí não deu mais. Vai estudar um pouco mais sobre o assunto e tenta novamente!

  53. BOLSONARO “PERSONALIDADE em CORRUPÇÃO e CRIME ORGANIZADO do Ano!” FAMÍLIA BOLSONARO promoveu retrocessos na luta contra a CORRUPÇÃO que nem mesmo Dilma e Temer ousaram! Em 2022 SÉRGIO MORO “PRESIDENTE LAVA JATO PURO SANGUE!” Triunfaremos! Sir Claiton

    1. Claiton é robô. Tá sempre postando a mesma mensagem em matérias que não têm nada a ver com o assunto que prega.

    2. Claiton, acho que você está falando do Lula, não? Ou será devaneio ?

  54. Fábio Leite, sugiro que você destrua todas as facas da sua casa, afinal tem havido muitos assassinatos por armas brancas. Ah, só lembrando, se você guardar alguma faca, estilete, canivete... na sua casa, você está incentivando o crime ? Canalhada Crusoe. Essa reportagem é uma prova de ignorância. Procura saber o que um cidadão precisa comprovar, pra ter uma arma de fogo tá...

  55. Nos EUA, quando o presidente emite um decreto inconstitucional, qual juiz federal pode revogá-lo, e isso normalmente é feito no mesmo dia.

  56. Depois do arraso econômico e político causadi pelo PT vem a cultura do atraso liderada pelo pilantra imbecil. Já era. Fundo do poço.

  57. Só ouviu uma linha de "especialistas", dando uma falsa impressão de unanimidade em um dos temas que é dos mais controversos, inclusive no meio acadêmico. Nem mesmo a correlação entre o número de armas e a incidência de crimes em uma dada sociedade é ponto pacífico, quanto mais a causalidade que o jornalista pretende apresentar como incontestável. Matéria fraca. Muito fraca.

    1. Matéria para se debater. Armar a população tem que ser discutida pelo Congresso e não decretada por um presidente. Ainda não vivemos uma tirania.

Mais notícias
Assine 7 dias grátis
TOPO