Adriano Machado/Crusoé

Mendonça critica ‘criminalização da política’: ‘Generalizações são péssimas’

01.12.21 12:46

André Mendonça (foto) adotou tom antagônico ao que lhe rendeu a fama de “lavajatista” e alinhou o discurso aos interesses da classe política durante a sabatina na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania do Senado, nesta quarta-feira, 1º.

Candidato à sucessão de Marco Aurélio Mello no Supremo Tribunal Federal, ele afirmou aos senadores quenão se pode criminalizar a política e avaliou que “as generalizações são péssimas“. “Todos somos contra a corrupção, sabedores de que não se pode criminalizar a política“, comentou.

Mendonça disse concordar com um professor da Universidade de Salamanca, na Espanha, onde ele cursou Direito, quanto ao fato de que não se constrói uma democracia sem política, políticos e partidos políticos“.

Além disso, o ex-advogado-geral da União defendeu que o Supremo não revisite a discussão sobre a execução da prisão após a condenação de réus em segunda instância antes que deputados e senadores votem a proposta de Emenda à Constituição em trâmite no Congresso que trata do tema.

Esse assunto, se voltar ao STF, sem uma alteração trazida inovadora, concreta, por parte do Congresso, não terá da minha parte consonância dentro desse contexto. Não podemos ter decisão hora de um jeito, hora de outro. Precisamos dar estabilidade as relações institucionais, políticas“, disse.

Em tom garantista, similar ao dos ministros Gilmar Mendes, Ricardo Lewandowski e Kassio Marques, Mendonça afirmou que a delação premiada, que teve destaque na Operação Lava Jato, “não é elemento de prova.

Eu não posso basear uma convicção em uma delação. Delação não é acusação. Dito isso entendo que o combate á corrupção tem que ser feito respeitando direitos e garantias individuais. Os fins não justificam os meios“, completou.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. você PAULO diz que luta contra corruptos e se bandeja a criminosos . dissimulado quadrilheiro petralha travestido de morista? vergonha de sua própria incoerência e cinismo? o espelho te envergonha? é o preço que os hipócritas pagam.

    1. que porra tenho a ver c'o rabo das turmas do supremo meu véi? tu vai vibrar quando souber que agora foi o STJ que anulou sentenças da sua amada anarco-quadrilha . aguarde e comemore . meu fie com cuspe e jeitnho tudo dá certo neste xiqueiro com x só prá frescá kkkkkk.

    2. Francisco, vc por ventura bateu a cabeça? Ou busca refúgio em me rotular, p/ ñ precisar me enfrentar. "TOMA TENTO CARIRI!" A verdade dói como um parto p/ alguns. Sentiu a traição? Eu me indigno com Gilmar Mendes, Lewa, Toffoli... Votei no Bolsonaro e ele coloca 2 putinhas p/ o cafetão do Gilmar. Então Bolsonaro p/ mim, acabou faz tempo. Um conselho Chiquinho. Enfrenta a traição de frente. Kassio votou à favor do Lula. Lewa votou à favor do FB. Vc que é incoerente e imbecil. Moro 🇧🇷

  2. A noivinha do Aristides coloca no STF, duas frangas para o Gilmar Mendes. Kassio Marques foi humilhado na frente do Brasil inteiro, pelo dono do STF. Agora este tal de André Mendonça, já chega rastejando na Suprema Corte, tendo que relativizar sua fala, rever suas posições, enfim, o cara vendido como terrivelmente evangélico, tem que provar antes, que é terrivelmente cretino. Precisamos eleger o Moro Presidente 🇧🇷.

  3. Com relação a "delação", vale lembrar que ela só se torna efetiva quando acompanhada de provas, dadas pelos delatores ou colhidas pelos policiais após determinação judicial de investigação com base em delação. No final são sempre as provas que incriminam o político corrupto ladrão. Infelizmente o STF tem se tornado a ultima trincheira na defesa dos políticos corruptos e o futuro juiz Mendonça parece querer se alinhar a esse tipo de mentalidade. Isso com a aprovação de petistas e bozistas.

  4. Essa narrativa grotesca de "não se deve criminalizar a política" só cola na mente de Petistas e Bolsonaristas defensores de políticos corruptos. A verdade é que não é a justiça, as polícias e a opinião pública que estão "criminalizando a política" e sim os políticos que estão usando a política para cometer crimes. Esse futuro ministro já está dando mostras de que vai entrar para engrossar a claque de juízes que defendem o direito dos políticos roubarem sem serem incomodados.

    1. Amaury, meu prezado. Se você reler o que escrevi, vai perceber que fiz uma ironia.

    2. Ferreira não seria melhor descriminalizar as cortes? meu véi é cada um que pinta neste país de lunáticos ... affe.

  5. De fato “os fins não justificam os meios”, no entanto a inércia ou amaurose com que o STF tem se mostrado nos casos de corrupção também não é algo justificável. Melhor uma justiça rigorosa do que uma leniente

  6. infelizmente a polituca pode ser criminalizada futuro ministro é o que fartamente nos mostra a história do Brasil . queiram ou não o senhor vai ter de orar muito.

  7. ... está precificado, simples assim! Tudo que implica em responsabilização por corrupção de políticos, familiares e amigos, não tem "suporte legal pela interpretação da constituição" realizada por estes "senhores probos, extremamente honestos e comprometidos com o país". Meu Deus!

    1. Vera tu tá com medo do imperador magnus Alex? canoniza fia kkkkkk.

  8. Antes do sim do Senado, ele será um pré ministro admirável, democrata, racional, laico e, demais e qualquer penduricalho que favoreça à moral e os bons costumes. Depois de aprovado, não tem mais volta, aí o caráter retorna às mesmas origens de quem o indicou.

  9. Os ministros do STF deveriam ser escolhidos, não pelo Presidente ou Congressistas, mas através de concursos e compromissos com a Justiça, não a de Congressistas processados por corrupção, mas por aqueles que tenham ficha limpa.

    1. meu fie se nossas mães tivessem doze peitos nós seríamos belos bácoros . prá isto SÓ falta mudar a prostituição moleza né?

  10. Não se pode criminalizar a Política como Ciência da organização da sociedade, é lógico. Mas, a maneira como tem sido criminosamente exercida, não só 'podemos' criticá-la como também 'devemos' criticá-la veementemente e combater sem tréguas e impiedosamente seus nefastos agentes!!!!

Mais notícias
Assine 50% off
TOPO