Edilson Rodrigues/Agência Senado

Oposição quer que CPI investigue uso político da Abin por Bolsonaro

07.05.21 10:44

O líder da minoria no Senado, Jean Paul Prates, do PT do Rio Grande do Norte, apresentará um requerimento à CPI da Covid para que solicite “informações e documentos” à Agência Brasileira de Inteligência, a Abin, sobre o uso político do órgão na tentativa de mudar o rumo da comissão de inquérito, hoje desfavorável ao governo. O caso foi revelado por Crusoé com exclusividade em sua mais nova edição semanal.

Um dos documentos que serão solicitados pelo petista é a planilha eletrônica enviada pela Abin a agentes de inteligência de todo o país, com a ordem para que preenchessem o arquivo com informações sobre “desvios de verbas” e “compras irregulares” realizadas por governadores e prefeitos.

“Se confirmadas essas informações, Bolsonaro estará dando outra prova de seu total desrespeito pelas instituições. A Abin foi criada como agência de inteligência para defender o estado democrático de direito e a soberania nacional. Ela serve a toda a sociedade brasileira e não pode estar a serviço de uma só pessoa”, diz o senador potiguar.

“Vivemos um momento deplorável da história brasileira em que o ocupante do Palácio do Planalto acha que tem um exército próprio e uma Abin particular. Excessos como este vão ser punidos em algum momento e Bolsonaro só vai ter como seu o desprezo de toda a sociedade brasileira pelos crimes que cometeu”, acrescenta.

Oficialmente, Prates não é membro da CPI, mas, como líder da minoria, tem participado ativamente dos trabalhos.

Já é assinante?
Assine a Crusoé ou nosso combo e ganhe o novo eBook de Mario sabino

Assine a Crusoé

*válido até 30/06/2021

Assine a Crusoé ou nosso combo e ganhe o novo eBook de Mario sabino

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
Mais notícias
Assine 7 dias grátis
TOPO