MarioSabino

A boca grande de Paulo Guedes

14.02.20

Charles-Maurice de Talleyrand Périgord. Descarte o segundo sobrenome que parece rótulo de champanhe e fique com o primeiro. Talleyrand foi um prodígio da política francesa entre o final do século XVIII e o início do século XIX. Nobre de origem, foi ordenado padre quando era papista, mesmo depois de ter sido expulso do seminário. Não resistia a mulheres cisgêneras maiores de idade, uma esparsa preferência eclesiástica. Consagrado bispo, Talleyrand agiu contra os interesses do papa, abandonou a Igreja e se viu excomungado. Conspirou contra um ministro de Luís XVI antes da Revolução Francesa. Ao lado dos revolucionários, exilou-se nos Estados Unidos depois da execução do rei que ajudara a depor — e voltou de lá ministro. Demitido por corrupção, aliou-se a Napoleão Bonaparte e o traiu. Ajudou a restaurar o Império, foi ministro de Luís XVIII e tramou para derrubar o irmão dele, Carlos X, e colocar no seu lugar Luís Filipe I, o “rei burguês”. O homem era mais adaptável do que Renan Calheiros. Um perigo.

Na França, Talleyrand é sinônimo de cinismo e oportunismo. Tanto que, no seu Dicionário das Ideias Feitas, Gustave Flaubert dedica-lhe o seguinte verbete: Talleyrand (Príncipe de): indignar-se contra. Em Paris, há uma rua minúscula chamada Talleyrand, que começa na Esplanada dos Inválidos, onde está a tumba de Napoleão. Durante anos, enxerguei na rua a metáfora de um quisto na grandeza napoleônica. Até que um amigo local me disse que o Talleyrand que dá nome à rua é o de um sobrinho-neto de Charles-Maurice. A minha metáfora foi para o brejo.

Talleyrand pode não ter sido um exemplo de homem público, mas tem algo a ensinar ao ministro da Economia, Paulo Guedes, a outros próceres do governo de Jair Bolsonaro e ao próprio presidente da República. Credita-se a Talleyrand a seguinte frase:

A palavra foi dada ao homem para disfarçar o seu pensamento.

O primeiro atributo de um político, qualquer que seja ele (e não adianta Paulo Guedes achar que existe ministro não político), é mentir. O segundo é mentir. O terceiro é mentir, e assim por diante, até chegar ao décimo. O décimo atributo é ser demagógico. Falar sempre o que realmente pensa é um enorme defeito para um político, não importa se o que ele pensa é verdadeiro ou não, justo ou não. Aristóteles acreditava que a demagogia estava para a democracia, assim como a tirania estava para a monarquia. Era corrupção moral. Séculos mais tarde, a realidade mostra que, não raro, a sinceridade na política é que é imoral.

No espaço de menos de uma semana, Paulo Guedes fez duas afirmações desastrosas. A primeira foi a seguinte:

O governo está quebrado. Gasta 90% da receita toda com salário e é obrigado a dar aumento de salário. O funcionalismo teve aumento de 50% acima da inflação, tem estabilidade de emprego, tem aposentadoria generosa, tem tudo, o hospedeiro está morrendo, o cara virou um parasita, o dinheiro não chega no povo e ele quer aumento automático, não dá mais. A população não quer isso, 88% da população brasileira são a favor inclusive de demissão de funcionalismo público, de reforma, de tudo para valer. Nos Estados Unidos o cara fica quatro, cinco anos sem dar um reajuste. De repente, quando ele dá um reajuste,todo mundo: ‘Oh, muito obrigado, prazer.’ Aqui o cara é obrigado a dar, porque o dinheiro está carimbado, e ainda leva xingamento, ovo, não pode andar de avião.

Diante da repercussão extremamente negativa, o ministro se retratou dizendo que a frase sobre parasitismo foi retirada do contexto e ele havia se referido especificamente a servidores privilegiados de governos estaduais e municipais. Não tenho dúvida de que Paulo Guedes queria exatamente dizer isso e se expressou mal. E de que existe mesmo uma casta no funcionalismo que só quer saber de parasitar a máquina pública. Ocorreu o mesmo tipo de mal-entendido — ou má intenção alheia — quando Paulo Guedes fez referência ao AI-5 numa entrevista em Washington. Quis defender a democracia, mas foi interpretado como se houvesse feito o contrário. Ele tem de aprender a contextualizar melhor, inclusive porque tirar frase do contexto é uma especialidade da oposição e contexto não cabe no espaço de uma manchete jornalística.

Vamos à segunda afirmação do ministro, agora sobre as contínuas altas do dólar:

O câmbio não está nervoso, (o câmbio) mudou. Não tem negócio de câmbio a R$ 1,80. Todo mundo indo para a Disneylândia, empregada doméstica indo para Disneylândia, uma festa danada. Pera aí. Vai passear ali em Foz do Iguaçu, vai passear ali no Nordeste, está cheio de praia bonita. Vai para Cachoeiro do Itapemirim, vai conhecer onde o Roberto Carlos nasceu, vai passear no Brasil, vai conhecer o Brasil. Está cheio de coisa bonita para ver.

E ele continuou, tentando emendar o soneto:

 Antes que falem: Ministro diz que empregada doméstica estava indo para Disneylândia.” Não, o ministro está dizendo que o câmbio estava tão barato que todo mundo está indo para a Disneylândia, até as classes sociais mais…Todo mundo tem que ir para a Disneylândia conhecer um dia, mas não três, quatro vezes por ano. Porque com dólar a R$ 1,80 tinha gente indo quatro vezes por ano. Vai três vezes para Foz do Iguaçu, Chapada Diamantina, conhece um pouquinho do Brasil, vai ver a selva amazônica. E, na quarta vez, você vai para a Disneylândia, em vez de ir quatro vezes ao ano.

Como era previsível, Lula disse que a frase do ministro era prova do que ele, Lula, vive repetindo — que os ricos brasileiros não gostam de ver pobre andando de avião. Dilma Rousseff aproveitou para chamar o ministro da Economia de “escravocrata”. Na esteira dos petistas, um bando de vigaristas vai criar ainda mais entraves às reformas que ainda precisam ser feitas e fazer um carnaval nas campanhas eleitorais com as palavras de Paulo Guedes, na linha “o governo que odeia pobre”.

A incontinência verbal do ministro foi um desastre de qualquer ponto de vista, não adianta passar paninho. Ele disse o que pensa e, pior, o que pensa não condiz com a realidade. Empregadas domésticas, talvez com a exceção das que Paulo Guedes tem na sua casa ou daquelas que viajam como babás para gente do nível econômico do ministro, não vão à Disney. A esmagadora maioria trabalha em casas de classe média versão IBGE, que não pode pagar salários mais altos e ainda tem de se virar com os encargos criados pelo PT — encargos que causaram mais desemprego entre os que não têm outro caminho a não ser o do serviço doméstico. Empregadas domésticas, além disso, não são o único sinônimo “das classes sociais mais…”, ao contrário do que acredita o ministro. “As classes sociais mais…” incluem brasileiros com boa instrução superior e capacitação técnica invisíveis do alto dos prédios da Faria Lima. Alguém também precisa informar Paulo Guedes de que cidadãos comuns não têm três, quatro férias por ano. Informo eu, tudo bem: são trinta dias por ano, mas em geral eles vendem dez dias à empresa e tiram vinte.

O que o ministro sabe, mas não disse, é que o problema não é o dólar turismo, inclusive porque, em geral, boa parte dos turistas brasileiros adota como lema “quem converte não se diverte”. Felizmente, contrair dívida para viajar é opção, não é como contrair coronavírus ou dengue. Ir à Disney, aliás, costuma sair mais barato do que viajar pelo Brasil, como sugeriu Paulo Guedes — e o dólar mais alto também puxa para cima os preços dos pacotes para Foz do Iguaçu, Chapada Diamantina e selva amazônica, destinos sugeridos por Paulo Guedes. Sem querer bancar o economista, o fato relevante é que o câmbio salgado ajuda as exportações, mas encarece importações necessárias a diversos setores econômicos brasileiros. Pode ser inevitável que o dólar se mantenha alto por causa dos juros básicos mais baixos (do alto da minha ignorância, acho que há populismo nas taxas atuais) e fatores internacionais, mas a fala desastrada do ministro abriu caminho para que especuladores inflassem ainda mais o preço da moeda americana no dia seguinte. O mandachuva da economia pode fazer festa de especulador, mesmo involuntariamente? Não, não pode. É o que ocorre quando o titular da pasta se mete a tecer consideraçōes sobre câmbio flutuante. Não deixa de ser curioso que ele ignore a sua capacidade de influir no dia a dia das cotaçōes.

A minha recomendação é que Paulo Guedes — que o jornal Extra chamou comicamente de “Sua Excelência o ministro Caco Antibes” — faça como Talleyrand preconizou: use a palavra para disfarçar pensamentos. Sejam  expressões da verdade ou não, sejam justos ou não. Ou simplesmente mantenha a boca grande fechada, como fazia Pedro Malan. Desse modo, ajudará a si próprio, o presidente da República e o Brasil das domésticas, da classe média versão IBGE e até dos ricos que geram empregos, veja só.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • A Coluna Exclusiva de Sergio Moro
  • Podcasts e Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Mário,você é um historiador por excelência,Paulo Guedes pegou pesado,mas fico animada quando da sua fala cita Foz do Iguaçu,terra que me acolheu a 44 anos, e é sem dúvida alguma a oitava maravilha do Mundo. Também acho,que brasileiros têm que conhecer primeiro a Pátria mãe gentil,depois o Tio Sam. O slogan de Maluf ,"rouba,mas faz" me sugere um pra Guedes," fala,mas faz" e isso é o que importa nesse Rio de água turbulentas. O PT nos deixou num barco sem remo, em mar de sargaços,vem um Paulo Gued

  2. Fora isto, se não se há o PERIGO DE SE PERDER A CABEÇA, não há MOTIVO para não se EXPOR OS ENGANADORES pelo que eles são: ENGANADORES. O MESMO VALE para os ENGANADOS. Quem quer ENGANAR e quem quer ser ENGANADO, que faça isto à suas PRÓPRIA EXPENSAS, não às CUSTAS ALHEIA. Sempre HAVERÁ ENGANADORES e ENGANADOS, se eles têm esta NECESSIDADE SADOMASOQUISTA, que a MANTENHAM para si e entre si, SEM ENFIAR OS OUTROS NO MEIO.

  3. Quando é assim, o SUJEITO DIFICILMENTE TEM JEITO, pq ele é INCAPAZ de se MOLDAR ao MEIO e às CONDIÇÕES VIGENTES. Ao invés de se ADAPTAR, ele terá uma ÂNSIA ATÁVICA de MOLDAR A REALIDADE a ele, não o CONTRÁRIO, se ADAPTAR a ela. É por isto que o INDIVÍDUO acaba se tornando TÓXICO. Nem sempre MALEABILIDADE é um DEFEITO, ela só passa a ser uma ANOMALIA quando se torna TÓXICA ao PRÓPRIO INDIVÍDUO e aos OUTROS AO REDOR dele.

  4. Quando se AVALIA um ENGANADOR, duas MÉTRICAS deveriam ser LEVADAS EM CONSIDERAÇÃO: a MALEABILIDADE e a TOXICIDADE dele. O que é PIOR, um Talleyrand ou um Gilmar Mendes? O que é PIOR, um Renan Calheiros ou um Gilmar Mendes? Aliás, se Gilmar SERVIR de SÍMILE para alguma coisa, nele há MUITO MAIS TOXICIDADE do que MALEABILIDADE. Gilmar é TÓXICO, ele não é MALEÁVEL. Pelo contrário, nota-se nele uma INCAPACIDADE DE ADAPTAÇÃO e REGENERAÇÃO CRÔNICAS.

  5. Não faz PRATICAMENTE DOIS ANOS que Marielle Franco foi MORTA por SABE-SE LÁ O QUÊ? Todavia, isto não se APLICA a Paulo Guedes, primeiro pq ele está em POSIÇÃO onde está MENOS EXPOSTO a ser PUNIDO por DIZER A VERDADE. Segundo, pq as VERDADES que ele disse até agora DIFICILMENTE são SENTENÇA DE MORTE. Apesar que hj tivemos o EXEMPLO de ENGANADORES APELANDO para a VIOLÊNCIA, DEPREDAÇÃO DO PATRIMÔNIO PÚBLICO e AMEAÇA À INTEGRIDADE ALHEIA para IMPEDIR que o FAZ ME RIR parasse de EMANAR.

  6. Pelo menos não deveria ser assim, pois TEORICAMENTE estamos em uma DEMOCRACIA, apesar de que NÃO FALTAM CASOS em nossa "DEMOCRACIA" de GENTE MORTA pq OUSOU DIZER a VERDADE. Outro dia não houve um JORNALISTA MORTO, em tese, a MANDO DO PCC? Em OPERAÇÃO no TJ-BA não houve um DENUNCIANTE que foi MORTO por SUPOSTA QUEIMA DE ARQUIVO e logo depois o EXECUTOR dele tb não teria sido MORTO em OUTRA SUPOSTA QUEIMA DE ARQUIVO? Dizer a VERDADE no Brasil ainda pode ser PERIGOSO.

  7. Ou seja, a MEIA-VERDADE de Abraão e SUA ESPOSA geraram a IRA de DEUS que RECAIU sobre Faraó, não sobre Abraão, que foi o "ENGANADOR" da ESTÓRIA (e olha que ao que CONSTA, Faraó nem TOCAR nela TOCOU, pq isto CERTAMENTE teria significado a MORTE dele). Portanto, se Talleyrand não era um EXEMPLO a ser SEGUIDO, ele deveria no MÍNIMO ser JULGADO À LUZ do CONTEXTO HISTÓRICO. Contudo, o MESMO VALE para hj, não estamos mais em um ÉPOCA onde as PESSOAS perdem a CABEÇA por DIZER A VERDADE.

  8. Na Bíblia consta que Sara, mulher de Abraão, era sua MEIA-IRMÃ. Este, ao entrar no Egito, diante da BELEZA de sua MULHER, pediu a ela que dissesse que era IRMÃ dele. Tecnicamente poderia se dizer que NÃO ERA UMA MENTIRA, pois eles eram MEIO-IRMÃOS, mas para EFEITOS PRÁTICOS era uma MENTIRA, pois com o CASAMENTO passou a PREVALECER a RELAÇÃO ESPOSO/ESPOSA. Tanto que Faraó tomou Sara para sua casa e Deus, em decorrência disto FERIU a CASA de Faraó com PRAGAS.

  9. Mas pq os ENGANADORES ficam OFENDIDOS? Pq eles estão sendo EXPOSTOS como tais. E os ENGANADOS, pq ficam OFENDIDOS? Pq eles estão sendo EXPOSTOS como tais. Ninguém quer APARECER nem como ENGANADOR nem como ENGANADO, é assim que a "HARMONIA" e a "ESTABILIDADE" podem ser CONSTRUÍDAS. Se há algo que pode AMENIZAR a SITUAÇÃO de Talleyrand é que ele viveu em uma ÉPOCA onde a VERDADE poderia FACILMENTE CUSTAR-LHE a CABEÇA, diante disto, realmente melhor TOMAR CUIDADO com as PALAVRAS.

  10. No nosso MUNDO POLITICAMENTE CORRETO, SACANAGEM não é FAZER OS OUTROS de TROUXA, mas CHAMÁ-LOS de TROUXA, é uma ESPÉCIE de ETIQUETA DOS ESPERTALHÕES, ENGANAR e PASSAR OS TROUXAS PARA TRÁS pode, o que NÃO PODE é EXPOR a TROUXISSE do TROUXA, aí é OFENSA. É por isto que a FALA de Paulo Guedes é TÃO OFENSIVA, ele está VIOLANDO A ETIQUETA dos ENGANADORES, pois está CHAMANDO os TROUXAS de TROUXA, o que é uma OFENSA INOMINÁVEL. Ele consegue o IMPOSSÍVEL: OFENDER os ENGANADORES e os ENGANADOS.

  11. O ENGANADOR até pode ter RESPONSABILIDADE, mas o ENGANADO tb não tem? Quem COMPRA GATO POR LEBRE não está QUERENDO LEVAR VANTAGEM, pois EM GERAL, o TRUQUE MAIS VELHO DO MUNDO é VENDER o GATO-LEBRE por um PREÇO INFERIOR à LEBRE-LEBRE. Ou seja, é a FOME COM A VONTADE DE COMER do ENGANADO que dão ao ENGANADOR a OPORTUNIDADE de ENGANAR o ENGANADO. As PALAVRAS podem até ENGANAR, mas os GESTOS e ATOS não, pois quem AGE DE ACORDO com o que FALA ENGANA a quem?

  12. E o SILÊNCIO foi dado ao HOMEM para quê? Dizem que quem CALA CONSENTE e quem CONSENTE, que TIPO DE INDIVÍDUO é? Quem se OFENDE com PALAVRAS, mas não se OFENDE com GESTOS e ATOS tem algo de ERRADO, é assim que se pode SABER que TIPO DE INDIVÍDUO um INDIVÍDUO é. Uma SOCIEDADE onde os INDIVÍDUOS se DEIXAM ENGANAR por PALAVRAS não é uma SOCIEDADE DE TOLOS, pois quem COMPRA a PALAVRA ALHEIA sem AVALIAR os GESTOS e ATOS ALHEIOS não está QUERENDO SER ENGANADO?

  13. Não há nada de desastroso nessas declarações. Só quem acha isso é quem está vendido ou dominado pela régua esquerdista do politicamente correto. O problema do Antagonista e Crusoé é sempre esse: criticam a esquerda mas não conseguem se livrar dos paradigmas dela e então discursam como esquerdistas. Eu sei que foram décadas de lavagem cerebral da esquerda. Mas vocês são inteligentes. Livrem-se desse mindset e parem de ecoar a esquerda.

  14. Se fala, critica porque sempre acha que o certo é o que voce pensa; se não fala, critica porque é fraco e omisso. A fala inteligente, com começo, meio e fim, como a do Paulo Guedes, é para pessoas inteligentes. Avaliar as INTENÇÕES por trás das falas e atos de outros não é próprio de pessoas inteligentes. É querer ser adivinho.

    1. Seria interessante a quem não havia entendido as palavras do Paulo Guedes que foram criticadas, ouvir a sua fala no lançamento do "Crédito Imobiliário" quando êle faz uma "tradução" das palavras dele e do Heleno, as mais recentes.

  15. As bocas grandes de Bolsonaro, filhos e Guedes , Damares e alguns mais deveriam se manter fechadas para o bem de todos e felicidade geral da nação.

  16. Ouve sem saber de onde veio a frase...o ministro Guedes quis dizer que quando a classe média viaja para Miami, leva sua empregada junto, para cuidar dos filhos...

  17. Mário Sabino e Diogo Maynard são comentaristas inteligentinho dá pra aproveitar algumas coisinhas se o texto for bem grande.

  18. Particularmente não gosto do jornalista. Entretanto, seu texto é de excelência e não podemos negar. Não se trata de mentiras, trata-se da velha frase “ franqueza demais é falta de educação”. Não podemos dar munição para essa corja que torce pelo quanto pior melhor, logo, Guedes, Jair Bolsonaro ou qualquer outro membro do governo calados são portas. E convenhamos que empregada doméstica não foi, não vai e não irá a lugar algum mesmo que o dólar esteja 1 X 1.

  19. A que ponto chegamos! Vivermos em mentiras. Nos enganando a nós mesmo (finge que me explica e eu finjo que entendo). Isso sim é ópio para o povo. Só na cabeça deste jornalista medíocre e possesso. Ainda bem que os editores da CROSOÉ pensam diferente. Viu!! Este é o ópio, a mentira, para continuar lendo esta [email protected]

  20. Todos brasileiros de bem entenderam muito bem as falas do ministro. essaa insinuações da Crusoé são as mesmas daqueles anti-brasileiros que trabalham arduamente contra o crescimento da pátria. Todavia, nós temos primeiramente Deus, e depois, as forças armadas brasileira para nos devolver a esperança de uma vida digna em nossa querida nação. As máscaras estão caindo... logo as verdades serão reveladas...

    1. Estou impressionado: perdemos a capacidade de entender ironia. Somos literais.

  21. O fato é que Guedes, Bolsonaro, Mourão, Damares e até mesmo Moro - porque não? - estão todos de saco cheio, cheíssimo!, de dar entrevistas, quase que diariamente, à imprensa, na maior parte das vezes arredia e arrogante. Aí partem pra cima, dizendo o que lhes vem à cabeça, cometendo o famoso “sincericidio”... O brasileiro prefere ser iludido com a conversinha mole pra boi dormir, que embala o sono dos otários, do que ouvir a verdade nua e crua. Parece que suas excelências ainda não aprenderam..

  22. A quem se opõe ao maravilhoso artigo, como sempre , leiam As 48 leis do poder do Robert Greene... basta com este mimimi de favelados mentais ! A quem mencionou Rui Barbosa vá estudar a política do encilhamento... Sempre i soliti cazzoni !!!

  23. O defeito do ministro é só um: não é político. Quanto aos" parasitas", para quem serviu a carapuça, resta o silêncio. Às sacoleiras, resta o Brás.

  24. Já está na minha fatura do Banco Santander cobrando a sexta parcela da minha assinatura que justifica que minha Assinatura não pode estar atrasada. Por favie

  25. Realmente depois de dezesseis anos de PT com aquela imagem da propaganda do país que todos queriam viver fica difícil dizer a verdade. Todos se acostumaram com mentiras inclusive e principalmente esse jornalismo de plantão. A verdade só pode ser dita nos corredores e gabinetes em off. Hipocrisia acima de tudo.

  26. Sabino ... sua postura é a do jornalismo do deboche... está escrito na sua cara... no seu sorriso... no seu tom de voz... desses que só se agrada qdo concordam com vc e te enaltecem... te acho comum... não deve ser difícil buscar palavras e sentidos e explorar isso a seu próprio favor... mas... cada um contribui com o que traz na alma... isso aí!

  27. Pelo que entendi, o nobre articulista estaria exortando o ministro a mentir, mentir, mentir e ser demagogo, e considera este o perfil adequado aos governantes e seus auxiliares. Pensei que, talvez, ele acreditasse que novos atores da cena política tenham sido eleitos e escolhidos justamente pela coragem de dizer o que pensam, especialmente os que o fazem de forma tão clara e direta como este ministro e o presidente.

  28. Desnecessário é todo esse discurso "cheirozinhos" ... O próprio pobre sabe que o discurso está correto ... E vocês ainda não aprenderam a ver a realidade ... foi essa "sinceridade" que elegeu Bolsonaro e vocês todos ficaram com cara de "babacas" e fizeram um esforço "duca" pra digerir o fato ... Sugestão ... saiam dos seus guetos "intelectuais" e dêem um rolê na vida ... vão escrever melhor e acertar mais ... beijos "hipócritas" a todos ... os carecas e com cabelo ...

    1. kkkk, o próprio pobre aplaude o sincericídio do Guedes....😂😂😂

  29. Acho q todos pensamos como o ministro. O erro é falar. Lembro do ditado: quem fala demais dá bom dia pra burro. O burro é o PT. Não precisava ser tão bem alimentado...

    1. Verdade Suzana, daqui a pouco vão reclamar, descontextualizando, que o Ministro não gosta de tomar banho!!

    2. tb sou povão e acho que o ministro me representa... o problema é que como não há muito o que falar contra Guedes... qualquer palavra gera um conflito de ideias e uma reportagem p distorcer e difamar o que continua sendo acertado de se dizer...

    3. O seu retardado...o que você tem contra o "povão"? Eu sou povão e daí? E aposto que tem nunca viajou num vôo internacional na primeira classe. Seu idiota!

  30. Excelente artigo e a frase então, perfeita. Vou usá-la todos os dias. Acho que nossas "autoridades" todas elas, deveriam usá-la também. Melhor, poderiam se abster de dar tantas declarações estapafúrdias. O Brasil agradeceria e todos viveríamos melhor.

  31. Excelente matéria. Sou funcionário público e o meu salário é igual ao de 12 anos atrás. Se duvidarem publicarei os contracheques.

  32. Genial artigo! Para nós que estamos ao lado do ministro e sabemos exatamente o que quis dizer, ok.... Mas o problema caro Ministro, é o que o Sabino falou, a corja de esquerdopatas e imprensa suja e outos porcos similares, vivem dia e noite à espera de escorregadas....para explorar a seu bel prazer.....Precisa fechar a boca, mas como economista é um gênio!

  33. Gostei e lamento. Tanto o presidente como o Paulo Guedes vem fazendo estragos com declaracoes desnecessarias e prejudicando os bons intentos do governo. Nao precisa dizer isto. Facam a reforma administrativa e lá regulem esta loucura de altos salarios de funcionarios publicos instituidos pelo PT. Cortem nas reformas e falem menos.

  34. Ministro, para com isso. Esse governo já tem gente demais pra falar asneira. Volta pro seu trabalho sério, proativo, que nos transmite confiança e nos dá esperança.

  35. Verdadeiro e Lúcido conselho para quem deseja que o ministro continue tentando melhorar a economia do país. Continuando a municiar os demagogos de plantão com essa falta de "sensibilidade" não ajudará.

    1. ser bocudo pra mim é uma das qualidades desse governo... traz identidade de transparência e nos remete à lucidez e consciência . pior foi a pose dos políticos que esconderam a corrupção e o descaso com esse país... sem mais... com toda a minha sinceridade... nunca um analfabeto demagogo e cachaceiro me enganou... nem teve postura de presidente... tão pouco uma anta como a Dilma que mal sabe falar...

    2. Tem uma diferença entre ser sincero e ser bocudo. O Guedes comete sincericídio e isto atrapalha o trabalho dele mesmo.

    1. Se o Ministro da Educação fosse professor de carreira diria que o Jamir foi seu aluno.

    2. O Mario fez um livro da virgula e esquece de analisar a ideia central.

    1. Antônio Cedraz de Oliveira Belo texto, acho que o presidente e o ministro Paulo Guedes devem ponderar as palavras e parar de dar munição aos adversários.

  36. Grande comentário. Essa é a Cruzoe que estou junto desde o primeiro momento. Sem malhar nem puxar o saco, simplesmente uma grande matéria.

  37. Comparo sempre os debates americanos e ingleses com o nosso, e me dá uma vergonha danada ver como os políticos brasileiros são chucros, ignorantes e deseducados. Não possem a menor classe. É triste!

    1. vale cada centavo, essa minha assinatura na revista CRUSOÉ

  38. Perfeito! Principalmente por lembrar que a política não se faz apenas com boas intenções e ações moralmente corretas ainda que os resultados venham a ser benéficos para a coletividade.

  39. Tenho andado distante de ler jornais mas leio Crusoe , até quando vou aturar mais um veículo que agora passa a fazer oposição ao governo Bolsonaro ????..

    1. Ahh, Maria, não há problema algum em se fazer oposição ao governo desde que seja construtiva e vise o bem do país e não a conquista do poder a qualquer custo. A corja de canalhas vagabundos que desgovernou o país nos últimos 16 anos não aceita a derrota nas urnas. E o que é pior, apoiada por uma imprensa nojenta que não quer perder as altas verbas publicitárias oferecidas pelos governos Carniça, Cadáver Inseupulto e Mordomo Vampiro. A mamata acabou, simples assim.

    2. Sempre assinei vários Jornais e Revistas, todas foram vendidas para Sociais democratas envolvidos com a lava-jato, a única que ainda podia se ler era a Crusoe, informavam sem manifestar opinião, e o melhor deixavam pra gente, leitores discutir e emitir suas opiniões. Agora mudou, a opinião já vem formada, até o Mainardi afirma que Família Bolsonaro matou o miliciano do Adriano, como queima de arquivo. Tá difícil...

    3. Certamente, o problema não está nos veículos de comunicação, mas em você, que só quer ler o que está de acordo com sua opinião.

    4. Qual o problema de se fazer oposição ao governo? Existe governo perfeito?

    1. Falar pouco e fazer muito ,o resto é blá blá blá.

  40. Em matéria de comunicação ministerial o melhor ministro que existiu foi Armando Falcão. A frase mais longa que dizia as microfones era "nada a decolar."

  41. Entendemos o que Gudes disse, mas as “sensibilidades” de nossa corrupta esquerda utiliza até choro de criança contra o governo e tudo que deseja cessar com a roubalheira no Brasil. Felizmente sabemos que esse é o governo MENOS PIOR DISPARADO governo desde a década de 80.

    1. Quem " sabemos" que este é o melhir governo desde a década de 80 ? Sinto lhe informar que esta é a sua opinião, mas pode não ser verdade.

  42. Muito bem pontuado, Sabino. Paulo Guedes provavelmente é o melhor economista q esse Brasilão já teve. Não pode entrar no rondó d falar demais. Nesse viveiro d abutres querendo comer o fígado da tripulação bolsonara, silêncio é ouro

    1. Será que Guedes foi o melhor economista que o Chile já teve? A mídia parou de noticiar, mas é fato que o estrago dos garotos de Chicago lá foi devastador.

  43. Perfeito. E eu adoro o Paulo Guedes. Acho que tem feito um trabalho de por o dedo na ferida como nunca foi feito e os tucanos e os urubus estão na espreita para o ataque. Não pode dar mole. Cala a boa, Guedes ! E vamos trabalhar ! O país precisa de vc !

  44. Ministro da economia não deve dar pitaco em câmbio... Moeda é com o BC... Esse sim, é que através dos leilões e política monetária, deve ou não se pronunciar.... Paulo Guedes, vá tocar a agenda de Privatizações que já está atrasada...

  45. Se a alta do U$ é bom p os especuladores, quando mais p Guedes, mestre em especulação. Capitalização é bom p quem? P quem tem em lugar da aposentadoria? kkk ou do especulador? Especulador sempre ganha, se soube ganha e se desce ganha mais ainda, kkk. O único q perde é o pequeno q confiou a sua aposentaria neste esquema perverso, q só serve p especulador. Más, tudo bem, o congresso salvou o povo brasileiro desta desgraça. A propósito, sou (pequeno) especulador, p isso sei de q estou falando...

    1. Agora, em termos de articular-se, Guedes está quase tão "bom" como seu superior, até parecido com Dilminha, que adorava de dar tiro no próprio pé, kkkk....

  46. Brilhante! Paulo Guedes também o é (brilhante). Mas, suas últimas declarações me passam a impressão de que está deixando seu ego ser inflado pelos reflexos positivos de 2019. Temos melhorado, mas, ainda é cedo para perder a prudência nas palavras. Excelente a lembrança da frase célebre do Talleyrand!

  47. Fino e erudito artigo, "para variar." Só faria uma ressalva: se o sincerismo e o boquirrotismo podem ser um desastre ao interferir nos humores dos mercados como Mário demonstra de forma indiscutível, ele está eleitoralmente supervalorizado. A vitória de Bolsonaro e de tantos outros em 2018 se deve, em grande medida, a eles. Quem usa palavras para esconder seu pensamento está se ferrando eleitoralmente nestes novos tempos.

  48. O ministro mais mentiroso que conheci chama-se Jarbas Passarinho, suas entrevistas eram um misto de, falta de verdade e enrolação, enchia os entrevistadores de dados técnicos contábeis e no fim todo mundo pensava que tinham ganho uma aula grátis, mas na verdade ele não tinha dito nada com coisa nenhuma.

  49. Psicólogo em um hospital público do estado de são paulo, salário 3700, por 30hs semanais, atendendo em uti, enfermaria, PS , atendendo infectados etc, terão sua insalubridade revista . Sem aumento há anos! Dentro de um SUS que vem sendo atacado de todos os lados, por conta de uma corrupção voraz , veloz e virulenta! E o profissional da saúde é um parasita? Ah tá! Politicos usam palavras pra nós nos distrairmos e não pensarmos, e assim se perpetuam parasitando um país!

  50. Guedes tá dando uma de Bolsonaro, fica calado Guedes. os esquerdalha estão como urubus em cima esperando estas pérolas.. e cá para nós tem um monte de servidor público parasita mesmo!

  51. Paulo Guedes safado, manipulador de mercado. Poucas vezes vi um cara tão podre comandando a economia de um país! Não faz absolutamente nada daquilo que propõe, fala números utópicos ao vento (estilo Ciro Gomes), causa stress ao mercado financeiro oportunamente para fechar a conta dos seus amigos banqueiros; ohh, bancos lucram entre 20 e 40% mais logo no primeiro ano de governo JB.

    1. Só para seu governo: o período da roubalheira da maior organização criminosa que o mundo já conheceu o PT, foi o apogeu dos banheiros. E a economia hoje está acelerando rumo a prosperidade. O mercado já percebeu que a proposta deste novo governo é séria, sem paternalismo hipócrita e sem privilegiar"companheiros e companheiras"

    2. Seus dados não batem exatamente com a verdade. Só faltou dizer que o governo petista foi o mais honesto que se viu na história, recheado de mentiras tipo: quem ganhava 500 reais por mês passou a ser contabilizado como se classe média fosse e assinar o nome sinônimo de alfabetizado !!!

  52. Olá Mario, Espero sinceramente que o Paulo Guedes leia o seu texto, reflita e controle suas "incontinências verbais"... huahuahuahua Obrigado

  53. Esse governo se comunica muito mal e assim, está sempre dando munição para a turma do " quanto pior, melhor". Quem fala muito, fala mais bobagens.

  54. Mario, na menor parte concordo com você. O Ministro Guedes é de longe o melhor que já tivemos em mais de 50 anos. Se juntar Delfim, Simonsen, Malan, etc, não dá 20% da capacidade do PG. Mas ninguém é perfeito. Ele não é, graças a Deus, político! Disse a mais pura verdade quando chamou de parasitas um alto percentual de funcionários públicos que ganham fortunas e só "coçam o saco" o dia inteiro. Se fosse político não diria, mas não teria mexido na ferida que precisa ser curada.

  55. Sabino, dá gosto ler seus artigos, mesmo os que contemplam falas desastrosas como as do Paulo Guedes. E'uma aula de cultura da melhor espécie. Obrigada. Falou o que pensei o tempo todo e até me manifestei no time line de um amigo: "Cala essa bocarra Guedes"!!!

  56. Discordo totalmente do Sabino. O povo não aguenta mais ouvir mentira e ser tratado como palhaço. Ninguém é bobo. Quem deseja ter futuro na política deve aprender a falar a verdade. O eleitor quer autenticidade.

    1. Vamos ser justos. A Crusoé tem um timaço! e o Mário, sem dúvida, é o melhor. parabéns.

  57. Muito bom! Sábio conselho! Não entendo a necessidade de ministro dar tanta entrevista, fazer tanto comentário em rede social. O resultado do trabalho tem que falar por si.

  58. Mário, acho que você é meio bolsonarista, porque está dando consultoria politica de graça agora pro Ministro.... Guedes deveria imprimir esse texto em duas cópias, com letras garrafais. Ato contínuo, deveria deixar uma cópia na cabeceira para ler antes de dormir e antes de se levantar, e outra cópia ao lado da foto do presidente, para ele ler entre uma audiência e outra. Quem sabe, assim, vai chegando perto do que deve ser um ministro.

    1. Eduardo, faz o seguinte: entre na faculdade, se forme em Economia, faça um doutorado nos EUA e aí tente dar pitaco sobre como deve ser um ministro. Quais sãog as suas credenciais. Mostre-nos a sua folha corrida. Se for igual a do seu amiguinho José (sem acento, que toma no assento), nem perca seu tempo.

    1. Cala a boca Magda Guedes!!! Não de munição pra canalhas!,,,

  59. Também acho que de boca fechada seria melhor em questões que vão dar barulho e isso deveria ser seguido pelo chato e bocudo presidente que ama aparecer na saidinha matinal . O Bolsonaro que recebeu meu voto acha que ouvido de brasileiro é pinico.

  60. Comentário grotesco, desprezível e irresponsável de um ministro que vive na bolha chamada Faria Lima e se acha a última bolacha do pacote. Vergonha alheia.

  61. Traiu a mulher? Negue. Se confirmar, ela terá de te abandonar. Ouvia de meu pai, desde sempre. Hoje, aos 92 anos, ele repete. Talvez para que os netos, a maioria casados, não confessem o "crime". São duas premissas, que hoje soam retrogradas: só os homens traem e as mulheres traídas têm de impor o pior dos castigos. Assim ele pensava e ainda pensa. Paulo Guedes devia seguir não só Talleyrand (usar a palavra para esconder os pensamentos) e tb meu pai: "... pensamentos" e ATOS.

  62. Por isso que eu gosto do Antagonista. Quando precisa colocar o dedo na ferida coloca mesmo! Paulo Guedes precisa medir mais suas palavras. Não pode dizer tudo que pensa de forma atabalhoada. Achei infeliz seus dizeres, mesmo que tenham sido tirados de um contexto. É muita munição para essa esquerda hipócrita! É tudo que eles querem.

  63. Em matéria de comunicação esse governo vai de mal a pior. Mas as ações e intenções são corretas, na sua maioria. Muito melhor do que o governo PT fazia, no discurso era perfeito e defensor das minorias e na prática defendia interesses dos ricos e poderosos até se tornarem um deles. Como ocorreu.

  64. Falar o que não deve parece estar no DNA deste governo. De Damares a Bolsonaro, passando pelo ministro da educação e os filhos do capitão, todos já falaram bobagens homéricas. O que surpreende é Paulo Guedes entrar nesta turma considerando a excelência do ministro. Não combina com o doutor em Chicago.

  65. Excelente texto, como sempre. Ironia fina... mas a situação do país e os seus "funcionários" me lembrou de um artigo publicado no antigo JORNAL DA TARDE, do Grupo Estadão. O nome do artigo era O FERRÃO DO PARASITA (oxalá ainda exista nos arquivos do estadão...) e s tese do autor era o seguinte: o Ferrão do Parasita que sugava a Pátria Querida era o tal de "Direito Adquirido". Enquanto essa praga não for debelada, nunca acertaremos os orçamentos.

  66. Excelente. infelizmente a nossa imprensa economiza texto, tirando do contexto e a informação vem incompleta. Quanto ao ministro, ele tem que se conter quando precisar expor suas opiniões técnicas, sem metáforas. Continua sendo um senhor ministro. Tem a minha admiração.

    1. A sua, a minha, e a admiração de milhões de brasileiros do bem, consientes, honestos e politizados no verddeiro e altivo significado da palavra.

  67. Embora concorde parcialmente, há questões mais substantivas a serem dissecadas, analisadas, ponderadas e divulgadas à "opinião pública", o verdadeiro papel da imprensa honesta.

  68. Muito razoavel e correta sua coluna na minha opinião. O que não aceito é que como um cara sabidamente inteligente, fa êsse tipo se BURRICE.

    1. Inteligência não tem nada a ver com educação ou civilidade. Preconceito existe entre burros e inteligentes.

  69. Acho que o PG está de saco cheio, não aguenta mais levar pressão de bandidos de fora do governo e de dentro. Talvez inconscientemente - ou até conscientemente - chutou o pau da barraca. Está louco para cair fora. Torcendo para ser demitido.

  70. as vezes penso q é de propósito, não é possível que ele fale as coisas sem saber das consequências, deveriam mirar no Exemplo do Moro, Estadista, até quando responde a altura faz com INTELIGENCIA e CLASSE.

  71. Pois é. Faltou treino para encarnar o papel de ente político de enorme destaque. Lembre-se ao ministro que a economia sofre, sim, os solavancos gerados por suas falas. Seja por pura ânsia especulativa, seja por honesta preocupação por levar ao pé da letra as falas ministeriais. A linguagem simbólica, própria do ser humano, cria armadilhas. Nem sempre o que se quer comunicar é entendido pelo comunicado. Maior cuidado com os símbolos, assim como caldo de galinha, não faz mal a ninguém...

    1. Pequeno adendo irresistível: mais continência. Com ou sem trocadilho, ao gosto exclusivo do leitor. Seguem os símbolos...

  72. Como diria o personagem Justo Veríssimo do Chico Anísio : lugar de férias de pobre é na Praia Grande ou no piscinão de Ramos! kkkkk

  73. Texto impecável , embora eu concorde com o ministro no sentido de que o brasileiro dever procurar conhecer mais o próprio país, justamente para não generalizar nas suas considerações com o olhar apenas para a realidade que , aliás omo fez o próprio ministro ao citar "como classes menos" as empregadas domésticas e você brilhantemente lembrou que hoje há muito mais gente fazendo parte dessa classe onde não sobra dinheiro nem pra pagar as contas quanto mais viajar de férias para a Disney!

    1. Corrigindo o trecho do meu texto :"no sentido de que o brasileiro deveria procurar conhecer mais o próprio país,justamente para não generalizar nas suas considerações com o olhar apenas para a realidade que o cerca".

  74. Ótimo texto. Na torcida para que nosso Ministro boca grande o leia. Já passou da hora de ficar usando o tal fora de contexto como desculpa.

  75. Excelente texto, parabéns! Creio que não é preciso ser economista para ver os erros ingênuos apontados por Guedes em seu discurso infantil. Também desconheço quem não seja aposentado público ou familiar de funcionário estatal que consiga tirar férias 4 x ao ano. Enfim, melhor o ministro ficar trabalhando em seu gabinete. Muitas palestras, pouco serviço e resultados concretos.

  76. Mário, muito boa as suas considerações a respeito do ministro Guedes falar demais. Não podemos dar munição para a esquerda.

    1. Quem fala o que pensa dá bom dia a cavalo. cuidado com o que você fala , Paulo Guedes. Siga o conselho de Mário Sabino. Parabéns pelo texto. Perfeito.

Mais notícias
Assine 50% off
TOPO