Temer e a mala de R$ 5 milhões

06.07.18

Personagem importante da investigação que apura o envolvimento de Michel Temer com a corrupção no Porto de Santos, a blogueira de moda Erika Santos falou a Crusoé sobre a suspeita de que teria recebido dinheiro para abafar planilhas que mostravam o presidente como beneficiário do esquema. Erika teve um relacionamento de três anos com Marcelo de Azeredo, indicado por Temer para comandar o porto nos anos 1990. Ao se separarem, ela foi à Justiça para cobrar pensão e listou as receitas do propinoduto como prova de que ele, junto com o hoje presidente da República, recebia valores consideráveis de empresas contratadas para operar no porto. Foi o próprio Azeredo que, anos atrás, disse que Erika estava cobrando 5 milhões de reais para esquecer a história. Não se sabe como, mas ela acabou desistindo do processo e foi morar na Europa. Ao responder a perguntas de Crusoé, Erika garantiu que não recebeu a bolada: “Se por acaso tem uma mala com 5 milhões perdidos por aí, com certeza não veio parar no meu colo”. “Trabalhei muito e conquistei meu espaço com o suor do meu trabalho e esforço, de forma justa, correta e ética. Graças a Deus não preciso de dinheiro amaldiçoado”, emendou. Indagada se Temer recebeu dinheiro, ela se esquivou: “Você pode perguntar isso para ele”. O presidente nega ter se beneficiado de propinas arrecadadas no porto.

ReproduçãoReproduçãoErika, em Paris: ela mudou de vida, mas garante que não recebeu dinheiro sujo

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. A madame agora quernos fazer acreditar com essa impáfia toda que não recebeu o dinheiro maldito,dona Erika nem o tiozinho do cachorro quente acredita.

  2. O PROBLEMA É SE O PRESIDENTE,NEGA DE FORMA PEREMPTÓRIA OU COM VEEMÊNCIA ,OS FACTOS. SE FOR DA SEGUNDA FORMA Á NEGATIVA,É BOLA NA CAÇAPA.

    1. Sidraí ela é a própria Dalila,Sansão que se exploda,como diria o malandro,eu quero é rosetar,mesmo não sendo minha a égua.

    2. Sidraí,tu sabe que na minha terra tb o nome é o mesmo,rsssss

  3. O Edgard, amigo de Temer de varias décadas, pode explicar tudo. Perguntem a ele. Afinal, seu irmão, Márcio, era subordinado de Marcelo Azeredo no Porto de Santos. Outras coincidências: Raquel Pitta, espiasse Lúcio Funaro, é “prima” da esposa de Edgard.

Mais notícias
Assine
TOPO