RuyGoiaba

Os pejotinhas do PSOL

18.06.21

É do ser humano, demasiado humano, ficar contente quando alguém que se arroga o papel de palmatória do mundo desaba do pedestal: o pregador que é flagrado com a boca na (por assim dizer) botija, o político probo que esconde dinheiro vivo em cavidades pouco ortodoxas, o campeão da moralidade cujo consumo de cocaína supera o do personagem de Al Pacino em Scarface. É um lugar-comum porque é tediosamente verdadeiro: o grande pecador que sobe no caixotinho e aponta o dedo para todos os outros pecados da humanidade. Nada de novo — o que, claro, não é obstáculo ao prazer de testemunhar a queda.

No mundo da política, ninguém se atribui mais a função de palmatória do mundo do que a esquerda (tarefa que é facilitada, no Bananão destes tempos, pela extraordinária estupidez da direita no poder). Por isso foi tão divertido ver o PSOL — esse porta-estandarte da pureza esquerdista, essa turma que saiu do PT por não achá-lo suficientemente radical — ceder à tentação dos demônios neoliberais e divulgar nas redes uma vaga de emprego na comunicação do partido, no Rio de Janeiro, com contratação por PJ (pessoa jurídica) ou MEI (microempreendedor individual). Em português claro: sem carteira assinada.

O caso foi publicado por O Antagonista nesta quarta, 16. Flagrado com a boca na botija neoliberal, que nesta revista de família eu nem posso dizer com o que rima, o partido se corrigiu: a vaga agora é por regime CLT e tempo determinado. Quem acompanhou os debates da reforma trabalhista no Congresso sabe que o PSOL deve ter batido algum recorde de “faça o que digo, não faça o que faço”: Deus nos livre de estimular contrato por PJ, é precarização do trabalho, só interessa aos patrões etc. Mas a gente também sabe que coerência não é o forte da patota: há oito anos, uma dessas revistas que leitores de esquerda amavam demitiu a redação INTEIRA porque os jornalistas ousaram fazer greve — isso depois de ter anunciado um corte de 50% na folha salarial. (Sim, greve, aquilo mesmo que fez Lula famoso nos anos 1970. Fica estabelecido que quando é contra a esquerda, assim como acontece com o impeachment, o nome certo é “golpe”.)

Nisso o leitor ingênuo, garotinho inocente, garotinho juvenil, pode se perguntar: não seria mais honesto o PSOL admitir que talvez, só talvez, em algumas circunstâncias eventuais, a contratação por PJ poderia ser interessante para os trabalhadores que a sigla diz representar? No mínimo, discutir o assunto sem caracterizar como Cramulhão do capitalismo, pelego, capitão do mato etc. os adversários que defendem essa possibilidade? É óbvio que não, nunca. Princípios são inegociáveis, muito embora a gente dê aquela negociadinha marota se ninguém estiver olhando: foi um caso de possessão demoníaca pelo espírito zombeteiro de Adam Smith, velho canalha que passou a mão invisível do mercado na nossa bunda, mas os responsáveis foram devidamente exorcizados.

Tudo somado, se ainda houvesse Carnaval, Pejotinhas do Pessol talvez rendesse um bom nome de bloco, na linha de Simpatia É Quase Amor, Me Beija que Eu Sou Cineasta e similares. O que também não vai acontecer nunca, porque no Rio os foliões desses blocos são quase todos psolistas ou simpatizantes — e ainda são a alternativa saudável, vegan, que a cidade oferece a quem não curte uma milícia. Na síntese precisa formulada por Gil do Big Brother: o Brasil tá lascado.

***

A GOIABICE DA SEMANA

Não bastou Jair Bolsonaro e seus amiguinhos motoqueiros saírem brincando de vrum-vrum na semana passada, já que o país não tem mesmo nenhum problema sério: o pior foi os bolsominions falarem em “1,3 milhão de motos” (o número ficou entre os 6,6 mil registrados pelo sistema da rodovia dos Bandeirantes e os 12 mil estimados pela PM paulista) e em “registro no Guinness Book” (o que o próprio Guinness desmentiu). Pena que o ridículo absoluto não seja mensurável: aí, sim, o rebanho do Mito figuraria com destaque em qualquer livro de recordes.

Alan Santos/PRAlan Santos/PROlha o presidentezinho fazendo vrum-vrum com seus amiguinhos, que bonitinho

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • A Coluna Exclusiva de Sergio Moro
  • Podcasts e Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Os minions são tão patéticos que, junto com o meme que fala em 1,3 milhão de motos, jogaram no zap um vídeo no qual dá pra, facilmente, contar os veículos, que não chegam nem a 2 mil. Como a contagem mais certa deve mesmo ser a do pedágio, é provável que tenham cometido a prodigalidade de divulgar um vídeo que subestima o tamanho do rebanho de babaovos que se juntou na procissão do milico de American Beauty.

  2. Você tem razão, Goiaba. Dá um grande prazer ver um palmatória do mundo desabar do seu pedestal. Tipo shadenfreude.

  3. O gado acéfalo pirou de vez ao quantificar o número de energúmenos motorizados na Mortociata Rumo aos 500 mil. Ridículo.

  4. Se consideram um partido de esquerda que fica mamando as tetas do governo e visando seu próprios interesses. As classe médias para baixo que sofram.

    1. A classe média acha q ter uma Brasilia velha não é ser pobre

    1. Umorista é o sujeito q escreve grassinha no muro e se axa muito Hilário, Goiano e Roberto

  5. O PSOL, no RJ, é de Freixo. É o que tem de mais burguês na esquerda. Suburbanão de Nicteroy, se instalou no Leblon. Frequenta piscina do Copacabana Palace, bem ao estilo Doria, descolou um empreguinho pro filho na equipe do Eduardo Paes, depois de apoia-lo. O PSOL é o partido dos funcionários públicos da classe média, agarrados às tetas e bancando os magnânimos. Eu e vc bancamos essa gente. Psol gerente o elefante branco e PT, os ditadores de 5° categoria

    1. U 6 Du riu são um engodo. Votam em ladroes há 50 anos e vão ao carnaval ao bbb; a milicia já governa um terço do Rio de Janeiro fevereiro e março março, aquele abraço

    2. A maioria do servidor público trabalha; se o eleitorado não votáveis-vos com as nardegas, não gostasse de votar com as nardegas, não sentisse saudade de votar com as nardegas, a loirinha e o ladrãozinho não existissem

    3. Perfeito! Freixo circula pela Zona Sul, mora em edifício luxuoso, faz compras no Shopping Leblon, frequenta os restaurantes da moda, como bom burguês que é! E sempre com seguranças ao seu lado para protegê-lo de inimigos que só ele enxerga. Freixo é uma farsa. O PSOL é um engodo.

  6. deveria deixar contratar como PJ e depois entra com ação trabalhista. esquerda é o tal faça o q digo mas não faça o q eu faço.

    1. O millor como a maioria dos carioca gostava de falar bobagem

  7. Entre os lados polarizados só país sua coluna é um suspiro de paz, no Bananal a gente só é feliz se ficar distraído, a realidade esmaga o nosso ser e vc consegue me distrair com o que escreve. Obrigado!!!

  8. O RDJ, é igual aquela piada..."no RDJ, só tem milicianos, psolistas e jogadores de futebol"!! Escolha qual das categoriaxxxx quer pertencer.

    1. Isso. Vamos doar o riu para Uganda; garantimos a receita líquidas da sonegação, do tráfico, do crime organizado e das milícias, por 99 anos; a gente também pode murar as fronteiras do riu pode entrar mas sair, só morto

  9. Sempre achei espantoso o número de brasileiros aparentemente normais, com acesso à informação, acreditarem nas piores lorotas da esquerda ou simplesmente começarem a desconfiar que a terra é plana. Que desanimador!

    1. Vc entende um sujeito torcer por um time de futebol? É a mesma emoção; são tantas as emoções é o q se diz em Itapemirim

    1. Se a esquerda orestace não seria governo em lugar nenhum; é verdade também q o povinho c isforca e vota cá bunda, gosta de Vita cá bunda tem saudade de votar cá bunda

    1. Uma comisera chefiada por um miliciano q negócio com a milicia pegar pegar de volta sua mito e seu revólver e ainda se envolveu em homicídio ligado aos fatos

  10. Não dá pra ter um final de semana descontraído e saudável sem saudável sem ler vc primeiro kkk cirúgico!

  11. Que ridículos! E meus colegas médicos, de excelente formação acadêmica e muito bem sucedidos, cansaram de passar e repassar os posts do milhão...!

  12. creio que a coluna estava fechada quando o Paulo Guedes disse que os devem comer restos de comida e a ministra da Agricultura disse que deveríamos dar comida vencida aos pobres....

    1. Tirar de contexto não vai levar à nada. A farsa continua - tanto pro lado esquerdo quanto pro lado direito. Basta de farsantes!

    2. Oi João! Meu nome é Gysele. Vc pode me passar os dados dessas declarações dos Ministros? Do tipo, onde foram veiculadas. Essas informações são tesouros que temos que guardar pra época das eleições pra ajudar a jogar o governo Bolsonaro na boca dos leões! Agradeço se puder me enviar pro meu e-mail [email protected]

Mais notícias
Assine 7 dias grátis
TOPO