Tiro no pé

18.01.19

Membros da cúpula do governo de Jair Bolsonaro viram como um tiro no pé o pedido de Flávio Bolsonaro para suspender a investigação sobre seu ex-motorista Fabrício Queiroz – aquele que movimentou 1,2 milhão de reais e, apesar de estar com uma grave doença, foi filmado dançando dentro do hospital. Além de colocar em xeque o discurso do presidente Bolsonaro e do próprio Flávio, que diziam ter interesse em ver tudo esclarecido, o movimento pode trazer sérias complicações criminais. Na prática, Flávio Bolsonaro recorreu ao Supremo Tribunal Federal porque a investigação foi iniciada quando ele já tinha sido eleito senador, o que poderia significar um desrespeito ao foro privilegiado. Como consequência do recurso, o filho de Jair Bolsonaro pode acabar levando o caso para a esfera federal, a cargo da Procuradoria-Geral da República e do grupo especial de inquéritos da Polícia Federal, baseado em Brasília. Até aqui, a apuração estava com o Ministério Público do estado do Rio. A decisão final caberá ao ministro Marco Aurélio Mello, de cuja pena costumam sair decisões surpreendentes.

Adriano Machado/CrusoéAdriano Machado/CrusoéMarco Aurélio pode, em última instância, entender que o caso é federal

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • A Coluna Exclusiva de Sergio Moro
  • Podcasts e Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Eita Adriano. Não deixa os chefes lerem esse texto não que vc ganha as contas na hora. Juro que esse comentário é imparcial. O Flávio não pediu ao STF a suspensão do processo. A decisão do Fux que inevitavelmente suspende o processo pq seu relator está em recesso. Tá precisando se informar melhor ein...

  2. Jair é gente-fina. Mas isso não basta para ser um bom Presidente. Está cercado de pilantras. E o filho Flávio tb. Ou arruma o país ou ajuda o filho. As duas coisas não dá pra fazer.

  3. Mourão vociferou contra as jabuticabas brasileiras, e transplantou sem vexo algum uma no solo fértil do Banco do Brasil. O Capitão e sua trope, elegeram-se com o símbolo da moralidade. E agora vemos a imoralidade da "rachadinha" no cardápio da "Família" e -pior- ligação de seu filho com a bandidagem miliciana. Estou decepcionado!

  4. Agora o coaf tem que investigar as transações financeiras dos jornalistas do estadao, folha sp, Globo e Veja.... afinal, ninguém está acima da lei em uma República não é mesmo ...

  5. Eu gostaria muito de ler aqui, reportagens sobre os grandes beneficiados com contratos do BNDES, sobre os OUTROS investigados sobre movimentações suspeitas (inclusive do PT), sobre os artistas que recebem pela Lei Rouanet (contrários ao objetivo da Lei), e outros assuntos tão importantes que a Crusoé tem ignorado. Quando assinei a revista, pensei em receber um conteúdo diferente dos de sempre, dos jornais e revistas conhecidos (Estadão, Folha, Isto É, Veja...). Até agora, é 'mais do mesmo'.

  6. Os trouxas e desavisados ainda ficam dando corda para a fofoca do Queiróz e Flávio. Sabem dizer a cor da cueca que usam. Cruzes que gente insana, e BNDES PORRA NENHUMA.

    1. o velho toque magico...desvio da atencao pra coisas menos importantes quando se esta engendrando o mais importante!

  7. É triste para quem, como eu, votou por acreditar em uma mudança no modus operandi da nossa política, ver o foro privilegiado ser solicitado pelo filho do presidente. Me parece óbvio que o rapaz ficava com parte dos vencimentos de seus contratados. Os novolulinhas poderão complicar muito o início desse mandato. Que a justiça não nos decepcione nesse caso.

    1. Quando a notícia é ruim, mata-se o mensageiro, não é mesmo?

    2. Me decepcionando um pouco com a Crusoe, a tendência a denegrir a imagem o nosso presidente persiste, isso não é jornalismo investigativo, o que eu estava buscando, se não tiver mais responsabilidades com as acusações, pode ficar com elas, eu saio.

    1. Jose: Deixa de kkk você deveria refletir ante de dá seu voto precioso.É

  8. Como já disse o MAM, a petição vai para o lixo. Quando ocorreu o fato? Este é o ponto de partida para o tão execrado - pela família Bolsonaro - foro por prerrogativa de função. A mudança de hábito foi tão rápida que o Flávio, esquartejador do foro privilegiado, quis algo inédito: o foro privilegiado antecipado. Não diria que se trata da Família Trapo, pois esta cuidava apenas do satírico, mas se trata de um família muito unida onde todos eles vivem muito ouriçados. Na hora da verdade, silêncio.

  9. Não tem como, está na cara que mordiam o salário de funcionários do gabinete, já cansei desse empurra - empurra, esse assunto já deveria ter sido finalizado, Queiroz enrola pra ir ao MP, se interna, Flávio Bolsonaro recorre ao STF. Estão tentando sair de cena e enrolar, melhorar as provas, estudar a melhor defesa. Os filhos do Bolsonaro mais uma vez, criando crises para sua presidência.

  10. Recorreu ao STF não para interferir no caso Queiroz, e sim porque ele (Flávio) estava sendo investigado sem autorização judicial. Vejam a entrevista dada à TV Record, que foi levada ao ar na sexta-feira. Parece que tem muita gente comentando sem se inteirar dos fatos.

  11. Até os cuneiformes fecais da Lagoa Rodrigo de Freitas sabem que os Bolsonaros davam uma mordidinha nos salários de seus apadrinhados. E é bem verdade que eles podem gritar: Cadê os outros? Bolsonaros são uma fraude!

  12. O filho de Bolsonaro está me lembrando o governo Collor, anunciava aos berros que ia acabar com os marajas e no fim ele era um deles.

  13. Que parciais esses jornalistas. Sem exceção Estão fazendo um auê com o Flávio Bolsonaro e nenhuma palavra sobre os outros envolvidos no mesmo cambalacho. lamentável

    1. Os outros não são filhos do presidente. Não se dizem porta voz da moralidade. Não estão dentro do governo, acompanhando o pai pra lá e pra cá.

  14. Essa matéria está com o título errado! Deveria ser: TEMPESTADE NUM COPO-D’ÁGUA... Ora, qualquer Estagiario do MP estadual sabe que uma vez diplomado senador, nem mesmo o onipotente ministério público estadual pode investigar fatos a ele vinculados. Como no caso do Bessias, pelo fato de envolver Dilma, só o supremo poderia decidir. E a reclamação serve mesmo para conter esses abusos de primeiro grau... Aliás, só há investigação em curso porque a imprensa fez tempestade no copo-d’água...

    1. Ele só pode ser processado pela Justiça Estadual, pois se crime houver foi no exercício de mandato de deputado estadual. A apuração restringe-se a este período. Não acredito que o Min. Marco Aurélio aceite o pedido do senador que não tomou posse ainda. E se crime houver, pois não existe processo ainda, ele deve ficar com o MP estadual, pois o delito teria sido praticado no exercício do mandato. O Presidente já afirmou se houver crime que arque com as consequências.

  15. Apoio o Presidente Bolsonaro e todo trabalho que ele tem realizado e apoio seus 3 filhos Flavio,Carlos e Eduardo que estao colocando o pais no caminho do crescimento economico e recuperacão dos valores morais

    1. Esses filhos de Bolsanaro são imaturos e despreparados.Votei no pai e não nos filhos.Eles já estão atrapalhando o governo do pai e são bastante dissimulados Flávio é desonesto e Eduardo está. indo com muita sede em direção ao.pote.Bolsanaro tem que limitar, separar a figura do pai e do Presidente.Ele deveria ter cortado na própria carne nesse episódio Rachid em vez de apoiar o filho esclarecer para o Brasil a verdade.Será que teremos um governo corrupto ? Se isso continuar logo Mourão

  16. Espero que esse triste caso não abale a nossa confiança nesse novo governo que renovou nossas esperanças de um Brasil tirado a limpo!

  17. Amigos e Amigas, boa noite. Esse imbroglio é absurdo, mas, se o MP RJ não pretendia, por interesses escusos, jogar o Flávio nas cordas, prá ganhar a proteção do Presidente? Se o Queiroz não passa de um agiota e o Flávio um incompetente? E Marco Aurélio, malandro antigo, não quer abrigo? E Fux, protegendo um judiciário imerso em escândalos? Suas filhas já são desembargadoras. Devemos estudar melhor os fatos. Abraço

  18. Votamos para conhecermos a verdade? Esta nos libertará? Aí estão os vagabundos do teatro de Brasília, da esquerda alucinada à direita-cristã eloquente. Aguenta Brasil!

  19. Se for culpado, que receba a punição que lhe cabe. Agora e esses outros pilantras, ninguém fala nada? O gabinete que apresentou a maior movimentação entre eles foi o de Luiz Martins (PDT), com R$ 18,5 milhões, quarto da lista geral. O gabinete com o maior volume de comunicações é o do petista Ceciliano. Foram mencionados quatro assessores com movimentação atípica de, somados, R$ 49,3 milhões. A maior parte se refere a entradas e saídas na conta de Elisângela Barbieri, que movimentou R$ 26,5 milh

    1. sao pessoas wue so interessam ao RJ. a imprensa nacional tem.o dever de informar sobre os filhos do presidente..o resto e noticia estadual.

    2. A maior parte se refere a entradas e saídas na conta de Elisângela Barbieri, que movimentou R$ 26,5 milhões em sua conta, segundo o Coaf. O segundo da lista é o deputado Paulo Ramos (PDT), cujo gabinete registrou movimentações atípicas de R$ 30,3 milhões. Elas estão concentradas em nome de Luiz Felipe Conde, cuja conta recebeu e retirou R$ 18,6 milhões, segundo o Coaf.

  20. Olha só quem vai decidir, o "voz cansada" desse stf, vão desencavar novamente essa múmia das catacumbas do STF ,que se acha o "astro rei", vai soltar mofo e bandagem carcomida pra todo lado, ninguém merece.

  21. Na minha leitura, tem gente dentro da cúpula que esta dando wrong advise...., e ele parece que não é muito savvy , caiu na armadilha. Se e trouxa que se vá, mais deixe o pai trabalhar.

  22. Estou entrando os comentários aqui cercados de " mas isso, mas aquilo" , parecem querer tapar o sol com peneira . Seja lá o que for , venha de quem ou de onde vier, que seja investigado e punido , se for o caso. Afinal, não era a "bandeira da honestidade " o carro chefe dessa campanha , na qual acreditamos e depositamos nossa confiança?

    1. É isso. onde está a transparência? Por que o filho do Presidente, que estava à disposição da justiça, não foi prestar esclarecimentos?

  23. Quando é que esse filho do Bolsonaro vai deixar de fazer merda? o cara é primário e está colocando em risco a administração do pai. É preciso alguém na cúpula do governo dar um basta nesse idiota.

  24. Quer dizer que a Cruzoé e o Antagonista tem que fazer vista grossa com os erros do governo Bolsonaro? Por favor, sso é discurso de petralha!

  25. Pau que dá em "chico" dá também em "francisco". As práticas ocorridas em gabinetes poderiam ser até normais, mas, acabou! ou não! Vão-se os anéis e preservam-se os dedos"

    1. Vamos ver qual será o comportamento da alta cúpula agora

  26. A verdade já é conhecida de todos! Jair e Flávio empregaram a família Queiroz e monderam boa parte dos salários dos funcionários de seus respectivos gabinetes. Ninguém votou no Bolsonaro acreditando que ele fosse o mais probo dos políticos. O governo atual não vai cair por conta disso. Apenas os iludidos estão surpresos. Investigação que segue!

  27. Independente do foco das investigações estar priorizando apenas o filho do presidente, e deixando de lado outros deputados envolvidos, o Flávio deveria responder às perguntas do MP e deixar claro o seu alegado não envolvimento em falcatruas. Não ocorreria todo este desgaste.

  28. Acho certíssimo uma investigação do caso. O que acho errado e vergonhoso é não ter a mesma repercussão o roubo da família Lula da Silva. Ou será que existe algum problema que impediu que isso fosse feito? Essa é minha dúvida!

    1. É isso. Eu tbm concordo que seja investigado mas, pq essa obsessão com o atual governo? Essa imprensa é parcial e seletiva. Um pouco de coerência traz credibilidade.

  29. Por mais louca que esta opção possa parecer talvez seja parte de uma estratégia : Ganhar tempo para que os casos mais graves $$$ passem na frente da fila e ficar OFICIALMENTE evidente a verdade que todos sabem !!!!

    1. Chama mais atenção sujeira nos que se diziam limpos, do quê podridão nos que sabidamente são imundos.

    2. As movimentações de outros parlamentares não interessam neste momento, para a imprensa. O que está em jogo agora é o seguinte: se houver um movimentação muito grande na conta do Flávio ou do Queiroz isso será utilizado para chantagear o governo. O que preocupa é o silêncio ensurdecedor dos Bolsonaro. " aquele que encobre a sua transgressão jamais será perdoado, porém aquele que a confessa e deixa alcançará misericórdia."

    3. Manoel, a diferença entre os outros casos da COAF é que este envolve um assessor de um deputado federal que é filho do presidente. Até a primeira dama está diretamente ligada por movimentação financeira. Será que não merece atenção da mídia até ver resolvido? Se fosse o PT no governo, não merecia ver resolvido (e por várias vezes, pra desespero nosso, não foi)?

    4. Manoel, é natural que a vidraça virou vidro, os Bolsonaros fizeram por merecer. Por outro lado, a população que se sente enganada quer esclarecimentos e a imprensa vive de notícia. Qto aos demais funcionários de parlamentares que movimentaram quantias maiores não serão esquecidos mas não causam tanta indignação. A verdade é que nunca um governo se queimou em tão pouco tempo, todos dia tem tiro no pé.

    5. O detalhe, Gilberto, é que o MP estadual não parece interessado em nenhum outro caso da lista do COAF. Ganhar tempo só vai fazer aumentar as informações atuais sobre o caso Queiroz serem repassadas gota a gota para a imprensa e eternizar essa desconfiança. Com mais de 200 milhões de reais de movimentações suspeitas, porque só sobre esta tem tantas informações na imprensa? Simples, porque as demais ainda não foram e não serão investigadas.

Mais notícias
Assine 7 dias grátis
TOPO