Divulgação/IBAMA

Promessas de Bolsonaro foram tímidas diante do desafio do Brasil na área ambiental

22.04.21 13:28

Em seu discurso na Cúpula de Líderes sobre o Clima, o presidente Jair Bolsonaro apresentou novas promessas na área ambiental, como dobrar os recursos para o setor de fiscalização, além da meta de atingir a neutralidade climática em 2050, dez anos antes do que o previsto. Os pactos feitos pelo chefe do Planalto em frente aos principais líderes mundiais, entretanto, são considerados insuficientes diante do desafio que o país terá que enfrentar para reduzir o desmatamento.

“Mesmo que o Brasil tivesse uma meta ousada, temos um grande problema de falta de credibilidade. E estabelecer metas sem apresentar medidas concretas não resolve. Nenhum fiscal foi contratado, nenhuma multa foi cobrada. O Brasil é hoje o quinto maior emissor, principalmente por conta desmatamento que chega a 1 milhão de hectares por ano”, afirma o deputado Rodrigo Agostinho, do PSB, presidente da Frente Parlamentar Ambientalista do Congresso.

Como Crusoé mostrou, o Brasil alinhou-se à China ao invocar o princípio de que países desenvolvidos devem adotar metas mais ambiciosas. “Ele começou o discurso falando das emissões históricas, mas o mundo já parou de usar essa estatística de quanto os países emitem desde a Revolução Industrial”, acrescenta Agostinho.

“O governo não tem credibilidade nesse debate, tanto que o presidente Joe Biden não ficou para acompanhar a fala de Bolsonaro. E é uma pena, porque o Brasil sempre liderou os acordos internacionais do clima”, lembra o presidente da Frente Parlamentar Ambientalista.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

Só R$ 1,90* no primeiro mês

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

*depois, 11 x R$ 14,90

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • A Coluna Exclusiva de Sergio Moro
  • Podcasts e Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Foto da devastação, da realidade degradante, aberrante, acachapante, humilhante, resultado de múltiplas condutas predatórias de gente superlativamente ignorante!!!! Que ameaça e humilhação essa horrenda realidade para o BRASIL e o POVO BRASILEIRO!!!!

  2. Discurso vago cheio de boas intenções. Misto de Rolando Lero Lero e um ventríloquo descompassado. Cômico se não fosse tão trágico pra imagem do Brasil.

  3. 🇧🇷 🇧🇷 🇧🇷 Dr. SÉRGIO FERNANDO MORO e o seu TIME DOS SONHOS em 2022 para conjuntamente com os BRASILEIROS DECENTES, ENCAMINHAREM o BRASIL PARA o FUTURO-PRESENTE de ORDEM e de PROGRESSO!!!! 🇧🇷 🇧🇷 🇧🇷

    1. 🇧🇷 🇧🇷 🇧🇷 🇧🇷 OBRIGADA - SEMPRE - DR. SÉRGIO FERNANDO MORO, pelo BEM que FEZ, FAZ e FARÁ PELO BRASIL!!!!

  4. O deputado está correto. O Brasil sempre foi o grande líder nestas discussões globais. Hoje é apenas xerimbabo chinês! Dá o pé Bozo, dá o pé, fala para ele o manda-chuva chinês!

    1. Zezinho, diga isso para o Collor. kkk A ONU fez, o Brasil sediou KKKK é um vira lata completo. kkk

    2. E o Joãozinho não sabe de nada. Não poderia ser diferente. Todos os Bozistas são medíocres e incultos!

    3. Nossa ,como o Zezinho sabe tudo,por isso que ele se intitula sofomaníaco !!

    4. Benedito -- O Brasil não fez a reunião. O Brasil teve a honra de sediar o evento. Quem fez o evento foi a ONU. Capiche?

    5. Tem razão o Jose. O Brasil "foi sempre o líder" sim, principalmente com o grande Presidente Collor, um grande patriota que fez a Rio 92 a maior reunião de Presidente e Chefes de Estado da História. A Rio 92 foi o maior marco da ONU nas ações contra as Mudanças Climáticas. Boa lembrança Jose. Collor valeu !

Mais notícias
Assine 7 dias grátis
TOPO