Divulgação

Conselheiro do Tribunal de Contas de Tocantins é alvo de operação do MPF e da PF

03.03.21 09:03

O Ministério Público Federal e a Polícia Federal deflagraram nesta quarta-feira, 3, a Operação Esopo, que mira um esquema criminoso na construção de um prédio anexo do Tribunal de Contas do Estado do Tocantins. Severiano Costandrade, conselheiro da corte de contas, é alvo da operação e, por isso, o processo tramita no Superior Tribunal de Justiça. O relator é o ministro Og Fernandes.

A PF cumpre mandados de busca e apreensão em 11 endereços comerciais e residenciais em Palmas e em Goiânia. Policiais federais estiveram em imóveis ligados ao conselheiro investigado e também em endereços de responsáveis pelas duas construtoras que executaram a obra sob suspeita.

A Controladoria-Geral da União (CGU) identificou a transferência de 360 mil reais entre uma das construtoras e Severiano Costandrade. Segundo o MPF, a principal suspeita é que o valor esteja relacionado ao pagamento de propina pela obra. Entre os indícios de irregularidades está o fato de que a empresa vencedora da licitação não terminou a obra, mas outra empreiteira, da qual o conselheiro comprou um imóvel.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

Só R$ 1,90* no primeiro mês

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

*depois, 11 x R$ 14,90

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • A Coluna Exclusiva de Sergio Moro
  • Podcasts e Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Ruy Goiaba, Felipe Moura Brasil, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
Mais notícias
Assine 7 dias grátis
TOPO