Bolsa-refúgio

25.01.19

O governo federal prepara um pacote para oferecer a municípios que toparem receber refugiados venezuelanos. A ideia é liberar recursos federais para as prefeituras que ajudarem no esforço para distribuir pelo país afora o contingente de conterrâneos de Nicolás Maduro que hoje se concentra em Roraima. Mais de 10 mil famílias venezuelanas estão hoje no estado, em condições precárias e pressionando a rede pública de saúde.

Antonio Cruz/Agência BrasilAntonio Cruz/Agência BrasilAcampamento de refugiados: o plano é diminuir a concentração em Roraima

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

Só R$ 1,90* no primeiro mês

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

*depois, 11 x R$ 14,90

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • A Coluna Exclusiva de Sergio Moro
  • Podcasts e Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Idéia de jerico. Não tem que espalhar nada. Manda ajuda lá para o povo até que eles possam voltar para os braços do salvador Guaidó, a mosca da vez.

  2. Esse povo precisa é se comprometer a voltar pra casa assim q o Maduro cair definitivamente, e ajudar a reerguer seu próprio país. Já temos mtos problemas o resolver.

  3. Brasil é uma nação "piloto na globalização", somos uma nação resultado do mix real de várias. Nós últimos 518 e 9 meses recebemos , acolhemos e nos permitimos a união de povo... Não vai ser diferente com os Venezuelanos - sejam b.vindos , tem Brasil pra todos ...

  4. Nada mais justo. Se é uma ação do Governo acolher refugiados de qualquer nação, é um DEVER prover recursos e projetos coerentes com acolhimento. Durante o Império, o Brasil acolheu imigrantes da Alemanha , Itália e outras nações, mas o "houve propaganda enganosa" ... O Brasil não pode prometer dignidade a imigração sem que tenha estratégia mais inteligente e recursos mais rápidos para os municípios que recebem. Além de Venezuelanos , recebemos os Haitianos, que vieram para ajudar o Brasil tb.

  5. O Grupo de Lima tem que chamar a responsabilidade de todos os países da América do Sul e Central. Simplesmente assumir a conta sozinho é péssimo. Tem que inaugurar um discurso de divisão da responsabilidade entre os países, até mesmo para pressionar a ditadura de Maduro. Ao sentir o peso da consequência da ditadura Maduro se aproximando, será qe Uruguai, por exemplo, continuaria com sua atitude irresponsável? Ora, então vamos mandar todos pro Uruguai, já que eles estão melhores do que nós.

  6. Esses infelizes acreditaram - como nós- no discurso do garoto propaganda do comunismo #luladrao Cadê a Glaise e o traído Paulo Bernardo? A batata deles, do Ze Dirceu e do Pilantrel estão assando. O soldado e o cabo já estão no comando, ainda que os carguinhos no RN e BA estejam confirmados

  7. A insanidade dos politicos sul-americanos chega as raias do absurdo... Ainda precisaremos viver muitos decênios para depurar esta fauna espúria encrustada no continente! Do Brasil à Venezuela só medo e tristeza da sofrida população!

    1. Não tem paralelo entre o que a Alemanha fez nos últimos anos. Nós acolhemos umas centenas de vizinhos muito necessitados e passando fome e muitos doentes. A Alemanha é carente de mão de obra e pode, na sua condição econômica, acolher os imigrantes e lhes dar o bem estar social que procuram! Hoje, com a oposição da Direita, a situação muda e ocorre uma acomodação pelo numero bem menor de migrantes que buscam a Europa.

Mais notícias
Assine 7 dias grátis
TOPO