Reprodução

Medo da China e da Rússia impulsiona imagem positiva dos EUA no mundo

08.12.21 13:55

O instituto de pesquisas Morning Consult divulgou nesta terça, 7, uma pesquisa mostrando que a percepção que as populações de nove países têm dos Estados Unidos melhorou durante o primeiro ano do governo de Joe Biden.

A diferença entre a porcentagem da população que tem uma visão positiva dos EUA e a fatia dos que têm uma visão negativa aumentou 30 pontos percentuais. Os países pesquisados foram Espanha, Coreia do Sul, Reino Unido, Japão, Itália, Índia, Austrália, França e Alemanha.

Na Alemanha, a porcentagem dos que têm uma visão positiva dos Estados Unidos ficou 62 pontos percentuais acima daqueles com imagem negativa.

Segundo especialistas ouvidos pela Morning Consult, a melhora na imagem dos EUA tem a ver com a substituição de Donald Trump por Joe Biden, mas também — e principalmente — com o medo que os países aliados têm da China e da Rússia.

‘Esses especialistas dizem que os temores de agressão chinesa e russa, conforme exemplificado no atual impasse militar entre Moscou e Kiev (capital da Ucrânia) e as repetidas incursões de Pequim no espaço aéreo taiwanês em 2021, superam qualquer consideração que possa derivar do caloroso sentimento popular em relação aos Estados Unidos“, diz a Morning Consult em nota.

Segundo o instituto, os aliados americanos perceberam o que pode acontecer com os países que não têm um acordo de defesa com os Estados Unidos. A Geórgia foi invadida em 2008 pelos russos e a Ucrânia, em 2014. “Talvez a máxima de Maquiavel de que para um príncipe o medo é mais seguro do que o amor se aplique tanto hoje em Foggy Bottom (a Washington atual) quanto na Florença feudal“, diz o texto.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. será que ignoram que havendo guerra entre China e EUA a humanidade acaba? cabresto nesse jornazismo idiota.

  2. 1)- Sejamos realistas, os EUA, como força bélica e de um pouco de racionalidade (fora memoráveis escorregões), são uma espécie de "xerife do planeta", contando é lógico com o bloco aliado mas, lideram. Quando a coisa fica feia em nossa casa planetária, recorre-se, claro, a eles, que em geral comparecem.

    1. 4)- Que os EUA nunca mais tenham dementes patetóides na presidência com os ""cucarachinhas pegajosos"" neles indigentemente colados e, sobretudo, que tenham sempre um verdadeiro líder, íntegro, inteligente, culto, sensato, preparado, equilibrado e sadio mentalmente. Por eles e por TODOS NÓS.

    2. 3)- Porém, quando com um BARACK OBAMA na presidência, o país torna-se GRANDE ainda que humanamente falível em raras oportunidades, ou mesmo com um JOE BIDEN, os EUA acabam liderando com resultados perfeitos ou mesmo com os imperfeitos.

    3. I2)- O problema é quando aparece um debilóide tresloucado como o crapulóide "agente-laranja" ou, um idiota como um "pura-bush" da vida ou, um "reaga-nu" e outras coisinhas caricatas análogas. Aí a coisa toda torna-se um verdadeiro e perigoso desastre, além do ridículo inquestionável, colocando em risco a população terráquea!

    4. 2)- O problema é quando aparece um debilóide tresloucado como o crapulóide "agente-laranja" ou, um idiota como um "pura-bush" da vida ou, um "reaga-nu" e outras coisinhas caricatas análogas. Aí a coisa toda torna-se um verdadeiro e perigoso desastre, além do ridículo inquestionável, colocando em risco a população terráquea!

    1. Os bem antigos lembram de Hitler ameaçqndo o mundo e todos se encolhendo perante a Alemanha. Ditadores só reconhecem a força, qualquer sinal de fraqueza tornam-se mais ambiciosos!

Mais notícias
Assine 50% off
TOPO