Reprodução/redes sociaisLuís Gustavo Botto Maia com Flávio Bolsonaro: proximidade perigosa

Botto, o elo

Um jovem advogado que sucedeu Queiroz como escudeiro de Flávio Bolsonaro aproxima ainda mais o clã presidencial da operação para esconder o operador
26.06.20

A ação policial que levou à prisão de Fabrício Queiroz descortinou o papel de um dos advogados do senador Flávio Bolsonaro que, até então, passava longe dos holofotes. Responsável pelas contas de campanha do filho 01 do presidente Jair Bolsonaro, Luís Gustavo Botto Maia, de 32 anos, exerceu uma função que vai muito além da burocracia das expensas eleitorais. De acordo com o Ministério Público do Rio, Botto não só tinha pleno conhecimento do plano para esconder Fabrício Queiroz como era um dos pontos de contato do grupo ligado a Flávio Bolsonaro com o miliciano Adriano da Nóbrega, morto em fevereiro em confronto com a polícia na Bahia.

“Ele extrapolou todos os limites do exercício da advocacia e passou a atuar de forma criminosa”, escreveram os promotores na peça que levou à deflagração da operação que prendeu Queiroz e fez busca e apreensão no endereço de Botto. Como, em outra ponta, o jovem advogado também agiu para tentar ludibriar a Justiça no esquema de “rachid”  da dupla Flávio e Queiroz, destruindo e ocultando provas, ele é tido pelo Ministério Público como uma espécie de elo entre várias atividades ilegais daquilo que os promotores chamam de “organização criminosa” supostamente comandada pelo filho do presidente.

De acordo com o MP, o advogado teria orientado uma ex-assessora de Flávio a fraudar registros de presença na Alerj depois que jornalistas buscaram informações a respeito do registro de ponto dos funcionários: “Luis Gustavo Botto Maia colaborou de forma decisiva para embaraçar a investigação penal”. Pela ousadia com que tentou escamotear a trama urdida no gabinete de Flávio Bolsonaro, o advogado foi chamado, em uma das mensagens capturadas pelos investigadores, de “maluco” e “louco de pedra”.

Louco ou não, Botto era um tubarão do aquário de Flávio Bolsonaro. Foi um dos expoentes do esquema destinado a ocultar Queiroz. Segundo mensagens encontradas nos celulares de Queiroz e de sua esposa Márcia Aguiar, o advogado teria se reunido previamente com Frederick Wassef e Fabrício Queiroz em Atibaia, antes de seguir para a cidade de Astolfo Dutra, em Minas Gerais. É aí que os casos Queiroz e Adriano da Nóbrega se cruzam. Botto foi à cidade mineira acompanhado da mulher de Queiroz para se encontrar pessoalmente com Raimunda Veras Magalhães, a mãe de Adriano, ex-capitão do Bope e acusado de ser chefe de milícia no Rio.

Reprodução/Redes sociaisReprodução/Redes sociaisAdriano, o miliciano: advogado participou de encontro com a família dele
Conforme o MP, foi o advogado que autorizou em dezembro de 2019 que Raimunda voltasse ao Rio – ela estava escondida em Astolfo Dutra desde o julgamento no STF que discutiu o compartilhamento de dados por meio de relatórios do Conselho de Controle de Atividades Financeiras, o Coaf. Em razão da atuação do advogado-assessor nos múltiplos esquemas, o juiz Flávio Itabaiana determinou a apreensão de celulares, computadores e documentos na casa do advogado. Botto está, desde então, proibido de ter contato com pessoas envolvidas na investigação.

Desde abril deste ano, ele estava lotado no gabinete do deputado estadual bolsonarista Renato Zaca na Assembleia Legislativa do Rio. Recebia salário de 9,8 mil reais. Antes, ocupava um cargo na liderança do PSL na mesma Alerj. Na terça-feira, 23, no embalo das denúncias que o tragaram para centro do escândalo, Botto acabou sendo exonerado.

A aproximação de Botto com Flávio remonta a 2011, bem antes de o senador ser apresentado pelo pai a Frederick Wassef, seu ex-defensor na esfera criminal e dono da casa em Atibaia onde a polícia encontrou Queiroz. À época, seu irmão Lauro Botto, então capitão do Corpo de Bombeiros, era um dos líderes de uma greve que eclodiu no Rio de Janeiro. Os rebelados do “SOS Bombeiros” buscaram ajuda do 01 de Bolsonaro para encampar suas reivindicações salariais.

Lauro chegou a ser preso após enviar uma mensagem de texto petulante ao então secretário de Saúde do estado, Sérgio Côrtes. Exercendo o terceiro mandato como deputado estadual, Flávio visitou o militar na prisão. Nascia ali uma amizade entre as duas famílias. Lauro acabou entrando também para a vida política. Candidatou-se duas vezes. Em 2010, saiu das urnas como suplente de deputado federal. Seu irmão advogado preferiu colar no primogênito de Jair Bolsonaro.

Divulgação/AlerjDivulgação/AlerjPlenário da Assembleia Legislativa do Rio, o lugar onde tudo começou
Um dos pilares da campanha eleitoral do 01 em 2018, Luís Gustavo Botto também exerceu domínio sobre as contas de outros 35 candidatos do PSL. Do total, 29 eram mulheres – só uma foi eleita. As outras 28, muitas delas moradoras de zonas dominadas por milícias, somaram parcos 25 mil votos. Algumas não tiveram um voto sequer. Todas declararam em suas prestações de contas que pagaram 750 reais pelos préstimos do advogado. A Justiça Eleitoral investiga suspeitas de candidaturas laranjas entre as aspirantes do PSL na última eleição, em que os partidos eram obrigados a cumprir uma cota de 30% de mulheres candidatas.

Foi em junho de 2019, sob influência de Flávio, que Botto virou chefe de gabinete da liderança do partido na Assembleia Legislativa do Rio. Figura fácil no plenário, o advogado acabou defenestrado do gabinete em março de 2020, logo após deputados bolsonaristas deixarem o PSL. Foi Botto quem subscreveu o processo de desfiliação de Flávio Bolsonaro da legenda, após o rompimento do clã Bolsonaro com o presidente nacional da sigla, Luciano Bivar. Ele também ajudou outros aliados dos Bolsonaro a trilhar o mesmo caminho.

Crusoé apurou que, apesar de na ocasião já estar na alça de mira do Ministério Público do Rio, Fabrício Queiroz fez chegar, por meio de um assessor da Alerj, uma reprimenda ao líder do PSL, em razão da demissão de Botto Maia. A tentativa de blindagem, a julgar pelas investigações, era mútua. E, agora, ao lado de Queiroz, Botto tem tudo para virar mais um elo fraco da corrente. Para o desespero de seu antigo chefe – e também do pai de seu antigo chefe –, seu papel na proteção ao amigo preso na semana passada pode ser a peça que falta para ligar a trama à família Bolsonaro.

Já é assinante?
Assine a Crusoé ou nosso combo e ganhe o novo eBook de Mario sabino

Assine a Crusoé

*válido até 30/06/2021

Assine a Crusoé ou nosso combo e ganhe o novo eBook de Mario sabino

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. A revista está censurando comentários na grande maioria das matérias. Ao se acionar o botão de enviar o comentário o mesmo não é inserido. Havia entendido que a revista Crusoé e O Antagonista eram contras a censura! Nós, leitores, nos mobilizamos defendendo este grupo e junto c/ milhares de pessoas e instituições conseguimos derrubar o que havia sido decidido pelo STF. Hoje somos vítimas de que defendemos! Não vejo uma mobilização contra a revista. Vamos todos deixar isto passar batido?!

  2. Será que vocês conseguiriam produzir um repotagem sobre os mais de 20 deputados e 70 assessores envolvidos em movimentações suspeitas segundo o COAF ? Quero mais é que Flavio e Queiroz sejam condenados e presos se forem culpados mas esta "tara" pela familia Bolsonaro está muito tendenciosa. Não é para isto que assinei a reivista .

  3. Com certeza, após a leitura, concluí tratar-se de perigoso e habilidoso integrante de uma organização criminosa milicianos. Os crimes arrolados pela reportagem atribuídos ao advogado miliciano são visitar a mãe do ex-capitao do Bope morto, aproximar-se do 01, subscrever o processo de desfiliação do PSL, supostamente, orientar a fraudar o registro do Ponto. Tomem vergonha na cara, Crusoé! Não substimem a inteligência do brasileiro. Parem com essas táticas Gramciminianas.

  4. Esta história está ficando cada vez mais sórdida. Fico me perguntando como um sociopata, que é o caso de Bolsonaro, chega a PR?

  5. Esse Adriano ai sabe que ele foi eliminado pela policia baiana justamente para que a culpa recaísse na família Bolsonaro. A mesma coisa que são capazes de eliminar o Queiroz no mesmo sentido.

  6. É difícil imaginar um caminho diferente para o sucesso na politica carioca. Duvido que alguém se crie sem os predicados citados na matéria. Por “ precisar ser assim” isto passa ser uma muleta moral para Bolsonaro. Por isso ainda bate no peito referindo não ser corrupto e relevando as atitudes improprias dos filhos. O jogo é bruto. Mas é errado e precisa ser desvendado. Otima materia dos bastidores desta balbúrdia.

    1. Bolsonaro Fake News “ é filho de satanás...”. João capítulo 8:44

    1. Deixa de ser idiota, não percebeu que essa matéria é forjada na mentira? Não seja enganado pelo maior fabricante de FakeNews

  7. Excelente matéria. E assim vamos assando a batata da família Bolso, assim como assamos a batata da família 9Fingers. Viva o trabalho jornalístico a favor de ninguém. Viva a defesa do interesse público.

    1. A TV não fala dos filhos do Filho do Brasil e da Mãe do Povo Avó dos filhos do Filho do Brasil, ou filho de outra coisa, se quiserem. Os valores envolvidos são 800 vezes maiores, só com um dos filhos.

  8. que bom que temos todas as informações! saber com quem estamos lidando na República é muito importante! parabéns MP, parabéns Crusoé

  9. Em 2018 elegemos o desconhecido JB como ÚNICA opção para nos livrar do Foro de S Paulo (PT) e manter acesa a saga da Lava-Jato. Esta transição está nos custando muito caro ! Vamos ter que fazer tudo de novo nas próximas eleições. Fiquemos unidos ....!!

    1. Infelizmente, no segundo turno das últimas eleições nao havia opção minimamente decente. Era uma escolha entre o diabo e o demônio, e pode escolher quem era cada um. Não tinha como estarmos numa boa situação a essa altura. Espero que nas próximas eleições apareça algum candidato, viável, minimamente decente, capaz de ir para o segundo turno.

    2. foi uma grande descepção, mas que bom que acordamos e aceitamos essa realidade! estou num grupo de direita conservadora que na verdade se transformaram todos em Bolsonaristas! e não aceitam nem as notícias e críticas sobre JB. já até me ofenderam! minha manifestação final foi! hoje estou apenas decepcionado com JB, mas já acordei, amanhã se vocês não acordarem, os vocês que defendem JB estarão decepcionados e idiotas! o segundo eu não serei.

  10. O papel do MP é jogar farofa no ventilador. Vejo que tanto a Crusoé como o MP só tem como obseçao chegar no JB. Virou ganância política. Porque na se exige uma investigação de todos no Rachid. No país todo é assim. Seria uma grande contribuição para começarmos uma mudança geral.

    1. Se no começo o Flávio tivesse assumido a culpa e devolvido o $$$ todos estaríamos batendo palmas. Mass resolveu mentir e se bancar de vítima, é o pai entrou nessa onda. Resultado é que ficaram reféns das mentiras e agora já foi pro brejo a chance da direita.

    2. É Ana. Acabamos ficando reféns das informações. Tudo é um jogo de cartas marcadas. Parece mais uma militância política com um fim específico. Perde se uma grande oportunidade de desvendar as Rachids do país inteiro. Pois esse seria o momento propício para isso. Mas fazer o que né.

    1. É o que acontece com o voto de analfabetos e semi analfabetos, que não têm vergonha de se expor porque não têm consciência das suas limitações e se acham mais do que são.

    1. Não apela, você sabe que a batata de Bolso, antes de ser colocada no forno, está cozinhando em banho maria. Primeiro é cozido, depois assado até estorricar...

  11. Esclarecer os atos ilícitos de pessoas públicas ou ligações ao crime é importante sabermos para tentarmos melhorar os nossos posicionamentos dentro do mundo da política.

  12. Esse Botto é mais um elo gravíssimo da corrente, eu duvido que Flávio Bolsonaro saia livre, essa cruzoe mais a anterior vai fazer muita gente perder o sono.

  13. "antigo chefe - e também do pai do seu antigo chefe..." issso é o que chamo de uma reportagem suja e tendenciosa, pois em momento algum o nome do Jair foi mencionado na matéria, mas tinha que ter esse final desonesto. Crie vergonha na cara jornalista imbecil, você está achando que agente é trouxa, palhaço?

    1. A isentosfera e petralhada cada vez mais unida . Regozijam-se a cada reportagem sensacionalista da Crusoé. Quanta ingenuidade .

    2. ainda da tempo de desembarcar do apoio cego com um pouco de dignidade!

    3. Ficou chateado porquê todo esse drama tem o dedo podre do Mito, foi? gado Bolsopetista é burro e cego.

    4. Excelente reportagem! Muito esclarecedora mostrando o envolvimento direto do bozo com as milícias.

  14. Pensou o Luladrão e o Bolsobabão, terminarem juntinhos, agarrados e abraçadinhos, tomando uma cachacinha... ambos finalmente em cana!!!??? Ao final desta palhaçada sem fim no Circo Brasil, isto em parte vingaria o nosso povo sendo sempre tão assaltado, roubado e agora também assassinado por um vírus que ambos desprezaram?... (Han?... O Q?... O povo?... “E DAÍ”?!

    1. "deixavam" ( lá passado, agora já não cola mais rsss)

  15. Quero contribuir com a investigação da Crusoé. Vou fazer uma rifa e doar o que arrecadar. Essa bandidagem descarada tem que acabar antes que seja irreversível.

    1. Minha vontade é de vomitar com esta revista vendida, só faz fofoca, vai virar como já falei na revista amiga. E o que é pior tanta coisa para fazer boas matérias e só entrega lixo. Porque fui renovar, me sinto enganado.

    2. Doar para a Cruzoé, há, há há ,é muito divertido! Está faltando neurônios nos leitores!

  16. A família Bolsonaro JÁ ESTÁ envolvida até o pescoço nesse imbróglio. A única esperança deles,agora, são os impolutos Tribunais Superiores.

    1. A Crusoé se dedica com afinco a derrubar o presidente. Com tanto assunto para noticiar , inclusive as arbitrariedades de Alexandre dê Morais, as reportagens em peso giram em torno de Bolsonaro. Por que será que não falam um pio sequer do STF , do PL 2630 que vai censurar gravemente a liberdade de expressão e está prestes a ser aprovado pelo senado próxima terça-feira ? Uma dessas matérias deveria ser essa a reportagem de capa e não a “ sobrevivência “ do PR . Deprimente.

    2. Maria vc acha wue o Lula foi preso porque? por que a imprensa bateu em cima até não se conseguir esconder nada...quem defendi virava tão ladrão quanto...pode ter certeza a imprensa empre esta certa!

    3. Esse povo que xinga os Antagonistas, esquecem que devemos muito ao Antagonista a dádiva de ter nos livrado do PT. Tem que investigar sim, nosso partido é o Brasil, eles investigam melhor que a polícia, quem errou tem que pagar, se for inocente que processem a revista.

    4. Nenhuma credibilidade, Maria; são um bando de delinquentes travestidos de jornalistas (poucas exceções), cuja única função é aliar-se à velha mídia podre e corrupta para derrubar o governo, pois assim eles se mantém em evidência e arranjam dinheiro para se financiarem. Aliás, dinheiro eu acho que não é o problema, tem muita gente interessada naquilo que vem da chamada "mídia independente".

    5. Depois que o Lula maior ladrão da história brasileira está solto Viajando pra tudo qto é lado e vcs perseguindo a Família do Presidente! Qual é o grau de confiabilidade de vocês?

Mais notícias
Assine 7 dias grátis
TOPO