Reprodução

General Braga Netto demite olavista fundador da Aliança pelo Brasil

15.04.20 09:55

O empresário e publicitário Felipe Cruz Pedri (foto) foi demitido da Casa Civil pelo general Braga Netto. Seguidor de Olavo de Carvalho e ligado aos irmãos Arthur e Abraham Weintraub, Felipe chegou ao Planalto pelas mãos de Onyx Lorenzoni, hoje à frente do Ministério da Cidadania.

Nas redes sociais, o ex-assessor especial da Casa Civil exalta o presidente Jair Bolsonaro, a quem chama de “símbolo pela liberdade”, defende o uso irrestrito da cloroquina no combate ao coronavírus, ataca opositores do Planalto, como o governador de São Paulo, João Doria, e rivais políticos de Onyx, como o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, do PSDB.

Felipe Cruz Neto tem atuado na criação do Aliança pelo Brasil, partido de Bolsonaro. Ao lado do assessor de assuntos internacionais da Presidência, Filipe G. Martins, e do deputado Luiz Philippe de Orleans e Bragança, ele escreveu o manifesto de fundação da sigla. O texto traz um dos temas preferidos de Pedri: o combate ao “globalismo”, além da defesa do conservadorismo.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • A Coluna Exclusiva de Sergio Moro
  • Podcasts e Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas
Mais notícias
Assine 7 dias grátis
TOPO