Cunha não desapega

27.07.18

Preso há um ano e nove meses, o ex-deputado Eduardo Cunha acompanha da cadeia as negociações para as eleições presidenciais deste ano. O emedebista fluminense é abastecido com informações sobre a política principalmente pelos advogados que o visitam quase que diariamente no Complexo Médico-Penal de Pinhais, no Paraná. A filha mais velha de Cunha, Danielle Dytz, também dá notícias dos bastidores sempre que vai encontrá-lo na prisão. Filiada ao MDB, Danielle será candidata a deputada federal pelo Rio de Janeiro. O partido espera que ela consiga herdar ao menos uma parte do espólio eleitoral do pai, que tem nas igrejas evangélicas a sua base eleitoral. Cunha, que ameaçou delatar Michel Temer e depois recuou da ideia, tem fiéis aliados no primeiro time do governo. Um deles é Carlos Marun, o falante ministro da Secretaria de Governo.

Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência BrasilFabio Rodrigues Pozzebom/Agência BrasilCunha, preso, chega a Brasília para depor: do cárcere, ele acompanha a sucessão presidencial

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

Só R$ 1,90* no primeiro mês

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

*depois, 11 x R$ 14,90

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • A Coluna Exclusiva de Sergio Moro
  • Podcasts e Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Continuamos uma republiqueta de bananas. Um canalha como esses que por seus roubos e conchavos assassinou muitos do povo brasileiro deveria ficar incomunicável na prisão.

  2. Esse verme deveria estar morto a muito tempo, juntamente com sua prole, que com certeza vai continuar roubando o povo ignorante que os elege.

  3. Cunha = Lula = Dilma = Temer = Tofolli = Levandowski = Sarney = Maluf = Jader = Alckmin = Freixó = Crivella = Garotinho = Cabral = milhares de outros membros do mecanismo ou da ORCRIM formada pela casta de privilegiados, agentes/servidores públicos e políticos quando não corruptos, perdulários e improdutivos.

  4. Quem tem Cunha não tem medo, não fica morre sem abocanhar uma fatia. Indultar é in adular, entrar no shqma, na máquina, bico fechado, Pagliatio cansou e já dispôs todo esquema do Ubber Precisidente! Por isso precisamos acabar com a advocacia mensageira, ou então colocar o Legislatrismo e uma Turma na Papuda !

  5. O pior é que um dia veremos este corrupto de novo no legislativo. Quem imaginaria o Collor depois de 1992 todo pimpão no senado até hoje.

Mais notícias
Assine 7 dias grátis
TOPO