MarioSabino

Viva a revolução (do banheiro)

26.06.20

Escrevi no Twitter: “A aprovação do novo marco legal do saneamento básico é a notícia mais importante para o dia a dia dos brasileiros desde a privatização da telefonia”.

Não fui hiperbólico. Acredito que a grande revolução a ser feita no país é sanitária. A pandemia de Covid-19, aliás, deixou essa necessidade ainda mais ululante — recomendar higiene constante, para não contrair Covid-19, a quem não tem água tratada em casa e mora em cima de esgoto a céu aberto beira o sadismo.

Em 2016, escrevi o seguinte artigo (está publicado no livro Cartas de um Antagonista):

A grande revolução a ser feita no Brasil é a Revolução do Banheiro.  Se os seus sentidos estão anestesiados, basta ir ao site do Instituto Trata Brasil, para verificar que o saneamento básico no país é uma catástrofe de proporções indianas:

 — Mais de 35 milhões de brasileiros não têm acesso a água tratada;

 — Mais de 100 milhões de brasileiros não têm as suas casas ligadas a redes de esgoto; 

— Apenas 40% dos esgotos nacionais são tratados (no Norte, esse número cai para 14%; no Nordeste, para 29%).

 Quanto tempo demoraria para universalizar o saneamento básico no Brasil: de vinte a trinta anos. Dinheiro? Quinhentos bilhões de reais. Parece muito, mas para conquistar 19 medalhas na Olimpíada do Cocô gastamos três bilhões. Se começássemos a fazer a coisa certa já — e não começamos –, quase todas as pessoas da minha geração terão morrido antes que o cocô desapareça dos rios e praias urbanos. Para não falar do lixo industrial que aumenta exponencialmente a toxicidade do nosso excrementão fluvial e marítimo. 

A Olimpíada do Cocô revelou ao mundo essa porcaria e, no entanto, é impressionante como continuamos a fingir que não é conosco. Quando velejadores se jogaram na Baía de Guanabara, para comemorar a conquista de medalha, apresentadores de TV entraram em êxtase, como se a imprudência dos atletas anulasse as análises de laboratório. O mesmo ocorreu com remadores na Lagoa Rodrigo de Freitas. A negação do cocô não é exclusividade carioca. É nacional. No Rio, contudo, é maravilhosa.

Em Paris, um dos lugares mais visitados pelas crianças são os Égouts. Você desce alguns degraus ao lado do Sena, perto da Torre Eiffel, e chega a um museu subterrâneo que mostra a evolução do saneamento básico na cidade. O cheirinho de Brasil iá iá faz parte da decoração. No século XIX, quando eram bem menos extensos e mais fedorentos, os esgotos de Paris compuseram o cenário de Os Miseráveis. Miseravelmente, as metrópoles brasileiras não contam nem mesmo com esgotos da época de Victor Hugo para ambientar um romance. 

Precisamos fazer a Revolução do Banheiro para salvar os nossos rios, o nosso mar, a nossa gente e, quem sabe, produzir um Victor Hugo com um século e meio de atraso.

De quatro anos para cá, a conta subiu 200 bilhões de reais. O governo não teria mesmo como gastar 700 bilhões de reais com água e esgoto. Mas a iniciativa privada tem. O novo marco legal do saneamento básico permite que sejam feitas licitações para construir tubulações, estações de tratamento e levar adiante processos de despoluição. Outra vantagem: vão sumir ou diminuir bastante de tamanho as estatais que, criadas para sanear o país, não passam de grandes armários cheios de cabides de empregos para apaniguados. 

A esquerda, obviamente, votou contra o novo marco legal do saneamento. Afinal de contas, privatizar (ou dar qualquer passo nessa direção) atrasa a concretização daquela utopia nascida no século XIX cuja verdade a realidade insiste em desmentir. A esquerda vê o estado como “o órgão que permite uma classe dirigente manter seu domínio sobre as outras classes”, para usar a fórmula do pensador francês Raymond Aron, o melhor crítico do marxismo. Trata-se, portanto, de tomar o estado, não de diminuí-lo, por quem quer ser classe dirigente para todo o sempre. 

Um parêntese: se você quiser entender o marxismo, esqueça os cursinhos dados por bolsonaristas. Aron foi um dos homens mais brilhantes do seu tempo. Em 1962, ele publicou O Marxismo de Marx, no qual disseca cirurgicamente o pensamento do alemão. Aron descreveu da seguinte forma o objeto do seu estudo: “Uma doutrina que apresenta uma qualidade não única, mas raramente alcançada neste grau: poder ser fielmente explicada em cinco minutos, cinco horas, cinco anos ou em meio século. Ela se presta, de fato à simplificação do resumo em meia hora, e isso permite eventualmente àquele que nada conhece da história do marxismo ouvir com ironia quem dedicou a vida a estudá-lo, porque já sabe de antemão o que é preciso saber. Permite também, àqueles que gostam de pesquisa, que dediquem sua vida à tentativa de saber o que Marx quis dizer e cheguem a uma confissão de semi-ignorância. Creio não haver doutrina tão grandiosa no equívoco, tão equivocada na grandeza. Foi por isso que a ela dediquei tantas horas”. Aron pensa com clareza e sem paixões clubísticas, o que torna a sua crítica ainda mais precisa. Fecha parêntese.

Voltando aos excrementos: o novo marco legal do saneamento prevê a universalização de água e esgoto tratados até 2033. Não sei se é uma data viável. Se o prazo for cumprido, terei 71 anos quando a revolução do banheiro for terminada. Quando foi feita a revolução do telefone, eu tinha 36 anos. Comprei a minha primeira linha telefônica aos 18 anos, pelo equivalente a 4 mil dólares. Não tinha dinheiro para um carro, mas dava para adquirir um telefone com a poupança que meu pai havia feito para mim. A segunda linha me custou mil dólares, graças a um “plano de expansão” da Telesp, a estatal paulista. Nas mãos do estado, a telefonia não recebia investimento suficiente e você tinha de ficar de olho no anúncio da companha estatal de que haveria extensões do sistema no seu bairro. Acontecia raramente.

Hoje, quase 100% dos lares brasileiros têm telefone celular. E o número de aparelhos fixos vêm caindo consistentemente. Eram 36 milhões em março do ano passado; em abril deste ano, baixaram para 32,4 milhões. O que era patrimônio quando comprei minhas linhas virou quase um estorvo, ninguém usa, as operadoras enfiam-lhe goela abaixo. A esquerda afirma que os brasileiros passaram a ter telefone graças à tecnologia, não à privatização. Como argumento adicional, dizem que temos a tarifa mais cara do mundo e a privatização proporcionou uma enorme roubalheira. É a “privataria”, ironizam. Bem, fui vítima da Telesp e prefiro, sinceramente, ser vítima da iniciativa privada. Pelo menos, você pode mudar de carrasco. Quanto à gatunagem, a esquerda, convenhamos, deveria fazer mea-culpa. Se não inteira, boa parte da responsabilidade é dela.

Acho difícil mudar a tecnologia que faz de um banheiro um banheiro até 2033. Esse ponto não surgirá nas contestações. Vai haver roubalheira nas licitações e execuções dos projetos de saneamento? Vai. É preciso ficar de olho? Sim. Vão dizer que é culpa do novo marco legal? Vão. A conta de água será mais salgada? É provável. Mas garanto que, se tudo der certo, o país será bem mais limpo do que hoje e não morrerão tantas crianças de diarreia. Espero ser avô para contar a meu neto como telefone era patrimônio quando eu estava no meio do caminho da nossa vida e como o Brasil ainda era nauseabundo até pouco tempo atrás.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • A Coluna Exclusiva de Sergio Moro
  • Podcasts e Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Alguns que se elegeram e reelegeram, poderiam ter feito uma grande revolução sanitária, talvez pudéssemos viver essa pandemia com cocô na rede e água tratada na bica. Assim passam os anos e os jogadores de pedra continuam a jogar, afinal o melhor que sabem fazer é isso, ser contra tudo que fazem. Seja o que for. E ainda têm coragem de jogar pedra tendo seus telhados de vidro expostos pela Lava-jato.

  2. ACESSEM O CANAL TERÇA LIVRE NO YOUTUBE! MELHOR CANAL CONSERVADOR DO BRASIL! E TAMBÉM O DO RODRIGO CONSTANTINO, KIM PAIM E COMUNICAÇÃO & POLÍTICA!

  3. OSwaldo Eustáquio é JORNALISTA Registrado (Preso injustamente por Alexandre Tirano de Moraes), mas O Antas e a CU$OÈ insistem em chamá-lo de Blogueiro! Esse é o Jornalismo PORCO da Cu$OÈ e ANTAS!!!

  4. ACESSEM O CANAL TERÇA LIVRE NO YOUTUBE! MELHOR CANAL CONSERVADOR DO BRASIL! E TAMBÉM O DO RODRIGO CONSTANTINO, KIM PAIM E COMUNICAÇÃO & POLÍTICA!

  5. OSwaldo Eustáquio é JORNALISTA Registrado (Preso injustamente por Alexandre Tirano de Moraes), mas O Antas e a CU$OÈ insistem em chamá-lo de Blogueiro! Esse é o Jornalismo PORCO da Cu$OÈ e ANTAS!!!

  6. OSwaldo Eustáquio é JORNALISTA Registrado (Preso injustamente por Alexandre Tirano de Moraes), mas O Antas e a CU$OÈ insistem em chamá-lo de Blogueiro! Esse é o Jornalismo PORCO da Cu$OÈ e ANTAS!!!

  7. ACESSEM O CANAL TERÇA LIVRE NO YOUTUBE! MELHOR CANAL CONSERVADOR DO BRASIL! E TAMBÉM O DO RODRIGO CONSTANTINO, KIM PAIM E COMUNICAÇÃO & POLÍTICA!

  8. Há 10 anos nossa cidade Uruguaiana tem seu serviço de água e esgoto fornecidos por uma rede privada. O saneamento está sendo levado por toda cidade coisa que a estatal Corsan nunca fez!

  9. ACESSEM O CANAL TERÇA LIVRE NO YOUTUBE! MELHOR CANAL CONSERVADOR DO BRASIL! E TAMBÉM O DO KIM PAIM E COMUNICAÇÃO & POLÍTICA

  10. ACESSEM O CANAL TERÇA LIVRE NO YOUTUBE! MELHOR CANAL CONSERVADOR DO BRASIL! E TAMBÉM O DO KIM PAIM!! Moro é PLAGIADOR! Quem diria hein? Podem buscar na internet, vejam quem é o verdadeiro Moro!

  11. OSwaldo Eustáquio é JORNALISTA Registrado (Preso injustamente por Alexandre Tirano de Moraes), mas O Antas e a CU$OÈ insistem em chamá-lo de Blogueiro! Esse é o Jornalismo PORCO da Cu$OÈ e ANTAS!!!

  12. Desde o governo Sarney (1985) ninguém fez nada pelo saneamento nesse país, apesar do cabide de empregos em todos os estados que cobram taxas extorsivas de água e esgoto - e uma parcela ínfima do esgoto é tratado. Sabino podia reconhecer o esforço do governo federal para dar água e esgoto para todos no Brasil, esforço que socialistas e comunistas de plantão fizeram o possível para solapar - porque só se interessam pelos cargos nas estatais para roubar. Abstinência do roubo enlouquece a oposição.

  13. Excelente! Sábio Sabino! Senadores do contra: Sérgio Petecão, PSD do Acre; Randolfe Rodrigues, REDE, Amapá; Jaques Wagner, PT, Bahia; Elisiane Gama, Cidadania, Maranhão; Everton, ?, Maranhão; Paulo Rocha, PT, Pará; Veneziano Vital do Rego, PSB, Paraíba; Humberto Costa, PT, Pernambuco; Jean Paul Prates, PT, Rio Grande do Norte; Zenaide Maia, Prós, Rio Grande do Norte; Paulo Paim, PT, Rio Grande do Sul; Rogério Carvalho, PT, Sergipe. Lembrar nas próximas eleições.

  14. OSwaldo Eustáquio é JORNALISTA Registrado (Preso injustamente por Alexandre Tirano de Moraes), mas O Antas e a CU$OÈ insistem em chamá-lo de Blogueiro! Esse é o Jornalismo PORCO da Cu$OÈ e ANTAS!!!

  15. ACESSEM O CANAL TERÇA LIVRE NO YOUTUBE! MELHOR CANAL CONSERVADOR DO BRASIL! E TAMBÉM O DO KIM PAIM!! Moro é PLAGIADOR! Quem diria hein? Podem buscar na internet, vejam quem é o verdadeiro Moro!

  16. Excelente artigo, como sempre. Na realidade, é uma ilha de jornalismo dentro de Crusoé, que vem se transformando naquilo que dizia combater: imprensa marron👀😩

  17. ACESSEM O CANAL TERÇA LIVRE NO YOUTUBE! MELHOR CANAL CONSERVADOR DO BRASIL! E TAMBÉM O DO KIM PAIM!! Moro é PLAGIADOR! Quem diria hein? Podem buscar na internet, vejam quem é o verdadeiro Moro!

  18. ACESSEM O CANAL TERÇA LIVRE NO YOUTUBE! MELHOR CANAL CONSERVADOR DO BRASIL! E TAMBÉM O DO KIM PAIM!! Moro é PLAGIADOR! Quem diria hein? Podem buscar na internet, vejam quem é o verdadeiro Moro!

  19. lembro que meu pai deu uma linha telefônica para cada filho que casou. Super 🎁 e que era declarado no Imposto de Renda com Bens....surreal!!!

  20. Sabino. Excelente artigo. Entretanto, você esqueceu que não há capitalismo no Bradil, mas sim clepto-capitalismo que vive dos favores do governo. Como nenhum investidor estrangeiro de bom senso colocará dinheiro em um país que tem como presidente um sociopata, então estamos ferrados. Continuaremos ganhando as medalhas de merda...

    1. Boa esta. Vamos usar uma nova designação para o “capitalismo” brasileiro: Cleptalismo. Pelo que sei o Brasil sempre adotou o sistema, agora a palavra eu não me lembro de ter visto antes. Vou registrar! Kkkkk

  21. ACESSEM O CANAL TERÇA LIVRE NO YOUTUBE! MELHOR CANAL CONSERVADOR DO BRASIL! E TAMBÉM O DO KIM PAIM!! Moro é PLAGIADOR! Quem diria hein? Podem buscar na internet, vejam quem é o verdadeiro Moro!

  22. Sabino, quando você não está preocupado em juntar-se ao teu colega Mainardi nas críticas ao governo que é o responsável pelo marco do saneamento, até que sai alguma boa nos seus textos. Para que o projeto dê bons resultados, basta excluir de todas as licitações quaisquer intergrantes da corja de canalhas vagabundos que infesta o PT, PSOL, PCdoB, PSB, PSDB, MDB, DEM e parte do Centrão, Rede e outros. Pode estar certo de que a corrupção será práticamente eliminada.

    1. Verdade Ernesto, verdade. O nosso amigo de cima não liga para isso. A vida dele é massagear os gringos, segundo ele, ficou rico fazendo isso.

    2. Tem Minion que é cego. Espera um pouco! Vou generalizar: todo Bolsominion é cego. Pode trocar o bumbo que eles não percebem quando o ritmo muda. Continuam dançando da mesma maneira.

    3. Kkkkkkkk. O cucaracha não quer o centrão, mas o presidente dele quer. Alberinh9 cucaracha e suas crises existenciais. Aprende jumentinha: O sociopata é centrão.

  23. Por fim, comentário relacionado à esquerda e seus vetustos ideais revolucionários, malgrado, na prática, objetivarem a manutenção do poder na condição de elite burocrática, a frase da competente Margareth Thatcher define bem essa gente: "a grama que um esquerdista pisa não nasce mais".

  24. Essa deveria ser a postura da Revista, em tempo integral. Criticar os erros, equívocos bem como arbitrariedades do Governo, com imparcialidade. Além disso, veicular reportagens elogiosas às potenciais ações cujo resultado será próspero, como é o caso do Março regulatório do saneamento básico, com uma sutil cutucada no prof Olavo. Kkkkk.

    1. concordo plenamente com vc , essa devia ser a postura da revista

  25. Mário, você enlouqueceu? Continuando assim Crusoé será censurada novamente. Publique logo uma errata dizendo que o projeto do governo fascista é uma ameaça à democracia, senão o Xande, a mando do Toffinho, faz a PF lhe intimar para nova tortura, digo, depoimento. Se cuida!

  26. Brilhante artigo, Sabino. Abordou todos os aspectos (cultural, fisiológico e econômico) dessa chaga que abate o Brasil . Tivéssemos um verdadeiro estadista o Brasil teria menos mortes de crianças e a COVID-19 seria mais fácil de ser combatida. Também vivi o problema da Telefonia. Paguei minha linha e só recebi após 3 anos ! Quanto à "ESQUERDA", oras...eles são especialistas em roubar e empregar os "CUMPANHEIROS". Esse artigo deveria estar em todas as capas de jornais e revistas. Parabéns!

  27. Excelente, Sabino! Você bem sabe, passa da centena os milhões de brasileiros de quem a constatação se assemelha a sua. Em especial, assim veem exatamente aqueles muitos milhões que não acessam água tratada, nem moradia ligada a redes de esgoto, menos ainda a esgotos tratados. Para desespero dos que realmente necessitam, muitos são também os que insistem em gritar em sentido contrário, porque assim querem, por interesse e/ou por ter abdicado da capacidade de admitir realidade. Parabéns!

  28. Muito bom. Quanto ao Marxismo, nem quando rapaz, me interessou.Por causa do Hitler, tudo que originava da Alemanha, para mim, era coisa do inferno. Até hoje, o Marxismo é uma poesia de mal gosto.Quanto à Alemanha, hoje, o seu povo me causa grande admiração.

    1. Não estou achando tão viável assim mudar de carrasco, em qualquer contexto brasileiro, mas prefiro continuar tentando, com certeza!

    1. uma voz de coerência nessa Crusoé tão diferente de antes

  29. Muito bom. Gostei da comparação do carrasco. Acrescentaria somente que quando o Estado faz a mudança para a iniciativa privada, costuma não regular para proteger o consumidor. Mas concordo, podendo escolher o carrasco os outros tendem a se tornar mais simpáticos.

  30. Parabéns pelo seu artigo. É muito difícil encontrar boas matérias aqui, apesar de não ter destacado e elogiado a iniciativa e o esforço do Governo em relação ao marco do saneamento. Será proibido falar bem aqui?

  31. Excelente as suas colocações e comparações ao envolto deste tema, uma leitura muito esclarecedora sobre a necessidade e os desafio do projeto. Parabéns

  32. A razão porque não temos saneamento básico em todas as cidades é a mesma que impede a contenção do coronavírus com medidas de isolamento social ou leva o indivíduo a jogar o lixo nas ruas. O brasileiro é preguiçoso, omisso, negligente, folgado, irresponsável. Qual a dificuldade em furar uma vala e passar um cano de água ou esgoto, ou tratar a água da torneira. Falta vontade de fazer, do indivíduo e do governo. Falta vergonha na cara.

  33. Espero a sexta-feira com alegria para ler a sua coluna. Como é bom ler um texto inteligente. Ao terminar a leitura, algumas vezes sinto que aprendi algo, em outras que fui levada a um novo olhar sobre um assunto e sempre me emociono com a melancolia dos textos. Obrigada.

    1. O Brasil Só chegará a ser um País de primeiro mundo, quando a esquerda brasileira mudar seus conceitos doutrinários e perceber que, na era em que vivemos( inovações tecnológicas), não existem as mesmas possibilidades de roubalheiras. Vejam o Senador Humberto Costa, médico e votou contra o pL do Saneamento. Pode?

    1. Isso não é uma reportagem. É uma coluna. Na sessão de opinião. Muito boa, por sinal. Mas não é uma reportagem. Aff... como gente que não sabe a diferença entre uma coluna e uma reportagem ainda se acha na posição de julgar o que é bom ou mau jornalismo?

  34. Falou do cocô com clareza e limpeza!!! 700 bilhões soam como o tilintar de moeda de ouro para a esquerda. E o Norte e Nordeste continuam a nadar no cocô da esquerda estatizante !!!

  35. Há algo um tanto quanto irônico no Brasil, que é o fato de o Estado ter de está presente e dirigindo tudo até mesmo quando a 'ideia' é ter menos Estado. Quer dizer para privatizar vc faz leis e mais leis, é uma contradição queres 'desburocratizar' criando burocracias com nomes de concessões e coisas do tipo, na verdade vai tudo na no mesmo de sempre: merda. O caso da telefonia mostra que mesmo com a concessão a iniciativa privada continuamos sob monopólios, enfim, ao mesmo temos um celular...

  36. Para que existe o PT? Eles somente são favoráveis a coisas ruins ou que beneficiem eles próprios. Alguém no congresso nos faça um favor de cancelar este partido que tem como suas maiores realizações, a roubalheira e uma luta sem fim para transformar o país numa Venezuela 2.

    1. Não vi ninguém fazendo diferente em sigla nenhuma, infelizmente. Ou seja, arre égua...

  37. Eu já acho que essas obras todas, deviam ser entregues às seguradoras. Assim, termina a corrupção. Nos USA é assim "Performance Bond".

    1. Termina a corrupção é um mito. Para diminuí-la, é preciso diminuir a impunidade. Na terra do Tio Sam, temos ambas as coisas.

    2. Até a Odebrecht, sob o controle de "Performance Bond" construía estradas de 1ª qualidade, no prazo e sem "aditivos". Eis uma boa razão para não "pegar" no Brasil...

  38. Eu "adoro" esses grandes pensadores de Brasil que comparam o país com França, Alemanha, Canadá, EUA e outros. Nunca comparam com México, Colômbia, Peru, ou mesmo Paquistão, Indonésia e Nigéria pela população semelhante em números (ao redor de 210 milhões). No Brasil falta saneamento sim e com petê no poder não saiu nem esgoto e muito menos o fim do analfabetismo. Falta de tudo, e para quem não quer construir, o melhor é ir para algum país desenvolvido, como o filho do Mário quer fazer.

    1. >>> Eu nunca uso como modelo países como México, Colômbia, Peru e países da África subsaariana .... >>> Uso os países "pobres" e "ditatoriais" como Alemanha, United States e outros sem qualquer importância. >>> No gosto de gols com cavadas de pênaltis. -----------------

    2. Oi, António! Já ouviu falar da expressão "nivelar por baixo"?

  39. Já é um bom começo, mas se tivesse começado em 2006 até que eu conseguiria presenciar o final da obra. Em 2033, tenho minhas dúvidas. Como obras no Brasil previstas para 10 ou 20 anos costumam demorar 50 anos, até o meu neto já será avô. Foram gastos bilhões de reais no Rio Tiete, em São Paulo, e ele continua o mesmo. Esgoto a céu aberto. Em todo mundo, gastos tipo ambiental e de tratamento com vírus são "muito caros" e quando vem uma pandemia acabam ficando "muito baratos". Nunca de aprende!

  40. A esquerda é cínica demais! Esteve por décadas 'governando' o Brasil sem fazer absolutamente nada na área de saneameno, ou saúde, ou educação. Roubou tudo que viu pela frente e ainda vota contra a melhoria no saneamento. Que gentinha vagabunda!

  41. Dê o crédito a quem merece. Grande articulação e vitória do governo o marco do saneamento. Passaram-se tantos outros desgovernos e nada fizeram! Parabéns governo Bolsonaro!

  42. Ainda que a Educação esteja no topo das necessidades básicas como transmitir conhecimento básico a quem nem sequer pode se livrar do próprio excremento de maneira adequada?

  43. Parabéns Mário pela coluna, há um pouco de lucidez na Cruzoe, lamentávelmente, seu sócio esclerosou , ou seu esquerdismo aflorou.

  44. Muito lúcido seu artigo. Nesse maravilhoso país agrícola, tudo o que nos alimenta (verdura, legumes e frutas) está plantado sobre cocô.150 milhões de pessoas vivem com suas fossas estrúmicas. Eu mesmo, moro num bairro "nobre" de Brasília - Lago Sul, e minha bosta é armazenada numa fossa. E ninguém reclama nada. Alvaro Costa/df

  45. Muito lúcido seu artigo. Nesse maravilhoso país agrícola, tudo o que nos alimenta (verdura, legumes e frutas) está plantado sobre merda. 150 milhões de pessoas vivem sobre bosta, com suas fossas estrúmicas. Eu mesmo, moro num bairro "nobre" de Brasília - Lago Sul, e minha bosta é armazenada numa fossa. E ninguém reclama nada. Alvaro Costa/df

  46. Lembro também q o sistema estatizado de prestação de serviços de Água e Esgotos à população brasileira nos lega um desperdício médio de 40% de toda água tratada. Nos países desenvolvidos esse índice fica entre 6/7%. Em tempos de estiagem temos de enfrentar racionamentos com mais de um terço de toda água produzida sendo jogada fora!!!. Sendo isso de custo dos consumidores é óbvio. É o legado do Estado/Empresa em nn país.

  47. Ref. a afirmação de q 40% do esgoto no Brasil é tratado. Sei não, acredito q seja só recolhido mas boa parte do q é recolhido não é tratado. Descartado in natura em cursos d'água. O serviço de Água e Esgotos , todo ele estatal no Brasil, é uma catástrofe.

  48. Infelizmente, discordo que nossa grande revolução seja “do banheiro “: a Etiópia, com 110 milhões de habitantes e condições sanitárias pra lá de precárias, apresenta hoje, segundo o John Hopkins, apenas 81 mortes. Nisso buraco é mais embaixo!

  49. Excelente, como sempre. Lembro bem desse texto de 2016, me impressionaram esses números e o fato de que a mídia quase nunca os divulga ou comenta. Tomara que se consiga melhorar alguma coisa com esse projeto.

  50. Sabino, você está colocando a carroça em frente dos bois. Em primeiro lugar, o que falta no Brasil é educação básica decente. Aliás suprimida propositalmente pela corja política, corrupta. Dessa forma, 70 % da população é manipulada e os 30 % que sobram para votar nunca têm voz. Que tal, introduzir de vez a Educação Cívica-Militar? Povo educado não tolera falta de saneamento básico, nem corruptos, nem comunistas!

  51. Excelente. Eu havia lido o artigo no Cartas... me marcou muito quando li. É de fato surreal pedir que lavem as mãos pessoas que não conhecem o que é água encanada.

  52. Aqui no país das "bananeiras" precisa ser votado um assunto que é o óbvio ululante como dizem os mais nobres. Saneamento é a base de uma nação e poucos ou nenhum governante age para resolver este problema crucial porque tudo que se enterra (água e esgoto) nunca é visto e não dá votos. Simples assim !!!!!!

  53. Foi na veia! Meu filho, uma dos milhões de vítimas da lavagem cerebral feita pela esquerda, me disse o que se espera que a esquerda diga a respeito da privatização do saneamento básico: “Vão aumentar os preços. A iniciativa privada não tem competência para isso. Serão empresas gigantescas explorando o povo. Essa tarefa cabe exclusivamente ao Estado.”

  54. Mario ... excelente artigo. Por que isso não aconteceu antes ? Faltou dar o crédito devido ao governo que enviou essa proposta. Critique quando acha justo, mas dê o crédito e faça a conta entre o que é pior ou melhor, caso contrário vocês ficam como a Folha e o Globo ... campanha contra ... mas, há muitas coisas boas a serem vista e vocês, como grande mídia que são, tem que fazer esse papel. Desculpe, cagar regra, mas é pedido de um fã para voltarem a razão e serem mais isentos.

  55. vendi meu telefone ,comprei um chevett, aluguei um telefone. Graças a Deus sempre tive agua tratada. Tenho mais de 60 e desde de criança ouvia falar de mortes pela falta de saneamento, uma espécie de seleção natural.

  56. Ah o telefone! Tinha um alugado! Formada, precisava para o meu consultório e nada de plano de expansão , que aliás demorava anos! Espero que as coisas corram bem com o saneamento, alguma coisa tem que dar certo!

  57. concordo. esperanças renovadas. não importa se é estatal ou privado, desde que o serviço seja fornecido. geralmente com a universalização, o preço cobrado tende a cair, porém, por aqui, isso seria um excesso de otimismo. por hora, vamos no contentar com a hipótese de aumentar a rede de saneamento. moro na capital do rio e descobrimos em janeiro que estávamos bebendo água com esgoto. então, realmente essa notícia nos enche de esperança!

  58. Há muito tempo não leio na Crusoé uma análise tão isenta de politicagem, parabéns Sabino, por que a revista não pauta esta linha do jornalismo informativo, deixando o leitor criar suas conclusões.

  59. Bom dia! Quero agradecer ao jornalista Mário Sabino por tornar o debate relevante. É disso que precisamos, ver o país progredir. Enquanto pagamos a conta salgada do Brasil, vemos um cenário miserável de várias facetas, que vão da disputa sanguinária pelo poder ao descaso para com o interesse público. Nossos representantes, nosso STF são uma ralé mesquinha.

  60. A primeira pérola anotei: “Creio não haver doutrina tão grandiosa no equívoco e tão equivocada na grandeza”. A segunda é uma memória triste: o tempo em que telefone era patrimônio. Eu também paguei 4.000 dólares pelo primeiro telefone e 13 anos de idade nos separam. E lembro de pessoas que tinham centenas de telefones e viviam da renda do aluguel. Os caminhos para comprar um e outro passavam pelos esgotos. Mais uma vez parabéns. P. S. Alguém lembra quem privatizou esse patrimônio?

  61. Triste realidade! Estou cada dia mais descrente de que esse país seria melhor, não tem jeito . A podridão vem de todos os lados, mas realmente o marco regulatório dos saneamento pode tirar o país da idade média nesse aspecto.

  62. A falta de saneamento básico é, de longe, o pior problema ambiental brasileiro. Rios que passam como rios por áreas onde as tão celebradas APPs estão desmatadas, ao cruzar cidades, passam a ser valas de esgoto putrefatas. Tal qual a reforma da previdência, é mais uma conquista que vai entrar pra história como ocorrida no governo de Bolonaro, apesar do inepto não ter conseguido sequer vislumbrar a chance de se engajar na sua busca.

    1. Excelente texto, são informações como esta que a população desinformada precisa!!

    2. Moro na capital da Província Tabajara do Pará. Há um supermercado com um Caixa "ecológico", para ser iChic. O 'interessante' mesmo é que tal supermercado fica ao lado de um córrego fétido que corre (escoa podridão!!) com o lindo nome de Canal Água Cristal. --- Coisas Tabajaras. --- Ah, Belém não pode ser classificada como Cidade. Falta água barrenta dia sim, dia não. A cidade italiana de Siena já tinha água cristalina vinda de montanhas em 1300. >>> Sei que está tudo confuso. Helter Skelter!!!

Mais notícias
Assine 7 dias grátis
TOPO