Os rejeitados

Se a ideia era usar as eleições municipais como prévias para 2022, Bolsonaro e Lula reúnem motivos de sobra para se preocupar: os candidatos que eles apoiam afundam nas pesquisas
30.10.20
Mais notícias
Assine
TOPO