Rogério Cassimiro/FolhapressMarcos Camacho, o Marcola, chefão do PCC: a facção, assim como as milícias, também quer ter lugar nas instituições públicas

O PCC e a milícia querem seu voto

Como o crime organizado comum - aquele que trafica drogas, rouba e mata - está se infiltrando cada vez com mais força na política. Representantes da maior facção criminosa do país e milicianos também disputam os votos dos brasileiros neste domingo
13.11.20
Colaboraram Fabio Leite e Luiz Vassallo
Mais notícias
Assine
TOPO