Reprodução

O rachid volta à cena

O caso do ex-motorista de Flávio Bolsonaro lança luz sobre um condenável esquema operado por parlamentares: a caixinha de gabinete, em que eles ficam com uma parte do salário dos funcionários
14.12.18
Mais notícias
TOPO