Tony Winston/MS

Pazuello revela mágoa e Bolsonaro corre para arrumar um cargo para ele

16.04.21 11:13

Quando foi expulsa do PT, ainda no início da era Lula, por contrariar a bancada na votação da reforma da Previdência, a ex-senadora Heloísa Helena cunhou a seguinte frase: “Antes coração partido do que alma vendida”.

O ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello fez o inverso. Vendeu a alma a Jair Bolsonaro cedo demais e agora anda sorumbático pelos corredores da capital federal. Revela-se magoado com o presidente, que até hoje não arrumou um lugar ao sol para ele. “Estou no sereno”, desabafou a interlocutores o general, que até hoje está sem função definida no governo.

Ao contrário de Heloísa Helena, Pazuello, se pudesse escolher, preferia não ter o coração partido. E é isso que preocupa o Planalto. Com a CPI da Covid batendo à porta, Bolsonaro corre para arrumar um cargo para ele – não será surpresa se ele conseguir uma sinecura nos próximos dias. Como mostrou Crusoé na edição desta semana, a oposição vai batalhar para que o ex-ministro seja um dos primeiros a depor à CPI.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

Só R$ 1,90* no primeiro mês

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

*depois, 11 x R$ 14,90

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • A Coluna Exclusiva de Sergio Moro
  • Podcasts e Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Babão, bobão, amestradão e chorão.... êêêêtaaaa, pazuêle!!!!.... Que estrelas desperdiçadas!!!!.... Assuma a sua responsabilidade por ter seguido cegamente e se deixado levar pela acefalia do néscio ignóbil broncossauro e parta pra outra, não sem antes uma grande reflexão sobre o genocídio dos BRASILEIROS!!!!

  2. Qualquer cargo Ocupado por General da Ativa no Governo Federal, fora das atribuições militares, é absolutamente inconstitucional. Pela Carta Magna ninguém pode ocupar nem dois cargos civis a não ser os enumerados na Constituição,

  3. Até as baratas do Planalto sabem que Jair Messias Bolsonaro não é confiável. É só olhar o que aconteceu com seus ex auxiliares e companheiros: Magno Malta; Bebiano, Santos Cruz, ...Sergio Moro...

  4. O povo de Alagoas preferiu Renan e Collor a Heloisa Helena, sou antipetista, mas a perda foi enorme uma troca BURRRA .Alagoas e seus parlamentares são criminosos de altíssima periculosidade; lago a ser estudado

  5. O tempo passa e a situação do ex ministro fica mais desconfortável. A maré não está para peixe para o Bolsonaro. A popularidade cai e o risco de perder sustentação política é diretamente proporcional. Políticos sai sempre antes de a canoa afundar.O mar com a CPI ficou revolto, com ondas altas criando incertezas na política.O país é uma usina de crises políticas que se expandem em todos os segmentos, tanto sociais como econômicos. Sistema de governo falido. Colcha de retalhos. Reforma Política!

    1. Bolsonaro descarta qualquer um que já tenha cumprido o papel de esconder os erros que o Capetão cometeu. O General foi Capacho! Agora que aguente a pisada!

  6. Buáááááááááá´... eu quelo minha boquinha de volta... buáááááá... Dá até nojo, viu? Está no sereno? Ainda está "pegando o boi"! Melhor se estivesse no fogo do inferno.

    1. O ex ministro incompetente e capacho deixou bem claro; UM MANDA E O OUTRO OBEDECE.

Mais notícias
Assine 7 dias grátis
TOPO