LeandroNarloch

Ideias proibidas do século 21

07.08.20

Cada época tem seus valores sagrados, ideias profanas que motivam apedrejamento e ostracismo de quem ousa defendê-las. Nossa época não é diferente. Palavras e números bem distantes do preconceito, e com bom potencial para explicar problemas sociais, estão enfurecendo minorias identitárias. Coisas que antes pareciam óbvias hoje viraram tabus. Passei as últimas semanas montando aulas de um curso só sobre essas verdades proibidas do século 21. Eis algumas delas:

1. É mentira que as mulheres ganham 20% menos que os homens para o mesmo trabalho. Se fosse assim, as empresas só contratariam mulheres. O dado do IBGE se refere à média de salários de todos os homens e mulheres do país.

2. A cada cem negros americanos assassinados, 89 são mortos por outros negros, conforme dados do FBI de 2017 sobre homicídios esclarecidos. A cada cem vítimas brancas, 80 são mortas por outros brancos.

3. “Homem” e “mulher“ não são construções sociais: são categorias biológicas reais. Mais de 99% das pessoas identificam seu gênero com o sexo de nascimento.

4. O fim do racismo, que obviamente seria uma excelente notícia, não é necessário nem suficiente para a ascensão social. Como conta o economista negro Walter Williams, imigrantes judeus, japoneses, sikhs, irlandeses e diversos outros povos que ainda sofrem preconceito estão hoje mais ricos que a média de seus países.

5. Existe uma natureza humana: nosso comportamento é influenciado por tendências evolutivas. Homens e mulheres são por natureza diferentes. Eles são mais violentos e competitivos; elas em média são mais empáticas e com maior aversão ao risco.

6. Por causa dessas diferenças evolutivas, homens participam mais de ambientes onde o vencedor leva tudo – como a política e o mercado financeiro. E são a maioria dos criminosos, presos, viciados em jogo e das vítimas de acidentes.

7. Em diversas cidades, protestos do Black Lives Matter diminuíram o policiamento em bairros negros, o que aumentou a taxa de homicídio nessas regiões. O fenômeno é conhecido por “efeito Ferguson”.

8. Diversos gays exerceram, sim, uma opção sexual. Como diz Masha Gessen, ativista trans e jornalista da New Yorker, a ideia de que gays não escolheram ser assim teve um efeito positivo ao ajudar a garantir direitos a eles. “Mas não corresponde à experiência de todas as pessoas com a sexualidade”, diz.

9. Nem toda a má situação de grupos marginalizados pode ser explicada pela discriminação. Como defende o economista negro Thomas Sowell, famílias desestruturadas, sem livros em casa e com pais alcoólatras são fortes determinantes da pobreza dos filhos.

10. Embalagens de plástico causam um problema grave de lixo, mas são mais sustentáveis que as de papel. A produção de papel ocupa áreas nativas para plantio de madeira, causa mais acidificação das águas, consumo de energia e emissão de gases do efeito estufa. As embalagens de papel são mais pesadas, exigindo mais caminhões (e emissão de carbono) no transporte aos consumidores.

11. Negros americanos, que são 13% da população, mataram 576 brancos em 2017, de acordo com o FBI. Já os brancos (70% dos habitantes) mataram 264 negros. A maior criminalidade dos negros hoje é uma questão social, não genética. No século 19, a taxa de criminalidade era similar nos dois grupos; a diferença tomou força no século 20.

12. Escolhas femininas ajudam a explicar por que há poucas mulheres na cúpula de grandes empresas. Depois de atingir um certo nível da carreira e patrimônio, cerca de 60% das mulheres se dão ao direito de escolher trabalhos menos estressantes, com menor carga horária e mais possibilidade de acompanhar o crescimento dos filhos. É o que diz a “Teoria da Preferência” formulada pela socióloga Catherine Hakim.

13. O PT orquestrou o maior esquema de corrupção da história do Brasil. Sempre é bom lembrar.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • A Coluna Exclusiva de Sergio Moro
  • Podcasts e Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Maquiavel já ensinava "dividir para governar". Segundo eu entendo, todas estas falácias foram criadas por governantes populistas, para dividir as pessoas, criando conflitos entre elas. Enquanto isso, podem praticar os seus malfeitos.

  2. Muito interessante essa "Teoria da preferência"! Eu não conhecia, mas estou fazendo exatamente o que você descreveu, kkk, e faz todo sentido! Poucas mulheres escolhem dedicar-se de corpo e alma somente à profissão pela vida inteira!

  3. Sensacional!!!!!! Li vários livros do Sowell e o do Frank Furedi ( What"s happenned to The university) e me pergunto: por que será que esses autores não estão nas salas de aula de nossas universidades?

  4. Ai, Deus... Mantenha-se na análise superficial das coisas, que tudo faz sentido! Esqueceu de exaltar a vacina russa, colega...

  5. A propósito do item 1, e suplementando o comentário, desde 1943 com a CLT e a Justiça do Trabalho, para trabalho igual, salário igual. Desde então, inexistem condenações por discriminação profissional pelo sexo, cor, religião, etc. Quando há alguma, decorre de interpretação errônea de tempo de serviço ou das condições de trabalho.

  6. Não vou dizer que concordo 100%, mas por uma questão de dados técnicos (como no caso do plástico - estudo de impacto controverso) mas que vc fala muita coisa que faz sentido pra mim, isso com toda certeza! O problema é soltar essas ideias no "mundo real" e estar preparado pra manada de elefantes que virá pisotear sua cabeça... às vezes me calo por isso... Narloch, tô contigo!

    1. Não aprendemos mesmo: é evolução sair de um sindicalista preguiçoso 171 travestido de pai dos pobres pra um miliciano?... a confirmar

  7. Como é tranquilizador ainda ter alguém que se dá ao trabalho de montar aulas com algumas verdades proibidas no século 21. PARABÉNS!!!

  8. No item 13, foram 13 anos de PT. Bolsonaro em 1 ano e meio já engatilhou um montante de corrupção que até 2022 pode chegar à metade do PT em 13 anos.

  9. Se tantos fatos contradizem as proposições dominantes do conjunto de crenças ideológicas progressistas é foram colhidos por pesquisadores homens brancos ocidentais, dirão. Objetividade científica só para impor isolamento social na pandemia.

  10. Leandro, tome cuidado, pois com a virada ideológica da linha editorial - pró Globo/ establishment - da Cruzoé/Antagonista, sua cabeça pode rolar, mas nós temos que levar adiante sua cruzada contra a destruição do valores morais da cultura ocidental, seja aqui ou qualquer outro veículo de comunicação que preze a honestidade como paradigma fundamental da notícia.

  11. O politicamente correto é o filho bastardo do comunismo que, ao ver que a luta armada para tomada do poder naufragou em muitos países, tenta contra atacar e dilapidar os valores da cultura ocidental no estilo mais puro da ideologia gramsciana. Temos que reagir e liquidar essa autêntica besta do apocalipse destruindo os valores da civilização ocidental.

  12. 14. Ao sabotar a Operação Lavajato, Bolsonaro cometeu "estelionato eleitoral". (E tem muito "cego" que não consegue (ou não quer) ver.)

  13. Boa tarde, obrigado pelo artigo bastante interessante. Muito importante expor fatos subjacentes ao debate público. Sem nenhuma desconfiança dos fatos apresentados, sugiro incluir as referências completas: fonte e, quando necessário, a linha em que o texto aparece ou o minuto do vídeo em que o tema é apresentado.

  14. Sobre o item 4: verdadeiríssimo. Moro no Paraná e aqui temos um grande número de pobres brancos e brancos pobres. Além das famílias desestruturadas que você cita mais adiante, vejo também a falta de acesso a uma educação de qualidade como fator de dificuldade de ascensão social e progresso econômico.

  15. Caro Leandro Parabéns, seu texto é objetivo, claro e de fato, esclarece as verdades que a maioria não sabe ou não quer ver. Adoro seus textos, são o máximo!!!!

  16. Parece que não existem mais verdades, e sim politização e consequente polarização de todos e quaisquer temas.... excelente tecto.

  17. Faltou falar sobre o aquecimento global e as controvérsias sobre ser o homem o seu grande causador. Pra contrapor o senso comum, sugestão de nomes como Luis Carlos Molion e Ricardo Felício.

  18. Perfeito Narloch! Vou guardar esse texto pra sempre! Destaco o item 4. Vejam se ha quebra quebra por aí com a palavra de ordem "Jude lives matter". Os caras são perseguidos há MILENIOS, mas trabalham se esforçam, perseveram e prosperam.

  19. oh Deus! alguém finalmente falou a verdade nesses assuntos tão ridiculamente "correto". Parabéns. A verdade é sempre verdade, não importa quanto tentem desacredita-lá, principalmente o último item.

    1. Lixo por que? Qual parte voce "não gostou"? quais fatos voce apresenta para rebater? Sabe por que voce acha que é um lixo? Por que o item 13 te deixou magoadinho.

  20. Mas vá o sujeito iniciar uma argumentação sobre qualquer um desses temas! No mínimo vai ser massacrado verbalmente. E o triste é que essas teorias sem embasamento logico/estatístico são criadas nos ambientes que, a princípio, são os mais importantes para o desenvolvimento e propagação de ideias que permitissem o combate às reais causas dessas mazelas: universidades e redações da imprensa.

  21. O que afirma sobre as embalagens de papel é uma bobagem colossal. Esse, sem dúvida, é o pior comentarista que já passou na Crusoé. Já nem o lia mais. Dei uma chance, hoje, e já me arrependi. Beira o ridículo de tão pretensioso. Isso quando não está, pura e simplesmente, tentando passar pano para os extremismos de direita mais rasteiros. Consegue até ser pior do que a péssima Ana Paula que o antecedeu.

    1. E tu jumento, és um caso perdido.. vai pro divã do psicanalista e tenta te curar.. cara-pau

    2. Eu me impressiono com pessoas que não têm o mínimo de sensibilidade para enxergar um palmo à frente do nariz e entender os verdadeiros problemas da humanidade; passam a discutir uma vírgula mal colocada e tentam demostrar alguma cultura e inteligência com picuinhas sem conteúdo e que não levam a nada. Gostaria de acrescentar ao Leandro que a sub -ou pseudo - cultura é também um dos flagelos presentes na sociedade.

    3. Renato, a ideia pode ser discutida, sem duvida. Mas o real problema não foi colocado: o consumo exagerado de embalagens de qualquer tipo. Levo caixas plásticas para o supermercado. Tudo o que é possível não ser colocado em sacolas plasticas eu coloco. Pouquíssimas pesoas5fazem isso, uma coisa óbvia para quem tem mais de 60 anos, o o eu, quando não existiam sacolas plasticas e as de papel eram caras e as compras tinham que ser levadas "no braco".

  22. UAAAAAAAAAUUUUUUU! Como dizia Carlos Imperial: "10, nota 10". Excelente artigo. Parabéns! Fechamento com chave de diamante! A única crítica: onde posso copiar, respeitando a sua autoria, para colocar nas outras redes?

  23. Cancelei minha assinatura por conta de uma sucessão de matérias nojentas. Leandro e Mário fazem essa minha escolha balançar.

    1. Verdade, atualmente pulo duas matérias, mas ainda tem colunas que fazem pensar em renovar.

  24. Quando eu leio o Narlock eu me lembro que sou de conservador, liberal. Um típico centro direita, tolerante e amante da democracia. Obrigado! Nada tenho a ver com esses loucos que se apossaram do governo dizendo-se conservadores liberais, mas não passam de populistas de extrema direita.

  25. O miquinho do gado faz sua gracinha, num artigo cheio de "há pessoas, há cidades, há casos" e foi celebrado pelos devotos da mentira. Volte daqui a 15 dias pra agradar os MAVs que usam dinheiro público pra pagar as assinaturas e fazem a alegria dos "impolutos" Mário e Diogo

    1. Argumento mesmo contra a matéria você não apresenta, não é? Só resmungo vazio de quem não tem como contra-argumentar. Você é um poço de ódio, parece estar se roendo por dentro de tanta raiva. Vá se tratar, caramba.

  26. Sensacional, fantástico, racional, excelente. Leandro Narloch é a primeira coluna que leio na CRUSOÈ pela sua capacidade de escrever com racionalidade e fora do senso comum vitimista e ideológico, sem falar de burro, que impera no debate político hoje. Parabéns sou seu fã de carteirinha. Vou copiar esse texto para guardar.

    1. Assino embaixo tudo o que você escreveu, Geraldo. Só gostaria de acrescentar que os livros do Leandro Narloch também são tudo isso e muito mais: " Guia do Politicamente Incorreto".

  27. cara, vou dizer a verdade, vc se queima por que diz a verdade!! infelizmente essa era e ditada pelo "faça parecer facil pra ser entendido pela massa"! nao diga oque seja politicamente incorreto!! vai levar mais paulada! quer ver!!

  28. Leandro, a cada artigo seu que leio, tenho a certeza que temos que fazer uma grande cruzada para acabar com o politicamente correto. Repito o velho bordão - ou acabamos com o politicamente corretoou ele destroi a civilização.

  29. A direita errou com Trump, Republicanos, Bolsonaro, Guedes, militares e praticamente todos os Ministros desse governo. Vocês não têm idéia do que estão falando, mas às vezes, assim como a esquerda, acertam.

Mais notícias
Assine 7 dias grátis
TOPO