Gage Skidmore va Flickr

Convenção do Partido Republicano já tem tema: M.A.G.O.A.

10.07.24 09:22

O Partido Republicano se reúne na semana que vem, na cidade de Milwaukee, no Wisconsin, para sua convenção partidária. Sem grandes surpresas, o partido deve lançar pela terceira vez seguida o nome de Donald Trump como candidato à presidente, em 6 de novembro.

Serão quatro dias, a partir da próxima segunda-feira, 15, cada um com um seu próprio tema de debate: na segunda-feira, o lema é “Make America Wealthy Once Again” (“Faça a América Rica Mais Uma Vez”), seguido por Make America Safe Once Again” (“Faça a América Segura Mais Uma Vez”) e Make America Strong Once Again” (“Faça a América Forte Mais Uma Vez”). O último dia, onde o ex-presidente deverá discursar e indicar seus planos, deve atualizar seu slogan para Make America Great Once Again” (“Faça a América Grande Mais Uma Vez”). Passará do “M.A.G.A.” para o “M.A.G.O.A.”. 

Nesta semana, os republicanos revelaram sua nova plataforma de governo, a  ser defendida durante a reunião. “Nossa nação está repleta de histórias de bravos homens e mulheres que deram tudo o que tinham para construir, na América, a Maior Nação na História do Mundo”, começa o texto, que em alguns momentos parece ter sido pelo próprio Trump. “Mas hoje somos uma nação em SÉRIO DECLÍNIO [maiúsculas estão no manifesto]. Nosso futuro, nossa identidade e nosso próprio estilo de vida estão sob ameaça como nunca antes.”

O texto tem 20 diretrizes que misturam visões do próprio Trump (“Fazer a América a produtora dominante de energia no mundo, de longe!”, diz o item 4) com demandas antigas do partido e do movimento conservador em todo o mundo. O item 16 prevê punição às escolas que ensinem a chamada “teoria crítica de raça”, enquanto o item 17 deve pressionar a participação de pessoas trans em esportes.

Quem será o vice de Trump?

A convenção partidária é dividida em dois universos: um onde os delegados partidários apresentam seus votos para escolher o candidato do partido — e outro, de bastidores, onde representantes, senadores e o círculo mais próximo de Trump definem estratégias, afinam discursos e, igualmente importante, definem quem será seu vice.

O próprio ex-presidente disse que espera anunciar o nome durante a convenção. São três os favoritos: o senador Marco Rubio, que é do mesmo estado de Trump; o do senador por Ohio J.D. Vance, de 39 anos, e do governador da Dakota do Norte, Doug Burgum.

De todos, Trump tem insinuado que Rubio é seu favorito. O azarão, neste caso, é J.D. Vance, por uma razão insólita: ele é o único com barba — algo que, segundo a imprensa americana, Donald Trump tem aversão.

Já a convenção democrata ocorre apenas em agosto, em Chicago. Até lá, o partido segue em negociações internas para manter ou não Joe Biden como seu candidato à reeleição.

Leia mais em Crusoé: Biden cobra união de democratas e diz ao povo que fica

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Brasil tem um barbudo corrupto, ex-presidiário que voltou à cena do crime, mais velho, mais bêbado e descarado do que nunca

Mais notícias
Assine agora
TOPO