Marcos Oliveira/Agência Senado

Após abrir frente que mira Flávio Bolsonaro, CPI recebe documentos sobre saúde do Rio

10.09.21 09:04

A CPI da Covid recebeu esta semana um grande volume de documentos relacionados à gestão de hospitais federais no Rio de Janeiro e à atuação de organizações sociais em unidades de pronto atendimento. A frente de investigação tem como principal alvo o senador Flávio Bolsonaro, do Patriota.

O foco fluminense da comissão parlamentar de inquérito perdeu força, depois que surgiram indícios fortes de corrupção em negociações de contratos de vacinas, como a indiana Covaxin e a chinesa Convidencia. Mas parlamentares pretendem esmiuçar a documentação enviada pelo Governo do Rio de Janeiro para tentar puxar algum fio relacionado ao caso antes do encerramento da CPI da Covid.

A investigação sobre possíveis irregularidades em repasses federais para a saúde do Rio de Janeiro começou depois que o ex-governador do estado Wilson Witzel citou a existência de um suposto esquema. “Os hospitais federais são intocáveis, ninguém mexe ali. Tem um dono, e esta CPI pode descobrir quem é o dono daqueles hospitais federais”, disse Witzel.

Segundo o governador, seria possível avançar nessa apuração a partir de dados de repasses para organizações sociais que atuam na área. Senadores querem mais detalhes sobre a denúncia de Witzel de que Flávio Bolsonaro seria o “dono” das unidades federais de atendimento.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • A Coluna Exclusiva de Sergio Moro
  • Podcasts e Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
    1. Este João já é caso perdido , vão perder para terceira via , vão ver o Dono Bozobosta, se abraçar ao lula !!

    2. Estes jumentos eu não tenho saco caro Jose de tentar fazê-los acordar e voltar ao mundo real

    3. Só para te informar , todas que tu falou são sonegadoras, primeiro procura te informar , em vez de ficar falando Merda, tu achas que deve imposto previdenciário de 250 milhões , só previdenciário , está é a “ZAELi” , para quem perdoou Rachadinha vocês estão começando a perdoar toda safadeza dos Aliados , outras enroladas no ICMS ok!!! Cala bouca jumento!!! Igual ao Rei lulaladrao, aos aliados, TUDO!!!

  1. Aqui está a lista das empresas que, segundo a Crusoé, patrocinaram o fracassado golpe Bozista: Boom do Brasil, Megaton Máquinas, Zaeli Alimentos e Dez Alimentos. Investiguem estas empresas e façam uma campanha nas suas redes para que as pessoas evitem produtos vendidos por elas. Vamos mostrar que consumidor brasileiro não tolera golpistas. Mãos à obra pessoal!

  2. Como diz a Gadolandia, só rachadinha, todos deputados senadores e vereadores fazem ,este é o termômetro de honestidade desta Manada, quem rouba 1R$ ou 1 milhão no meu mundo é LADRAO!! Agora que viram que tem Marginais Morais , os milicianos filhos do Miliciano Mor, entraram para o governo para assaltar até onde puder!!Agora ninguém segura estes milicianinhos Júnior , tem é que cortar a cabeça, RUA Bozobosta genocida vagabundo e mentiroso mau caráter!!!

Mais notícias
Assine 50% off
TOPO